Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Cientistas Criam Pulmão Humano em Laboratório  Voltar

Cientistas Criam Pulmão Humano em Laboratório

 

Cientistas Criam Pulmão Humano em Laboratório

Cientistas da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, conseguiram criar um pulmão em laboratório pela primeira vez. O avanço já é considerado um marco para a ciência.

O anúncio foi feito pelos pesquisadores Dr. Joaquin Cortiella e Dr. Joan Nichols. Segundo os pesquisadores, novos testes ainda precisam ser feitos, mas a criação do pulmão de laboratório já é uma esperança aos pacientes que precisam de transplante.

crescimento de órgãos em laboratório se tornou uma realidade quando os cientistas aprenderam mais sobre células-tronco. E descobriram como eles podem se transformar em células que formam os órgãos e outras partes do corpo.

Traqueias, por exemplo, já foram cultivadas com sucesso e transplantadas em pacientes humanos. Neste novo trabalho, os pesquisadores se concentraram em criar um dos órgãos mais complicados do corpo humano: os pulmões.

Os pesquisadores usaram pulmões de duas crianças que morreram em um acidente de carro. Em ambos os casos, os pulmões não podiam ser transplantados em outros pacientes por causa de alguns traumas.

Então, os cientistas removeram os tecidos dos pulmões de um dos doadores e deixaram somente a estrutura que compõe os órgãos. Depois, acrescentaram a essa estrutura células compatíveis extraídas dos pulmões do outro doador.

Em seguida, os pesquisadores colocaram os órgãos em uma câmara rica em nutrientes úteis para que as células se desenvolvessem. Após quatro semanas, havia na câmara pulmões completos e saudáveis.

Os pesquisadores ainda não sabem bem como esse pulmão responderia se fosse implantado em uma pessoa. Mas estão confiantes de que estão no caminho certo.

A equipe planeja, agora, repetir o processo com pulmões suínos. Em seguida, pretende transplantar o órgão em um porco vivo para testar como os pulmões responderão e se existe possibilidade do corpo rejeitar os pulmões de laboratório.

No futuro, é provável que esses pulmões sejam usados ??para substituir órgãos doentes em pacientes reais. Isso pode ajudar milhares de pessoas que morrem todos os anos à espera de um transplante.

Vanessa Daraya

Fonte: info.abril.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal