Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Geografia do Chile  Voltar

Geografia do Chile

 

 

O país estende-se 4,265 km de norte a sul.

Chile tem uma largura máxima de apenas 349 km de Antofagasta, e torna-se uma estreita faixa de terra, um pouco mais do que km 15 a Puerto Natales, Chile completamente sul.

Área de terra chilena é 756,945 km ². O país compartilha uma longa fronteira com a Argentina , a leste e mais curto fronteira com a Bolívia e nordeste do Peru para o norte. Seu litoral, na fronteira com o Oceano Pacífico, quase completamente, mas uma pequena porção ainda dar sobre o Atlântico, apresenta um comprimento impressionante de 5338 km.

Os picos mais belas do Chile são os de dois vulcões extintos, o Ojos del Salado, que culmina 6.893m, eo topo 6 Llullaillaco 0,723 m.

O território é adicionado um número de ilhas mais ou menos grande, a mais densamente povoada é Chiloé . Uma boa distância no Pacífico é o lendário Ilha de Páscoa , que é o Chile apropriado, juntamente com várias pequenas ilhas polinésias.

População

Chile teve 13,8 milhões de habitantes em 1993, quando foi estimado que a população chegaria a 15,2 milhões em 2000.

Cerca de 70% dos chilenos são descendentes de meados de meados Europeia-ameríndia, aproximadamente 20% deles são descendentes principalmente europeus e cerca de descida de 10% ameríndia vez. Outros componentes, todas as pequenas coisas, como para as camadas polinésia (especialmente na Ilha de Páscoa), Médio Oriente, Ásia e África.

Entre aqueles que pertencem às culturas nativas norte-americanas que ainda existem, a grande maioria são mapuches, eles vivem principalmente nas proximidades de Temuco no Chile centro-sul. Nos planaltos do norte, há também um número limitado de aymaras, intimamente ligados a grupos que vivem do outro lado da fronteira com a Bolívia.

Na última metade do século 19, houve uma ligeira influxo de imigrantes da Europa do Sul e Central (muitos alemães se estabeleceram em Lake District, no sul do Chile).

No início do século 20, os pequenos grupos de croatas também se estabeleceram no extremo sul do país, junto com os agricultores e pecuaristas ingleses.

Cultura europeia caiu cultura indígena latino-americano mais plenamente no Chile do que na maioria dos outros países latino-americanos. Como resultado, o Chile está entre os mais europeizada de países latino-americanos. Também é um dos mais instruídos (95%) e a mais urbanizada (86%).

Catolicismo romano estabeleceu-se como a religião dominante, apesar de missionários protestantes fizeram progressos significativos. A pequena população judaica é altamente considerado por sua parte.

Informações Gerais

Capital: Santiago
Área: 756 945 km ²

1,5 vezes França
Suíça 18 vezes
Bélgica 24 vezes
mas 13 vezes menor do que o Canadá.

População: 15 milhões

Urbano 86%
14% Rural
Densidade de 20 habitantes / km ²
12 regiões
Taxa de fertilidade: 2,4 crianças nascidas / mulher
Expectativa de vida: 78/82 anos
Taxa de alfabetização: 95%

Idioma: espanhol

Fonte: www.abc-latina.com

Geografia do Chile

Geografia

Poucos países no mundo são, de fato, uma tal variedade de paisagens: uma estreita faixa de terra, 4 300 km de comprimento e uma largura média de 180 km, sucesso desertos e lagoas salares (sal de lagos) e canyons, oásis , vulcões ativos, lagos, fiordes, geleiras, ilhas ...

Encravado entre o Oceano Pacífico ea Cordilheira dos Andes, o país se estende do Peru até a Tierra del Fuego.

Delimitado a norte-leste da Bolívia com a Argentina é que partes do Chile sua maior fronteira: 3 500 km serpenteando entre a Cordilheira.

Ilha de Páscoa e no arquipélago de Juan Fernández (incluindo a famosa ilha chamada Robinson Crusoe) também fazem parte do território, e Chile também reivindica uma parte do território da Antártida.

A Cordilheira dos Andes

Espinha dorsal do continente, os Andes se estende desde a Colômbia até a Tierra del Fuego, Chile entre Bolívia e Argentina. Ao longo de um plano inclinado, sobe gradualmente para as terras altas do Altiplano (a 4000 m), uma área da vicunha. Ela é pontilhada com picos de mais de 6000 m, alguns dos quais são vulcões ativos.

Chile chegou a 150 vulcões considerados ativos (2085 no total), 10% do total mundial. Muitas fontes termais, gêiseres, fumarolas são diretamente relacionados à atividade vulcânica, o que reflete a posição do Chile sobre o Anel de Fogo do Pacífico.

Ainda mais para baixo para o sul, mais a altura dos picos diminui. Na Patagônia, a Cordilheira é fragmentada em maciços isolados e dividido em inúmeras ilhas.

Cabo Horn, ela desaparece no mar

As montanhas e planaltos ocupam 80% da área total da terra.

Cinco regiões geográficas

Norte Grande de Arica a Chañaral, esta região é dominada pelo deserto de Atacama, o mais seco do mundo. Paralela à costa encontra-se uma cadeia de montanhas, com uma largura média de 50 km e 1500 m de altura, que forma uma barreira paracamanchaca (névoa) do oceano. Em seguida, uma depressão longitudinal de cerca de 2000 m de altitude. Oasis irrigadas por água de degelo dos picos andinos pontilham este vasto deserto.

Norte Chico Chañaral do Aconcagua rio é a região de transição entre os desertos do norte e área de chuva no sul. Semi-deserto e cortadas por vales transversais, é uma região de grandes contrastes entre a Cordilheira, desertos e vales férteis.Ocasionalmente, as chuvas excepcionais trazidos pelo fenômeno El Niño dá origem a um fenômeno único: florido desierto.

Central Chile: Central Valley tem um clima mediterrânico, tornando-se uma área muito fértil, onde vinha e árvores de fruto prosperar. Há 75% da população total e as maiores cidades, Santiago e Valparaíso.

A Araucanía e Região dos Lagos: ao sul de Santiago, começa Região dos Lagos, coberto com florestas, campos e lagos. A bela é a região da Araucanía os índios Mapuche. Off Puerto Montt, Ilha de Chiloé, a maior do país, é conhecido por seu clima inclemente.

Patagonia e Tierra del Fuego: o extremo sul do Chile. Belas regiões e selvagem onde as condições climáticas são extremas. Mais para o sul, mais encontramos enxames de ilhas e ilhotas separadas por fiordes íngremes. No final, cortado do continente pelo Estreito de Magalhães, Tierra del Fuego dividido entre o Chile ea Argentina, está coberto de neve, de abril a novembro. Sem mencionar a ilha Navarino, o último passo antes do lendário arquipélago do Cabo Horn.

As ilhas do Pacífico incluem a Ilha de Páscoa (o mais isolado do Pacífico, 3760 km do Chile) e do arquipélago de Juan Fernández, que fica a apenas 670 km da costa.

Clima

Estendendo de norte a sul km quase 4300, o Chile está passando por extremos climáticos: seca ao sol no deserto de Atacama (o mais seco do mundo) e tremendo na chuva no sul do país, onde o clima, vento, muito molhado e influenciados por massas de ar frio da Antártida.

O Chile está localizado no hemisfério sul, as estações do ano são invertidas em relação à Europa é inverno em julho e agosto, e é verão em janeiro-fevereiro.

Para além do comprimento do país, em particular dois elementos influenciar o clima. A presença do mar Humboldt corrente fria no Oceano Pacífico, produz uma espessa neblina costeira, o camanchaca quando ele conhece as terras quentes. Cordilheiras causar significativas variações climáticas no país.

El Niño

Este clima ocorre em média a cada 5 anos. É jogado mais um pouco, mas com mais freqüência, a última vez em 2009-2010.

No Pacífico, os ventos soprar de áreas de alta pressão atmosférica costas ocidentais das Américas para a Indonésia e norte da Austrália. Do outro lado do oceano, os ventos são umidade responsável e chegou do outro lado, eles liberá-lo como a chuva - também indiretamente alimentar a monção indiana. Secas, massas de ar deixar altitude em direção ao leste. É como uma escada rolante que empurra a água de leste a oeste na superfície, e de oeste para leste em profundidade.

O invierno boliviano

De janeiro a março, o fenômeno climático chamado "inverno boliviano" ocorre todos os anos durante o verão austral, no norte. Às vezes, chuvas violentas despeje sobre o norte do Chile. Eles podem ser acompanhadas de granizo e neve. Áreas são geralmente os mais úmidos áreas de Putre, Belén, Colchane, Surire, e Visviri Chungara. Isto é, assim como dentro do deserto mais seco do mundo, verão, de repente, está chovendo!

Conselho

Se você quer caminhar na Patagônia, a melhor época é o período de final de novembro para o início de março. No entanto, deve-se esperar a chuva, mesmo no verão.

No Norte, ela é linda quase todo o ano, com temperaturas elevadas em janeiro e fevereiro e chance de chuva nos Andes; relacionado a Bolívia invierno, às vezes pode cortar as estradas.

Para os fanáticos de esqui, neve garantida no centro e sul do país, entre meados de maio e meados de outubro, com um pico em julho e agosto.

Fonte: www.routard.com

Geografia do Chile

Localização

Chile, encerrado entre a cordilheira dos Andes e o Oceano Pacífico, é uma faixa de terra de 4.200 quilômetros de longitude com um promédio de menos de 200 quilômetros de largura.

Abrange uma superfície do tamanho da França e tem uma grande variedade de paisagens: cumes andinos, vulcães coroados de neve, vales, desertos, fiordos, glaciares, lagos e praias.

A finais do sçeculo XIX foi só quando alcançou Chile seus limites atuais, a exrtenderse desde a cidade de Arica, no norte, até o Cabo de Hornos, no sul. Além disso, possui as Ilhas de Rapanui (Ilha de Páscoa) e Juan Fernández no Pacífico. Limita-se ao norte pelo Peru, ao sul pelo Polo, ao leste pela Bolívia e ao oeste com o Oceano Pacífico.

A terra firme tem divisões geográficas bem definidas. No norte, o grande Deserto de Atacama a extenderse 1.000 quilômetros desde a fronteira peruana até o centro do Chile. Mais para o sul, desde as imediações de Copiapó, o deserto cede ante sobrais e bosques, qie tornam-se mais entupidos na media que aproxima-se o centro e as chuvas aumentam.

Nesta zona de transição fica Santiago, a capital, com quase um terço da população total do país. Nesta região se encontra o primeiro porto do Chile, Valparaíso. O vale central é a principal zona granjeira do país, ideal para hortas, vinhedos, o cultivo de cereais e a criação de gado.

O vale central do Chile começa na cidade de San Felipe. Esta zona fértil contêm perto do 70% da população total do país. Nesta região encontra-se Santiago, a capital, com quase um terço da população do país, e Valparaíso, o primeiro porto do Chile. O vale central é a principal zona granjeira do país, ideal para as hortas, os vinhedos e a criação de gado.

Mais para o sul aparece a chamada região do Bio Bio, a grande fronteira chilena de antanho, o lar dos indígenas mapuches e hoje zona de cereais e pastos. Embora seja acima de tudo uma zona rural, a maior parte da população mora nos centros urbanos, destacando Temuco e Concepción.

Para o sul do rio Toltén encontra-se o magnífico Distrito dos Lagos, maravilhosa paisagem de lagos e vulcões ativos coroados de neve. Ao sul de Porto Montt encontra-se o 30% do território chileno, povoado por pequena por centagem da população. A zona tem canais, lagos, ilhas e montanhas, com pradarias onde floresce grande indústria ovina. É terra de chuvas, tormentas e duros invernos. A maior ilha do Chile, Chiloé, alberga bosques entupidos e numerosas granjas pequenas.

Mais para o sul, a costa da Patagónia Chilena, um belo labirinto de fiordos onde grandes glaciares resvalam montanha abaixo para se prepcipitar no mar. A cidade mais meridional do país, Punta Arenas, fica no Estreito de Magallanes. Na margem contrária está a Terra do Fogo, dividida entre Chile e Argentina, onde as principais indústrias são a extração do petróleo e a criação de ovinos.

A Ilha de Navarino, separada da Terra do Fogo pelo Canal de Beagle, alberga Puerto Williams, o assentamento permanente mais meridional do mundo. O famoso Cabo de Hornos fica em uma das ermas ilhas mais para o sul.

Flora e Fauna

Os desertos do norte do Chile e as estepas de grande altitude, as imensas montanhas, os bosques antárticos e a extensa costa marítima possuim uma fauna e flora particulares, não familiar para a maioria dos visitantes, pelo menos aos do hemisfério norte. Para porteger esrtes entornos, a Corporação Florestal do Chile (CONAF) administra um amplo sistema de Parques Nacionais.

Para muitos, os Parques Nacionais do Chile são uma das principais razões para visitar o país. Um dos primeiros Parques Nacionales da Hispano América, de meados de 1920, foi o Parque Nacional Vicente Pérez Rosales no Distrito dos Lagos. Desde então o Estado tem criado muitos outros Parques e Reservas, administradas por CONAF, a maioria na Região Andina, mas não exclusivamente.

Os parques mais importantes são so seguintes:

Parque Nacional Lauca

No norte da região de Tarapacá, ao leste da cidade de Arica, este parque de 138.000 hectares oferece extraordinárias atrações naturais, incluindo vulcões ativos e dormidos, lagos de águas azuis com abundante vida ornitológica e amplas planícies, refúgio de forescentes populações de vicunhas.

Existem outras duas áreas protegidas adjantestes ao parque, muinos menos acesíveis, como as chamadas Reserva Nacional as Vicuñas e o Monumento Nacional Salar de Surire, onde aninham gigantescas colônias de flamingos.

Parque Nacional Pan de Azúcar

Estabelecido na costa desértica de Antofagasta e Atacama, pero da cidade de charañal, este parque de 43.000 hectares possui uma flora única na sua íngreme mas bela linha costeira, albergando principalmente pleicanos, lontras, pinguins e leões marinhos.

Parque Nacional de Rapa Nui

3.700 quilômetros ao oeste de Valparaíso fica Rapa Nui (nombe polinésio da Ilha de Páscoa) com suas gigantescas e enigmáticas estátuas. Apesar da distáncia é um dos detinos mais visitados do Chile.

Parque Nacional Volcán Isluga

Fica a 210 quilômetros de Iquique pelo caminho Iquique-Huara-Colchane. Rodeado de povoados como Mucomucone, Vilacoyo (com tradições da cultura aymara) e Isluga, cujo centro é a igreja construida no século XVI. Em toda a zona podem-se observar camélidos e emas.

Bosque Fray Jorge

Fica a 110 quilômetros ao sul de a Serena. Bosque úmido com árvores de folhas grandes, cipós e espécies parecidas às do sul do país. Quanto à fauna, pode-se observar raposas e grande variedade de aves como nambús, loicas e águias.

Arquipélago de Juan Fernández

Fica a 650 quilômetros das costas chilenas, frente à região de Valparaíso.

Conformado por três ilhas: Robinson Crusoé, Santa Clara e Alejandro Selkirk. É um dos lugares de maior interesse botânico do mundo, por possuir flora endêmica e flora nativa, como o lobo e o beija-flor vermelho de J. Fernández, um património científico. Conserva a categoria de Reserva Muindial da Biosfera.

Parque Nacional Vicente Pérez Rosales

Fica a 82 quilômetros de Puerto Montt.

Destacam os Saltos de Petrohué, onde existe um Sendero de Interpretação e o Lago de Todos os Santos ou Esmeralda, cuja navegação conduz a Peulla (perto da fronteira com a Argentina).

Parque Nacional Queulat

Fica a 70 quilômetros de Coihaique pela Estrada Austral.

Contém no seu interior a ventiosca dependurada com o mesmo nome, o Lago Risopatrón e a Lagoa Témpanos.

Alí é possível observar o menor cervo do mundo: o pudu.

Fonte: www.rumbo.com.br

Geografia do Chile

Estendendo-se por cerca de 4270 km (o maior litoral do mundo) das áreas desérticas do norte sul-glacial, o território tem uma largura média de 200 km, nunca superior a 350 km.

A paisagem é dominada pela cadeia longa dos Andes que se estende por toda a extensão do país, no planalto boliviano, no norte de Tierra del Fuego, no sul.

É limitada a oeste pelo Oceano Pacífico a leste pela Cordilheira dos Andes. Ele compartilha sua longa fronteira leste com a Argentina, e limitado no norte do Peru e da Bolívia.

O país também inclui a Ilha de Páscoa (3700 km a oeste), Juan Fernandez Ilha (700 km a oeste) e metade de Tierra del Fuego (com a Argentina).

Sua área total é de 756.621 km²

Geografia do Chile
Santiago

O Egito recebeu a denominação de "a dádiva do Nilo" a milênios. Baseado no mesmo raciocínio, o Chile merece o apelido de "a dádiva do Pacífico e dos Andes", por causa da grande influência que estes dois acidentes geográficos têm em seu clima, geologia, história, economia e cultura.

Apesar de ser um dos países mais "compridos" do mundo, com uma extensão superior a 4 mil quilômetros no sentido norte-sul, nenhum lugar desta nação dista mais de 80 quilômetros ou da Cordilheira ou do Oceano.

Geografia do Chile
Atacama

Devido à sua geografia única, o Chile tem uma grande variedade de paisagens: no norte está o deserto mais árido do mundo, o Atacama; no sul, os gelados fiordes, lagos, pampas e montanhas da Patagônia; e entre os dois, uma zona de clima mediterrâneo, onde se concentra a maior parte da população.

Com toda esta abundância de cenários, não surpreende que a maioria dos visitantes venha ao Chile em busca de sua natureza intocada, ou para a prática de esportes de aventura - e todos voltam para casa fascinados com o que encontram.

Geografia do Chile
Valparaíso

No entanto, o Chile é muito mais do que paisagens deslumbrantes: é também uma das economias mais desenvolvidas da América Latina, e oferece à sua população bons serviços públicos e uma elevada qualidade de vida, quando comparado à situação precária da maioria dos países vizinhos.

As cidades são organizadas e agradáveis, e os seus habitantes orgulhosos de preservar o passado europeu e indígena, e por isso muitas delas merecem uma visita.

Fonte: www.odysseysouthamerica.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal