Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Ciências Sociais  Voltar

Ciências Sociais

 

Ciências Sociais - O Profissional

Esse cientista estuda e explica fenômenos sociais, como as migrações, os movimentos culturais, as organizações políticas, etc.

Ele estuda e pesquisa a origem, a evolução, as mudanças e a influência que certos fenômenos exercem sobre uma sociedade. Um exemplo, o estudo sobre as mudanças culturais que os italianos provocaram no Brasil.

Ele observa, analisa e interpreta costumes e hábitos sociais. Verifica a relação entre o ambiente, o indivíduo e os diferentes grupos sociais.

Pensar a Sociedade e o Homem

Analisar a sociedade e ter compromisso com as soluções dos problemas de ordem social, além do gosto pela leitura. Estes são os principais requisitos exigidos ao estudante de Ciências Sociais. Quem se matricula neste curso, ofertado nas modalidades de bacharelado e bacharelado e licenciatura, deve ter interesse em estudar os processos sociais, políticos e culturais desde os ocorridos em sociedades pré-letradas até os da atualidade.

Também é necessária uma boa dose de curiosidade intelectual, gosto pelo raciocínio abstrato e, principalmente, facilidade para articular conceitos com situações concretas da realidade, capacidade em expor, por escrito e em forma oral, suas idéias a partir do estudado em sala de aulas e leituras complementares. ”O aluno precisa ter uma postura crítica em relação à realidade política e cultural que o cerca e, ao mesmo tempo, curiosidade intelectual para analisar os fenômenos e produzir os trabalhos de uma perspectiva científica”, diz o coordenador Sérgio Soares Braga.

Implantado na UFPR em 1938, o curso de Ciências Sociais é baseado em três áreas principais: a Sociologia, a Antropologia Social e a Ciência Política.

De acordo com o coordenador, o perfil do cientista social é o de um especialista na temática social, antropológica e política. A carreira de sociólogo interessa àqueles que têm interesse na pesquisa científica das realidades sociais, culturais e institucionais dentro de uma perspectiva crítica. “O papel do cientista social tem sido extremamente importante na análise da sociedade brasileira, um dos mais interessantes laboratórios sociais do mundo, com sua diversidade, dilemas e contradições”, explica o coordenador. Além dos três eixos, o currículo oferece um conjunto de disciplinas humanísticas – filosofia, história, economia – bem como um conjunto de disciplinas metodológicas.

O bacharelado forma o profissional que poderá atuar como pesquisador em empresas especializadas, órgãos públicos e organizações não governamentais. Pode também trabalhar com consultoria em um dos eixos de conhecimento, bem como atuar na área de gestão de políticas públicas. Para o aluno que optar pela licenciatura e bacharelado, além do trabalho monográfico, deverá cumprir disciplinas pedagógicas, que o habitará ao magistério no ensino médio.

O trabalho do profissional em ciências sociais exige curiosidade intelectual sobre os fenômenos que ocorrem na sociedade, podendo escolher desde os estudos voltados às culturas, os grupos humanos em geral e às relações de poder. Tanto pode estudar grupos indígenas, acompanhando o seu dia-a-dia, passar por trabalhos sobre práticas religiosas, estudar séries estatísticas sobre o mercado de trabalho no Brasil, analisar grupos políticos, sindicais ou partidários, bem como os mais recentes fenômenos da mídia, os comportamentos de grupos juvenis, as questões de gênero, assim como as relações entre os grupos sociais e o meio ambiente, por exemplo.Para uma melhor formação, é importante o conhecimento de inglês e, se possível, mais uma outra língua, ter noções de informática e acompanhar os eventos científicos da área.

A profissão

O cientista social estuda os fenômenos sociais, como as migrações ou as eleições, suas origens e conseqüências. Pesquisa e analisa costumes e hábitos de sociedades, verifica as relações entre os indivíduos, famílias e outros grupos e as reações a fatos, momentos, produtos e comportamentos. Para isso, analisa e interpreta pesquisas de opinião. Também pode ajudar no planejamento e na assessoria de organizações que atuam nas áreas de saúde, educação, habitação, ambiente e recursos humanos, por exemplo, e dar aulas no ensino fundamental, médio e superior.

Características que ajudam na profissão

Como é uma carreira voltada para pesquisa e estudos o Cientista social deverá ter capacidade para interpretar dados, ser objetivo, capacidade de concentração, exatidão, ser meticuloso e gostar de ler.

Características desejáveis:

capacidade de análise
capacidade de comunicação
capacidade de observação
curiosidade
espírito de investigação
facilidade de expressão
gosto pela pesquisa e pelos estudos
gosto pelo debate
habilidade para escrever
interesse pela leitura
interesse por temas da atualidade
raciocínio abstrato desenvolvido
raciocínio lógico desenvolvido

Mercado de Trabalho

O campo de atuação para o cientista social oferece diversas perspectivas para profissionais bem preparados, com criatividade e talento. Desde as áreas clássicas de ensino e pesquisa até o terceiro setor ONGs – Organizações Não Governamentais, organizações internacionais, passando pelo Estado, pelas pesquisas de opiniões, pelas empresas em setores aplicados nos segmentos de recursos humanos, de pesquisa social e nas partes que demandam o conhecimento de realidades sociais, antropológicas e políticas. Esse trabalho pode ser feito na forma de contrato formal de trabalho ou de consultoria independente. É comum ser exigido o curso de mestrado.

As áreas de atuação do sociológo são tão diversas como a sua formação. Em campanhas eleitorais, o conhecimento do cientista social é valioso. Outra área de atuação está na assessoria a grandes movimentos sociais ou a pequenas comunidades religiosas, por exemplo. Já o mercado de trabalho para professores de Sociologia no Ensino Médio tem sido ampliado nos últimos anos.

“Cada vez mais está se buscando um profissional que saiba gerenciar conflitos e se colocar em relação ao que ocorre no mundo globalizado”, conclui o coordenador. Embora o potencial do mercado de trabalho seja grande, a profissão ainda é confundida com outras, devendo os alunos do curso buscar se inserir nas discussões para tornar obrigatória a disciplina no ensino médio, bem como atuar em sintonia com o Sindicato de Sociólogos para a abertura de novas vagas em empresas públicas e privadas. Quem faz o curso de Ciências Sociais pode pedir o registro junto à Delegacia Regional do Trabalho como Sociólogo, o que o habilitará a disputar este cargo em concursos.

Duração: 4 anos

Ciências Sociais - Áreas

As Ciências Sociais reúnem em três áreas os conhecimentos científicos e técnicos voltados para o entendimento e a compreensão da sociedade em todos os aspectos.

As áreas que a compõe são: Antropologia, Ciências Políticas e Sociologia. Cada especialização se dedica a uma área.

O Cientista Político atua na investigação da teoria e prática de instituições e sistemas políticos.

Já o Antropólogo se dedica ao estudo dos grupos humanos e suas relações sociais, a origem e a evolução de espécie humana.

E o Sociólogo trabalha na elaboração de pesquisas para compreender grupos sociais, instituições ou a sociedade como um todo.

Currículo Básico

História Econômica, Política e Social – Geral e do Brasil, Metodologia e Técnica de Pesquisa, Geografia Humana e Econômica e Estatística.

Aptidões Desejáveis: Como é uma carreira voltada para pesquisa e estudos o Cientista social deverá ter capacidade para interpretar dados, ser objetivo, capacidade de concentração, exatidão, ser meticuloso e gostar de ler.

Especializações possíveis: Antropologia, Ciência Política e Sociologia.

Campos de Atuação: Órgão Públicos, Institutos de Pesquisa, Universidades.

Ciências Sociais - O que faz

Estuda as origens, evolução, estrutura, funcionamento e relações internas e externas dos diferentes grupos humanos. Verifica tanto as relações entre o indivíduo e o meio que o cerca quanto entre os diferentes grupos da sociedade. Suas atividades incluem, ainda, pesquisas de comportamento e de opinião pública e a análise e interpretação dos seus resultados.

CAMPO DE TRABALHO

Antropologia: Estudar as origens e a evolução do homem tomando por base suas características biológicas e culturais. É uma atividade que engloba pesquisas de campo para levantamento de dados sobre as populações estudadas.
Ciência Política:
Pesquisa e análise das instituições e sistemas políticos, partidos e das relações internacionais.
Sociologia:
Estudo das relações entre os membros de uma determinada comunidade. O sociólogo visa encontrar explicações para os fenômenos e as mudanças na sociedade.
Ensino:
Lecionar em escolas de primeiro e segundo graus.
Regulamentação:
Decreto 89531 de 05/04/1984. Para exercer a profissão, é necessário registro no Ministério do Trabalho.

Duração: 4 anos, com a apresentação obrigatória de uma monografia para conclusão do curso.

Conteúdo

Gostar de ler é uma das principais características do aluno do curso de Ciências Sociais. A maior parte das aulas é dedicada à leitura e análise de livros, documentos oficiais, registros históricos e textos de imprensa. O currículo inclui disciplinas como História, Geografia, Economia, Psicologia, Filosofia e Estatística.

O aluno pode optar pelas habilitações em Antropologia, Ciência Política ou Sociologia.

Titulação: Bacharel em Ciências Sociais ou Cientista Social.

A Profissão de Ciências Sociais

O Profissional Cientista Social pode optar por 3 áreas para sua especialização, estas que anbrangem o entendimento da sociedade, compreendendo as características que a fundamenta.

Temos a Antropologia como estudo do homem, as Ciências Políticas para estudo dos sistemas políticos e a Sociologia para o entendimento da sociedade. São estas as bases do Curso de Ciências Sociais.

O Curso

O estudante desse curso precisa ter preocupação constante com os problemas contemporâneos. Precisa ler muito, ler tudo, desde documentos oficiais, artigos de jornais e revistas, livros especializados na área ou não. Só muita leitura é que desenvolve a capacidade de interpretação da realidade.

O curso tem a duração de quatro anos. Entre as disciplinas do currículo: estatística, antropologia, geografia humana e econômica, história política e social, economia, metodologia, técnica de pesquisa, sociologia.

Grade Básica do Curso de Ciências Sociais

História do Brasil
Metodologia e Técnicas de Pesquisa
Geografia Humana
Estatística
Sociologia
Filosofia
Ciência Política
Psicologia
Antropologia

Pontos Positivos da Profissão de Ciências Sociais

Há um crescente aumento das oportunidades de emprego para o profissional da área de Ciências sociais, sobretudo no ramo de projetos na educação, saúde, transporte e na popularização das iniciativas de desenvolvimento sustentável.

Pontos Negativos da Profissão de Ciências Sociais

Apesar da grande área de atuação desta profissão, e consequentemente sua abrangência, o profissional ainda enfrenta certas dificuldades no amadurecimento de sua carreira. É aconselhável cursos de especialização para obter crescimento e reconhecimento profissional.

Ciências Sociais - Profissão

Ser um cientista social é antes de tudo ter um estilo de vida devotado ao conhecimento, a relativização e a crítica do que é próprio às sociedades. As pesquisas desenvolvidas pelos cientistas sociais motivam a curiosidade pela vida social, a paixão pelos saberes que formam as sociabilidades e um estilo crítico na observação dos mecanismos culturais e políticos.

A moderna perspectiva do cientista social, como analista da temática social e política, está vinculada à unidade das concepções teóricas desenvolvidas e aperfeiçoadas através de pesquisas empíricas, visando o avanço da compreensão científica da sociedade e dos seus elementos formadores.

O cientista social reflete sobre as causas sociais da violência urbana, analisa as relações entre o empresariado e o poder do Estado. Esse profissional também versa sobre os movimentos sociais rurais e populares, tecendo considerações sobre a relação do desenvolvimento social com o meio-ambiente e a moderna urbanização.

Tipos de Curso

a) Nível Superior

Bacharelado

Duração de 4 anos, sendo que algumas instituições exigem a apresentação de uma monografia de conclusão do curso. Os currículos dos cursos de bacharelado são constituídos por disciplinas básicas até o segundo ano como antropologia, sociologia e ciência política, história, geografia, filosofia, economia e psicologia. No terceiro ano o aluno deve optar por uma das três principais áreas de concentração e escolher as matérias optativas que vai cursar. Algumas escolas, porém, oferecem habilitações específicas para algumas áreas como Sociologia ou Ciência Política que são escolhidas ainda na fase do vestibular.

b) Nível Superior

Licenciatura

Os licenciados de Ciências Sociais têm uma formação que atenta para o papel fundamental das ciências humanas no resgate da identidade da instituição escolar, passando por um amplo processo de reflexão e transformação de seus agentes, isto é, alunos, professores, funcionários e a comunidade local. Muito semelhante ao currículo do bacharelado, o currículo do curso de licenciatura abrange também matérias relacionadas à prática do ensino, habilitando os graduados a ministrar aulas no ensino médio.

Mercado de Trabalho

O setor de planejamento urbano está em franca ascensão devido à modernização da sociedade e ao intenso processo de urbanização, onde este profissional vai elaborar diagnósticos sócio-econômicos auxiliando nos processo de gestão urbano-ambiental.

O bacharel em Ciências Sociais também realiza, projeta, interpreta ou coordena pesquisas, visando à compreensão da dinâmica dos grupos sociais, instituições ou a sociedade. Assim como pode assessorar organizações e atuar em instituições de nível médio e superior, entre outras atividades em diferentes áreas como Ciência Política, Antropologia, Sociologia.

Na área de Ciência Política este profissional vai analisar os sistemas e partidos políticos do país, a relação entre as nações, assessorar parlamentares e auxiliar na definição de políticas públicas.

Pela via antropológica, o profissional estuda a evolução das sociedades, dos indivíduos, sua cultura e suas origens, analisando as transformações ocorridas em virtude da interação entre os diversos grupos sociais, étnicos e culturais.

Na área de Sociologia, analisa a estrutura e a dinâmica das sociedades e suas relações buscando o entendimento sobre as transformações nas organizações a partir dos processos históricos.

Ofertas de Emprego

Atualmente, as melhores oportunidades de emprego para o profissional em Ciências Sociais está no setor público, onde este profissional vai atuar em projetos de saúde, educação, transporte, meio ambiente, urbanização e desenvolvimento sustentável, sendo que estes postos de trabalho estão espalhados por todos o país.

Os maiores empregadores do setor são as prefeituras e as secretarias estaduais e municipais, que costumam contratar por concurso, mas o profissional pode atuar neste também como consultor independente ou ligado a empresas privadas.

O cientista político conseguirá boas colocações no âmbito da assessoria sindical, governamental e de relações internacionais, sendo que estes postos de trabalho estão concentrados nas grandes cidades do país.

Como pesquisadores esses profissionais também poderão encontrar boas colocações em instituições públicas de esporte, lazer e turismo, coletando e interpretando dados que serão usados na elaboração de estudos sociais.

Os cientistas sociais também estão aptos a coordenar projetos de desenvolvimento social, como jornadas profissionalizantes e programas de cidadania. Para os pós-graduados há, ainda, a opção de lecionar no ensino superior.

Fonte: www.ufpr.br/www.uerj.br/www.cursocerto.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal