Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Tatu-bola  Voltar

Tatu-Bola

Tatu-Bola

Nome popular: Tatu-bola

Nome científico: Tolypeutes tricinctus

Quanto mede: 50 centímetros

Onde vive: Na caatinga do Nordeste

O que come: Formigas, escorpiões, frutas, ovos

Filhotes: Um, no máximo dois filhotes

O tatu-bola é o menor tatu brasileiro, o único tatu endêmico, isto é, que existe apenas no nosso Brasil e o mais ameaçado, porque, como não cava bem como os outros tatus, é mais fácil de ser caçado na região de seca, onde há pouca comida.

Para se defender, esse tatu se enrola completamente, formando uma bola, daí o nome popular, e o rabo e a cabeça se adaptam como num quebra-cabeça, protegendo o corpo do tatu, o que não o defende do homem, porém, porque fica fácil pegar a bola que é o tatu e enfiar num saco.

Por ser ainda muito caçado, o tatu-bola desapareceu em Sergipe e no Ceará, mas ainda existe na Bahia, Pernambuco, Alagoas, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte, nas regiões ainda despovoadas. Apesar de protegido por lei, esse animalzinho é caçado até dentro do Parque Nacional da Serra da Capivara e da Estação Ecológica do Raso da Catarina, áreas de conservação, onde no passado o tatu-bola existia em quantidade.

Para salvar essa espécie, os cientistas estão propondo estudos para criação em cativeiro e principalmente programas de educação ambiental para a população da área onde ainda sobrevive esse tatu. O problema é que esse bicho vive justamente na região mais pobre e carente do Brasil e, sem educação, nunca se conseguirá que um caboclo com fome deixe de pegar o tatu para comê-lo, se tiver oportunidade.

Fonte: www.jperegrino.com.br

TATU-BOLA

Tatu-Bola

Nome Inglês
Brazilian Three-banded-Armadillo

Nome Científico
Tolypeutes tricinctus

Alimentação
Formigas, cupins, larvas de insetos, artrópodes, ovos de pequenos répteis e frutos.

Habitat
É uma espécie que existe somente na caatinga, ecossistema que ocorre no nordeste brasileiro. Tem preferência por ambientes com solo arenoso, em regiões baixas, onde predominam as formações de caatinga arbustiva.

Distribuição Geográfica
Região Nordeste do Brasil.

Fonte: www.sueza.com.br

TATU-BOLA

Tatu-Bola

O Tatu- bola toma uma atitude muito simples para se defender: enrola-se como se fosse uma bola, daí vem o seu nome popular.

Esse método é possível, pois o animal apresenta uma carapaça articulada, permitindo assim que ele fique como se fosse uma pequena bola.

Como não é tão bom para cavar como outras espécies de tatus, geralmente utiliza os buracos feitos por outros animais para se esconder. Quando não consegue fugir de seus predadores, torna-se uma bola.

O bicho mede cerca de 50 centímetros de comprimento. Costuma se alimentar de cupins, formigas, larvas de insetos e frutas.

O tatu-bola é tido como raro, por ainda ser muito caçado. Os poucos exemplares podem ser encontrados no Mato Grosso, Pernambuco, Alagoas, Paraíba e algumas regiões próximas, além de alguns locais da Argentina e Bolívia.

Além da caça, outro fator agravante é a reprodução desse animal, normalmente nasce apenas um filhote por gestação que dura cerca de 4 meses.

Fonte: www.petfriends.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal