Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Cevada - Página 6  Voltar

Cevada

Características Botânicas

Aspectos gerais:

A Cevada é um cereal de inverno da família Gramineae, utilizado na indústria cervejeira para a preparação do malte, na fabricação de rações, na indústria de farinha para alimentação infantil, na de doces e confeitos, na panificação e ainda para fins terapêuticos. A espécie de maior importância é Hordeum vulgare L com cultivares de 2 fileiras de espiguetas.

Nome científico: Hordeum vulgare L.

Nome vulgar: Cevada

Cevada

Características botânicas:

A Cevada é uma planta anual, com colmo de até 1m de altura. Possui folhas invaginadas em cada nó do colmo, compridas, eretas e glabras. O fruto é uma cariopse, amarelada, sulcada longitudinalmente. As flores estão dispostas em espigas densas e compactas na extremidade do colmo. A disposição das espiguetas no eixo dá a inflorescência um aspecto quadrangular.

Época de semeadura: Dependendo da região, a recomendação para o RS é a semeadura a partir de meados de Maio até o final de Julho.

Densidade de semeadura: 100 – 150 Kg / há. A densidade recomendada visa estabelecer um stand de 250 plantas por metro quadrado, sendo 50-60 plantas por metro linear

Espaçamento: O espaçamento recomendado é de 17 – 20 cm entre linhas.

Adubação: A adubação deve ser feita conforme análise de solo, porém um aspecto de extrema importância no cultivo da cevada quando esta se destina a produção de malte, é a adubação nitrogenada que deve ser adequada para não provocar excessos de proteína no grão, pois a indústria cervejeira não tem interesse no produto que contenha níveis superiores a 12 % de proteína.

Observações: A Cevada adapta-se melhor a solos profundos bem drenados, de textura média (argilosa) e bem estruturados. Evitar solos arenosos, ácidos ou mal drenados.

Época de Safra

A época de safra varia em função da região e do ciclo cultivado estando compreendida entre Setembro e Novembro.

Colheita:

A Cevada para ser malteável, deve apresentar poder germinativo de, no mínimo 95%. Além do alto poder germinativo, os grãos devem apresentar cor e cheiro característicos de palha. Aconselha-se efetuar colheita em dias secos, e quando o teor de umidade de grão estiver próximo de 13%, de maneira a evitar o processo de secagem artificial e de aparecimento de grãos verdes.

Produção/Produtividade

A produção no RS está em torno de 90.000 toneladas de grãos / ano, ocupando uma área de aproximadamente 60.000 há. A produtividade média gira em torno de 1.500 Kg / há.

Principais Estados Produtores

Basicamente a Cevada é produzida nos estados da região Sul, principalmente no Rio Grande do Sul.

Épocas e regiões indicadas para semeadura no RS:

Basicamente, as regiões são definidas pelas suas características agroclimáticas considerando as épocas mais prováveis de ocorrência de fenômenos climáticos considerados adversos em momentos críticos da cultura.

A região destacada no mapa como "não recomendada", tem como principal problema a possível ocorrência de estiagem durante todo o ciclo da cultura afetando seu desenvolvimento principalmente no período de afilhamento e florescimento da Cevada, períodos críticos e decisivos para o rendimento da cultura.

Nas demais regiões do RS, as épocas preferenciais para semeadura buscam evitar que o período de florescimento da cultura não coincida com grande possibilidade de ocorrência de geadas na região. Por exemplo, a região serrana é a que recebe a recomendação de semeadura mais tardia do estado, pelo fato de ocorrerem geadas tardias com muita freqüência, o que se ocorrer quando do florescimento da cultura, pode representar redução importante no rendimento ou até perda total na produção das lavouras.

Regiões de plantio no RS:

No RS, mesmo que exista uma grande região considerada como não recomendada para o cultivo da Cevada, verifica-se que as regiões próximas a Itaqui, São Borja, Uruguaiana e Alegrete apresentam grandes áreas de cultivo, pois apresentam solos férteis e grandes áreas para cultivos.

Outras áreas de forte expressão no cultivo da Cevada são as regiões do Planalto como Passo Fundo, Soledade, Julho de Castilhos e Cruz Alta. Na região da Campanha, nas regiões dos municípios de Don Pedrito, Bagé e Pinheiro Machado e na Depressão Central em municípios como Cachoeira do Sul e Rio Pardo a cultura tem grande expressão também.

Variedades para Industrialização

As cultivares utilizadas atualmente para a industrialização são cultivares cervejeiras, sejam elas: Cevada BR-2, Embrapa 127, BRS 195 são cultivares desenvolvidas pela Embrapa e CBB 01, MN 684 e MN 698, materiais desenvolvidos pela AnBev.. Para panificação ou alimentação em grãos do gado (ração) são utilizados de maneira geral os grãos que são mal remunerados ou desprezados pela industria cervejeira, ou seja, os grãos que apresentem menos de 1,8mm de diâmetro.

Estão sendo estudadas variedades específicas para alimentação animal no IAPAR, porém sua data para lançamento no mercado ainda é incerta.

Principais Produtos Alimentícios Derivados da Matéria-Prima

O principal produto derivado da Cevada é o malte. Em segundo plano vêm o grão utilizado na panificação, na alimentação infantil e na ração para animais.

Atualmente o bagaço de Cevada tem aparecido como alternativa importante na alimentação animal. Este produto é resultante da fase inicial do processo de fabricação de cerveja, retirando do mosto por meio de filtro de prensa. Apresenta-se na forma de casca ou de farelos com umidade em torno de 80%, PB 25% e FB 20%.

Bibliografia

COMISSÃO DE PESQUISA DE CEVADA. Indicações técnicas para produção de Cevada Cervejeira:safras 2001 e 2002. Passo Fundo: Embrapa Trigo, 2001.80p
KENT, N.L. Technology of Cereals: with special reference to wheat. 2 ed. Oxford:ed.Pergamom Press, 1975. p44-53.
GUIRRA RURAL.Cevada.Disponível em: www.guirra.com.br/culturas/cevada. Acesso em 22/02/2002.

Samanta Ullmann

Antonio José Queirolo Aguinaga

Fonte: www.ufrgs.br

Cevada

A cevada (Hordeum vulgare) é uma gramínea cerealífera e representa a quinta maior colheita e uma das principais fontes de alimento para pessoas e animais.

Pertence à família das gramíneas e a área cultivada no mundo chega a 530000 km².

O seu período de germinação é de 1 a 3 dias. Suas flores são dispostas em espigas, na extremidade do colmo, e os frutos, amarelados e ovóides, fornecem uma farinha alimentícia que é utilizado na fabricação da cerveja, e os grãos torrados e moídos são usados na fabricação de Café natural sem cafeína.

Cevada
Campo de cevada

Classificação científica

Reino: Plantae

Divisão: Magnoliophyta

Classe: Liliopsida

Ordem: Poales

Família: Poaceae

Gênero: Hordeum

Cevada

Espécies

Hordeum arizonicum
Hordeum brachyantherum
Hordeum bulbosum
Hordeum californica
Hordeum depressum
Hordeum intercedens
Hordeum jubatum
Hordeum marinum
Hordeum murinum
Hordeum pusillum
Hordeum secalinum
Hordeum spontaneum
Hordeum vulgare

Fonte: pt.wikipedia.org

voltar 123456avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal