Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  A Importância Do Trabalho Interdisciplinar  Voltar

A importância do trabalho interdisciplinar

Nós, professores, não podemos mais negar a importância da interdisciplinaridade nos dias de hoje em sala de aula. Cada vez mais nós temos que trabalhar em conjunto - professores de todas disciplinas, sim, do núcleo comum. Por isso, torna-se necessário trabalhar por projetos, integrando todas as disciplinas. Por exemplo: ao elaborar um projeto sobre a dengue, várias disciplinas poderiam integrar esse trabalho e contribuir para o desenvolvimento do mesmo.

Observe, abaixo como cada disciplina poderia contribuir:

Língua Portuguesa

Produção textual sobre a doença, crítica, dissertação, confecção de relatórios, correção ortográfica.

Matemática

Levantamento de dados, pesquisas, incidência em percentual da doença, gráficos e tabelas demonstrando esses números.

História

Contexto histórico da doença - quando surgiu? Quem descobriu?

Geografia

Elaboração de um mapa com legendas indicando os principais focos da doença nos estados.

Artes

O desenho do mosquito, produção de peças teatrais.

Inglês

Tradução de textos, vocabulário.

Ciências da Natureza/ Biologia

Higiene, como detectar focos da doença, cuidados, formas de transmissão, nome cientifico da doença e do mosquito transmissor.

O exemplo acima nos dá a clara visão da importância do trabalho interdisciplinar. Temos que ter em mente que todas as disciplinas andam de mãos dadas - uma necessita da outra para o seu desenvolvimento. Para resolver um problema matemático, temos que saber ler e interpretar a questão. Para tanto, é necessário saber interpretar textos, pontuar corretamente - é aí que entra a Língua Portuguesa; em Biologia, no conteúdo de Genética, do Ensino Médio, temos que ter conhecimentos de porcentagens e probabilidades - aí entra a disciplina de Matemática; da mesma forma, a elaboração de mapas, gráficos e tabelas ligados à Geografia pede conhecimentos matemáticos.

Como professores, portanto, nós não podemos nossa disciplina como única, o processo ensino-aprendizagem não pode nem deve ser fragmentado, como se cada disciplina fosse uma caixinha isolada. O processo é um todo e precisamos cada vez mais abrir nossa mente para esse fato, pois só assim teremos alunos motivados em sala de aula.

Marcelo Beneti

Fonte: www. editoraopet.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal