Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Deuses Egípcios  Voltar

Deuses Egípcios

 

Anúbis

Anúbis era o deus dos mortos e das necrópoles (cidades dos mortos), tinha ligações com os processos de mumificação. Dizem que foi a primeira múmia do Egito e foi daí que surgiu o modelo que foi usado posteriormente nas múmias.Era representado tanto como um homem com cabeça de chacal ou como um chacal de fato. Essa associação com o chacal ocorre, pois os chacais eram animais comuns na áreas das necrópoles.

Amon

Amon era considerado o rei dos deuses, muitas vezes era associado ao deus Rá (ou Ré) formando assim o deus Amon-Rá considerado o deus que traz o sol e a vida ao Egito. Era representado com a forma de um homem em túnicas reais com duas plumas no cabelo. O deus Amon era acompanhado de sua mulher Mut (representada num corpo de mulher mas com cabeça de abutre ou coroas).

Ápis

Boi com marcas na pele e disco solar entre os chifres, ou cabeça de boi; ligado a Ptah; sepultura em Saqqara.

Anúkis

Coroa branca ladeada de dois chifres de gazela.

Atum

Em Heliópolis, Atum era considerado o rei de todos os deuses, aquele que criou o universo. Era representado como um rei, ou menos freqüentemente como uma serpente usando as duas coroas do alto e do baixo Egito

Bastet

Bastet era a deusa da guerra, tinha uma profunda relação com a deusa Mut e com Sekhmet. Era representada como uma mulher com cabeça de gato ou cabeça de leoa. Os gatos no antigo Egito tinham um significado muito importante, sendo idolatrados como deuses, e a deusa Bastet é uma mostra desse fascínio que os gatos exerciam nos povos do Antigo Egito.

Bés

Bés era o deus da família e das mulheres grávidas, protegia as pessoas do mau olhado e dos espíritos ruins, sendo muito adorado pelo povo e em muitas casas onde iria acontecer um parto se via sua figura desenhada sobre a cama da mulher grávida Era representado como um anão com rosto em forma de máscara e muitas vezes com coroas de penas e juba de leão.

Hator

Hator é uma das deusas mais veneradas do Egito, é a deusa das mulheres, dos céus e da necrópole de Tebas. Ela também era venerada pois trazia a felicidade e era chamada de "dama da embriaguez" e muito celebrada em festas.
É representada como uma mulher com chifres de vaca e um disco solar sobre sua cabeça, ela também pode ser representada com a forma de vaca ou simplesmente com a cara de uma vaca.

Harpócrates

Criança nua com dedo na boca, madeixa de cabelo lateral: membro da enéade de Heliópolis; filho de Osíris e Ísis.

Harsaphes

Cabeça de carneiro ou forma de carneiro: adquiriu importância durante o 1º período intermediário quando Heracleópolis era a capital norte do Egito; intimamente ligado a Rá, Osíris e Amon; Ihnasya el-Medina.

Hórus

Hórus era o deus do céu, representava as forças da ordem triunfando contra a desordem. Filho de Osíris e Ísis lutou contra Sth, o deus da desordem, e ao se levantar triunfante ganhou o direito de governar o trono egípcio. Sua manifestação na Terra é na forma dos faraós, é daí que parte o estado divino em que os faraós se apoiavam para governar as terras do Egito Antigo. Sua representação divina era de um homem com cabeça falcão, ou então apenas um falcão, sendo ele o deus mais importante do panteão egípcio.

Imhotep

Imhotep, o auxiliar do faraó Djeser foi um homem de feitos notáveis, grande perito nas artes da medicina também foi responsável pela criação dos maiores monumentos egípcios, as pirâmides. Após sua morte Imhotep foi divinizado pelas suas obras e foi considerado filho de Ptah com uma mulher. Imhotep é o patrono dos escribas, curadores, sábios e mágicos.

Ísis

A deusa mais popular do Egito, Ísis representa a magia e os mistérios de todo Egito. Foi mulher de Osíris, e quando ele foi destruído, ela partiu pelo Egito em busca dos pedaços de seu amado e o traz de volta a vida com a ajuda de Anúbis para poder gerar seu filho , Hórus. Ela também representa a mãe perfeita em sua dedicação. É representada como uma mulher que costuma carregar inscrito sobre sua cabeça os hieróglifos referentes ao seu nome.

Khnum

Carneiro ou cabeça de carneiro.

Khons

Madeixa de criança, por vezes com crescente lunar, freqüentemente mumiforme.

Geb, Shu e Nut

Membros da enéade de Heliópolis; divindades da terra (Geb), do ar e da luz (Shu) e dos céus (Nut).

Maát

É a deusa da justiça, representa o equilíbrio e a harmonia do universo da maneira que ele foi criado. É a guardiã dos tribunais. É representada como uma mulher humana que traz em sua cabeça uma pluma de um avestruz.

Min

Gorro com duas plumas e fita, mumiforme e ictifálico, braço direito levantado com chicote: originalmente venerado sob a forma de objeto não identificado; deus da fertilidade; patrono do deserto oriental; Qift, Akhmim.

Montu

Muitas vezes com cabeça de falcão, disco solar e duas plumas: deus da guerra; ligado ao boi Buchis de Armant; Amant, mas também Carnaque, Tod, Nag el-Madamud.

Mut

Adorno de cabeça em forma de abutre ou coroas (branca ou dupla), também com cabeça de leoa.

Néftis

É irmã de Ísis, e mulher de Seth. Néftis é uma deusa guardiã e ajudou Ísis a colher os pedaços de Osíris quando Seth o destruiu. Também ajudou Ísis a trazer Osíris de volta a vida. Da mesma forma que Ísis, ela é representada como uma mulher que traz em sua cabeça hieróglifos inscritos com o seu nome.

Neith

Neith é a deusa mais antiga citada pelos textos egípcios, o que pode significar que ela foi protetora do Baixo Egito antes da unificação do país. Neith é a deusa da guerra e da caça, muitas vezes relacionada em companhia da divindade guardiã Sobek (representado com a forma de um homem e cabeça de crocodilo).

Neith é representada com a forma de uma mulher usando uma coroa vermelha (do Baixo Egito) e duas setas cruzadas e um escudo na cabeça (que também podem ser empunhados em suas mãos).

Osíris

Osíris é o irmão de Seth e marido de Ísis, é o filho primogênito de Geb (a terra) e Nut (o céu) e por isso teve o direito de governar o trono do Egito, mas seu irmão, Seth, por inveja destrui Osíris e espalhou por todo o Egito os pedaços de Osíris. Ísis e Néftis procuram pelo o Egito os seus pedaços e o trazem de volta a vida com a ajuda de Anúbis. Por fim ele e Ísis geram um filho, Hórus. Enquanto seu filho reina e comanda o mundo dos vivos, Osíris assumiu o comando do mundo subterrâneo e julga os mortos. É representado em forma de múmia, com uma coroa branca e com plumas e chifres.

Ptah

Ptah é o deus criador, patrono das artes e dos artificies. É conhecido como o criador das artes, e é muito venerado pelos artesãos. Tem como esposa a deusa Sekhmet e os dois tiveram um filho chamado Nefertem. Tem forma de múmia e carrega em sua cabeça uma calota.

Rá (também conhecido com Ré) é o deus sol e guardião da cidade de Heliópolis (que em grego significa a cidade do sol). Quando desaparece no entardecer do horizonte ele é Atum.
Tem a representação de um falcão que clareia a Terra durante o dia.

Satis

Adorno de cabeça com penas.

Sekhmet

Sekhmet é a deusa da cólera, muito temida pois poderia trazer pestes, destruição e morte para o Egito. Os egípcios a veneram em tempo de guerra para ajudá-los nos combates. Sekmet é a mulher de Ptah e mãe de Nefertem.
É representada como uma mulher com cabeça de leão coroada com um disco solar.

Seth

Seth é um deus imprevisível e caótico, por isso representa os elementos do caos e do deserto. Luta com todas as suas forças contra os inimigos do sol e sempre apoia os faraós, mas em seus momentos caóticos nunca se pode Ter certeza de suas ações, com quando em um momentos de ciúmes e fúria ele ataca e destroi seu irmão, Osíris, e depois caça incansavelmente Hórus. É representado com a cabeça de um animal até hoje não identificado, ou então como o animal em si.

Sobek

Crocodilo ou cabeça de crocodilo; Fayum, mas também el-Mahamid el-Qibly, perto de El-Rizeiqat (Sumenu), Gebelein, Esna e Kom Ombo.

Taweret

Forma composta de hipopótamo e mulher, com patas de leão e cauda de crocodilo, protetora das mulheres grávidas.

Thot

Thot é um deus sábio, que representa os aspectos da escrita e da contagem entre outras ciências. É representado como um homem com cabeça de íbis, ou com um babuíno.

Deuses

Os Antigos Egípcios acreditavam que os Deuses tinham as mesmas necessidades e desejos comum aos homens. Os Deuses eram representados na forma humana, na forma animal e numa mistura de homem e animal. Haviam inúmeros Deuses, sendo inevitável as rivalidades e as contradições. Doze dos principais Deuses são apresentados abaixo:

Deuses Egípcios
sis

Ísis, esposa e irmã de Osíris, era dotada de grandes poderes mágicos. Protegia as crianças o que fazia dela a mais popular das Deusas.

Deuses Egípcios

Rá, Deus-sol de Heliópolis, tronou-se uma divindade do estado na Quinta Dinastia. Era o criador dos homens e os egípcios denominavam-se "O Rebanho de Rá".

Deuses Egípcios
Anúbis

Anúbis, Deus-chacal da mumificação, assistia os ritos com os quais um morto era admitido no além-túmulo. Empunha o cetro divino usado pelos Deuses e pelos Reis.

Deuses Egípcios
Hátor

Hátor, Deusa do amor, da felicidade, da dança e da música. Simbolizada pela vaca. Quando nascia uma criança, sete Hátores decidiam sobre o seu futuro.

Deuses Egípcios
Seth

Seth, o Senhor do Alto Egito. Representado por um imaginário animal como um burro. Associado ao deserto e às tempestades.

Deuses Egípcios
Tote

Tote, Deus da sabedoria representado por um íbis ou por um babuíno. Associado com a lua. Ao desaparecer o sol, tentava dissipar as trevas com a sua luz.

Deuses Egípcios
Néftis

Néftis, irmã de Ísis e Osíris. Seu nome significa "Senhora do Castelo". Néftis auxiliou seu irmão a retornar à vida.

Deuses Egípcios
Hórus

Hórus, o Deus com cabeça de falcão que segura na mão direita o ankh, símbolo da vida. Os reis do Egito identificavam-se com esse Deus, filho de Ísis e Osíris.

Deuses Egípcios
Osíris

Osíris, Deus da terra e da vegetação. Simbolizava na sua morte a estiagem anual e no seu renascimento, a cheia periódica do Nilo e o desabrochar do trigo.

Deuses Egípcios
Ftás

Ftás, Deus de Mênfis. Patrono dos artesões. Algumas lendas dizem que ele pronunciara os nomes de todas as coisas do mundo e com isso fizera existir.

Deuses Egípcios
Sobeque

Sobeque, Deus-crocodilo venerado em cidades que dependiam da água, como Crocodilópolis, onde os sáurios eram criados em tanques e adornados com jóias.

Deuses Egípcios
Âmon

Âmon, Deus de Tebas. Representado na maioria das vezes como homem, mas também simbolizavam-no em forma de carneiro ou de ganso.

Fonte: www.geocities.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal