Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Roxinho  Voltar

Roxinho

 

ROXINHO - Peltogyne angustiflora

Ocorrência - sul da Bahia até São Paulo

Outros nomes - pau roxo, guarabu, barabu, gurabu

Características

Espécie com 15 a 25 m de altura, com tronco liso de 40 a 60 cm de diâmetro.

Folhas compostas de 2 folíolos glabros de 8 a 15 cm de comprimento por 3 a cm de lagura. Um Kg de sementes contém aproximadamente 700 unidades.

Roxinho
Roxinho

Habitat - Mata Atlântica

Propagação - sementes

Madeira

Moderadamente pesada, dura, fácil de trabalhar, com alta resistência ao ataque de xilófagos. Cerne de coloração roxa, escurecendo com a exposição ao ar.

Utilidade

A madeira é utilizada em marcenaria fina, para construções externas, como postes, dormentes, moirões, cruzetas, porteiras, pontes, construção civil, caibros, vigas, ripas, guarnições, tacos, tábuas, assoalhos, na confecção de tacos de bilhar, mancais, cubos de rodas, carrocerias, esquadrias, etc.

Pode ser usada em paisagismo e na regeneração de áreas degradadas.

Florescimento - outubro a dezembro

Frutificação - setembo a outubro

Fonte: www.vivaterra.org.br

Roxinho

Nome Científico: Peltogyne spp.

Família: Leguminosae Caesalpipuinoideae

Nome Comercial BRASIL: amarante, coraci ( AM ), coataquiçaua ( PA ), escorrega-macaco ( AM ), guarabu, pau-mulato, pau-roxo-da-terra-firme, roxinho, roxinho-pororoca ( AM ), violeta.

Origem: Nas matas primárias da região Amazônica.

Características Gerais

Cerne: distintos

Cor do Cerne: castanho-escuro quando recém-cortado, passando logo para roxo intenso ou violeta-purpúreo

Alburno: distintos

Cor do Alburno: estreito amarelado-claro a marrom-muito-pálido

Grã: direita, ondulada ou ainda revessa

Textura: média a fina

Brilho: moderado a acentuado

Cheiro: imperceptível

Gosto: indistintos

Densidade: Madeira pesada, com densidade a 12% o de umidade de 1.000 kg/m3 e densidade verde de 1.300 kg/m3.

Secagem: P. paniculata seca rapidamente, com pequena tendência à rachaduras de topo, torcimento e arqueamento fortes.

Trabalhabilidade: Regular na plaina e excelente na lixa, torno e broca.Alguns autores a reportam como moderadamente difícil de ser trabalhada por causa da dureza e da exsudação de resina que ocorre quando a madeiraq é aquecida pelas ferramentas.Cola bem.Polimento lustroso.Recomenda-se perfuração prévia à colocação de pregos.

Durabilidade: Cerne altamente resistente a ataque de fungos apodrecedores, muito resistente a cupins de madeira seca, mas pouco reistente a brocas marinhas.

Preservação: Cerne não tratável com creosoto (oleossolúvel) ou CCA-A (hidrossolúvel), mesmo aplicados sob pressão.

Usos: Dormentes, construção naval e civil, peças torneados, marcenaria fina, esculturas, tacos, assoalhos, carpintaria e outros.

Roxinho
Pau Roxo ( Arvore)

Roxinho
Roxinho - Tora

Fonte: www.madsaopaulo.com.br

Roxinho

PAU-ROXO

Roxinho
Pau-roxo

Nome Científico: Peltogyne recifencis Ducke.

Família: Caesalpiniaceae

Outros nomes e Espécies Afins: Pau-roxo, Roxinho, Barabú e Guarabú. Algumas outras espécies do gênero Peltogyne (P. paradoxa, P. maranhensis) possuem madeira com características semelhantes.

Árvore:

Altura Comercial: 12,0 m;
Diâmetro (DAS):
59,70 cm;
Tronco:
retilíneo;
Altura da sapopema:
de 1,50 até 3,90 m

Descrição da Árvore

Varia em tamanho, comumente alcança de 38 a 45 m de altura com diâmetro acima de 1,2 m, mais usualmente 0,4 a 0,6 m. Tronco reto e limpo por 15 m ou mais, acima das sapopemas, que podem atingir até 3 m de altura.

Características da Madeira

Madeira muito pesada e dura; cerne de cor roxa, escurecendo com a exposição ao ar; alburno diferenciado, branco-amarelado; textura fina; grã irregular; superfície lisa ao tato e de brilho atenuado; cheiro e gosto imperceptível.

Roxinho
Roxinho - Madeira

Região de Ocorrência: Matas pluviais de terras altas da região costeira de Pernambuco. As diversas espécies do género Peltogyne ocorrem desde o México até a região Sudeste no Brasil, passando pela parte Norte da mata Amazônica. Usualmente são encontradas em matas altas.

Propriedades Físico-Mecânicas: A madeira de Pau-roxo é muito pesada e com alta resistência mecânica, possuindo média retratibilidade.

Comportamento Durante a Secagem: De secagem ao ar fácil a moderada, com pequena incidência de rachaduras e empenamentos. A secagem artificial é reportada como sendo rápida e com poucos defeitos.

Trabalhabilidade: A madeira de Pau-roxo é moderadamente dificil de se trabalhar manualmente ou com máquinas, pois exsuda uma resina gomífera quando aquecida. É relatada como sendo de fácil colagem e de bom acabamento.

Indicações de Uso: Construções externas, postes, dormentes, viga, caibros, esteios, tacos para assoalho, construção naval, carroceria, torneados, tacos de bilhar, mobiliário.

Durabilidade Natural: A madeira de PAU-ROXO, é considerada de alta resistência ao ataque de organismos xilófagos.

Principais Aplicações

A madeira de PAU-ROXO, pode ser de durabilidade e resistência mecânica altas, é indicada para construções externas, postes, dormentes, cruzetas; em construção civil; como vigas, caibros, ripas, guarnições, esteios, tacos para assoalhos; em construção naval; vagões, carrocerias, tornearia, tacos de bilhar, esquadrias, peças de adorno etc.

Fonte: www.fibrolar.com.br/www.remade.com.br

Roxinho

Nome Científico: Peltogyne lecointei Duckei, Peltogyne confertiflora (Hayne) Benth Caesalpiniaceae

Outro nomes e Espécies Afins: Pau-roxo, Coataquiçaua, Guarabu, Pau-roxo-da-Várzea, Violeta, Amarante

Caracteristicas e Origem: A espécie P. leointei é comum no Maranhão e no Pará, já a P. confertiflora regista ocorrência nos Estados do Amazonas, Pará, Bahia, Maranhão, Piauí, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo.

Características Gerais: Madeira pesada, de cor roxa, com gosto e cheiro indistintos. Na P. confertiflora a textura é média e a grã direita, enquanto qu na P. lecointei a textura é fina e a grã irregular.

Durabilidade da Madeira: Durável, resistente ao ataque de fungos e ao contato com o solo

Condição de uso: Sua tratabilidade é difícil, devido à alta impermeabilidade do cerne.

Indicações de Uso: A madeira é usada na construcão civil pesada interna e externa, em mobiliário de alta qualidade, assoalhos domésticos, transporte, embarcações lâminas decorativas e compensados, cabos de ferramentas e utensílios, cutelaria, artigos de esporte e brinquedos, decoração .

Processamento: O Roxinho é uma madeira de aplainamento, desdobro, torneamento, furação, fixação, lixamento e colagem fáceis, com bom acabamento. A secagem apresenta-se fácil, podendo rachar ou empenar durante essa operação.

Fonte: www.madeiras.cc

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal