Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Alexandre Dáskalos  Voltar

Alexandre Dáskalos

 

Alexandre Dáskalos - Poeta

Alexandre Daskalos, nascido em Huambo em 1924 e falecido em Guarda em 1962, foi um escritor angolano.

Foi membro do grupo literário da Casa dos estudantes do Império em Lisboa.

Fez a instrução primária e secundária nesta cidade, na altura, conhecida como Nova Lisboa.

Frequentou, a partir de 1942, o liceu de Sá da Bandeira (Lubango) onde concluiu o 7º ano.

Mais tarde seguiu para Lisboa, matriculando-se na Escola Superior de Medicina Veterinária, tendo-se licenciado cinco anos depois.

Regressou a Angola em 1950.

Faleceu no sanatório de Caramulo, na Guarda, Portugal, em 1961.

Nos anos 60, foi publicado um opúsculo de quatro poemas seus na “coleção Bailundo”, dirigida pelo poeta Ernesto Lara Filho e Rebelo de Andrade.

Publicou Poemas (1961), Poesia de Alexandre Dáskalos (edição póstuma 1975).

Alexandre Dáskalos
Alexandre Daskalos

Alexandre Daskalos - Vida

Alexandre Daskalos nasceu no Huambo, antiga Nova Lisboa, em 1924.

Fez a instrução primária e secundária em sua cidade natal.

Mais tarde, em 1942 freqüentou o liceu de Sá da Bandeira, atual cidade do Lubango, onde concluiu o 7º ano.

No ano em que concluiu os estudos secundários segue para Lisboa e matricula-se na Escola Superior de Medicina Veterinária, tendo-se licenciado cinco anos depois. Regressa a Angola em 1950.

Em 1960, já muito doente foi para Portugal, onde faleceu no sanatório de Caramulo um ano depois.

Em 1961, faleceu no sanatório de Caramulo.

Viria a falecer em Portugal em 1960.

Alguns dos seus poemas foram editados em 1960 pela Casa dos Estudantes do Império, em Lisboa, com o título "Poesias"

Obra poética

Poesias, 1961, Lisboa, Casa dos Estudantes do Império.

Alexandre Daskalos - Biografia

Nascimento: 26 de Janeiro de 1924

Morte: 24 de Fevereiro de 1961

Poeta angolano, Alexandre Mendonça de Oliveira Dáskalos nasceu em Huambo, antiga Nova Lisboa (Angola), em 1924.

Fez a instrução primária e secundária no Huambo, antiga Nova Lisboa.

Em 1942 frequentou o liceu de Sá da Bandeira, atual cidade do Lubango, onde concluíu o 7º ano.

Pai da poetisa Maria Alexandre Dáskalos, fez os estudos na terra natal e, em 1942, conclui o 7.º ano, no liceu de Sá da Bandeira, atual cidade de Lubango.

Após terminar os estudos liceais, partiu para Lisboa, onde se licenciou em Medicina Veterinária, regressando em 1950 a Angola.

No ano em que concluíu os estudos secundários segue para Lisboa e matricula-se na Escola Superior de Medicina Veterinária, tendo-se licenciado cinco anos depois.

Em 1960, já muito doente foi para Portugal, onde faleceu no sanatório de Caramulo um ano depois.

Elemento importante do movimento Vamos Descobrir Angola e da Geração da Mensagem , o poeta publicou Poesias (1961) e Poesia de Alexandre Dáskalos (1975, edição póstuma) e colaborou em O Planálto e em Mensagem (Casa dos Estudantes do Império).

Muitos dos seus poemas foram musicados e traduzidos para diversas línguas.

Ainda nos anos 60, é publicado um opúsculo de quatro poemas seus na "coleção Bailundo", dirigida pelo poeta Ernesto Lara Filho e Rebelo de Andrade.

Numa carta datada de 11 de Abril de 1961, dirigida a Ernesto Lara Filho, António Jacinto escrevia:. "(...) Alexandre Dáskalos foi infeliz porque morreu. Felicidade é viver. Um dia chamei à cabouqueira geração de sacrifício".

"Geração sem estátua, sem placa na rua, sem magistério, mesmo sem livro ou até sem árvore plantada. Mas ainda sinto orgulho da geração a que pertenço, a que pertencemos. A geração que é brita ou asfalto, certa ou errada, no caminho, na estrada (...)". Por conseguinte, discordo de Mário António, que questionando a unidade polifónica dessa geração, escrevia o seguinte: "É tudo ainda do domínio subconsciente, dentro de cuja imprecisão de limites(e só aí ) possível se tornava enxergar uma unidade. Unidade que parece-nos, no entanto, ter existido, mas muito pouco do ponto de vista literário, pois não teria sido um acaso esses jovens começarem a sentir-se integrados, na mesma altura, numa determinada circunstância de lugar e tempo".

Fonte: gl.wikipedia.org/betogomes.sites.uol.com.br/www.sanzalangola.com/www.nexus.ao/www.infopedia.pt

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal