Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Camomila - Página 7  Voltar

Camomila

Camomila

A história da camomila no Brasil confunde-se com a história da imigração européia no país. Trazida pelas mãos de ucranianos, poloneses, alemães e italianos no final do século 19, a planta frágil e de aroma doce teve o poder de transformar as cidades por onde fincou raízes.

Que o diga Mandirituba, município localizado a 45 quilômetros de Curitiba, no Paraná, conhecido como a capital brasileira da camomila.

No entanto, foi somente na década de 50 do século 20 que a planta começou a ser cultivada comercialmente. De acordo com dados da Secretaria de Estado da Agricultura do Paraná, em 2002 foram produzidas 491 toneladas de camomila. O valor da produção ultrapassou 3 milhões de reais, ou seja, 21% do total do grupo de 48 especiarias que o estado produz, entre plantas aromáticas, medicinais e condimentares. Os cerca de 60 produtores de Mandirituba são responsáveis por quase 90% da produção de camomila do Paraná.

Em 1994, o engenheiro agrônomo Cirino Corrêa Júnior, da Emater-PR, concluiu na Unesp de Jaboticabal uma pesquisa na qual selecionou as melhores camomilas de Mandirituba.

O resultado foi a caracterização de uma nova variedade, batizada com o nome da cidade. O estudo constatou que o teor de óleo essencial da planta mandiritubense, que contém o princípio ativo da planta, é de 0,86%, acima da média mundial, que é de 0,70%.

COSMÉTICA

Das 120 substâncias extraídas do óleo, duas têm importância econômica. O chamazuleno, utilizado pela indústria de cosméticos, e o alfa-bisabolol, presente na indústria farmacêutica. Popularmente, a planta é usada contra problemas digestivos, gases intestinais, ataque de vermes, gastrites, insônias, reumatismo, dores musculares e como calmante.

Para plantar camomila, o cuidado a ser tomado é com o solo, que não precisa ser muito fértil, mas recomenda-se que não seja muito argiloso e encharcado. Apesar de a planta ser resistente a pragas e doenças, a área plantada não deve ficar infestada por ervas daninhas, que prejudicam seu crescimento. Os meses ideais para o plantio são maio e junho, época em que os termômetros nas regiões de clima temperado marcam temperaturas abaixo de 15 graus centígrados e que o solo está úmido após as chuvas de verão.

A camomila suporta geadas no período vegetativo, mas não agüenta clima quente.

Outro fator importante é que a camomila precisa de luz para se desenvolver. Por isso, não se pode enterrar a semente, que deve ser lançada sobre o terreno. Por ser muito pequena, recomenda-se misturá-la com fubá para que a semeadura seja uniforme. Um rolo de superfície lisa deve ser passado sobre o terreno, fazendo com que a semente se junte ao solo sem precisar ser enterrada.

É aconselhável que a camomila seja plantada junto com outras culturas, pois isso quebra o ciclo de pragas e doenças. Além disso, por ser utilizada pela indústria farmacêutica e alimentícia, é recomendado o cultivo orgânico. O produtor deve atentar para o ponto ideal de colheita, quando as pétalas brancas da planta estão na horizontal.

Passado esse estágio, a camomila começa a perder óleo. Segundo Cirino, outro cuidado que se deve observar é com relação à temperatura de secagem da flor, que deve estar entre 38 e 40 graus centígrados.

O custo da plantação pode chegar a 1.200 reais por hectare, e o retorno do investimento se dá em três anos. Além desse valor, o produtor pode gastar ainda 50 mil reais para comprar o secador e ter uma unidade de beneficiamento. O rendimento por hectare varia de 400 a 600 quilos. O quilo da flor seca é vendido, em média, a 7 reais.

Planta nasce espontaneamente junto a estradas e campos desertos

NOME CIENTÍFICO

Chamomilla recutita (L.) Rauschert.

NOMES POPULARES

Comumente chamada de camomila, essa planta é também conhecida por camomila-comum, camomila vulgar, camomila-dos-alemães, matricária, macela e maçanilha. Esse último nome vem do espanhol manzanilla, que quer dizer pequena maçã.

Isso porque a origem da palavra camomila vem do grego antigo e significa maçã-da-terra, pois o seu aroma lembra o do fruto.

CLASSIFICAÇÃO

Planta pertencente à família das compostas (Asteraceae), a mesma do girassol, da margarida, da alface e da alcachofra. Uma outra espécie de camomila é a romana, cientificamente denominada por Anthemis nobilis.

DISTRIBUIÇÃO

É nativa dos campos da Europa Central, facilmente encontrada nos países de clima temperado. No Brasil, há plantações no Sul do país, principalmente no Paraná, o maior produtor brasileiro de camomila. A planta nasce espontaneamente junto às estradas, campos desertos e zonas agrícolas.

CARACTERÍSTICAS

A camomila é uma planta herbácea, anual e aromática. Pode chegar a 70 centímetros de altura. Possui um caule ereto, folhas estreitas e bastante divididas em segmentos finos e numerosos. Minúsculas flores amarelas agrupam-se, formando uma inflorescência central. Flores brancas de pétalas longas ficam ao redor dessa estrutura, fazendo com que a planta se pareça com uma margarida. Apresenta florescimento contínuo, o que exige, em média, uma colheita a cada dez dias.

Bibliografia

Plantas Medicinais no Brasil - Nativas e Exóticas, Harri Lorenzi e F.J. Abreu Matos, Instituto Plantarum; Plantas que Curam, Sylvio Panizza, Ibrasa.

Fonte: revistagloborural.globo.com

Camomila

Camomila

Outros Nomes

Marcela, Matricária, Camomila-alemã, Camomila-azul, Camomila-comum, Camomila-da-alemanha

Nome Científico

Matriarcaria chamomilla

As partes usadas são as flores.

A Camomila alemã, também conhecida como Camomila silvestre, possui capítulos de aproximadamente 19 milímetros de largura com cerca de quinze flósculos brancos, ligulados, e numerosas florzinhas tubulosas amarelas.

É freqüente em milharais e tem um forte aroma, parecido com o da Camomila comum (A. nobilis), porém menos aromática, enquanto que a Camomila de milho com a qual se assemelha é inodora.

A camomila (Matricaria chamomilla) é uma planta herbácea anual originária da Europa de onde disseminou-se por áreas silvestres e hoje é aclimatada em praticamente todos os continentes. Ela cresce ao longo de sebes, margens de estradas e em campos abertos ensolarados do sul do Canadá ao Norte dos Estados Unidos e no oeste de Minnesota. Com caule ereto, ramificado e oco, ela cresce até atingir aproximadamente 50 centímetros de altura. Suas folhas de um verde claro são delgadas, bipinuladas e divididas com elegância. As flores que se assemelham às margaridas, tem aproximadamente 2,5 centímetros de lado a lado e florescem de maio a outubro. As flores contêm vários óleos voláteis incluindo os proazulenos. Também utilizadas em cosmética como agentes anti-alérgicos.

As flores da camomila alemã, apesar de aromáticas, têm um sabor bastante amargo. Elas contém um óleo volátil e um ácido extrativo amargo e um pouco tânico.

Utilizando

Muito utilizada em infusões.

Comprando

Encontrada seca em saquinhos plásticos, em saquinhos para chá ou em potes de vidro.

Preparando

Como preparar: infusão de 15 gramas de flores secas em 1 litro de água. Dose: de 4 a 5 xícaras diárias.

Dicas

O chá de camomila é muito fácil de preparar e tem um sabor suave e agradável. O chá obtido de flores silvestres normalmente tem um sabor superior. Para a aplicação é importante que as flores conservem suas cores brancas e amarelas e exalem um aroma fresco. Flores amareladas, mal conservadas ou pouco fragrantes devem ser evitadas.

Uso Medicinal

Tônico, estomáquico, anódino, antiespasmódico, laxativo, diaforético, analgésico, carminativo, anti-inflamatório, sedativo.

A camomila tem múltiplas aplicações: interna - ingerido na forma de chá, externa - em casos de nevralgia e eczema. A infusão de 14 gramas de flores secas em 1/2 litro de água fervente pode ser ministrada livremente, em colheradas, a crianças para cujas indisposições ela é um excelente remédio. A infusão tem ação sedativa e atua como tônico no canal gastrointestinal. As flores secas são usadas como repelentes de insetos, sua infusão como xampu - especialmente para cabelos ralos. A infusão é empregada também como nutriente e tônico líquido para plantas, efetivo no combate a numerosas doenças. O óleo essencial obtido da planta integral é utilizado como condimento e para fabricar perfumes. Observação importante: Qualquer uso terapêutico deve sempre ser acompanhado por um médico.

Ajuda

Combate dor de estômago, diarréia, náuseas, inflamações da boca e vermes. Também utilizadas em cosmética como agentes anti-alérgicos. O chá de camomila é usado como sedativo e é excelente para a insônia e outras condições nervosas. O chá tem propriedades anti-inflamatórias e é indicado para o reumatismo, artrite e outras inflamações dolorosas. Possui qualidade antiespasmódica para cólicas intestinais e menstruais, alivia a flatulência, age como um moderado porém eficiente laxativo e relaxa músculos contraídos. Outras aplicações: as flores secas são usadas como repelentes de insetos, sua infusão como xampu - especialmente para cabelos ralos. A infusão é empregada também como nutriente e tônico líquido para plantas, efetivo no combate a numerosas doenças. O óleo essencial obtido da planta integral é utilizado como condimento e para fabricar perfumes.

Fonte: www.fleischmann.com.br

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal