Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Jequitibá  Voltar

Jequitibá

Dotado de grande resistência e capaz de atingir quarenta metros de altura, o jequitibá, árvore nativa do Brasil, fornece madeira dura e difícil de ser serrada, mas de uso tradicional em marcenaria e construções em geral. Árvore da família das lecitidáceas, a mesma da sapucaia e de outras espécies amazônicas, como a jaterena e a jenipaparana, jeniparaná ou pau-fedorento, o jequitibá tem tronco liso e cilíndrico, com diâmetro às vezes superior a dois metros. As flores podem ser brancas, vermelhas ou amarelas, conforme a espécie. Os frutos lenhosos, ou pixídios, são urnas cilíndricas, com dez centímetros de comprimento médio e uma tampa que se abre para liberar as sementes.

Entre as diferentes espécies, distinguem-se o jequitibá-vermelho ou coatinga (Cariniana estrellensis), nativo dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo; o jequitibá-rosa, branco ou grande (C. legalis), também chamado jequitibá-cedro ou pau-caixão, que se dispersa pelo Espírito Santo, São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso; o jequitibá-roxo ou jequitibá-de-mato-grosso (C. domestica), encontrado no Centro-Oeste; e o jequitibá-do-amazonas (C. integrifolia), típico da região Norte. A casca do jequitibá é usada em infusões para gargarejo, nas afecções da boca e garganta.

Fonte: biomania.com

Jequitibá

Jequitibá-branco [Cariniana estrellensis (Raddi) Kuntze]

Família: Lecythidaceae

Esta árvore brasileira (Figura 3a) é encontrada na Floresta Ombrófila Densa (Floresta Amazônica e Floresta Atlântica), na Floresta de Tabuleiro e na Floresta Estacional Semidecidual, podendo ocorrer nos estados do Acre, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná (onde é conhecida como estopeira), Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal, mas não ocorre no ecossistema local (Floresta de Araucária).

O tronco possui casca externa cinza-clara a marrom-escura com muitos sulcos e folhas simples de cor avermelhada quando novas, com margens serreadas (Figura 2b e c). As flores são pequenas, branco-creme, inseridas nas axilas das folhas. Os frutos, em forma de urna inviolável de cor parda, contêm de 20 a 35 sementes castanhas com asa membranosa.

Algumas espécies de macacos pegam esse fruto e o abrem, contribuindo com a dispersão desta espécie, pois os mais velhos, em vez de tentarem tirar as sementes com as mãos, tiram a tampa e sacodem o fruto para fazer com que as sementes caiam, as quais vão germinar a alguns quilômetros da árvore mãe, se forem levadas pelo vento.

A árvore pode atingir até 30 metros de altura e sua madeira de lei é avermelhada e usada para fabricação de móveis e assoalho de barcos.

No ano 2000, o exemplar do arboreto foi submetido a 13 geadas, o que comprometeu muito seu crescimento, pois ela é uma espécie de clima mais quente e seco do que o da região onde está plantado.

Roteiro de Educação Ambiental no Arboreto da Embrapa Florestas

Jequitibá
Clique para Ampliar

Jequitibá-branco: árvore com tronco mais claro em primeiro plano (a); detalhe das folhas (b) e do tronco (c ).

Fonte: www.cnpf.embrapa.br

Jequitibá

Nome científico: Cariniana legalis (Mart.) Kuntze,

Outros nomes populares: jequitibá-rosa, jequitibá-vermelho, pau-carga (PE), sapucaia-de-apito (PE), pau-de-cachimbo

Características gerais: Árvore muito alta (30-50 m de altura) da mata atlântica clímax, com tronco retilíneo e cilíndrico de 70-100 cm de diâmetro. Exemplares centenários são comuns em muitas matas do estado de São Paulo, onde a altura pode se aproximar dos 55 m e o diâmetro na base do tronco pode ultrapassar 2 m.

É uma das árvores mais altas da flora brasileira e certamente a mais alta da Mata Atlântica. Folhas membranáceas de 4-7 cm de comprimento que adquirem tonalidades róseo-avermelhadas quando novas. Os frutos são cápsulas lenhosas com formato semelhante à de um cachimbo, que deixam liberar as sementes por uma abertura em sua extremidade distal quando maduros.

Jequitibá

Origem : Ocorre nos estados de Pernambuco até São Paulo na Mata Atlântica, penetrando neste último estado na floresta semidecídua da Bacia do Paraná.

Jequitibá

Utilidade: Fornece madeira leve (0,53 g/cm3), macia, de baixa resistência ao ataque de organismos xilófagos, usada para construção civil em obras internas, para confecção de contraplacados, móveis, brinquedos, lápis, salto de calçados, cabos de vassouras, etc. Suas sementes são o alimento preferido dos macacos.

A árvore, apesar de seu grande porte, é ótima para a arborização de parques e grandes jardins. Esta árvore, pelo tamanho monumental, é admirada por todos a ponto de ter sido escolhida como árvore símbolo do estado de São Paulo e ter emprestado seu nome para designar cidades, palácios, parques, ruas e bairros em todo o sudeste do país.

Jequitibá

Informações ecológicas: É uma planta semidecídua durante o período invernal, tanto heliófita como esciófita, cuja dispersão é bastante irregular e descontínua ao longo de sua área de dispersão. Pode ser muito freqüente em determinadas locais como no interior do estado de São Paulo ou Norte do Espírito Santo, podendo faltar completamente em outros locais.

Ocorre principalmente no interior da floresta primária densa, onde ocupa o dossel superior, contudo tolera ambientes abertos de formações secundárias.

Jequitibá

Produção de mudas: Os frutos devem ser colhidos diretamente da árvore quando iniciam a abertura espontânea. Após a abertura, as sementes são levadas pelo vento e dificilmente poderão ser colhidas.

Um kg de sementes contém aproximadamente 22.470 unidades, cuja viabilidade pode superar 6 meses.

Recomenda-se semeá-las logo que colhidas em canteiros semi-sombreados contendo substrato organo-argiloso.

Em seguida cobri-las com uma fina camada do substrato peneirado e irrigar duas vezes ao dia. A emergência ocorre em 12-20 dias, com uma taxa de germinação superior a 50 %.

O desenvolvimento das mudas, bem como das plantas no campo pode ser considerado moderado.

Fonte: www.achetudoeregiao.com.br

voltar 12345avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal