Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Bulgária  Voltar

Bulgária

A Bulgária é um país da Europa do Sudeste.

A capital é Sofija (Sofia).

A principal religião é o Cristianismo (Ortodoxo).

A língua nacional é o Búlgaro.

A Bulgária tem uma minoria Turco-muçulmana. Os Búlgaros, uma tribo Turca da Ásia Central, fundiram-se com os habitantes locais Eslavos no final do século 7 para formar o primeiro estado Búlgaro. Nos séculos seguintes, a Bulgária lutou com o Império Bizantino para afirmar o seu lugar nos Balcãs, mas pelo final do século 14 o país foi invadido pelos Turcos Otomanos. O norte da Bulgária alcançou autonomia em 1878 e toda a Bulgária tornou-se independente do Império Otomano em 1908. Tendo lutado do lado perdedor nas duas Guerras Mundiais, a Bulgária caiu dentro da esfera de influência Soviética e tornou-se uma República Popular em 1946. O governo comunista terminou em 1990, quando a Bulgária realizou suas primeiras eleições multipartidárias desde a Segunda Guerra Mundial e iniciou o processo contencioso de caminhar para a democracia política e a economia de mercado enquanto que combatendo a inflação, o desemprego, a corrupção e o crime organizado. O país aderiu à OTAN em 2004 e à União Européia em 2007.

A Bulgária é um país situado na península Balcânica, no sudeste da Europa. Ela é atravessada por uma estrada trans-Europeia conhecida como E-80. Parte da rota segue a antiga estrada Romana chamada Via Militaris, que corria de Singidunum (atual Belgrado, Sérvia) para Constantinopla (atual Istambul, Turquia). A Via Militaris ligava os Impérios Romano Ocidental e Oriental. Mais tarde, ela foi uma avenida para os invasores da parte oriental do império. Mais tarde ainda ela foi parte da rota dos Crusados para a Terra Santa. Durante a ocupação de quase 500-anos da Bulgária pelo Império Otomano (Turco), os Turcos usaram a antiga via para manter seu controle sobre o país.

Ao longo da estrada E-80, como no resto da Bulgária, há evidências de outros tempos. Tumbas antigas, colunas de pedra Romanas, ruínas de termas Romanas, mosteiros Bizantinos, e mesquitas Turcas pontilham a paisagem. Mas os viajantes e os invasores deixaram mais de vestígios arqueológicos e monumentos históricos. Eles deixaram um povo acostumado à violência, à desordem, e ao sofrimento.

Depois de séculos voltados para o Oriente, mais recentemente como um satélite comunista da União Soviética, os Búlgaros estão agora cultivando relações com o Ocidente. O país está buscando reformas políticas e econômicas, e os valores democráticos estão criando raízes. A Bulgária aderiu à OTAN em 2004. Ela tornou-se membro da União Europeia (UE) em 1 de Janeiro de 2007.

Terra

A Bulgária está dividida em duas principais regiões agrícolas pelas Montanhas dos Balcãs, ou "Velhas Montanhas" para os Búlgaros. No norte está o Plateau do Danúbio, onde grãos de trigo e outros como beterraba e girassóis são cultivados. As Montanhas dos Balcãs servem para bloquear os ventos frios que sopram do planícies Russas. Assim, no fértil vale do Rio Maritsa ao sul, os invernos são suaves e chuvosos e os verões secos e muito quentes. Tabaco, uva, algodão e arroz são colhidos ali. Frutas e legumes são cultivados em ambas as regiões. Os invernos na metade ocidental do país, particularmente nas montanhas, podem ser muito frios.

A Bulgária faz fronteira com a Romenia, ao norte, o Mar Negro no leste, a Turquia e a Grécia, no sul, e a Macedônia e a Sérvia, no oeste.

População

A Bulgária tem uma população de mais de sete milhões. Os Búlgaros são descendentes dos Búlgaros Turcos, que invadiram no século 7 e se misturaram com as tribos Eslavas residentes, cuja língua eles adotaram. Os Búlgaros são, portanto, considerados Eslavos. Os Turcos Muçulmanos constituem um grupo de grande minoria na Bulgária.

Educação

A escola é obrigatória para crianças entre as idades de 7 e 16. Há muitas instituições de ensino superior.

Religião

Sob os Comunistas, as práticas religiosas eram desencorajadas pelo governo. Mas a maioria dos Búlgaros permaneceram fiéis à sua fé Ortodoxa Oriental. Os Turcos Muçulmanos representam quase 9 por cento da população. Há também pequenas minorias de Judeus, Católicos Romanos, e Protestantes.

Literatura e Artes

Um romance de Ivan Vazov, Under the Yoke (1894), fornece um retrato marcante da vida na Bulgária sob os Turcos. Ele tem sido amplamente traduzido e lido em muitos países.

Os Búlgaros são intensamente orgulhosos de sua ópera. Eles têm muitos bons cantores, particularmente os baixos. Eles também têm muitas boas orquestras.

Ícones, pequenas imagens religiosas pintadas em madeira, foram introduzidos na Bulgária com o Cristianismo. Os ícones refletem a grande imaginação e o amor por cores brilhantes de seus artistas. Estes aspectos também podem ser vistos nos bordados, tecelagem e escultura em madeira Búlgaros.

Cidades

Sófia

Sofia, capital da Bulgária, está localizada 1.820 pés (555 metros) acima do nível do mar e tem vista para os picos das Montanhas Vitasha. A cidade está cheia de jardins, parques e bulevares arborizados. Entre os muitos locais interessantes estão a Igreja de Santa Sofia, construída durante os séculos 3 e 4; o Museu Arqueológico; e o Museu de História Eclesiástica.

Nos cafés agradáveis de Sofia, o visitante pode saborear o café Turco ou uma amostra do iogurte, um alimento Búlgaro que é famoso no mundo inteiro. A Bulgária também oferece pratos nativos aromáticos e saborosos que combinam deliciosos legumes e carnes com especiarias e ervas orientais. Estes incluem feijão ou sopa de pepino, carpa recheada com nozes, um kebab de cordeiro ou giuvetch (guisado), e uma sobremesa de melão ou bagas. Universalmente popular é a salada shopski, feita de tomates, pimentões, pepinos, e forte queijo ralado.

Apesar dos cafés ressoarem com a música popular ocidental, a famosa dança nativa, a horo, ainda é realizada ao som de gaitas de foles.

Economia

Antes da Segunda Guerra Mundial (1939-45), a Bulgária tinha uma economia predominantemente agrícola, com pouca indústria. Os governos comunistas do pós-guerra perseguiram o desenvolvimento industrial focado na indústria pesada. A economia planificada estava intimamente ligada à União Soviética. Com a queda do comunismo em casa e o colapso da União Soviética, a Bulgária perdeu seu mercado de exportação. As reformas iniciais falharam durante uma crise econômica em meados da década de 1990. Depois disso, no entanto, os sucessivos governos fizeram progressos regulares na execução de reformas de livre mercado. E a Bulgária atraiu substancial investimento estrangeiro. O abrandamento economico global de 2008 e 2009 interrompeu esse período de prosperidade, mas houveram sinais de recuperação em 2011.

Dos serviços

O setor de serviços da Bulgaria tem se expandido consideravelmente na era pós-comunista. A privatização do setor bancário levou a um crescimento na medida em que estava relacionado com as áreas financeiras. Mais e mais pessoas ocidentais estão descobrindo o apelo das magníficas praias, belas cadeias de montanhas e nascentes de água mineral da Bulgaria. Entre as atrações culturais está o magnífico Mosteiro de Rila, um complexo medieval designado como Patrimonio Mundial da UNESCO.

Indústria

As principais manufaturas da Bulgaria são os alimentos processados, produtos de tabaco, maquinaria, produtos químicos, e produtos petrolíferos refinados. O país também produz produtos de metal, materiais de construção, produtos elétricos e eletrônicos, têxteis e vestuário.

A energia continua a ser um importante setor industrial. A Bulgária usa a energia nuclear e o carvão produzidos localmente para gerar mais de sua eletricidade. Ela exporta energia elétrica para grande parte do sudeste da Europa. No início do século 21, a Bulgária fechou vários reatores nucleares considerados inseguros pela União Europeia.

Agricultura

As principais culturas da Bulgária são os vegetais, frutas, fumo, trigo, cevada, girassol, e beterraba. As rosas são uma colheita mais exótica. Estas são cultivadas no famoso Vale das Rosas, no sopé sul das Montanhas dos Balcãs. Mais de 200 lbs (91 kg) de pétalas são necessárias para produzir uma onça (28 g) de óleo de rosa, conhecido como essência de rosas. Este óleo é caro e é usado para fazer perfumes finos.

Governo

Uma nova constituição entrou em vigor em Julho de 1991. A Bulgária é uma república democrática, liderada por um presidente com poderes executivos substanciais. O governo é chefiado por um primeiro-ministro.

História

A Bulgária é rica em vestígios de culturas que datam do Neolítico até o sétimo milênio aC. Por volta do século 5 aC os povos chamados Trácios estavam bem estabelecidos na área. (Eles deixaram uma riqueza de artefatos de ouro e prata). Eles foram conquistados em primeiro lugar pelo Macedonios e depois pelos Romanos.

No século 6 A.D., os Eslavos se instalaram na região. Um século depois, os Búlgaros, um feroz grupo guerreiro de cavaleiros Turcos, cavalgou para fora da Ásia Central. Eles tomaram as terras perto do Rio Danúbio, e alguns se espalharam para o sul para conquistar os Eslavos. Eles impuseram suas práticas políticas sobre os Eslavos, mas ao mesmo tempo, adotaram os costumes e a linguagem dos Eslavos. Assim, a nação Búlgara nasceu.

O Primeiro Império Búlgaro, fundado no ano 679, durou até 1018. Durante este período, o Cristianismo foi introduzido na Bulgária. No século 9, os discípulos de dois missionários Cristãos, os irmãos Cirilo e Metódio, conhecidos como os Apóstolos dos Eslavos, chegaram na Bulgária. Eles trouxeram com eles um alfabeto e uma linguagem escrita e de literatura. Esse alfabeto, chamado Cirílico, é compartilhado pelas línguas Russa, Ucraniana, Sérvia, Macedônia e Búlgara.

Até hoje ele fornece um laço cultural entre o povo da Bulgária e seus primos Eslavos.

A cultura Búlgara floresceu durante o Primeiro Império, mas os povos guerreavam constantemente com Bizâncio. Em 1018, a Bulgária foi derrotada e tornou-se parte do Império Bizantino. Em 1186, os irmãos John e Peter Asen lideraram um ataque contra Bizâncio. Começou na Bulgária a volta à estrada para a independência e poder, com o estabelecimento do Segundo Império Búlgaro. Durante a maior parte da Idade Média, o czar Búlgaro governou a maior parte da Península Balcânica. Em 1395, a Bulgária foi invadida pelos Turcos, que então controlaram a região por quase 500 anos. Os Turcos foram expulsos pelos Russos em uma guerra que começou em 1877. Os longos anos da dominação Turca deixaram vestígios na comida, nomes, costumes, vestuário, arte e arquitetura da Bulgária.

A Bulgária moderna foi criada em 1878 com o Tratado de San Stefano e o Congresso de Berlim, que terminou a Guerra Russo-Turca. A Rússia restabeleceu as fronteiras medievais da Bulgária. Mas outras potências Européias se opuseram, e somente a parte norte do país permaneceu independente. Em 1885, a parte sul se separou da Turquia, e o país se reencontrou ao final.

Após um breve período de paz, a Bulgária primeiro ganhou e depois perdeu território considerável nas duas sangrentas guerras dos Bálcãs de 1912-13. Na Primeira Guerra Mundial, a Bulgária aderiu com a Alemanha e a Áustria-Hungria contra os Aliados. Mais uma vez, a terra foi perdida. Três guerras em seis anos deixaram os Búlgaros derrotados, amargos, e empobrecidos.

Em 1941, a Bulgária aderiu à Itália e à Alemanha e declarou guerra à Grã-Bretanha e aos Estados Unidos, mas não à União Soviética. O rei foi capaz de manter o seu país fora do envolvimento ativo na guerra.

Em 5 de Setembro de 1944, a União Soviética declarou guerra à Bulgária e ocupou o país. Um armistício foi assinado em Moscou. Um governo amigável à União Soviética foi criado. Toda a oposição foi erradicada. Centenas de altos funcionários do governo, intelectuais e outros opositores do Comunismo foram condenados à morte ou presos. O jovem rei, Simeon II, foi exilado. De 1946 a 1989, a Bulgária foi um dos mais fiéis aliados da ex-União Soviética.

Em Novembro de 1989, Todor Zhivkov, líder do Partido Comunista de 1954, foi forçado a renunciar. Vários meses mais tarde, o Partido Comunista mudou o nome para Partido Socialista Búlgaro. As primeiras eleições livres desde 1919 tiveram lugar em Junho de 1990, e os antigos Comunistas venceram. Um ano depois, eles foram derrotados por uma coalizão da oposição democrática (a União das Forças Democráticas, ou UDF). Durante o resto da década, os Socialistas e a UDF alternaram no poder, quando a cena política do país mudou dramaticamente desde a era Comunista.

Quase 20% dos Búlgaros estavam desempregados no início de 2001. O Movimento Nacional foi chefiado por Simeon II, o ex-rei Búlgaro exilado do país em 1946. O movimento mobilizou o eleitorado e ganhou as eleições parlamentares de Junho de 2001. Simeão, educado nos Estados Unidos, prometeu resolver os grandes problemas economicos do país dentro de 800 dias. Apesar de alguns êxitos, porém, seus esforços ficaram aquém das expectativas do público. Como resultado, o partido de Simeão perdeu para os Socialistas, liderados por Sergei Stanishev, em Junho de 2005.

A Bulgária aderiu à UE em Janeiro de 2007. Fê-lo sob a condição de que iria erradicar a corrupção do governo e reformar o seu sistema judicial. A corrupção tornou-se mais difundida, no entanto.

Em Janeiro de 2009, como resultado de uma disputa entre a Rússia e a Ucrânia, a Rússia cortou o fornecimento de gás natural à Bulgária. Muitas empresas e edifícios públicos fecharam devido à falta de calor, e nenhum gás foi fornecido às famílias. Estas dificuldades levaram a tumultos violentos.

Nas eleições parlamentares em Julho de 2009, um partido recém-formado chamado GERB (Cidadãos para o Desenvolvimento Europeu da Bulgária) ganhou 40 por cento dos votos. Esta vitória levou ao poder um novo primeiro-ministro, Boiko Borisov. Ele era um bombeiro e ex-funcionário do governo que prometeu combater a corrupção do governo e levar o país a sair da recessão econômica. Algum progresso foi feito na frente anti-corrupção e a economia começou a se recuperar no final de 2010. Em Outubro de 2011, o candidato do GERB Rosen Plevneliev foi eleito presidente. Ele sucederá o Socialista Georgi Purvanov no cargo presidencial em 2012.

Edward W. Walker

Fonte: Internet Nations

Bulgária

História

A Bulgária foi estabelecida em 681 por Khan Asparuh.

A região é um dos primeiros estabeleceram na Europa, devido à sua localização geográfica atraente. Vestígios de civilizações mais antigas do que na Mesopotâmia e no Egito foram encontradas no território da Bulgária.

Achados arqueológicos provam o sabor sofisticado e muito bem desenvolvido habilidades artesanais dos colonos locais.

O Tesouro Necrópole de Varna é considerado o mais antigo de ouro cultivada no mundo. Numerosas tribos que habitavam a região, durante as épocas diferentes deixaram traços notáveis até os dias atuais.

Bulgária
Bulgária

Durante o 7-6 século aC na costa búlgara do Mar Negro é colonizada por comerciantes Hellenic e mar - farers. No século 4 aC, o território da Bulgária contemporânea é conquistada pelo chumbo macedônios por Filipe II e seu filho Alexandre, o Grande. Durante o primeiro século AC dessas terras tornou províncias romanas. Após o século 4 da península balcânica é sob o domínio de Bizâncio. Essa hegemonia no entanto logo foi alterado, quando, em 681, os búlgaros levar por Khan Asparuh unido com os escravos, que já havia se instalaram na região e derrotou o exército de Bizâncio na grande batalha em Ongal, pelo delta do rio Danúbio

Bulgária
Bulgária

Os trácios são considerados a mais antiga tribo já habitava o território da Bulgária.

De acordo com o antigo historiador Heródoto: eles eram as pessoas segundo numerosos no mundo antigo. As principais fontes de informação para a cultura da Trácia e da vida são os túmulos e necrópoles. Os afrescos magníficos no túmulo Kazanlak, o Panagurishte, Valchitran e tesouros Rogozen são apenas uma pequena prova para as realizações de arte da Trácia.

Alguns deuses trácios como Dionissius, Bendida, Asklepios e etc eram adoradas pelos antigos gregos e romanos.

O mítico cantor Orfeu é também Trácia e se acontecer de você encontrar-se nas florestas veneráveis da sua casa - as montanhas Rodope, você vai acreditar que ele ainda está caminhando solitário por aí com sua harpa, de luto por seu amor Eurydice.

Bulgária
Bulgária

Isto marcou o estabelecimento da Bulgária com seu Pliska primeira capital.

Bulgária torna-se um país cristão em 865 AC, quando Khan Boris - Mihail regulava. Seu ancestral Simeão as estadias grande na história como o reinado de "A Idade de Ouro". A escrita eslava foi aceito como oficial no país. Literatura escolas, templos imponentes e mosteiros foram construídos. A Bulgária foi uma tomada de três mares - o mar Negro, Mar Egeu e Adriático.

A capital foi transferida para Veliki Preslav, que durante esse período poderia ser comparada com a beleza ea glória de Constantinopla.

Bulgária
Bulgária

Em 1018, após grave defesa Bulgária cai sob o domínio bizantino, até 1187, quando o Asen irmãos e Petar de Veliko Tarnovo ganhou a independência da Bulgária e estabeleceu o segundo reino búlgaro. A capital do novo reino se tornou Veliko Tanovo.

O país recebeu o progresso político sério durante o governo do Tzar Kaloyan. Ele era um líder grande exército e derrota o exército invencível dos cruzados Latina.

Este progresso rápido continua até o reinado do czar Ivan Asen II, quando a Bulgária recebe de volta à grandeza do Tzar Simeão, o Grande. Após a morte do grande governador o país sofre crises graves. 100 anos depois, em 1393, a capital Veliko Tarnovo foi conquistada pelos otomanos e Bulgária sofre cinco séculos escuros sob domínio otomano. As tentativas sistemáticas dos pufes para assimilar a população local não pode esmagar o espírito búlgaro. Rebeliões e revoltas se tornou a expressão do búlgaro ao vivo nos esforçamos para a liberdade e independência.

Bulgária
Bulgária

Apesar do domínio otomano, Bulgária passou por seu renascimento. A época do renascimento búlgaro começa em 1762, quando Paisii de Hilendar escreveu "História do eslavo - povo búlgaro", um manuscrito com efeito histórico-cultural e psicológico único.

Nacional de auto-consciência emerge, comércio e artesanato prosperar, e igrejas, escolas e edifícios públicos foram construídos. O progresso financeiro e cultural leva ao nascimento de um nacional - movimento de libertação. Ela atinge seu pico durante a insurreição de abril em 1876. A revolta foi reprimida e tomou o número de vítimas inocentes. A "questão búlgaro" ocuparam os cabeçalhos da imprensa na Europa e no mundo.

Bulgária
Bulgária

Apenas um ano depois que as tropas russas cruzaram o Danúbio e iniciar o Russo - Libertação guerra turco, com a participação de voluntários búlgaros.

Em março de 1878 o 3d San Stefano Tratado de Paz foi assinado e Bulgária torna-se país independente. O orgulho nacional foi esmagado pelo congresso de Berlim, que separava as terras independentes da Bulgária ao Principado da Bulgária e Oriental Roumelia sob a dominação política e militar do Império Otomano.

Bulgária une os territórios divididos em 6 de setembro de 1885.

Bulgária
Bulgária

As primeiras décadas após a libertação do país desenvolvido capital e foi modernizado. Após a Segunda Guerra Mundial, o país se torna parte da ex - bloco socialista. Em 1989, as mudanças políticas transformar a Bulgária em um país democrático, parte da família europeia.

Histórico-cultural do patrimônio e dos recursos naturais da Bulgária, transformá-lo em destino turístico atraente. Onde quer que vá neste país pitoresco, você será recebido pelo povo caloroso caloroso e hospitaleiro. Bem-vindo à Bulgária uma terra com belas montanhas e quentes praias douradas, uma terra de lendas.

Fonte: www.visitbulgaria.net

Bulgária

Estilo de vida e cultura búlgara foram profundamente afetados por uma história feita de luta, quando a Bulgária, tantas vezes saqueada e arrasada cada vez ressuscitado das cinzas.

Muitas civilizações são seguidos: Primeiro os trácios (ourives e artistas), romanos, eslavos e do século V e búlgaros no século VII. Bulgária sob o domínio bizantino vontade, então, e otomano.

Em 681, o primeiro estado búlgaro é criado pelo Khan Asparoukh (com o acordo de Constantinopla). Ela vai durar três séculos e meio e ver o seu auge durante o reinado de Simeão, o Grande (893-927).

Em 864, a Bulgária foi convertido ao cristianismo oriental (Ortodoxa), e adotou o alfabeto cirílico em 885.

Devido a dissensão interna e da intensificação da luta do país Bizantino em 1018 cai sob a influência de Constantinopla durante um século e meio.

Em 1186, o Império Bizantino enfraquecida.

A revolta búlgara em torno de dois boiardos (feudal): Assen e Petar. Este é o início do segundo reino cuja capital búlgara Veliko Tarnovo.

Depois de um período de glória econômica e cultural durante o reinado de Ivan Assen II, o estado búlgaro desintegra novamente. Em 1396, o Império Otomano (turcos) aproveita o país, espalhando o terror e devastação.

O século XV e XVI marcou o período glorioso do Império Otomano, e é seguido por um período de declínio.

Búlgaros benefício, e alguns segmentos da população têm acesso a uma certa prosperidade. Estamos a assistir a um crescimento das cidades. É o renascimento nacional, também chamado de "renascimento búlgaro."

Final do século XVIII, é o despertar patriótico o século décimo nono búlgaro abre com a criação de escolas seculares que assumem mosteiros (apenas previamente autorizados) para a educação popular. Uma camada de intelectuais, assim, ser formado, os futuros líderes do movimento revolucionário.

Em 1870, Vassil Levski (substituído depois de sua morte por Hristo Botev) estabelecer uma rede de comitês revolucionários, o que leva rede em abril de 1876 uma revolta nacional. É uma falha (30 000 mortes), e uma intervenção externa torna-se necessário. Em 1877, na Rússia, sob o comando de Alexandre II declarou guerra à Turquia.

1878: A paz de San Stefano, Tratado de Berlim: Liberdade é encontrado, ele é o nascimento da Bulgária moderna, com sua capital em Sofia.

Durante a Primeira Guerra Mundial, a Bulgária ficou do lado dos alemães. Na segunda, em 1941 ela aderiu ao Pacto Tripartite.

Em setembro de 1944, o Exército Vermelho entra na Bulgária. Após um referendo, a monarquia foi abolida, proclama a république.C é o começo da nacionalização da indústria, a reforma agrária, o plano de cinco anos ...

O país recebe ajuda econômica substancial da URSS, o que permite a rápida industrialização, crescimento econômico e padrão de vida até 1980. Após Georgi Dimitrov (líder do Partido Comunista Búlgaro) Zhivkov é o homem forte do país, de 1962-1989.

Nos anos 80, a situação se deteriorou, o crescimento está a abrandar. Em 1990, eleições livres permitirá a reintrodução do pluralismo político, bem como a liberdade de expressão. Depois de inflação alta, a situação econômica e social ainda é muito ruim, e as condições geralmente desfavoráveis.

Alfabeto cirílico

Búlgaros utilizam o alfabeto Cirílico, que consiste de 30 sinais, alguns dos quais são idênticos ao nosso alfabeto, mas decidir não é sempre o mesmo.

Bulgária

A cozinha

Cozinha de estilo mediterrânico (Tomate, pimentão, berinjela, azeite, pepino ...) pratos de queijo, carnes cozido ...

Bulgária
Kavarma é um dos mais deliciosos pratos de carne búlgaros

Bulgária
Queijo frito

Café da manhã com chai, café (chá ou chá de ervas), leite, queijo, Banitsa, geléia, manteiga, pão, torradas, lingüiça ...

Bulgária
Lil rico

Bulgária
Banitsa Iogurte

Alguns pratos típicos

O salata chopska: pepino, tomate sirene, (queijo), cebola, pimentão, azeite, vinagre.

O Tarator (sopa fria): iogurte búlgaro, pepino ralado, o alho, o endro, as nozes, água, sal, azeite de oliva.

O Banitsa: laminado cozido com sirene. Pode ser decorado com iogurte, espinafre, arroz, ovos ...

Moussaka: carne picada, os cubos de batata, berinjela fatiada, cebola, coberto com uma mistura de ovo / iogurte e assados.

O Kavarma: carne, cubos de abobrinha, cogumelos, batatas, cebolas assadas em uma tigela e coberto com um ovo.

Berinjela purê de berinjela caviar com alho e óleo.

Bulgária
Sopa de pepino

Bulgária
Melões

O iogurte búlgaro

Seu gosto particular (refrescante) é devido às bactérias lácticas (bulgaricus Lactobacillius).

Ele é utilizado como um alimento saudável em distúrbios digestivos e a maioria do sistema cardiovascular.

É impossível fabricar no exterior. Exportações da Bulgária para suas culturas lácticas e iogurte (para japonês!).

O Rakiya

Brandy (geralmente ameixa) serviu como um aperitivo (e não só!) Na tradição búlgara.

Principal queijo

Kachkaval: Queijo amarelo com leite de ovelha.

Siren: queijo Cottage seco e salgado.

Fonte: lfweb.chez.com

voltar 12345avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal