Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Klaproth  Voltar

Martin Heinrich Klaproth

Martin Heinrich Klaproth
Martin Heinrich Klaproth

(1743 -1817)

Martin Heinrich Klaproth nasceu em 1743, em Wernigerode, na Alemanha. Ele era farmacêutico e minerológo. Klaproth isolou o óxido de zircônio, em 1789, a partir de amostras de zircão. Ele também verificou, no mesmo ano, a presença de um novo elemento na pechblenda, que se acreditava ser uma mistura de minérios de zinco, ferro e tungstênio. Além de isolar o Cério, paralelamente, com Berzelius e Hisinger.

Klaproth, em 1789, também isola o telúrio, completando o trabalho de von Reichenstein.

Ele morreu em 1817, em Berlim, Alemanha.

Fonte: www.quiprocura.net

Martin Heinrich Klaproth

(1743 -1817)

Químico e mineralogista germânico nascido em Wernigerode, Prússia, conhecido como o pai da química analítica. Aprendeu química trabalhando como assistente de farmacêuticos em Hanôver, Berlim,onde fundou um um laboratório (1775), e Danzig, agora Gdansk, Polônia. Quando a Universidade de Berlim foi fundada (1801), ele foi contratado como o primeiro professor de química (1802), cargo que ocuparia até sua morte, em Berlim.

Sua fama deveu-se a descoberta dos elementos urânio na pechblenda (1789), zircônio no zircão (1789), cromo (1789) e cério (1803) além de comprovar a descoberta do titânio e estudar o telúrio. Suas pesquisas incluíam criar novos métodos quantitativos de análises minerais. Neste sentido foi o pioneiro na aplicação de análises químicas na arqueologia.

Fonte: www.dec.ufcg.edu.br

Martin Heinrich Klaproth

Químico alemão nascido em Wernigerode a 1 de Dezembro de 1743 e falecido em Berlim a 1 de Janeiro de 1817.

Aprendiz de farmácia, em 1775 estabeleceu um laboratório em Berlim. Descobriu o urânio na pechblenda e o zircónio no zircão. Comprovou a descoberta do titânio e estudou o telúrio. Em 1802 foi-lhe confiada a primeira cátedra de Química na Universidade de Berlim.

Fonte: nautilus.fis.uc.pt

Martin Heinrich Klaproth

(1743 -1817)

Martin Heinrich Klaproth (1 de dezembro de 1743, Wernigerode, Brandeburgo, - 1 de Janeiro de 1817, Berlim).

Durante grande parte da sua vida exerceu a profissão de farmacêutico. Estudou farmácia de 1750 a 1763. Depois de atuar como auxiliar de farmácias em Quedlinburg, Hannover, Berlim e Gdansk radicou-se em Berlim em 1771 , onde atuou como gerente dos negócios de Valentin Rosa devido à morte deste. Em 1780 montou o seu próprio laboratório farmacêutico e, em 1810, assumiu o cargo de professor de química da recém fundada Universidade de Berlim. Klaproth foi considerado o principal químico de seu tempo na Alemanha.

Como pesquisador minucioso e consciencioso, fez muito para melhorar e sistematizar os processos de química analítica e mineralogia. Como apreciador do valor dos métodos quantitativos, tornou-se um dos maiores seguidores das doutrinas de Antoine Lavoisier fora da França. Por muitos é considerado como o pai da química analítica.

Foi o primeiro a descobrir os elementos urânio (em 1789 na pechblenda) e zircônio (em 1789 na zirconita), e foi o segundo a descobrir o titânio (em 1795 no rutilo), embora não tenha obtido nenhum destes elementos na forma metálica pura. Ainda elucidou a composição de diversas substâncias, incluindo compostos de elementos então recentemente descobertos, tais como: estrôncio (em 1793 na estroncianita), cromo (1797) e o cério (1803). O telúrio foi isolado em 1789 por Klaproth.

Obras

Beitrage zur chemischen Kenntniss der Mineralkörper (5 vols., 1795-1810)
Chemische Abhandlungen gemischter Inhalts (1815).
Chemisches Wörterbuch ( 1807-1810 )
Revisou e editou a obra de F. A. C. Gren Handbuch der Chemie (1806).

Fonte: pt.wikipedia.org

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal