Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Alho - Página 12  Voltar

Alho

Alho

Origem e propriedades

Embora haja controvérsias, estudos indicam a Ásia como local de origem do alho. Usado em larga escala na culinária do mundo todo, é também conhecido pelas suas propriedades terapêuticas, como por exemplo, redução de níveis de colesterol e da pressão sangüínea. O alho (Allium sativum) é formado por um bulbo arredondado (conhecido como cabeça), composto de 10 a 12 dentes, envoltos por uma casca fina, que pode ser branca, rosada ou roxa. Seu forte aroma deve-se à presença da alicina (óleo volátil sulfuroso).

Como comprar

As cabeças de alho devem ser redondas, firmes e cheias, e com a parte exterior intacta e sem manchas. Os dentes devem ser firmes, graúdos e unidos. Evite comprar cabeças de alho cujos dentes estejam soltos, moles ou murchos.

Como armazenar

Embora sejam bonitas e decorativas, as réstias de alho não devem ficar muito tempo penduradas na cozinha, pois correm o risco de secar sobrando apenas cascas. Guarde o alho em lugar fresco (de preferência frio), seco e levemente arejado. Se for mantido em locais úmidos e quentes, vai mofar rapidamente e murchar. Uma boa maneira de armazenar a cabeça de alho inteira é colocá-la num recipiente de cerâmica com orifícios para ventilação.

Desde que tomados os devidos cuidados na compra, é possível armazená-lo por até um mês.

Se as condições do ambiente forem adequadas, pode chegar a até 2 meses. Outra forma de armazenamento é esmagar o alho e colocá-lo num vidro bem limpo e seco e mantê-lo fechado na geladeira. O alho não tem bons resultados quando congelado. Ao congelar pratos, deixe para adicionar o alho no momento de descongelá-los. Outra opção é guardar os dentes de alho inteiros, descascados. Neste caso, você pode cobri-los com azeite de oliva ou outro óleo, o que, além de conservar, permite usá-lo posteriormente na preparação de arroz, legumes e saladas.

Como utilizar

Os dentes de alho podem ser usados inteiros, amassados ou em lâminas, dependendo da intensidade de aroma e sabor que se queira dar ao prato. O dente inteiro permite que o alho seja eliminado, o que deixa a preparação mais suave. O uso de espremedor é a forma mais comum de esmagar o alho, que também pode ser amassado com a faca, pressionando-se a lâmina na parte mais larga do dente.

Para picar o alho, descasque os dentes e corte-os em tiras no sentido do comprimento. Em seguida, corte na largura, fazendo movimentos de balanço com a faca.

Dicas culinárias

Ao refogar o alho em óleo ou azeite de oliva não doure muito, para evitar que fique amargo. Se desejar um sabor mais suave na preparação, frite o dente inteiro em óleo quente e, em seguida, retire o alho e despreze-o. Para dar um sabor mais suave nas preparações que irão ao forno, corte um dente de alho ao meio e esfregue na parte interna da assadeira. A quantidade de alho a ser adicionada na preparação deve ser 0,5% do peso do alimento a ser elaborado. Assim, um pedaço de carne de 2 kg deve ser temperado com 10 g de alho (cerca de 2 dentes grandes). Devido ao seu sabor marcante é recomendado usar o alho somente numa das preparações de uma refeição, a não ser que seja adicionado em pequenas quantidades.

Fonte: culinaria.terra.com.br

Alho

Alho
"Cabeças de alho" e "dentes de alho"

São designadas como alho algumas plantas do gênero Allium (mas não só), embora o termo se aplique especificamente ao Allium sativum, uma planta perene cujo bulbo (a "cabeça de alho"), composto por folhas escamiformes (os "dentes de alho"), é comestível e usado tanto como tempero como para fins medicinais.

O alho é utilizado desde a antiguidade como remédio, sendo usado no Antigo Egito na composição de vários medicamentos. Suas propriedades anti-microbianas e os seus efeitos benéficos para o coração e circulação sanguínea já eram valorizados na Idade Média. Possui um ótimo valor nutricional, possuindo vitaminas (A, B2, B6, C), aminoácidos, adenosina, sais minerais (ferro, silício, iodo) e enzimas e compostos biologicamente ativos, como a alicina. O alho costuma ser indicado como auxiliar no tratamento de hipertensão arterial leve, redução dos níveis de colesterol e prevenção das doenças ateroscleróticas. Também se atribui ao alho a capacidade de prevenir resfriados e outras doenças infecciosas, e de tratar infecções bacterianas e fungicas.

Culinária

Na culinária pode ser utilizado de diversas formas, cru, refogado, picado, em rodelas, etc, conforme os gostos que são pouco unânimes. Em geral, os povos mediterrânicos são os mais apreciadores, empregando-o, geralmente, em conjunto com o tomate e a cebola. Outros povos, menos adeptos do seu uso, chegaram a designar a planta como "rosa fétida", devido ao seu odor forte e picante proporcionado pela essência de alho ou dialil sulfito (C3H5)2S. Quando consumido em quantidades elevadas, esse odor pode tornar-se evidente no suor de quem o ingeriu. O hálito característico e geralmente considerado desagradável pode ser minimizado se for consumida também salsa fresca.

Uma curiosidade aos apreciadores da "rosa fétida" é um restaurante de mesmo nome, em Inglês chamado de "Stink Rose", localizado em São Francisco (California), nos Estados Unidos da América. Sendo um restaurante temático de conceito interessante a maior parte do que pode ser consumido é temperado com alho e algum dos alimentos apresentam um gosto bem marcante deste tempero. Mais interessante ainda é a existência de um vinho carregado de seu sabor e cheiro e de uma sobremesa peculiar, o sorvete de alho. O restaurante possui ainda uma filial em Beverly Hills.

Outros tipos de "alho"

São também designadas como alho as seguintes plantas:

Alho-da-campina - o mesmo que alho-do-mato
Alho-das-vinhas (Allium vineale)
Alho-de-espanha (Allium scorodoprasum)
Alho-do-campo - o mesmo que alho-do-mato
Alho-do-mato (Cipura paludosa)
Alho-espanhol - o mesmo que alho-de-espanha
Alho-francês - o mesmo que alho-porro
Alho-grosso-de-espanha - o mesmo que alho-de-espanha
Alho-macho - o mesmo que alho-porro
Alho-mágico (Allium nigrum)
Alho-mourisco - o mesmo que Alho-de-espanha
Alho-negro - o mesmo que Alho-mágico
Alho-ordinário - o mesmo que alho (Allium sativum)
Alho-poró - o mesmo que alho-porro
Alho-porro (Allium porrum) ou porro-hortense (segundo alguns autores, pode ser considerado apenas como uma variante de Allium ampeloprasum)
Alho-porró - o mesmo que alho-porro
Alho-porrô - o mesmo que alho-porro
Alho-porro-bravo (Allium ampeloprasum)
Alho-rocambole - o mesmo que alho-de-espanha
Alho-rosado (Allium roseum)
Alho-sem-mau-cheiro (Nothoscordum gracile e Nothoscordum striatum)
Alho-silvestre (Nothoscordum striatum)

Fonte: pt.wikipedia.org

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal