Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Falta De Humanização Das Escolas  Voltar

falta de humanização das escolas

Poetisa Adélia Prado fala sobre a falta de humanização das escolas

As escolas têm que parar com essa mania de considerar filosofia, ensino religioso, cívico e outras matérias humanas como inferiores". Esta afirmação, da poetisa Adélia Prado, resume o tom da sua palestra. Falando sobre "O poder humanizador da poesia", ela defendeu que estas matérias são as únicas capazes de formar um cidadão crítico, preparado para pensar e viver no mundo atual.

Ela conta que sempre foi vista com um ar de inferioridade nas escolas em que lecionou matérias paradidáticas. "Todos olhavam para os professores de Português, Matemática e Física como se fossem grandes mestres. O olhar nunca era o mesmo para os professores das paradidáticas, como Filososofia e Ensino Religioso", contou.

Adélia acredita que, atualmente, são poucos os colégios que se preocupam com a formação humanística do aluno. Ela defende que a escola deveria se voltar mais para esse lado. Além disso, a língua pátria poderia ter um cuidado maior. Ela contou que, em São Paulo, existe uma escola em que os alunos passam o 1o ano do Ensino Médio inteiro lendo. "Escola deve ensinar a ler, a compreender bem a língua pátria e a efetuar as quatro operações básicas. O resto é pesquisa", afirmou.

Ao final da palestra, foi aberta a seção de perguntas. Os convidados preferiram, porém, pedir que ela recitasse alguns de seus poemas de maior sucesso.

Fonte: Rede Pitágoras

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal