Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Músculos Do Tórax  Voltar

MÚSCULOS DO TÓRAX



 

Os músculos do tórax se podem classificar em duas categorias: os músculos tóraco-apendiculares, que ligam o tórax ao membro superior, e os músculos intrínsecos do tórax) que vão da coluna vertebral às costelas. O diafragma é um músculo à parte.

Músculos tóraco-apendiculares

São os músculos do peito, entre os quais se distinguem o grande peitoral que recobre todos os outros, estendendo-se do esterno e da clavícula ao úmero. Tem a função de levar o braço para dentro. Em condições particulares, por exemplo, quando o tronco está suspenso pelos braços, contribui para levantar o tronco. É o peitoral que se contrai quando um ginasta se levanta "pela força do braço". Oculto pelo grande peitoral está o pequeno peitoral que levanta as costelas; é um músculo inspirador como o músculo denteado anterior que se insere, também ele, nas costelas.

Músculos intrínsecos do tórax

São os músculos intercostais que ligam uma costela a outra. Vão da margem inferior de uma costela à margem superior da costela subjacente. A sua ação é discutida. Contribuem para fechar a caixa torácica e protegê-la, mas não é claro se intervêm nos movimentos respiratórios. Temos depois os músculos subcostais, os elevadores das costelas e o transverso do torax: servem para a respiraçao.

DIAFRAGMA

É um músculo ímpar que se encontra acima da cavidade abdominal, que ele separa da cavidade torácica. É sobre as costelas, as vértebras lombares e o esterno que ele se insere. Dessas regiões os feixes musculares se irradiam para cima e para a parte mediana, confluindo para um centro tendinoso. O diafragma é inervado pelo nervo frênico. Ao contrair-se, a sua curvatura diminui, isto é, o músculo tende a achatar-se, a capacidade do tórax aumenta e os pulmões se enchem passivamente de ar. Ao mesmo tempo, o diafragma, achatando-se, comprime a cavidade abdominal. Quando essa contração é enérgica e atuam juntamente os músculos do abdome, temos uma ação de pressão sobre os órgãos abdominais, útil para esvaziar o intestino, e, na mulher, para o parto.

MÚSCULOS DO ABDOME

Distinguem-se os músculos ventrais e os músculos dorsais.

Músculos ventrais

São representados pelo reto do abdome, pelos oblíquos (esterno e interno) e pelo transverso, os quais, no seu conjunto, formam a parede abdominal.

O reto é um músculo em fita que desce do esterno ao púbis e que tem a função de dobrar o tórax. para a frente; tomando ponto fixo no abdome, ao contrário, levanta a bacia. Os músculos oblíquos, que são largas lâminas musculares e que se inserem nas costelas e no osso ilíaco, abaixam as costelas (e comprimem, portanto, o tórax: músculos expiratórios), ou então levantam a bacia. O músculo transverso comprime a cavidade abdominal (é importante na defecação, no vômito, no parto) e age, também, como músculo expirador.

Músculos dorsais

São representados pelo músculo quadrado dos lombos, de forma quadrilátera, que fecha o abdome posteriormente e tem a função de inclinar a coluna vertebral lateralmente, e pelos músculos caudais, que estão situados sobre o osso sacro e sobre o cóccix e que têm uma função protetora.

Fonte: www.corpohumano.hpg.ig.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal