Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Traquéia - Página 2  Voltar

Traquéia



Traquéia

A traquéia é continuação da laringe, na forma de um tubo membranoso com aproximadamente 1,5 cm de diâmetro por 10 a 12 cm de comprimento;

Tem início em C6 abaixo da cartilagem cricóide e termina bifurcando-se na carina, a nível de T5 no 2º espaço intercostal (ângulo de Louis);

suas paredes são reforçadas por cerca de 16 a 20 anéis cartilaginosos incompletos, empilhados uns sobre os outros e ligados por tecido conjuntivo.

Carina ou crista antero-posterior, ou esporão sagital

É o ponto onde a traquéia termina e também, o mais sensível a estímulos.

Principais medidas da traquéia e dos brônquios
Principais medidas da traquéia e dos brônquios
( clique para ampliar )

Fonte: www.viaaereadificil.com.br

Traquéia

A traquéia é um tubo de 10 a 12,5cm de comprimento e 2,5cm de diâmetro. Constitui um tubo que faz continuação à laringe, penetra no tórax e termina se bifurcando nos 2 brônquios principais. Ela se situa medianamente e anterior ao esôfago, e apenas na sua terminação, desvia-se ligeiramente para a direita.

O arcabouço da traquéia é constituído aproximadamente por 20 anéis cartilagíneos incompletos para trás, que são denominados cartilagens traqueais.

Internamente a traquéia é forrada por mucosa, onde abundam glândulas, e o epitélio é ciliado, facilitando a expulsão de mucosidades e corpos estranhos.

Inferiormente a traquéia se bifurca, dando origem aos 2 brônquios principais: direito e esquerdo.

A parte inferior da junção dos brônquios principais é ocupada por uma saliência ântero-posterior que recebe o nome de carina da traquéia, e serve para acentuar a separação dos 2 brônquios.

Traquéia
Traquéia - Vista Anterior
( clique para ampliar )

Fonte: www.auladeanatomia.com

Traquéia

Nos mamíferos, a traqueia é o tubo de aproximadamente 1,5 centímetros de diâmetro por 10-12 centímetros de comprimento que bifurca-se no seu interior, ligando a laringe aos brônquios, para levar o ar aos pulmões durante a respiração. Nas aves, a traqueia tem a mesma função, mas liga a faringe à siringe. A traqueia é constituída por músculo liso, revestida internamente por um epitélio ciliado e externamente encontra-se reforçada por anéis de cartilagem. Esse muco ciliar adere partículas de poeira e bactérias presentes no ar inalado, e que graças ao movimento dos cílios são varridas para fora e expelidas ou engolidas.

Cílios imóveis

O epitélio mucociliar, que reveste as viás aéreas, tem um papel imprescindível na purificação do ar levado aos alvéolos pulmonares. Quando inspirado, o ar carrega consigo impurezas como bactérias e poeira, que acabam por ficar retidas no muco. Os capilares então "varrem" essas impurezas em direção da faringe. Nesse local elas são então deglutidas ou empurradas para fora, através da tosse.

Os capilares realizam um movimento síncrono, formando então uma espécie de "ondas" entre os cílios; esses são controlados por túbulos que percorrem seu interior.

A doença dos cílios imóveis, também chamada de Doença de Kartagener, é determinada geneticamente, ou seja, passa de pai para filho. Ela causa uma alteração na síntese das proteínas dos túbulos. O batimento ciliar é prejudicado e os cílios se tornam imóveis, tornando assim o organismo suscetível a infecções respiratórias como a pneumonia, sinusite, etc.

Cânula traqueal

No caso de obstrução da via nasal, precisa-se fazer o uso de um objeto chamado cânula traqueal, que estabelece uma ligação direta entre traqueia e exterior, possibilitanto assim a respiração. A pessoa passa então a "respirar pela garganta" até que haja término da obstrução. A cânula traqueal é um tubo curvado que pode ser de metal ou plástico, que possui uma chapa de proteção para fixar. Ela impede o fechamento do traqueostoma. Algumas pessoas usam-na permanentemente e outras apenas por um determinado tempo. Varia de pessoa para pessoa de acordo com a cicatrização do traqueostoma. Ela precisa ser limpa regularmente para impedir que determinadas secreções e impurezas tragam dificuldades para respirar.

Fonte: pt.wikipedia.org

voltar 12avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal