Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Classificação Das Aves - Página 6  Voltar

Classificação das Aves

Piciformes

Picídeos - Pica-paus ou petos

Peto-real (Pica-pau-verde) - Picus viridis
Peto-malhado - Dendrocopos major

Ranfastídeos - Tucanos

Tucano - Rhamphastos toco

Indicatorídeos

Capitonídeos

Magalaima faber

Buconídeos

Bucco capensis

Galbulídeos

Brachygalba lugubris melaniosterna

Podicipediformes

Mergulhão de Crista
Mergulhão de Crista

Esta ordem também é indicada por alguns autores como uma subordem da ordem Pigópodes.

Têm em Portugal o nome de mergulhões e conhecem-se cerca de 25 espécies espalhadas, pelas regiões temperadas. Têm corpo semelhante ao dos patos, as pernas recuadas e membranas nos dedos o que facilita a natação.

Vivem exclusivamente de plantas aquáticas, são excelentes mergulhadores mas desajeitados em terra firme. Os seus ninhos são flutuantes feitos de ervas, juncos e caniços. Os filhos são capazes de nadar desde que saem do ovo.

Megulhões

Megulhão-de-crista - Podiceps cristatus
Mergulhão-de-pescoço-ruivo - Podiceps griseigena
Cagarraz - Podiceps nigricollis
Fundujo - Podiceps ruficollis
Megulhão-esclavão - Podiceps auritus

Procelariiformes

Albatroz
Albatroz

Têm algumas semelhanças com as gaivotas mas não têm nenhum parentesco com elas. São aves oceânicas típicas, sendo capazes de grandes voos. A sua alimentação consiste em cefalópedes, crustáceos, animais mortos e restos de comida lançados ao mar pelos navios. Muitas delas só visita terra firme para nidificar.

Deomedeídeos - Albatroz

Albatroz comum - Diomedea exulans
Albatroz-ustulado - Diomedea irrorata
Albatroz-de-sobrancelhas-pretas - Diomedea melanophrys

São aves de grande envergadura que podem ultrapassar os 3 metros.

Procelarídeos - Petréis, calca-mares

Ave-das-tempestades - Hydrobates pelagicus
Petrel-mergulhador - Pelecanoides magellani
Petrel-mergulhador - Pelecanoides urinatrix
Petrel-gigante - Macronectes giganteus
Petrel-do-árctico - Fulmarus glacialis
Petrel-baleia - Pachyptila vittata
Petrel-do-havai - Pterodroma phaeopygia
Petrel-de-arminjon - Pterodroma arminjoniana
Petrel-das-neves - Pagodroma nivea
Pombo-do-cabo - Daption capensis

Pardelas

Pufino-dos-ingleses- Puffinus puffinus
Pardela-do-Mediterrânico - Puffinus kuhlii
Pardela-do-pacífico - Puffinus pacificus
Pardela-tesourinha - Puffinus sphenurus
Pardela-de-bico-preto - Puffinus gravis
Pardela-de-patas-claras - Puffinus carneipes
Pardela-branca - Thalassoeca antarctica
Pardela-polar - Priocella glacialoides

Hidrobatídeos

Painho-comum - Hydrobates pelagicus

Psitaciformes

Papagaio
Papagaio

Psitacídeos

Papagaio-cinzento - Psittacus erithacus
Papgaio-do-Amazonas - Amazonas ochrocephala
Piriquito - Melopsittacus undulatos
Catatua-de-poupa-amarela - Catatua galerita
Kea - Nestor notabilis

Reiformes - Nandus

Têm grande semelhança com a avestruz mas têm menos altura e têm três dedos em vez de dois. Também não voam mas são muito boas corredoras. A cabeça e o pescoço está completamente revestido de penas.

Vivem nas planícies de mato rasteiro, juntamente com os veados. As fêmeas agrupam-se para a postura e cada uma põe cerca de uma dúzia de ovos, em depressões no solo, que lhes servem de ninho. No Brasil estas aves são conhecidas pelo nome de Ema. Alimentam-se de plantas e insectos. Como a avestruz engole areia grossa e pedras para ajudar a digestão.

Nandu
Nandu

Reídeos

Nandu comum - Rhea americana
Nandu-de-bico-grande - Pterocnemia pennata

Tinamiformes

Tinamu de Crista
Tinamu de Crista

São aves intermédias entre as ratites e as carenadas, estando quase privadas da capacidade de voar. Têm semelhanças com as predizes na nidificação e pelo facto de nunca pousarem em ramos. Distinguem-se destas pelo facto de serem pouco sociáveis. Os filhos, mal nascem, correm um para cada lado.

Inhambus (Tinamídeos)

Martineta - Tinamotis tinamotis elegans
Inhambu-vermelho - Rhynchotus rufescens

Trogoniformes

Trogonídeos -(Trogonidae)

Quetzal - Pharamachrus mocimo
Apaloderma narina
Heterotrogon vittatum

O número entre parêntesis indica o número de famílias vivas pertencentes a cada ordem totalizando 159 famílias, de acordo com a "Reference List of the Birds of the World" do Museu Norte-Americano de História Natural.

Fonte: aves.do.sapo.pt

Classificação das Aves

Ave

A classificação das aves é um assunto espantosamente complexo e controverso. A maioria dos biólogos acredita que existam cerca de 9.700 espécies de aves, e todas elas pertencem à classe Aves. Mas a forma como elas estão interligadas ainda está em discussão. Durante séculos, cientistas utilizaram características internas e externas para classificar as aves, agrupando-as de acordo com a estrutura do esqueleto, forma do bico, tamanho, cor e outras características visíveis. Mas este não se mostrou o método mais confiável ao longo do tempo. Uma comparação física entre espécies similares da Europa e Austrália, por exemplo, resultaria em membros da mesma família, independente do fato de pertencerem a famílias completamente diferentes. A recíproca é verdadeira, pois aves que não se parecem têm sido catalogadas como membros da mesma família.

A maior parte de nosso conhecimento atual sobre a classificação das aves vem de estudos de DNA, que pode ser usado para determinar as relações entre elas com uma precisão bem maior do que a observação de suas características morfológicas. Apesar dos testes de DNA revelarem algumas surpresas, em muitos casos eles confirmaram as suspeitas que cientistas já apresentavam.

Atualmente, a maioria das autoridades concorda que há entre 25 e 30 ordens de aves, contendo cerca de 148 famílias. Algumas autoridades dividem estas ordens em duas (e às vezes três!) superordens, a Paleognathae ("mandíbulas velhas") das aves conhecidas como ratitas; e a Neognathae "(mandíbulas novas"), das aves carinatas. Os membros da Paleongnathae incluem avestruz, ema e, kiwi; todo o resto é classificado como Neognathae.

A ordem mais populosa de aves é a Passeriforme, que inclui mais de 5 mil espécies - mais da metade de todas as espécies conhecidas. As aves passeriformes incluem a o pintassilgo, o canário, o pardal, a cotovia, o sabiá e muitas outras espécies conhecidas. Outras ordens importantes incluem os Anseriformes (patos, cisnes e gansos), Apodiformes (beija-flor), Ciconiformes (cegonhas), Columbiformes (pombos), Coraciiformes (alcião), Falconiformes (pássaros diurnos de caça), Galliformes (aves como a galinha), Pelecaniformes (pelicanos), Psittaciformes (papagaios), Sphenisciformes (pingüins), e Strigiformes (corujas).

Fonte: www.animalplanetbrasil.com

Classificação das Aves

Existem aves que voam e aves que não voam . Sob esse aspecto , elas podem ser classificadas como RATITAS ou CARINATAS . As ratitas são aves que não voam : têm o osso externo achatado ; em geral são grandes e pesadas , mas com asas pequenas . É por essa razão que não podem voar . Embora sejam excelentes corredoras , como o avestruz e a ema . Outros exemplos de ratitas : são o emu e o casuar ,aves com asas muito rudimentares , e o quivi ; praticamente desprovido de asas . Entre essas aves , somente a ema é encontrada no Brasil . As carinatas são as aves voadoras : possuem o osso externo em forma de quilha oi carona , onde se prendem músculos fortes que movimentam as asas . Entre as aves carinatas , encontramos também os pingüins . Na verdade os pingüins não voam , mas usam toda a força dos seus músculos peitorais para nadar . Trata-se de uma divisão baseada sobretudo na forma das pernas e do bico .

CLASSIFICAÇÃO DE ALGUMAS AVES CARINATAS :

ANSERIFORMES

Possuem uma membrana entre os dedos dos pés , o que lhes facilita a natação , bico achatado e pernas curtas . Exemplos : marreco , cisne e pato .

ESTRIGIFORMES

Possuem olhos e cabeça muito grandes . Saem à noite em busca de alimentos passando o dia escondidas em galhos de árvores . Exemplos : mocho e coruja .

COLUMBIFORMES

Tem o bico pequeno , pernas curtas , papo desenvolvido , asas longas , pontudas e fracas . Exemplos : pombo .

FALCONIFORMES

São aves de rapina ( alimentam-se de carne ) . Apresentam bico e pernas fortes . Sua visão é muito desenvolvida . Exemplos : gavião , falcão , águia , etc .

GALIFORMES

Tem o bico curto , penas fortes , asas arredondadas e curtas . Várias espécies são domesticáveis . Exemplos : galinha , peru , pavão , etc .

PASSERIFORMES

São aves de pequeno e médio porte . Apresentam três artelhados voltados para frente e um para trás . Essa disposição dos dedos é uma adaptação que permite a essas aves agarrar-se aos galhos das árvores . Em geral , as aves passeriformes cantam , ou seja , são CANORAS . Exemplos : canário , andorinha , pardal , etc .

PSITACIFORMES

São aves trepadoras . Apresentam a parte superior do bico curva . Sua plumagem é colorida e e o bico curto e forte . Exemplos : arara , papagaio , periquito , etc ;

Fonte: br.geocities.com

Classificação das Aves

Com base nas suas semelhanças e diferenças, podemos classifica-las nas seguintes ordens:

Reiformes - ( aves corredoras ) emas e avestruzes
Anseriformes - ( palmípedes = pés com palmouras ) patos, cisnes, gansos, marrecos.
Ciconiformes - garças, socós, jaburus, colhereiros, cegonhas.
Gruiformes - ( pernaltas ) siriemas, frango d'água, jacamins, saracuras.
Falconiformes - ( aves de rapina ) águia, gavião, falcão, urubu.
Psitaciformes - ( aves trepadoras ) papagaios, periquitos, tucano, arara.
Galiformes - galo, peru, pavão, faisão, mutum.
Columbiformes - pombos, rolinha, juriti.
Strigiformes - corujas
Coraciformes - martim-pescador
Micropodiiformes - beija-flores
Piciformes - pica-paus
Tinamiformes - codorna, inhambu, perdiz.
Coradriiformes - gaivotas
Esfeniciformes - pingüim
Passeriformes - três artelhos para frente e um para trás.
Pássaros gritadores - benteví, joão-de-barro, araponga, tangará, galo-da-serra.
Pássaros canoros - sabiá, corruíra, coleirinha, canários, tico-tico, sanhaço, andorinha, pardal, corvo, gralha, azulão, curió, pintassilgo, bigodinho.

Fonte: www.consulteme.com.br

voltar 123456avançar

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal