Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Confrei - Página 5  Voltar

Confrei

Confrei

Symphytium officinale

Parte utilizada

Folhas.

Descrição

É uma planta originária da Rússia e muito difundida no Japão onde é usada como estimulante físico e emagrecedor. Pertence à família das Boragináceas.

Indicações

lndicado no combate à leucemia, anemia, úlceras do estômago, duodeno e dor de cabeça. Normaliza as funções intestinais e acaba com problemas nas vias respiratórias, fígado, feridas, úlceras varicosas, esclerose, pressão alta e infecções. Possui também propriedades cicatrizantes, descongestionantes e calmantes.

Contra-indicações

Não é aconselhável o uso prolongado dessa erva. Não se deve fazer o chá muito forte, pois pode atacar os rins ou o fígado. Não se deve usar as folhas novas, mas sim as adultas e de preferência secas.

Modo de usar

O chá de confrei é indicado para a pele, intestinos e ovários.

O emplastro de confrei cura feridas, sendo depurativo.

Outras formas de tomar o confrei são:

Suco

Misture uma folha de confrei a 1 copo de suco de frutas e bater no liquidificador, tomar 1 a 2 copos por dia.

Salada

Adicione à salada de sua preferência uma a duas folhas de confrei adultas ou como refogado sendo preparado semelhante à couve.

Efeitos colaterais: possíveis irritações gástricas.

Fonte: members.fortunecity.com

Confrei

Confrei

Nome Científico

Symphytum officinalis L.

Nomes Populares

Consolda, consólida, consólida-do-cáucaso, confrei russo, leite vegetal, capim-roxo-da-rússia, erva-encanadeira-de-osso, orelhas-de-asno, erva-do-cardeal, língua-de-vaca e leite-vegetal-da-rússia.

Família

Boraginaceae

Aspectos agronômicos

De fácil cultivo, prefere terrenos úmidos, em lugares frescos e ensolarados. Bem tolerante à seca. Clima temperado.

Tem bom desenvolvimento em solos soltos, profundos, levemente úmidos e com bastante matéria orgânica.

As folhas são colhidas de 2 em 2 meses, a partir do 4° mês; as raízes ao coletadas somente no 4° ano, após o plantio, no inverno (durante a renovação da lavoura). A colheita dos rizomas deve ocorrer após um ano e meio do cultivo e quando a planta perde a parte aérea (na estação seca).
Parte usada: Rizomas, raízes e folhas.

Constituintes químicos

Alantoína

Taninos

Saponinas

Triterpenos

Esteróides

Aminoácidos essências

Ácidos orgânicos

Alcalóides pirrolizidínicos: sinfitina, equidimina e lasiocarpina (L)

Mucilagens

Fitoesteróides

Vitaminas (A, C, E, complexo B-B12)

Carboidratos

Caroteno

Sais de ferro, manganês, cálcio e fósforo

Heterosídeos cianogênicos e saponínicos

Gomas

Lactonas sesquiterpênicas, como a leonitina e as trimetoxicumarinas

Proteínas

Iodo, potássio (fertilizante eficaz).

Origem

Centro e norte da Europa e da Ásia Temperada.

Aspectos históricos

O confrei é uma planta conhecida desde a antiga Grécia. Seu nome botânico Symphytum , deriva do grego Symphuô eu reúno, e alude a propriedade de consolidar e soldar os ossos fraturados e cicatrizar as feridas (regeneração de tecidos), o que já era conhecido 20 séculos antes de Cristo. É originária da Rússia, onde foi utilizada pelos atletas, sendo denominada de leite vegetal. Foi levada para a Inglaterra por um jardineiro inglês da Czarina Katarina II, onde ficou conhecida como planta milagrosa.

Fitoterápico

É usado como proliferativo celular e cicatrizante em feridas, ulcerações de difícil cicatrização e psoríase.

Como cicatrizante em queimaduras, flebite, hematomas, contusões, luxações, torções, fissuras, picadas de insetos, fraturas ósseas.

Bronquites (catarral e asmática)

Gastrite

Indutor da produção calcária, hemostático, antiinflamatório

Reumatismo, tromboflebites

Combate a febre

Hemorragia pulmonar

Bócio e redução da capacidade física e mental (Iodo)

Tosses, resfriados, sinusite

Problemas hepáticos e renais

Erupções da pele

Dermatite

Veias varicozas e abcessos.

Fitocosmético

Cicatriza e limpa profundamente

Anti-rugas.( Indicado no rejuvenescimento e revitalização das células?Efeito alantoína )

Raiz de confrei?Emoliente ( substância calmante para a superfície externa do corpo e umectante, pois evita perda de água ).

Farmacologia

A ação do confrei se dá através da alantoína, a qual tem uma ação tópico epitelial proliferante celular, e também removedora do tecido necrosado.
Estudos clínicos demonstraram que utilizando o extrato aquoso em local inflamado, provoca um aumento da temperatura local e da circulação sanguínea com conseqüente diminuição da dor e regressão do processo inflamatório.

A alantoína juntamente com as propriedades da mucilagem tem uma ação emoliente, hidratante e antiirritante da pele.

Riscos

Evitar utilizar internamente.( Pode provocar irritação gástrica e problemas hepáticos ).

Há referências que tratam de alcalóides cancerígenos, principalmente em folhas jovens e raízes.

Uso interno

Infuso a 5% : para gargarejos 2 a 3 vezes ao dia.
Cataplasmas: 6g da erva em água, 2 vezes ao dia.
Decocto: 4-5g de chá em 250mL de água, para lavar feridas.
Suco fresco: psoríase.

Uso externo

Extrato: utilizar 10-15% em cremes.

Bibliografia

Caran,M.Ervas Medicinais.Cultivo e Uso Prático.Plantas cultivadas e silvestres.[S.l.:s.n],[199-].
Martins, E.R.;Castro, D.M.; Castellani, D.C.; Dias, J.E. Plantas Medicinais.Viçosa:
UFV, 2000.
Matos, F.J.A. Farmácias Vivas. Fortaleza: UFC, 3ª edição, 1998.
Patten,B.Confrei.A mais rica e valiosa planta para a saúde do homen.Coleção Saúde e Curas Naturais.Rio de Janeiro: Ediouro, Global Editora e Distribuidora Ltda.
C.A.M.;Santos, C.A.M;Torres,K.R;Leonart,R. Plantas Medicinais ( herbarium, flora et scientia). São Paulo:Ícone: Curitiba: Scientia et Labor, 2ªedição,1998.
Teske, M.;Trenttini, A.M.M. Compêndio de Fitoterapia. Paraná: Herbarium, 3ªedição,1997.

Fonte: www.unilavras.edu.br

voltar 1234567avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal