Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  cabelos crespos  Voltar

Cabelos Crespos

Você vive reclamando dos seus cabelos crespos e não agüenta mais a falta de brilho, o volume excessivo, os fios arrepiados. Nada de pânico. É possível contornar todos esses problemas com sucesso e, em alguns casos, sem precisar recorrer a procedimentos químicos. Em primeiro lugar, saiba que o look crespo - do cacheado suave da estrela Nicole Kidman ao afro-étnico da atriz Ildi Silva - nunca esteve tão na moda quanto agora. Quer assumir os seus? Descubra primeiro qual é o seu tipo de crespo. O cabeleireiro e professor do Senac, Hélio Sassaki, explica que existem quatro: o sem definição, o crespíssimo afro-étnico, o crespo com volume e o sem volume. Cada um tem características próprias e requer uma rotina específica de cuidados. Nossos consultores explicam tudo e ainda sugerem três maneiras de modelar os cachos, que podem ser empregadas em todos os tipos. Você também vai aprender a fazer tratamentos para combater a falta de brilho e o ressecamento. Vá à luta!

Crespo sem volume Nicole Kidman modela os cachos para aumentar o volume
Crespo sem volume Nicole Kidman modela os cachos para aumentar o volume

Crespo sem definição

Esse tipo de cabelo é liso no trecho perto da raiz e crespo no comprimento e nas pontas. Em alguns casos, os fios ficam frisados, parecendo uma molinha 'arrepiada'. Nunca forma cachos definidos. Você pode assumir esse look - como faz a cantora de rap Nega Gizza - ou optar por permanente afro ou ondulação para definir os cachos. Nos casos em que o volume é excessivo, talvez seja preciso alisar. Tudo no salão. Em casa, você deve usar produtos para o tipo de cabelo que está no momento (relaxado, alisado…). Para um look natural, basta lavar, condicionar, aplicar mousse e deixar secar ao natural, sem pentear. Se quiser variar, faça escova e baby liss.

Cabelos crespíssimos

Isabel Filardis exibe seus longos cabelos crespíssimos Isabel Filardis exibe seus longos cabelos crespíssimos

Crespíssimos: têm muito volume, com cachos bem pequenos (tipo carapinha) ou maiores. O corte curto é muito prático. Mas, se quiser assumir pra valer os crespos, faça um corte parecido com o da modelo Nélida (ao lado). Segundo Solange Dias, do salão Axé da Beleza, em São Paulo, o corte é feito em camadas superpostas, 'tirando' volume da nuca para baixo. Essa técnica ajuda a deixar os cachos definidos, quando modelados. Nélida, por exemplo, fazia relaxamento, mas, depois de cortar assim, deixou crescer e 'descobriu' como seus cabelos eram jeitosos e bonitos. E basta uma boa modelagem para mudar o visual. O cabeleireiro Paulo Persil, autor dos looks da modelo, ensina como ajeitar os fios com creme de pentear, roller e baby liss. Se optar por alisamento, relaxamento ou permanente afro, triplique os cuidados com os fios, que ficam mais ressecados e quebradiços. Nesses casos, opte por produtos à base de silicone e leave-in (sem enxágüe) com filtro solar. Outra opção é fazer trança Nagô, como a cantora Luciana Mello.

Fonte: revistacriativa.globo.com

Cabelos Crespos

Para quem tem cabelos encaracolados e quer manter o visual bem natural, o cabeleireiro Fernando Fernandes aconselha o seguinte procedimento: umedeça os fios com água e aplique um creme leave-in (sem enxágüe) com protetor solar, que protege e condiciona os fios. "Faça uma hidratação por mês no salão e duas por semana em casa. Eu indico o creme Hair Repair da Style Curly-Ponto 9". Atenção: com esse produto é proibido usar touca térmica.

O cabeleireiro diz que a hidratação feita em casa, uma vez por semana, é fundamental para manter os cachos. Mas é preciso aplicar de maneira correta. "Separe o cabelo em mechas e aplique o creme massageando bem os fios. Não passe o produto no couro cabeludo, pois entope o bulbo capilar", ensina ele. Para manter a permanente, use gel específico para ativar os cachos.

O procedimento de limpeza dos cabelos é importantíssimo: use xampu apenas uma vez. Segundo Fernando, é um exagero reaplicar o produto. "Cabelos crespos devem ser lavados apenas duas vezes por semana. Para manter o corte em dia, apare as pontas a cada três meses", diz ele.

Para o cabelo curto, com 1.5 a 2 centímetros de comprimento, o cabeleireiro Fernando Fernandes diz que o ideal é fazer uma texturização. "É um relaxamento leve, que dá forma aos fios, deixando-os menos ondulados a partir da raiz." Para proteger o couro cabeludo, ele indica a aplicação do Grocomplex 3000, pomada da Luster´s Pink. E para completar o visual, aconselha a aplicação de um tonalizante Color Touch, da Wella, que ajuda a realçar os fios.

O cabeleireiro de São Paulo indica, para suas clientes o xampu americano Avlon, especial para cabelos crespos. Além de lavar, esse produto desembaraça os fios. "Para conseguir melhores resultados, isso deve ser feito debaixo do chuveiro com pente de dentes largos. Depois do enxágüe, o ideal é passar um creme leave-in (sem enxágüe). Os Leave-in Emulsão e o Leave-in Hair Dress da Style Curly-Ponto 9, estão entre os melhores", garante Fernando.

FAÇA A ESCOLHA CERTA DE SEU CABELEIREIRO

Para ficar satisfeita depois de um relaxamento ou alisamento, só tem um jeito: cair nas mãos de um bom profissional. Para ajudar você a encontrá-lo, damos 8 dicas de como selecionar o salão de seus sonhos.

Confesse. Ao entrar pela primeira vez num salão de cabeleireiro para fazer um relaxamento ou alisamento, você não sente um friozinho na barriga? E é natural. Afinal, por não conhecer bem os profissionais que trabalham no local, fica difícil escolher aquele que vai acertar em cheio e deixar o seu cabelo com aspecto bonito, macio e saudável, não é ? Mas, com uma boa pesquisa e um pouco de paciência, você pode encontrar o salão dos seus sonhos. É só se guiar com as dicas de alguns cabeleireiros famosos.

A escolha

O que vai determinar se "aquele" é o salão dos seus sonhos é a primeira visita. Essa é uma excelente oportunidade para você explicar exatamente o que deseja e deixar bem claro quais são suas expectativas em relação ao tratamento. Com isso, o profissional poderá avaliar se tem condições de atender seus desejos, enquanto você observa o seu grau de conhecimento e a sua disposição em informá-la sobre cada detalhe do que é possível fazer no seu cabelo.

A visita

Marque uma hora e chegue com alguns minutos de antecedência. "Sinta" o ambiente do salão, que deve ser amplo, bem iluminado e arejado. Você pode seguir a indicação de uma amiga ou de alguém que tenha os cabelos bem tratados em determinado salão ou escolher o local em anúncios com boa produção. O importante é ter referência sobre a qualidade do trabalho daquele profissional e analisar se ele gosta do que faz, se é atencioso e se demonstra segurança em lidar com cabelos crespos.

Pergunte tudo

Antes de mais nada, pergunte quais linhas de produtos ele usa. Saiba que esse é um direito seu e o dever de um profissional é prestar todas as informações solicitadas, prontamente. Os mais indicados para alisamento e relaxamento são os formulados com guarnidina e hidróxido de cálcio, componentes químicos que não danificam os fios. Procure explicar com clareza como você quer que o seu visual fique. Dependendo da quantidade de produtos aplicados e dá intensidade da massagem, o cabelo pode ficar com os fios encaracolados ou alisados.

Não esconda nada

Informe seu histórico químico : que medicamentos toma, os tratamentos feitos no cabelo nos últimos meses, se está grávida, amamentando, coisas assim. Dependendo do caso, o profissional pode optar por adiar o relaxamento ou alisamento, para não comprometer sua saúde. Os melhores salões são aqueles em que os dados pessoais e histórico químico do cliente são cadastrados para controle periódico.

Manutenção

Informe as marcas de xampu, condicionador e cremes que aplica nos cabelos normalmente e verifique se poderá continuar a usá-los. Caso haja necessidade de mudança, não hesite em adquirir os produtos indicados. Procure saber com que freqüência terá de voltar a fazer hidratação no salão e como você deve cuidar dos cabelos em casa. A relação cliente - cabeleireiro é muita parecida com a relação paciente - médico. Se você não seguir à risca as recomendações, estará comprometendo o sucesso do tratamento.

Combina comigo?

Antes de se decidir, saiba que cada cabelo tem sua própria textura e, muitas vezes, o resultado pode ser diferente do que você deseja. Procure saber com antecedência se sua expectativa será atendida, para não se decepcionar depois. Juntos, você e o cabeleireiro podem descobrir um estilo próprio, levando em conta sua idade, ritmo de vida e jeito de ser.

Exija o teste

Agora que você já está se sentindo mais segura em relação ao profissional, verifique se ele vai testar sua pele e seu couro cabeludo, para saber se são alérgicos aos componentes químicos do produto escolhido. O teste tem de ser feito em três lugares: dois pontos no alto da cabeça e um no pescoço (bem próximo ao lóbulo da orelha) ou, se preferir, na parte interna do pulso. O produto deve agir por 10 minutos. Após sua retirada, verificá-se o grau de elasticidade dos fios e se a pele apresenta sinais de irritação. Caso haja algum problema, é preciso lavar e hidratar os cabelos imediatamente e recorrer ao dermatologista.

Hidratação

Esse é um capítulo à parte. Se os fios do seu cabelo estiverem danificados ou ressecados, esteja preparada para submetê-los a várias seções de hidratação antes de iniciar o tratamento. Elas devem ser feitas no salão a cada semana ou quinzena (dependendo do quanto o cabelo estiver danificado), com o objetivo de recuperar a força e a beleza dos fios. Outro item importante é o banho de creme, feito semanalmente em casa, com produtos específicos.

Fonte: www.fernandofernandes.com.br

voltar 12avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal