Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Administração  Voltar

Administração

 

O administrador de empresas deve possuir conhecimentos específicos, básicos, do elenco de disciplinas que compõem um curso moderno de gestão de negócios, adaptado às condições sociais, econômicas e ambientais do meio onde a organização esteja inserida.

Do administrador de empresas espera-se valores de responsabilidade social, ética profissional, justiça, formação humanística e visão global para que entenda o meio cultural, político e econômico onde está atuando. Esses valores também pesam na tomada de decisões.

O Administrador

É o profissional responsável pelo diagnóstico organizacional, planejamento e funcionamento administrativo de uma empresa.
Realiza auditorias internas como também faz o planejamento da empresa em nível de contabilidade, custos, orçamentos, tributos e investimentos.
Elabora pareceres, relatórios, planos, projetos, arbitragens de laudos em que se exija a aplicação de conhecimentos inerentes às técnicas de organização.
Estuda e propõe métodos de rotinas dos serviços, visando aumentar o volume dos negócios, sem perder a qualidade do produto, utilizando organogramas, fluxogramas e outros recursos.
Faz o planejamento e o gerenciamento das atividades comerciais de uma empresa, controlando todas as operações que levam o produto até o consumidor, como pesquisas de mercado, propaganda, publicidade, promoções e vendas (Marketing).
Planeja e coordena atividades de estabelecimentos de saúde particulares ou periódicos. (Administração Hospitalar).
Gerencia os serviços de admissão, seleção, treinamento, demissão de pessoal. Define e controla planos de cargos e salários (Recursos Humanos).

Perfil do Profissional

O administrador é um profissional capaz de desenvolver competências que o levarão a compreender o seu papel nas organizações e na sociedade, valorizando o respeito, a colaboração, a justiça e a liberdade, possibilitando o seu crescimento como cidadão pleno.

Onde Trabalhar

Magistério em matérias técnicas do campo da administração.
Serviço público federal, estadual, municipal, autárquicos, sociedade de economia mista.
Empresas estatais e privadas (de qualquer tipo e ramo de atuação).
Hospitais e Cooperativas.

O Curso

O currículo, pode-se dizer, abrange três etapas: na primeira terá disciplinas da área de humanas como Psicologia e Sociologia Aplicadas à Administração, Legislação Social e Tributária (Direito), Comunicação e Expressão, Filosofia, entre outros.

Depois, passa por disciplinas ditas instrumentais como Estatística, Contabilidade, Análise de Balanços, Administração Financeira e Orçamentária, Planejamento Empresarial etc.

E ainda, em outra etapa, o aluno vai optar por concentrar-se em áreas específicas como: Recursos Humanos, Marketing, Finanças, Produção, Organização e outros.

Objetivos do Curso

O curso para habilitação em Administração forma profissionais dotados de uma visão sistêmica dos principais enfoques necessários para a gestão das organizações.

Tem por meta buscar o sucesso das empresas, oferecendo ao egresso o conhecimento dos principais métodos e instrumentos que possibilitem os melhores resultados na gestão financeira, de mercado, de pessoas e clientes, entre outros.

Regulamentação

Lei 4769 de 09/09/1965 e Decreto 61934 de 1967. Para exercer a profissão, é obrigatório o registro no Conselho Regional de Administração (CRA).

Perfil do profissional

Aptidão para lidar com cálculos, raciocínio lógico, ordem e método, compreensão do ser humano e suas motivações, potencialidade para liderança e interesse por atividades persuasivas, combinando sistematicidade com versatilidade.

A profissão

O administrador é responsável pelo planejamento das estratégias e pelo gerenciamento de uma empresa. Ele ajuda a definir, analisar e cumprir as metas da organização. Trabalha em praticamente todos os departamentos, nos quais gere recursos financeiros, materiais e humanos. Conduz as relações entre empresa e empregados, participando dos processos de seleção, admissão e demissão de funcionários.

Ele implanta e implementa planos de carreira e programas de benefícios, coordena a compra de matérias-primas e insumos e controla sua estocagem, qualidade e reposição. Cuida de custos, orçamentos e fluxo de caixa.

Também se envolve com a publicidade e o marketing, promovendo a venda dos produtos ou serviços da firma.

Não falta trabalho para esse profissional, que tem espaço em qualquer região do país e em empresas dos mais diversos setores desde hospitais, fábricas e escolas até ONGs e empresas dedicadas ao comércio pela internet. Para exercer a profissão, é preciso obter o registro profissional no Conselho Regional de Administração.

Características que ajudam na profissão

Raciocínio abstrato, facilidade para lidar com números, espírito de liderança, criatividade, capacidade de adaptar-se a diferentes situações, iniciativa e atualização.

Mercado de Trabalho

Esse administrador é o que gerencia, analisa e orienta as questões mercadológicas, por isso pode estar presente em qualquer empresa, pública ou privada.

Nosso mercado de trabalho está em constante mutação. Por isso, é fundamental estar sempre muito preparado, bem informado. Hoje, o mercado está aquecido, principalmente na assistência de gerência dos bancos.

Esse mercado é flutuante, hoje está aquecido, depois vem um período de estagnação.

O administrador egresso do curso poderá trabalhar em empresas de todos os portes (micro, pequenas, médias e grandes), em todos os ramos (industrial, comercial e de serviços) e em qualquer setor (público, privado e não-governamental - ONGs), atuando nos mais diversos cargos administrativos ou gerenciais.

O administrador também poderá ser dono de seu próprio negócio, trabalhar como consultor autônomo, perito ou auditor em áreas específicas ou se voltar para o ramo acadêmico e de pesquisa.

Gerente/Executivo em empresas públicas e privadas tais como: instituições de ensino, bancos, hotéis, órgãos de planejamento, e campos privativos do administrador como: Administração Financeira, Administração de Materiais, Administração da Produção, Informática, Marketing, Administração de Consórcios, de Comércio Exterior, de Condomínios, de Imóveis, Rural e Administração Hoteleira e Turismo.

DURAÇÃO

04 anos

Administração - Formação

O curso de Administração oferece sólida formação acadêmica, conciliando as atuais teorias aplicadas no mundo dos negócios com a prática de empresas inovadoras. Dinâmico, visa formar administradores que tenham senso crítico apurado, visão humanista e ética profissional.

O administrador graduado está apto a empreender o próprio negócio, bem como a atuar em Finanças, Marketing, Recursos Humanos, Produção e Logística, Consultoria e Organização e Métodos.

O curso está estruturado nos ciclos básico (composto por matérias de formação instrumental e humanística) e profissionalizante (quando o futuro administrador aprende as teorias e práticas atuais das diversas áreas da ciência da administração).

Dentre os principais objetivos da graduação, destacam-se: proporcionar uma visão estratégica e humanística das diversas áreas organizacionais e estudar a interação multidisciplinar entre elas; conciliar a teoria administrativa com a prática empresarial e, ainda, promover a integração do aluno com o mercado de trabalho.

O perfil do administrador demandado pelo mercado é o profissional generalista, polivalente, com sólidos conhecimentos em todas as áreas da administração, comprometido, inovador, participativo, com senso crítico altamente desenvolvido, grande iniciativa e disposto a assumir riscos.

O administrador moderno necessita de atualização permanente devido ao grande dinamismo e à evolução constante da ciência da administração.

Administração - Objetivos

O curso de Administração visa formar administradores de empresa e profissionais do setor adminsitrativo.

A grade curricular vária de acordo com a faculdade de administração e a especialidade escolhida pelo aluno, contudo, são disciplnas comuns nos principais cursos de administração: Matemática, Economia, Teoria da Administração, Contabilidade, Matemática Financeira, Psicologia Organizacional, Sociologia, Estatística, Gestão de Pessoas, Gestão de Custos, Organização, Sistemas e Métodos, Legislação Empresarial, Administração Mercadológica, entre outras.

O curso de administração tem por objetivo formar um administrador ético, com visão e responsabilidade social, criativo e que tenha senso crítico, espírito empreendedor e bom relacionamento interpessoal com sólida formação teórica e prática em administração empresarial.

Os cursos de administração prepara futuros profissionais da área de administração, qualificando-os para atuar num mercado de trabalho competitivo e bastante exigente.

Por ser uma área muito abrangente a Administração oferece diversas possibilidades profissionais para os formandos. Muitos escolhem trabalhar em empresas enquanto outros decidem abrir suas próprias empresas ao término do curso.

Curso de Administração

A amplitude do curso dá ao futuro estudante de administração a possibilidade de cursar a faculdade em outros países mesmo que pretendam exercer a profissão no Brasil.

Muitos estudantes optam por fazer um MBA ou pós graduação ao término da faculdade.

Administração - Tipos de Curso

a) Nível Superior

Bacharelado

Duração média de 4 anos. Grande parte dos cursos oferece uma formação mais genérica, podendo o aluno especializar-se na pós-graduação. A grade curricular oferece um quadro básico de disciplinas como sociologia, contabilidade, língua portuguesa, filosofia, economia, direito e informática.

A partir do terceiro ano as aulas específicas garantem a formação do aluno, com disciplinas como administração de recursos humanos, finanças e marketing, planejamento estratégico, análise de investimentos, estatística, ética, legislação, administração pública, entre outras. Algumas universidades ainda oferecem opção de habilitação na matrícula, mas, segundo determinação do MEC, as disciplinas, antes oferecidas como habilitação, passarão a fazer parte do currículo regular.

Os cursos incluem trabalhos práticos, além das aulas expositivas, sendo que algumas faculdades exigem estágio e monografia de conclusão.

b) Nível Superior

Tecnólogo

Duração média de 2 anos. Não existem cursos de administração em graduação tecnológica, mas vários cursos de gestão podem interessar aos alunos, como Gestão Pública, Gestão Empresarial, Gestão de Recursos Humanos, Gestão de Serviços, Agronegócios. Cada um deles oferece uma competência específica.

c) Nível médio

Curso Técnico

Duração média de 2 anos.

O curso de técnico em Administração prepara o aluno para o controle da rotina administrativa das empresas. Esse profissional colabora nos planejamentos estratégico, tático e operacional. Também desenvolve atividades em recursos humanos. Atua na área de compras, no setor contábil e na assessoria de vendas.

Também é preparado para executar atividades nas áreas fiscal e financeira. As disciplinas básicas são sociologia, contabilidade, língua portuguesa, economia, informática, administração de recursos humanos, finanças, marketing, planejamento estratégico, estatística entre outras.

d) Cursos Livres

Diversos cursos podem complementar a formação dos profissionais, ou então orientar pessoas que se interessem pela área. Dentre os cursos oferecidos no mercado é possível encontrar Administração Financeira , Administração de Empresas Comerciais ,Administração de Restaurantes Comerciais, Assistente de Administração de Pessoal, Básico em Rotinas de Escritório, Como Administrar Pequena e Média Empresa , Consultoria Interna em Recursos Humanos, Gerenciamento Estratégico de Mercado, Intensivo em Administração de Empresas , Marketing de Relacionamento e muitos outros. Não conferem diploma, apenas certificação de conclusão do curso.

Mercado de Trabalho

Em virtude da crescente competitividade do mercado atual, pequenas e médias empresas, além das grandes, buscam, cada vez mais, profissionais especializados, em nível superior, no intuito de otimizar e expandir sua participação no mercado. Neste contexto, as empresas esperam que o Administrador tenha conhecimentos em marketing, logística, economia, produção e gestão de pessoas, entre outras especificidades que variam de acordo com cada empresa.

O profissional em Administração poderá atuar em todos os setores da economia do país, sendo o setor de serviços o que mais emprega, seguida da área de informática, em franca expansão, que oferece colocações na parte de planejamento e relacionamento com o cliente.

Entre as várias modalidades de administração em que o estudante pode se especializar podemos citar: Administração Pública, Esportiva, Rural, Hospitalar, Financeira, Empresarial, Hoteleira, de Recursos Humanos e do Terceiro Setor, podendo ainda atuar como Gestor Ambiental, Gestor de Qualidade, dos Sistemas de Informação, de Comércio Exterior, de Logística e Marketing, além de Controladorias e Auditorias.

Ofertas de Emprego

As ofertas de emprego surgem em diversas regiões do país, mas se encontram em maior número nas regiões Sul e Sudeste e capitais, devido a grande concentração de empresas nessas regiões.

Os maiores empregadores são as empresas do setor de serviços como bancos e comércio varejista. A indústria também contrata esse profissional, principalmente para gerenciamento de recursos humanos e vendas.

Modernamente o setor hoteleiro também está reforçando as ofertas de emprego para o administrador, grandes redes empregam esse profissional para atuar na administração dos negócios e no gerenciamento de equipes. Nesse caso as melhores oportunidades surgem nos grandes centros turísticos como capitais do Nordeste, Rio de Janeiro e São Paulo.

Como a formação do administrador é bastante generalista surgem oportunidades em diversos ramos de negócios, inclusive nas instituições governamentais, para elaboração e implementação de políticas públicas para o comércio exterior. O profissional também pode optar pelo magistério, diversos cursos superiores oferecem a disciplina de administração e contratam esse profissional. No entanto, é preciso ser pós-graduado para exercer a função.

Administração - Curso

O curso de Administração tem o intuito de formar administradores que poderão atuar como executivos, técnicos em funções administrativas e/ou empreendedores preparados, tanto conceitual como instrumentalmente, para contribuir para o sucesso das organizações em que atuarem.

Administração de Empresas

O curso de Administração, com habilitação em Administração de Empresas, forma profissionais dotados de uma visão sistêmica dos principais enfoques necessários para a gestão das organizações. Tem por meta buscar o sucesso das empresas, oferecendo ao egresso o conhecimento dos principais métodos e instrumentos que possibilitem os melhores resultados na gestão financeira, de mercado, de pessoas e clientes, entre outros.

Administração em Análise de Sistemas

O curso de Administração com habilitação em Análise de Sistemas visa formar profissionais centrados na gestão integrada das informações das organizações, com a premissa de que em todos os níveis organizacionais a base para a tomada de decisões é o acesso às informações. É competência desses profissionais cuidar dos processos de seleção e utilização das informações organizacionais, bem como atendimento dos requisitos dos usuários das informações, tais como disponibilidade, tempo de acesso, atualização e confiabilidade. Claro está que dele também é exigido o conhecimento da tecnologia da informação, tanto no que diz respeito a hardwares como a softwares.

Administração em Comércio Exterior

O curso de Administração com habilitação em Comércio Exterior tem por finalidade formar administradores que, além de conhecerem os principais enfoques de gestão necessários para administrar quaisquer organizações, estejam preparados para a realização de negócios internacionais. Isto significa não só conhecer os mecanismos reguladores de importações e exportações, mas também e, principalmente, desenvolver a capacidade de fazer negócios com o resto do mundo.

Administração em Finanças

O curso de Administração com habilitação em Finanças tem por finalidade formar profissionais com compreensão minuciosa da gestão das finanças organizacionais, com conhecimento das melhores formas de previsão das necessidades de recursos, das melhores formas de obtenção de recursos e das formas mais rentáveis de utilização ou aplicação dos recursos financeiros e com competência para estabelecer controles financeiros e para avaliar criticamente a viabilidade da obtenção/aplicação de recursos.

Administração em Marketing

O curso de Administração com habilitação em Marketing visa formar profissionais aptos a identificar e atender às necessidades dos clientes e dos mercados; saber fazer com que os produtos e as marcas da organização sejam conhecidos pelo mercado; estabelecer canais de acesso para os clientes; firmar padrões de tratamento das solicitações, sugestões ou reclamações dos clientes; avaliar a satisfação, fidelidade e insatisfação dos clientes e desenvolver ações de intensificação da satisfação dos clientes.

Administração em Recursos Humanos

O curso de Administração com habilitação em Recursos Humanos tem por finalidade formar profissionais voltados para a gestão das pessoas, visando à utilização de seu pleno potencial, para a obtenção de elevado desempenho organizacional. Isso envolve o estudo de sistemas de trabalho que conduzam ao elevado desempenho, estruturas de cargos e planos de carreira, sistemas de remuneração e reconhecimento, desenvolvimento das pessoas e qualidade de vida no trabalho, entre outros enfoques.

Atividades Principais

definir diretrizes e valores organizacionais
desenvolver estratégias e planos organizacionais
definir indicadores de desempenho e acompanhar resultados
otimizar o desempenho das pessoas e sua satisfação
comandar processos organizacionais principais ou de apoio
promover avaliação e melhoria contínuas.

Mercado de Trabalho

Os administradores podem trabalhar como técnicos de funções administrativas ou como gerentes/executivos, em empresas com fins lucrativos, instituições privadas sem fins lucrativos e instituições governamentais.

Como empreendedores, os administradores podem gerir seus próprios negócios, como indústrias, comércios ou atividades de prestação de serviços, ou podem atuar como consultores especializados em assuntos relacionados à administração organizacional.

Duração: 4 anos

Administração - O que é

A administração é a ciência que se encarrega do gerenciamento de processos. O Administrador atual deve ser generalista e multiqualificado, capaz de articulações intelectuais complexas.

Exige-se deste profissional capacidade de diagnóstico e solução de problemas, de intervenção no processo de trabalho, de auto organização, trabalho em equipe e preparo para enfrentar situações freqüentes de mudanças.

Capacitado a gerenciar e planejar todas as estratégias de funcionamento das empresas, o trabalho do profissional em Administração está voltado a analisar, definir e por em prática os procedimentos organizacionais de gestão.

Pode atuar em quase todos os setores de uma empresa como, por exemplo, na gestão de recursos humanos, promovendo o relacionamento entre a empresa e seus funcionários, assim como na seleção dos empregados e implementação de planos de carreira. Também está apto para o trabalho no departamento financeiro, controlando custos, fluxo de caixa e orçamentos, na área de recursos mercadológicos, elaborando estratégias de marketing e promovendo vendas, e no setor de materiais, gerenciando a compra de matérias-primas e armazenamento de produtos.

Além disso, o administrador poderá atuar como consultor independente, auditor e, no setor público, auxiliando nacriação de políticas de desenvolvimento social e econômico.

Uma definição bem moderna: Administração é o ato de trabalhar com e através de pessoas para realizar os objetivos tanto da organização quanto de seus membros.

Existem três aspectos chaves que devem ser apontados nesta definição:

Dá maior ênfase ao elemento humano na organização.
Focaliza a atenção nos resultados a serem alcançados, isto é, nos objetivos em vez de nas atividades.
Incluiu o conceito de que a realização dos objetivos pessoais de seus membros deve ser integrada à realização dos objetivos organizacionais.

Ou ainda:

Administração é administrar a ação através das pessoas com objetivo bem definido
Administração é o processo de planejar, organizar, dirigir e controlar o uso de recursos a fim de alcançar objetivos.
A administração é o processo de tomar e colocar em prática decisões sobre objetivos e utilização de recursos

A partir de hoje você não pode pensar como um executor de tarefas simplesmente.

Como administrador você deslocará dos trabalhos operacionais para o campo da ação.

Sairá das habilidades práticas de saber fazer certas coisas corretamente para atividades administrativas, voltadas para o campo do diagnóstico e da decisão, onde utiliza as habilidades conceituais de diagnosticar situações, definir e estabelecer estratégias de ação adequadas.

Cresce então a necessidade de se fundamentar em conceitos, valores e teorias que lhe permitam o balizamento adequado de seu comportamento.

Em vez de preocupar como ensinar a fazer certas coisas o como a teoria da administração ensina que coisas devem ser feitas em determinadas situações o porquê. O que diferencia o administrador de um simples executor é exatamente o fato de que, enquanto o segundo sabe fazer certas coisas que aprendeu mecanicamente (planos, organogramas, mapas, registros, lançamentos etc.), o primeiro sabe analisar e resolver situações problemáticas variadas e complexas, pois aprendeu a pensar, a avaliar e a ponderar em termos abstratos, estratégicos, conceituais e teóricos. O segundo é um mero agente de execução e operação.

O primeiro é um agente de mudança e inovação, pois adquire habilidade de entender e diagnosticar situações.

A administração não é uma coisa mecânica que dependa de certos hábitos físicos que devem ser superados ou corrigidos a fim de se obter o comportamento correto.

Pode-se ensinar o que um administrador deve fazer, mas isto não irá capacitá-lo efetivamente a fazê-lo em todas as organizações.

O sucesso de um administrador na vida profissional não está inteiramente relacionado àquilo que lhe foi ensinado, ao seu brilhantismo acadêmico ou ao seu interesse pessoal em praticar o que aprendeu nas escolas. Esses aspectos são importantes, porém estão condicionados a características de personalidade, ao modo pessoal de agir de cada um. O conhecimento tecnológico da Administração é importantíssimo, básico e indispensável, mas depende, sobretudo, da personalidade e do modo de agir do administrador, ou seja, de suas habilidades.

Há pelo menos três tipos de habilidades necessárias para que o administrador possa executar eficazmente o processo administrativo: a habilidade técnica, a humana e a conceitual.

Habilidade técnica: Consiste em utilizar conhecimentos, métodos, técnicas e equipamentos necessários para a realização de suas tarefas específicas, através de sua instrução, experiência e educação.
Habilidade humana: Consiste na capacidade e no discernimento para trabalhar com pessoas, compreender suas atitudes e motivações e aplicar uma liderança eficaz.
Habilidade conceitual: Consiste na habilidade para compreender as complexidades da organização global e o ajustamento do comportamento da pessoa dentro da organização. Esta habilidade permite que a pessoa se comporte de acordo com os objetivos da organização total e não apenas de acordo com os objetivos e as necessidades de seu grupo imediato.

A adequada combinação dessas habilidades varia à medida que um indivíduo sobe na escala hierárquica, de posições de supervisão a posições de alta direção.

Porque estudar administração

Embora o processo administrativo seja importante em qualquer contexto de utilização de recursos, a razão principal para estudá-la é seu reflexo sobre o desempenho das organizações.

O principal motivo para a existência das organizações é o fato de que certos objetivos só podem ser alcançados por meio da ação coordenada de grupos de pessoas.

Na atualidade, as organizações assumiram importância sem precedentes na sociedade e na vida das pessoas.

É dramático o impacto do mau funcionamento de uma organização de grande porte sobre a sociedade.

Considere por exemplo a quebra de um banco, como aconteceu com o Econômico em 1995. Funcionários perdem o emprego e contribuintes são obrigados a arcar com as conseqüências.

Pense numa cidade inundada e você vai lembrar-se da Prefeitura, pense em pessoas despreparadas, e você vai lembra-se do baixo nível da educação, pense na necessidade de pagar planos de saúde ou pensão, ou nas filas nos hospitais públicos, e você vai lembrar-se do governo que não trabalha como deveria.

Muitos problemas que você enfrenta têm sua origem na inexistência ou ineficiência de algum tipo de organização.

Organizações bem administradas são importantes por causa desse impacto sobre a qualidade de vida da sociedade.

Administradores bem preparados, portanto, são recursos sociais importantes.

Essa predominância das organizações e sua importância para a sociedade moderna bem como a necessidade de administradores competentes está na base do desenvolvimento da teoria geral da administração.

A administração é praticada desde que existem os primeiros agrupamentos humanos. A moderna teoria geral da administração, que se estuda hoje é formada por conceitos que surgiram e vêm-se aprimorando há muito tempo, desde que os administradores do passado enfrentaram problemas práticos e precisaram de técnicas para resolvê-los.

Por exemplo, a Bíblia relata que Moisés estava passando o dia cuidando de pequenas causas que o povo lhe trazia. Então Jetro recomendou: procure homens capazes para serem líderes de 10, 100 e 1.000. Este conselho foi dado a Moisés cerca de 3.500 anos atras. É tão antigo e continua atual.

Já no século XXI, a administração e as organizações estão sofrendo grandes transformações,

As empresas privadas, em particular, operam dentro de um contexto extremamente competitivo e precisam aprimorar continuamente sua eficiência: fazer mais, com menor quantidade de recursos.

Aumenta a importância da Administração empreendedora: o movimento que procura estimular as pessoas a serem seus próprios patrões. Além disso, a idéia de administração participativa ganha muito espaço com essa tendência, pois é preciso educar funcionários operacionais para serem seus próprios gerentes.

Administração - Símbolo

Administração
Símbolo do Administrador

Este é o Símbolo do Sistema CFA. Deverá ser usado nas suas várias versões, em toda a comunicação visual dos Conselhos Federal e Regionais de Administração.

O Símbolo é composto de um emblema que representa a profissão de Administrador, cuja concepção e composição é detalhada no "Manual de Identidade Visual da Profissão" , inclusive especificações de cores, para aplicação em policromia ou em preto e branco.

A Seguir um Pequeno Histórico de como surgiu o Símbolo do Administrador

O Conselho Federal de Administração promoveu em 1979 um concurso nacional para a escolha de um símbolo que o representasse. Para tanto, foram convidados personalidades relacionadas às artes gráficas, como o industrial José E. Mindlin, o especialista em heráldica Adm. Rui Vieira da Cunha, o grafista Adm.

Zélio Alves Pinto, o arquiteto Alexandre Wollner, além dos Presidentes dos Conselhos Regionais de Administração do Rio de Janeiro e de São Paulo, Adm. Antônio José de Pinho e Adm. Roberto Carvalho Cardoso, e do Conselheiro Federal Arlindo BragaSenna, para compor um corpo de jurados que deveriam julgar e escolher o Símbolo da Profissão do Administrador.

O concurso recebeu trezentas e nove sugestões, vindas de quase todos os Estados brasileiros. Estes trabalhos foram analisados por sete membros do júri e teve como primeiro resultado a seleção de 40 (quarenta) trabalhos para serem escolhidos na segunda fase de julgamento. No dia 9 de abril de 1980, em Brasília/DF, foram selecionados 10 (dez) trabalhos para uma segunda fase de julgamento.

A escolha final, dificílima, devido às linguagens gráficas distintas e oriundas das diversas regiões do país, finalmente legitimou o símbolo já bastante conhecido, que representa em todo o território nacional a profissão do Administrador.

O trabalho escolhido foi apresentado por um grupo de Curitiba, denominado "Oficina de Criação".

Para adquirir informações detalhadas sobre o significado, as principais aplicações e o diagrama básico para elaboração do símbolo do Administrador, adquira o Manual de Identidade Visual da Profissão de Administrador, enviando um e-mail para marketing@cfa.org.br .

O símbolo escolhido para identificar a profissão do Administrador tem a seguinte explicação pelos seus autores:

"A forma aparece como intermediário entre o espírito e a matéria". Para Goethe o que está dentro (idéia), está também fora (forma).

1. JUSTIFICATIVA:

O quadrado é o ponto para atingir o símbolo, uma condensação expressiva e precisa correspondente ao (intensivo/qualitativo), por contraposição ao (extensivo/quantitativo).

2. O QUADRADO COMO PONTO DE PARTIDA:

Uma forma básica, pura, onde o processo de tensão de linhas é recíproco

Sendo assim, os limites verticais/horizontais entram em processo recíproco de tensão.

Uma justificativa para a profissão, que possui também certos limites em seus objetivos:

organizar
dispor para funcionar reunir
arbitra
relatar
planejar
dirigir
encaminhar os diferentes aspectos de uma questão / para um objetivo comum.

O quadrado é regularidade, possui sentido estático quando apoiado em seu lado, é sentido dinâmico quando apoiado em seu vértice, (a proposição escolhida).

As flechas indicam um caminho, uma meta. A parte de uma premissa, de um princípio de ação (o centro). Considerando o ser humano um elemento pluralista, para atingir estes objetivos, através dos elementos propostos, as flechas centrais se dirigem para um objetivo comum, baseado na regularidade; para atingir o mundo das idéias/para obter o supra sumo, chegando a uma meta comum, através de uma exposição prévia de fundamentos, partindo das razões de um parecer. (movimentação) interna das flechas.

O SÍMBOLO DA PROFISSÃO

O quadro como ponto de partida: uma forma básica, pura, onde o processo de tensão de linhas é recíproco. Sendo assim, os limites verticais/horizontais entram em processo recíproco de tensão.

"Uma justificativa para a profissão, que possui também certos limites em seus objetivos: organizar, dispor para funcionar, reunir, centralizar, orientar, direcionar, coordenar, arbitrar, relatar, planejar, dirigir, encaminhar os diferentes aspectos de uma questão para o objetivo comum".
"O quadro é regularidade, possui sentido estático quando apoiado em seu lado, e sentido dinâmico quando apoiado em seu vértice (a posição escolhida)".
"As flechas indicam um caminho, uma meta, a partir de uma premissa, de um princípio de ação (o centro)".
"As flechas centrais se dirigem para um objetivo comum, baseado na regularidade (...) as laterais, as metas a serem atingidas".

Anel

O Anel do Administrador tem como pedra a safira de cor azul-escura, pois é a cor que identifica as atividades criadoras, por meio das quais os homens demonstram sua capacidade de construir para o aumento de suas riquezas, tendo em vista suas preocupações não serem especulativas.

Em um dos lados da pedra safira deverá ser aplicado o Símbolo da Profissão do Administrador.

Pedra

A safira azul escura do anel do Administrador, denominada safira oriental, é um mineral que pertence à classe dos óxidos, grupo corindou. É denominada corindou nobre por sua transparência e coloração pura. Neste grupo encontramos também o rubi oriental. Estas pedras são encontradas no Sião, na Birmônia, em Madagascar e no Brasil.

Com fundamento no símbolo, o anel do Administrador deverá ter em um de seus lados o símbolo da profissão do Administrador.

Bandeira 

Confecção da Bandeira do Sistema CFA/CRAs

A Bandeira deverá ser construída inspirada na malha modular da Bandeira Brasileira, que tem as seguintes medidas: 2,0m na horizontal e 1,4m na altura.

O Símbolo deverá ser posto no centro da malha, numa posição simétrica, conforme o modelo acima. Observar o espaço grifado em vermelho. A área tomada pelo Símbolo deverá ser de exatamente 1,6m por 0,8m.

A partir da malha da Fig. 2, poderá ser criada a forma final da Bandeira do Sistema CFA/CRAs. A cor do tecido deverá contrastar com o azul do Símbolo.

Fonte: www.cfa.org.br/www.cesufoz.edu.br/www.curso-objetivo.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal