Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Agente da Passiva  Voltar

Agente da Passiva



Analisando o agente da voz passiva

Na verdade, agente da passiva é um dos termo integrantes da oração. Ele apenas estará presente quando a oração estiver na voz passiva. Vamos analisar melhor.

A oração que segue está na voz ativa:

A bela menina mordeu a maçã envenenada.

Quando uma oração está na voz ativa, o sujeito também é o agente da ação. Veja bem: foi de fato a bela menina quem comeu a maçã envenenada. Esquematizando:

A bela menina mordeu a maçã envenenada - onde:
A bela menina - sujeito
mordeu - verbo transitivo direto
a maçã envenenada - objeto direto

Existe, no entanto, uma outra maneira de afirmar o mesmo fato. Vejamos:

A maçã envenenada foi mordida pela bela menina.

O sentido desta oração é idêntico ao da oração anterior. Embora a informação seja a mesma, a estrutura gramatical é marcantemente diferente. Nesse exemplo, a oração está na voz passiva.

A maçã envenenada foi mordida pela bela menina. - onde:
A maçã envenenada - sujeito
foi mordida - verbo na voz passiva
pela bela menina - agente da voz passiva

Com as orações na voz passiva, não é o sujeito que pratica a ação, mas o agente da passiva. Portanto:

Agente da voz passiva é o termo integrante da oração que, na voz passiva, indica a pessoa ou a coisa que fez a ação verbal.

Fonte: www.seuconcurso.com.br

Agente da Passiva

É o termo da oração que se refere a um verbo na voz passiva, sempre introduzido por preposição.

As terras              foram desapropriadas            pelo governo.
Sujeito (paciente)            Verbo na voz passiva                Agente da passiva

REVISÃO DE VOZES VERBAIS

Voz ativa
Voz passiva
Voz reflexiva

VOZ ATIVA

O fato expresso pelo verbo é praticado pelo sujeito.

O professor adiou a prova.
O aluno resolveu os exercícios.

VOZ PASSIVA

O fato expresso pelo verbo é sofrido pelo sujeito:

A prova foi adiada pelo professor.
Os exercícios foram resolvidos pelo aluno.

Agente da Passiva

O termo que funciona como objeto na voz ativa corresponderá ao sujeito na voz passiva, razão pela qual somente os verbos que pedem complementos diretos (verbos transitivos diretos) admitem transformação de voz.

Há duas maneiras de se expressar a voz passiva:

Voz passiva analítica
Voz passiva sintética

VOZ PASSIVA ANALÍTICA

Formada por um verbo auxiliar (ser ou estar), seguido do particípio do verbo que exprime o fato:

Os livros                       foram lidos                  pelo aluno.
Sujeito paciente      Verbo na voz passiva analítica    Agente da passiva

A cidade                     está cercada                 de índios.
Sujeito paciente      Verbo na voz passiva analítica    Agente da passiva

VOZ PASSIVA SINTÉTICA

Verbo que exprime o fato na terceira pessoa (singular ou plural, dependendo do número do sujeito) mais o pronome apassivador se:

Vendeu-se                           o livro.              Venderam-se              os livros.
Verbo na voz passiva sintética     Sujeito        Verbo na voz passiva sintética      Sujeito

Na voz passiva analítica, a nomeação do agente não é obrigatória. Na passiva sintética, praticamente ela nunca ocorre:

As casas foram vendidas.

Venderam-se as casas.

VOZ REFLEXIVA

O fato expresso pelo verbo é, ao mesmo tempo, praticado e sofrido pelo sujeito. O sujeito é agente e paciente ao mesmo tempo:

O menino cortou-se.
Eu me cortei com uma faca.

Na voz reflexiva, os verbos vêm acompanhados de um pronome oblíquo átono que funciona como complemento e que estará sempre na mesma pessoa que o sujeito (sujeito e complemento são corrreferenciais). Tais verbos são chamados verbos reflexivos. Serão sempre verbos transitivos:

cortar-se, lavar-se, pentear-se, ferir-se

SÓ EXISTE VOZ ATIVA QUANDO O SUJEITO PRATICA A AÇÃO?

O animal recebeu um tiro.
O menino levou uma surra.

Não. O conceito de voz ativa é essencialmente gramatical. Em frases como “O animal recebeu um tiro” e “O menino levou uma surra”, temos voz ativa. Embora nessas frases os sujeitos sofram a ação, considera-se que elas estão na voz ativa porque as formas verbais (recebeu e levou) estão na voz ativa.

AGENTE DA PASSIVA

É o termo da oração que se refere a um verbo na voz passiva, sempre introduzindo por preposição.

Do ponto de vista semântico, indica o ser que executa ação verbal sofrida pelo sujeito.

As terras            foram desapropriadas         pelo governo.
sujeito (paciente)    verbo na voz passiva analítica       agente da passiva

O castelo                     estava cercado             de inimigos.
sujeito (paciente)     verbo na voz passiva analítica      agente da passiva

O agente da passiva ocorre geralmente na voz passiva analítica (verbo auxiliar + particípio). Embora seja menos frequente, poderá ocorrer na voz passiva sintética (verbo transitivo direto + pronome apassivador):

Este mar                       se navega             de cruéis marinheiros.
sujeito (paciente)     verbo na voz passiva sintética       agente da passiva

Esta classe                 formou-se                    de bons alunos.
sujeito (paciente)     verbo na voz passiva sintética        agente da passiva

MORFOSSINTAXE DO AGENTE DA PASSIVA

É representado por um substantivo ou por uma palavra ou oração com valor de substantivo:

A bola foi arremessada pelo jogador.
A bola foi arremessada por ele.
O trabalho foi feito pelos dois.
O menino foi socorrido por quem passava por perto.

Fonte: www.professorjailton.com.br

voltar 12345avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal