Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Baleia Azul  Voltar

Baleia Azul

 

Baleia Azul

Quando se pergunta qual o maior animal da Terra, muita gente responde sem pestanejar que foi algum dinossauro. A resposta, porém, está errada! O maior animal do planeta é a baleia-azul! Ela pode ser encontrada em todos os oceanos do mundo, tanto no hemisfério Norte quanto no Sul.

Mas é difícil avistá-la porque ela não costuma nadar em águas rasas, próximo das praias; prefere as águas oceânicas. Os mergulhos da baleia-azul costumam durar de três a dez minutos, mas podem chegar a até 30 minutos. Nesses mergulhos mais longos, o animal pode atingir uma profundidade de até 200 metros (haja fôlego!).

A velocidade com que nada varia de cinco a 15 quilômetros por hora, mas pode chegar a 30 quilômetros por hora, quando a baleia-azul foge da orca, seu principal predador.
A alimentação deste gigante dos mares é basicamente composta de pequenos crustáceos, como o krill -- minúsculos camarões que vivem em cardumes flutuando próximo à superfície das águas. Uma baleia-azul adulta pode comer até duas toneladas de krill por dia.

As fêmeas da baleia-azul são maiores do que os machos. Os filhotes nascem com cerca de sete metros de comprimento e pesando, aproximadamente, duas toneladas e meia, após 11 meses de gestação.

Eles são amamentados por um período de sete meses, quando atingem quase 13 metros e 10 toneladas. Por causa de seu tamanho, a baleia-azul foi muito caçada no final do século 19 e no início do século 20. Aproveitava-se tudo do animal: a carne, o óleo (gordura), as barbatanas e até os ossos.

Felizmente, em 1966, após a caça de mais de um milhão de baleias-azuis, o animal recebeu proteção no mundo inteiro. Acredita-se que havia cerca de 250 mil representantes da espécie no hemisfério Sul antes do período exploratório. Hoje, não há mais que 1.500, o que a coloca na lista dos animais ameaçados de extinção.

Apesar de o número de representantes da espécie estar aumentando no hemisfério Norte, dificilmente chegará perto do que se verificou no passado. Até porque o krill -- principal alimento da baleia-azul -- vem sendo capturado pelo homem e é também disputado por outros animais, como baleias, focas, peixes, pingüins e outras aves. No Brasil, a baleia-azul é muito rara.

Durante 75 anos de caça no litoral brasileiro, apenas quatro foram capturadas e poucas mais foram vistas. O mais recente registro da espécie em nossas águas foi o de uma fêmea de 23 metros que encalhou no Chuí, Rio Grande do Sul. O esqueleto dela está no Museu Oceanográfico da Universidade de Rio Grande, também localizado no Rio Grande do Sul. Se estiver de passagem por lá, confira como é impressionante o tamanho da baleia-azul!

Fonte: www.achetudoeregiao.com.br

Baleia Azul

Balaenoptera musculus

Baleia Azul

A baleia-azul é um misticete pertencente aos rorquais, e é o maior animal que se sabe já ter habitado a Terra. Em média medem entre 23 e 25 m, mas podem chegar aos 30 metros de comprimento, e pesam cerca de 110 toneladas. As fêmeas são maiores que os machos da mesma idade e podem chegar a pesar 130 toneladas. Este tamanho só foi possível de alcançar por viverem exclusivamente no meio aquático, que ajuda a sustentar o grande peso dos seus corpos, que seria demasiado para ser suportado pelos seus ossos, caso vivesse em terra.

A sua alimentação parece consistir maioritariamente de pequenos crustáceos, principalmente eufasiáceos (parecidos com pequenos camarões), que são consumidos em grande quantidade. Devido aos sulcos que possui na parte inferir da boca que se expandem formando uma bolsa, o animal pode tomar um grande volume de água e alimento na boca. A água é em seguida expelida com o auxílio da língua, e corre através das "barbas" aprisionando o alimento. Desta maneira, durante o verão, uma baleia-azul pode consumir num único dia oito toneladas de alimento.

Esta espécie é cosmopolita, isto é, pode ser encontrada em todos os oceanos, embora as populações tenham diminuído bastante devido à captura comercial.

Estes animais, de uma forma geral, fazem migrações pendulares deslocando-se durante o verão para latitudes mais altas, procurando as águas mais frias e altamente produtivas à volta das calotes polares. Durante o inverno retornam às águas tropicais ou temperadas onde ocorre a maior parte da actividade sexual e dos nascimentos.

A maturidade sexual é atingida por volta dos 10 anos de idade, ou quando os machos tem em média 22m e as fêmeas 24m. A gestação dura aproximadamente 12 meses e há um intervalo entre gestações que pode variar entre os 2 e 3 anos. As crias nascem em média com 7 a 8 metros de comprimento e com 2.5 toneladas. São amamentadas durante cerca de 8 meses, consumindo 380 litros de leite por dia, e quando se tornam independentes das suas mães têm 16 metros e pesam quase 21 toneladas.

Nos Açores têm sido vistas principalmente durante a Primavera e normalmente têm sido vistas em áreas circundantes a bancos submarinos. Estes bancos devem desempenhar um papel relevante na alimentação das baleias durante as migrações. No Outono de 2000, foram avistadas baleias azuis perto da costa da ilha do Pico, corroborando a hipótese de que também passam pelos Açores durante a migração inversa.

Fonte: www.horta.uac.pt

Baleia Azul

Baleia-azul ou rorqual-azul ou gigante, é a maior espécie de baleia que existe e é também o maior animal existente na Terra. Uma baleia azul já chega ao mundo com quase sete metros de comprimento e pesando perto de quatro toneladas. Depois que cresce, o exagero se acentua ainda mais: passa a medir até 34,5 metros e a pesar 150 toneladas. Suas nadadeiras ficam com 5 metros de comprimento cada uma e a cauda, com 7 metros.

Para conduzir somente a sua língua, basta um caminhão médio, pois ela pesa apenas 3 toneladas. Mas para transportar toda sua carne, é preciso mais: são 60 toneladas de músculos e 30 de gordura. Muita gente imagina a baleia como a própria imagem de ferocidade, mas é uma injustiça. No fundo ela é um animal pacato e com um grande coração (430 quilogramas).

O corpo é cinza, com manchas pálidas, cuja disposição é um caráter distintivo de cada indivíduo, como as impressões digitais dos seres humanos. A tonalidade azul aparece quando está submersa e o dia é ensolarado.

Costuma caçar aos pares e se alimenta de plâncton e peixes. De maneira semelhante ao resto das baleias com barbatanas, ela abre a boca para deixar entrar a maior quantidade de água possível, força a água para que passe pelas barbatanas e o alimento fica preso.

Os sons que emite podem viajar através do oceano até distâncias de 160 km, o que lhe permite comunicar-se com outras baleias que se encontrem longe.

Família dos Balenopterídeos;

Ordem dos Cetáceos;

Subordem dos Misticetos;

Recebe o nome científico de Balaenoptera musculus.

Fonte: www.webciencia.com

Baleia Azul

Baleia Azul
Gigante do reino animal

Conheça a baleia-azul, mais um integrante da galeria de bichos ameaçados

Quando se pergunta qual o maior animal da Terra, muita gente responde sem pestanejar que foi algum dinossauro. A resposta, porém, está errada! O maior animal do planeta é a baleia-azul! Ela pode ser encontrada em todos os oceanos do mundo, tanto no hemisfério Norte quanto no Sul. Mas é difícil avistá-la porque ela não costuma nadar em águas rasas, próximo das praias; prefere as águas oceânicas.

Os mergulhos da baleia-azul costumam durar de três a dez minutos, mas podem chegar a até 30 minutos. Nesses mergulhos mais longos, o animal pode atingir uma profundidade de até 200 metros (haja fôlego!). A velocidade com que nada varia de cinco a 15 quilômetros por hora, mas pode chegar a 30 quilômetros por hora, quando a baleia-azul foge da orca, seu principal predador.

A alimentação deste gigante dos mares é basicamente composta de pequenos crustáceos, como o krill -- minúsculos camarões que vivem em cardumes flutuando próximo à superfície das águas. Uma baleia-azul adulta pode comer até duas toneladas de krill por dia.

As fêmeas da baleia-azul são maiores do que os machos. Os filhotes nascem com cerca de sete metros de comprimento e pesando, aproximadamente, duas toneladas e meia, após 11 meses de gestação. Eles são amamentados por um período de sete meses, quando atingem quase 13 metros e 10 toneladas.

Por causa de seu tamanho, a baleia-azul foi muito caçada no final do século 19 e no início do século 20. Aproveitava-se tudo do animal: a carne, o óleo (gordura), as barbatanas e até os ossos.

Felizmente, em 1966, após a caça de mais de um milhão de baleias-azuis, o animal recebeu proteção no mundo inteiro. Acredita-se que havia cerca de 250 mil representantes da espécie no hemisfério Sul antes do período exploratório. Hoje, não há mais que 1.500, o que a coloca na lista dos animais ameaçados de extinção.

Apesar de o número de representantes da espécie estar aumentando no hemisfério Norte, dificilmente chegará perto do que se verificou no passado. Até porque o krill -- principal alimento da baleia-azul -- vem sendo capturado pelo homem e é também disputado por outros animais, como baleias, focas, peixes, pingüins e outras aves.

No Brasil, a baleia-azul é muito rara. Durante 75 anos de caça no litoral brasileiro, apenas quatro foram capturadas e poucas mais foram vistas. O mais recente registro da espécie em nossas águas foi o de uma fêmea de 23 metros que encalhou no Chuí, Rio Grande do Sul. O esqueleto dela está no Museu Oceanográfico da Universidade de Rio Grande, também localizado no Rio Grande do Sul. Se estiver de passagem por lá, confira como é impressionante o tamanho da baleia-azul!

Fonte: cienciahoje.uol.com.br

Baleia Azul

Ordem
Cetacea

Família
Balaenopteridae

Género
Balaenoptera

Espécie
Balaenoptera musculus

Estatísticas
Estado: Em perigo

Unidade Social
Individual

Comprimento
20 a 30m

Peso
100 a 160 toneladas

Migração
Migrante Sazonal

Maturidade Sexual
Cerca de 7 anos

Época de Acasalamento
Inverno

Período de Gestação
11 a 12 meses

Número de Crias
1

Intervalo de Procriação
2 a 3 anos

Dieta
Krill

Longevidade
25 a mais de 100 anos

Onde posso encontrar?

As principais populações encontram-se nos oceanos Pacífico norte e Atlântico norte e no hemisfério sul, até à Antárctida. Em raros casos são encontrados junto à costa.

Habitat Natural

Oceanos, em todo o mundo.

Curiosidades

Uma baleia azul adulta é tão grande que o seu coração é do tamanho de uma pequena casa, e na sua artéria aorta (que é a principal artéria que leva o sangue do coração) poderia caminhar uma pessoa adulta em pé.

O sons emitidos por este tipo de baleia, são medidos em 380 decibéis, são mais ruidosos que 100 motores de jacto!

Os caçadores de baleias mataram mais de 350 000 000 baleias azuis no século XX.

Fonte: pt.wikibooks.org

Baleia Azul

A Baleia Azul é o maior mamífero da terra, vive no mar e pode atingir até 33 metros de comprimento e pesa até 170 toneladas.

O seu tamanho equivale ao de 11 elefantes ou 600 homes. A sua cor é cinza-azulada e a parte das nadadeiras peitorais é mais clara.

Algumas podem ter manchas de cor amarelada na regico da barriga, decorrentes da presenea de fitoplanctons que aderem aos seus corpos após longos perkodos em iguas frias. Seu corpo é comprido, esguio e hidrodinamico e a cabeea é pontiaguda.

Ela sobe periodicamente a superfkcie para respirar e os seus pulmões podem armazenar uma grande quantidade de ar e pode descer a mais de 150 metros de profundidade.

O orifkcio respiratório é bem viskvel e fica em cima da cabeea e quando sobe a superfkcie para respirar, solta um borrifo que pode atingir mais de 8 metros de altura.

A sua nadadeira dorsal serve como órgco de equilkbrio e direeco e a barbatana caudal é um órgco de propulsco, esti disposta horizontalmente e executa movimentos de cima para baixo e nada a uma velocidade de 30km/h.

A gestaeco da Baleia-Azul dura cerca de 1 ano e di a luz a apenas um filhote, medindo 7 metros e pesando 2,5 toneladas. Elas atingem a maturidade sexual aos 10 anos, medindo entre 22m e 24 m. Nco hi informaeco sobre a sua longevidade.

Comportamento

Elas andam em pequenos grupos de 3 a 5 baleias ou solitirias. Podem nadar a uma velocidade de até 30km/h e mergulhar a mais de 150 metros de profundidade, sendo que expõem a cauda ao mergulhar. Emite sons de baixa frequzncia.

Alimentação

Comem Krill e copépodes e podem consumir até 8 toneladas por dia.

Inimigo Natural

As baleias Orcas (Orcinus orca).

Localização

Esti em todos os oceanos do mundo, desde o equador até os dois hemisférios, basicamente ao longo da plataforma continental e próximo as geleiras das regiões polares, podendo ser encontrada ocasionalmente em zonas costeiras e oceanicas.

No verco migram para as iguas polares e no inverno voltam as baixas latitudes para reprodueco. No entando, foram encontradas baleias azuis durante o ano todo em regiões próximas ao equador e ao norte do Oceano Kndico. No Brasil ji foram encontradas em Sco Paulo, Ri de Janeiro, Parakba e Rio Grande do Sul.

Ameaças

A baleia-azul foi quase exterminada pela caea exploratória e a sua populaeco esti reduzida a 5% da populaeco original. Acredita-se que algumas populaeões de baleias atingiram nkveis tco baixos que jamais conseguirco se recuperar. A baleia-azul esti ameaeada de extineco.

Fonte: mypet.terra.com.br

Baleia Azul

Baleia Azul

Podem alcançar entre 27 e 33m de comprimento e chegam a pesar 160 toneladas. Seu corpo é semelhante ao das demais espécies de sua família, sendo afilado e esguio. Possuem coloração de um cinza-azulado escuro e manchas claras pelo corpo. Suas nadadeiras são relativamente curtas e de cor clara ou branca na parte inferior. O período de gestação da baleia azul é de 12 meses e os filhotes nascem com aproximadamente 8m de comprimento, dobrando de tamanho no primeiro ano de vida.

As baleias-azuis alimentam-se principalmente de krill (pequenos camarões que habitam as águas geladas do Oceano Antártico) e, quando adultas, ingerem cerca de 3 toneladas de comida por dia. As baleias-azuis estão entre as baleias que vivem mais tempo, podendo chegar além dos 90 anos.

Fonte: projetobaleias.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal