Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Ciências Econômicas  Voltar

Ciências Econômicas

 

Ciências Econômicas - O que é

Ao fazer o curso de Ciências Econômicas, o discente desenvolve conhecimentos de teoria econômica, da história econômica e de métodos quantitativos, que lhe possibilitam a compreensão dos aspectos socioeconômicos das sociedades modernas.

No futuro o profissional poderá exercer suas atividades tanto no setor público quanto no setor privado, atuando em áreas como:

Análises de mercado e de conjuntura
Elaboração e avaliação de projetos
Gestão privada nos setores produtivo, comercial e financeiro
Gestão e planejamento público
Pesquisa teórica e empírica relacionada a fenômenos econômicos.

O Bacharel em Ciências Econômicas poderá trabalhar como:

Profissional liberal
Prestando serviços a empresas e ao setor público
No sistema financeiro
No sistema tributário nos órgãos de planejamento
Orçamento e execução financeira da União
Dos estados e municípios
Em assessorias públicas ou privadas
Na sua própria empresa.

Juramento

“Perante Deus eu Juro fazer da minha profissão de Economista um instrumento não de valorização pessoal, mais sim utilizá-lo para promoção do bem estar social e econômico de meu povo e minha nação, cooperar com o desenvolvimento da ciência econômica e suas aplicações, observando sempre os postulados da ética profissional.”

Símbolo do Economista

Ciências Econômicas
Símbolo do Economista

Ciências Econômicas - Economista

O Economista é o profissional que estuda fatos históricos, dados e estatísticas a fim de detectar tendências na atividade econômica, níveis de confiança na economia e atitudes do consumidor.

Essas informações são acessadas por meio de avançados métodos de análise estatística, matemática e programação, e também por meio de análises históricas, e dão base para recomendações de como encontrar maneiras para melhorar a eficiência de um sistema ou obter vantagens de tendências assim que se estabelecem.

Ele ajuda a construir, a ampliar e a preservar o patrimônio de pessoas, empresas e governos e desenvolve planos para a solução de problemas financeiros, econômicos e administrativos nos diversos setores da atividade econômica.

Há registro de economistas ou pensadores do que se convém chamar economia ou ciências econômicas desde a Antigüidade, como Aristóteles, em sua obra "Política", ou o indiano Chanakya, primeiro-ministro na Índia entre os séculos IV e III a.C. Porém, o britânico Adam Smith (1723-1790), autor de "Uma investigação sobre a natureza e a causa da riqueza das nações", é considerado o pai da economia moderna.

A profissão de economista foi regulamentada no Brasil em 1951, com o Lei n° 1.411. Para ser economista, é necessária a formação superior em bacharel em Ciências Econômicas, bem como ser registrado em um dos Conselhos Regionais de Economia.

Ciências Econômicas - Função

A principal função do Economista é analisar o ambiente econômico, examinar projetos para verificar a viabilidade econômica e elaborar planos econômicos para empresas e instituições tais como o governo. Dinamismo é uma das característica mais importantes do profissional de Economia, ele deve sempre estar atento para as variações do mercado financeiro, já que boas oportunidades no mercado passam muito rápido.

Quanto a especialização o economista pode atuar em 2 áreas: Macroeconomia e Microeconomia, a diferença entre estes dois ramos da economia está basicamente na amplitude que tratam.

A Macroeconomia leva em conta o contexto de grandes regiões tais como zonas metropolitanas, estados ou países, tratando uma grande quanidade de dados estatísticos, sobre grandes mercados. Já a Microeconomia é mais restrita, levando em conta detalhes mais precisos sobre regiões menores, mercados restritos ou empresas.

Grade Básica do Curso de Economia

Introdução à Economia
Estatística
Introdução às Ciências Sociais
Cálculo
Instituições de Direito
Matemática Financeira
Contabilidade
Análise de Balanço
Análise do Mercado Financeiro
Sistemas Econômicos

Aspectos Favoráveis da Carreira em Economia

Com o crescimento econômico atual do Brasil e crescimento das exportações, boas oportunidades tem aparecido para os profissionais de economia, principalmente em instituições financeiras tais como bancos privados que estão ajudando a financiar este crescimento e também no governo.

Aspectos Desfavoráveis da Carreira em Economia

O aspecto desfavorável da profissão de economista é a necessidade constante de atualização, tanto atualização teórica, quanto atualização no que diz respeito a situação econômica. Outro aspecto negativo é que muitas vezes o economista sofre grandes cargas de cobrança, principalmente quanto ele está trabalhando com análise de investimentos.

Ciências Econômicas - Curso

Perfil do curso

O curso de graduação em Economia da UERJ proporciona ao estudante uma formação que o habilita a exercer a profissão nos vários segmentos do mercado de trabalho, seja em empresas privadas ou públicas, nas áreas de estudos econômicos e financeiros, assessoria, consultoria e planejamento.

O curso caracteriza-se pela solidez na formação em Teoria Econômica e pela flexibilidade com diversas cadeiras eletivas que possibilita aos alunos escolher e explorar melhor suas potencialidades individuais.

Perfil do profissional

Raciocínio abstrato, habilidade numérica, capacidade de análise e síntese, criatividade, capacidade de observação e interpretação objetiva de fatos e dados complexos, além de interesse por finanças, mercado financeiros e de capitais.

Área de Atuação

Em empresas privadas ou públicas, nas áreas de estudos econômicos e financeiros, assessoria, consultoria e planejamento. Trabalham também em bancos, companhias de seguro, indústrias, comércio em geral e institutos de pesquisa econômica.

Ciências Econômicas - Economia

É o estudo do uso pelo homem dos recursos existentes para a produção de bens e materiais bem como a sua acumulação e distribuição na sociedade. É o profissional que tem a responsabilidade de planejar e executar as ações que visem solucionar problemas de ordem financeira, econômica e administrativa.

Acompanha as variações do mercado financeiro, e tudo aquilo que diga respeito à Economia do país para de posse dos dados ter condições de viabilizar projetos comerciais e empresarias.

Pode trabalhar em duas áreas distintas: Macroeconomia e Microeconomia.

Em questões de amplitude como problemas e atividades econômicas do país, de uma região ou comunidade é a área de Macroeconomia. Já em Microeconomia os estudos são em escala reduzida e estão restritos a uma empresa ou mercado específico. Em tempos de globalização exige-se cada vez mais pesquisa, atualização e agilidade na tomada de decisões.

Currículo Básico

Matemática Financeira,
Estatística,
Contabilidade,
Introdução às Ciências Sociais,
Introdução à Economia,
Instituições de Direito,
Contabilidade e Análise de Balanço.

Aptidões Desejáveis

É preciso habilidade matemática, espírito empreendedor e capacidade de análise e avaliação. E também, deverá ter interesse por questões sociais, organização, objetividade e liderança. Além de conhecimentos de Informática e língua estrangeira.

Especializações possíveis

Avaliação de Projetos,
Comércio Internacional,
Economia Agrícola,
Economia Financeira,
Economia de Recursos Humanos,
Economia do Trabalho,
Economia Urbana,
Macroeconomia e Teoria Econômica.

Campos de Atuação

Órgãos públicos,
Empresas privadas,
Empresas de planejamento,
Assessorias,
Consultorias,
Instituições de Pesquisa e Financeiras,
Bancos.

Ciências Econômicas - Atuação

Estuda a utilização dos recursos disponíveis para a produção e distribuição de bens e mercadorias entre os indivíduos e a sociedade.

Estuda as relações econômicas entre os diversos setores sociais e propõe políticas econômica, cambial e financeira do governo.

Desenvolve planos para a solução de problemas financeiros, econômicos e administrativos em qualquer ramo da atividade humana, seja na agricultura, no comércio, na indústria e no setor de serviços.

Atua tanto em empresas privadas quanto em institutos e órgãos públicos, municipais, estaduais e federais.

CAMPO DE TRABALHO

Comércio Internacional: Planejamento da estratégia de transações comerciais entre empresas de diferentes países; estudo das oportunidades de exportação e importação e das tendências dos mercados nacional e internacional.
Economia Agroindustrial:
Análise e planejamento das atividades produtivas de empresas agropecuárias e suas relações com outros setores da economia.
Economia Urbana:
Estudo de soluções para os problemas das cidades levando em consideração as necessidades e o perfil da população.
Finanças Públicas:
Definição das políticas econômicas de um país, estado ou município. Busca o equilíbrio entre a receita e a despesa visando a previsão dos efeitos sociais de medidas econômicas.
Recursos Humanos e do Trabalho:
Análise dos diferentes aspectos do mercado de trabalho incluindo dados como taxa de desemprego, massa salarial. É também responsável pela elaboração de planos de cargo e de salário em empresas privadas.
Sistema Financeiro:
Elaborar e analisar a viabilidade de projetos e de créditos de uma firma. Pode atuar nos setores de planejamento e controle financeiro de empresas, bancos e outras instituições.
Tecnologia e Desenvolvimento:
Estudo dos impactos econômicos da introdução de novas tecnologias e produtos no mercado. Faz também estudos sobre projetos industriais e urbanos levando em consideração a questão do meio ambiente.

Regulamentação: Decreto 31794 de 13/08/1951. Para exercer a profissão, é obrigatório o registro no Conselho Regional de Economia (CRE).

Duração: 4 anos e inclui a apresentação obrigatória de uma monografia para conclusão do curso.

Conteúdo: O curso dá ao aluno uma visão abrangente das principais questões ligadas à sociedade e o currículo inclui disciplinas das áreas de Ciências Humanas e Exatas, entre as quais Matemática Financeira, Estatística, Contabilidade, Ciências Sociais, Formação Econômica do Brasil, Desenvolvimento Socioeconômico e Macroeconomia.

Titulação: Bacharel em Ciências Econômicas ou Economista.

Ciências Econômicas - Profissão

As Ciências Econômicas formam um conjunto de conhecimentos que está profundamente associado às questões sociais, políticas e culturais.

Entretanto, é preciso saber que a formação em Ciências Econômicas passa fortemente pelo domínio dos métodos quantitativos, com uma grande exigência de Estatística e de Matemática, além do estudo das teorias econômicas e da história da economia.

O economista deve buscar respostas a perguntas que movem, ao mesmo tempo, políticas e planos econômicos de governos, decisões empresariais e conversas cotidianas.

O agravamento das crises econômicas em todo o mundo, com reflexos visíveis nas relações sociais, mostrou que a economia é um assunto que interfere tanto no dia-a-dia das famílias quanto nas relações entre os países.

As pessoas querem entender por que um país cresce ao longo dos anos e outro não, o que faz subir ou baixar as taxas de desemprego ou o que possibilita que empresas cobrem mais caro por um produto. Indagações como estas são também o pano de fundo das preocupações dos economistas.

Tipos de Curso

a) Nível Superior

Bacharelado

Duração de 4 anos, com apresentação de monografia ao final do curso. O bacharelado em economia combina conhecimentos técnicos em matemática e cálculos com elementos históricos e sociológicos, facilitando o entendimento do desenvolvimento social do Brasil e do mundo através dos tempos. Prepare-se para ler muito, inclusive muitos textos em língua estrangeira.

O currículo dos cursos costuma conter as seguintes matérias: ciência política, sócio-economia, história do pensamento econômico, economia internacional, economia marxista, elaboração e análise de projetos, política e planejamento econômico, teoria micro e macro econômica, técnicas de pesquisa em economia, entre outras.

b) Nível médio

Curso Técnico

Duração de 1 a 3 anos. Os cursos técnicos na área de ciências econômicas tem as especializações em “Economia Doméstica”, Informática aplicada à área econômica, entre outras, e podem ter curta duração, 1 ano, em caso de especialização, ou até 3 anos, em caso de curso profissionalizante do ensino médio.

Mercado de Trabalho

O campo de trabalho para o economista é variado, pode ser em órgãos públicos; empresas de planejamento, de assessoria e consultoria de projetos; institutos de pesquisa; instituições financeiras; indústrias em geral. Cumprindo disciplinas pedagógicas, poderá exercer também, o magistério do Ensino Fundamental e Médio, em disciplinas correlatas ao curso de Economia e, até mesmo, atuar como professor universitário.

O Bacharel em Ciências Econômicas poderá atuar no planejamento econômico, financeiro e administrativo; pesquisar e analisar o mercado, os preços, a renda nacional, a conjuntura econômica, o desenvolvimento, o custo de vida e o salário; efetuar perícias e avaliações econômicas; determinar o nível ideal de produção; fixar preços de venda e apropriação de custos; prestar assessoria de economia e finanças, visando sempre o aumento de produtividade e rentabilidade do patrimônio ou dos serviços em âmbito público e privado.

Os cursos de pós-graduação na área de Ciências Econômicas oferecem uma vasta gama de especializações em diversos nichos do mercado de trabalho para o economista, qualificando-o, também, à docência no ensino superior.

Ofertas de Emprego

O número de postos de trabalho na área de Economia cresce em todas as capitais brasileiras, apesar de existir uma concentração no eixo Rio-São Paulo, sendo que as empresas privadas abrem mais vagas do que as públicas, principalmente as do setor financeiro, responsável por um terço das contratações.

Além disso, há uma boa expectativa de aumento na ofertas de emprego na área de economia para os próximos anos nos setores de comércio exterior, crédito e desenvolvimento sustentável.

Este profissional poderá encontrar boas colocações também no setor público, nas prefeituras municipais, ministérios e secretarias, Bancos estatais, e Instituições de pesquisa econômica, que contratam, geralmente, através de concurso público. Além disso, os pós-graduados podem dar aulas em universidades.

Fonte: www.site.uft.edu.br/www.fea.usp.br/www.cursocerto.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal