Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Costa Rica  Voltar

Costa Rica

 

 

História

Costa Rica era habitada antes da chegada dos conquistadores espanhóis por poucos índios e completamente afastados das grandes civilizações como a America, Mesoamericano e Maias. No entanto, a situação específica do território foi um espaço de discussão e aprovação.

Em 1502, Cristóvão Colombo desembarcou perto de Puerto Limon. Impressionado com a beleza da terra, ele vai batizar este novo território "Costa Rica". Mas a solução vai ser alguns anos mais tarde. Feroz resistência aborígene contra os invasores espanhóis e sucumbem a doenças tropicais.

No entanto explorou a costa entre 1514 e 1516 por Gaspar de Espinosa, Hernan Ponce de Leon e Castañeda Juan.

Costa Rica

Colonização

É em 1561 que Juan Cavallon, na verdade, começou a colonização da Costa Rica.

Em 1562, Juan Vasquez de Coronado fundou Cartago nas montanhas, encontrar condições de vida mais favoráveis.

O território é administrado a partir da Capitania da Guatemala, mas o seu afastamento e falta de mão de obra local são de que a Costa Rica vai crescer mais lentamente.

Em 1717 a cidade de Heredia é baseado. San Jose virá vinte anos mais tarde, em 1737, depois em 1782 Alajuela aparecer.

A população indígena é praticamente dizimados por doenças européias, e os colonos não são ricos o suficiente para trazer escravos negros, com algumas centenas de Jamaica.

Independência

Isolado da vida latino-americana e do tempo da coroa espanhola, a Costa Rica não foi sequer entregue guerra de independência.

Foi declarado independente 15 setembro de 1821, juntamente com a declaração de independência do Reino de Guatemala. Ele foi imediatamente anexada ao Império Mexicano de Iturbide em 1822 e juntou-se a República Federal da América Central em 1824.

Foi em 1838 que o governo de Braulio Carrillo declarou Costa Rica soberano e independente, com sua capital San José. É neste momento que a produção de café decolou em Costa Rica, gerando um papel económico e social significativo.

Em 1855, a Costa Rica tomou parte no conflito que vai colocar os países da América Central para o americano William Walker, que tinha apreendido Nicarágua.

Entre 1870 e 1882, os investidores estrangeiros vão incentivar o desenvolvimento de ferrovias e instalações públicas. Exportações de café e bananas para a Europa está se acelerando, especialmente com Implantação da empresa americana United Fruit Company.

A situação econômica é tal que comparar o país para a Suíça. A vida política é muito menos agitado do que em outros países da América Latina, e os governos são eleitos democraticamente, exceto durante as ditaduras Tinico breves entre 1917 e 1919, e Ferrer em 1948.

Os candidatos nacionais do Partido Republicano ganhou a eleição em 1936 com Leon Cortes Castro em 1940 com Rafael Angel Calderón Guardia, e em 1944 com o general Teodoro Picado. Mas em 1948 ele se recusa a deixar o cargo após a eleição do candidato liberal Ulate Otilio. Uma guerra civil estourou matando mais de mil mortes, mas José Figueres Ferrer assume o poder de fazer e aplicar Ulate Otilio ao Partido de Libertação Nacional para liderar o país.

A terra da paz

Após a partida de Ferrer em 1948, a Costa Rica até mesmo decidir a retirada do exército e implementar um sistema educacional que é o orgulho dos costarriquenhos.

José Figueres Ferrer foi eleito presidente da Costa Rica 1953-1958 e de 1970 a 1974. Em 1974, Daniel Oduber Quirós que é eleito à frente do Estado, mas para enfrentar uma crise econômica, a oposição venceu as eleições em 1978 com Rodrigo Carazo Odio. Mas voltar rapidamente para PLN poder com sucesso nas eleições presidenciais de Luis Alberto Monge Alvarez, em 1982, e Oscar Arias Sánchez, em 1986.

Oscar Arias Sánchez será peuvrer especialmente para a restauração de pais na América Central, devastado pelo conflito entre os comunistas e conservadores na Nicarágua, Honduras, Guatemala e El Salvador. Ele recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1987.

Em 1990, Rafael Angel Calderón Fournier, líder da Unidade Social Cristã, sucedendo Oscar Arias. Em 1994, PLN vem de novo no poder com a vitória de José Maria Figueres Olsen ... para deixar o oppostion novamente em 1998 com a eleição de Miguel Angel Rodríguez.

Em 2002, Abel Pacheco de la Espriella, emerge como o líder da Unidade Social Cristã e tornou-se presidente da República da Costa Rica.

Geografia

Este país da América Central está entre a Nicarágua ao norte e ao sul do Panamá. Sua área ligeiramente superior ao de Vermont e New Hampshire combinados.

Tem uma região do Pacífico estreita faixa costeira. Cocos Island (10 sq mi; 26 km ²), a cerca de 300 milhas (483 km) ao largo da costa do Pacífico, está sob a soberania da Costa Rica.

Governo

República democrática.

Fonte: colegiosaofrancisco.com.br

Costa Rica

São muitos os contrastes e a diversidade da natureza em Costa Rica.

Poucos lugares no mundo apresentam, dentro de um território muito pequeno e acessível, tantas variantes naturais.

Ao longo de seus 51.100 quilômetros sempre achará um lugar especial por descobrir.

Os 24,6% do território costarriquense, encontra-se protegido sob a categoria de Parques Nacionais, Reservas Biológicas e Refúgios Nacionais de Vida Silvestre.

Devido a sua posição geográfica Costa Rica é uma exuberante ponte biológica de espécies botânicas e zoológicas. Seu território cria uma estreita passagem que alberga flora e fauna tanto do Norte da América como da América do Sul, além de grande quantidade de espécies endêmicas. Seu clima é muito agradável durante o ano inteiro, o que que estimula em seus habitantes uma vida pacífica e permite ao turista explorar e aventurar - se com toda tranqüilidade.

Costa Rica

O lar dos quatro milhões de costarriquenses ou "ticos" e "ticas", como popularmente se chamam aos costarriquenses, é um dos poucos países do mundo que, a mais de cinqüenta anos vive, por vontade própria, sem exército. Costa Rica se destaca, no âmbito mundial, pela amabilidade de sua gente.

Costa Rica

Os "ticos" e"ticas" são muito serviçais e bons conversadores, assim que quando andar pelo campo ou algum lugar de interesse, não duvide em despejar suas aflições com algum deles, quem com muito gosto lhe ajudarão.

Curiosidades

Nome do país: República de Costa Rica

Área: 51.100 quilômetros

População: 4,1 milhões

Povos: 96% de descendência espanhola, 2% de descendência africana, 1% indígena, 1%de chineses

Língua: Inglês, Espanhol; Castelhano

Religião: 75% de Católico Romano, 14% Protestante

Governo: república democrática

Presidente: Presidente Abel Pacheco de la Espriella.

Principais Indústrias: Turismo, eletrônica, café, bananas, açúcar, alimentos, têxteis e roupa, materiais de construção, fertilizante, produtos plásticos

Principais Sócios Negociando: EUA, Germana, Itália, Japão, Guatemala, México.

Visto: Brasileiros estão isentos de visto à turismo para permanência de até 90 dias.

Costa Rica

Culinária

A cozinha costarriquense passou de geração em geração, as comidas sempre se distinguiram por tão extraordinário tempero, apesar de serem pratos muito singelos de sabor caseiro.

Todos os pratos que hoje constituem o menu são originários dos antepassados. A comida "tica" não é muito temperada, está constituída a base de arroz, feijão, milho, verduras, carne, frango ou pescado e costuma servir-se com omeletes de milho.

Clima

Costa Rica apresenta um clima tropical caracterizado, em geral, por altas temperaturas e abundantes chuvas durante grande parte do ano.

A influência do mar do caribe e do oceano Pacífico, ao este e ao oeste, fazem com que a maioria dos elementos do clima não apresentem grandes oscilações anuais, como os que se observam sobre as grandes massas continentais.

Costa Rica possui um clima tropical úmido na costa e temperado na parte central.

Existem usa estações muito diferenciadas: a estação das chuvas que vai de maio a novembro e a estação da seca, de dezembro a abril. As temperaturas médias são de 24 graus centígrados nas zonas baixas, de 16 graus nas zonas altas e de 20 graus no Vale Central.

Podem-se estabelecer principalmente dois tipos de clima:

Clima Cálido Úmido (Tropical Úmido)

Compreende o Vale do General, Couto Brus e a Zona que rodeia ao Golfo Doce.

Clima Cálido Seco (Tropical com Estação Seca)

Desenvolve-se na llanura de Guanacaste, a Península de Nicoya e o Vale Central.

Costa Rica é um paraíso natural que oferece variadas atrações para os turistas. Uma das mais importantes é sua amável gente que recebe todo mundo com simpatia e carinho fazendo com que sinta-se em casa. Além disso, o país tem a ligacão e o empenho dos costa riquenhos um entorno que bem poderia dizer-se que é um verdadeiro édem.

Graças a esta contância por conservá-lo, o turista encontrará grnde número de Parques Nacionais e Reservas com um fascinante variedade de árvores, plantas e animais, muitos deles endêmicos, por todo território. Visitar estas paradas tão belas, seguramente cortarão em mais de uma ocasião a respiração dos que a contemplam, pois merece a pena.

Além, pode-se descansar nas tranquilas praias de areias brancas e transparentes, sempre limpas, serenas e pacíficas, seja no mar Caribe ou no Oceano Pacífico.

ALFÂNDEGA E DOCUMENTAÇÃO

Para entrar em Costa Rica é necessário dispor do Passaporte legalizado, cartão de turismo, passagem de saída ou documentos para entrar em outro país ao abandonar este. Os cartões de turismo têm uma validade de 30 dias. Não necessita de visto para os locais que não superem 90 dias.

Pode-se introduzir três litros de vinho ou licor, 500 cigarros ou 500 gramas de tabaco. Oficialmente, está limitada a entrada de filmes para fotos, apenas seis rolos, porém não segue-se esta norma.

EQUIPAMENTOS DE VIAGEM

Recomenda-se roupas leves de algodão, calçados cômodos, óculos de sol, chapéu, protetor solar e repelenta contra insetos. É imprescindível uma capa de chuva e uma roupa para frio, se vai as áreas do interior do país.

DIFERENÇA HORÁRIA

Costa Rica tem uma diferença horária de seis horas a menos com relação ao GMT.

IDIOMA

O idioma oficial é o espanhol. Os habitantes das principais populações têm conhecimento do inglês.

RELIGIÃO

A maioria da população é católica em 88%. Existe uma minoria de protestantes 6% e o resto está dividido em outras crenças.

ELETRICIDADE

A corrente elétrica é de 110 volts a 60 Hz. Tipo americano, pois recomenda-se levar adaptador e um transformador para os aparelhos elétricos europeus.

MOEDA E CÂMBIO

A moeda oficial é o Colon Costarriquenho, igual a 100 centavos. Existem moedas de 1, 2, 5, 10 e 20 colones e cédulas de 100, 500, 1.000 e 5.000 colone. A divisa mais aceita são os dólares noret- americanos. Pode-se trocar dinheiro em bancos, escritórios de câmbios situados no aeroporto e estações de trem e, normalmente nos hotéis. Os cartões de crédito mais aceitos nos centros comerciais, hotéis e resturantes são VISA, MASTER CARD e AMERICAN EXPRESS.

EMERGÊNCIA - SAÚDE - POLICIAMENTO

As autoridades de Costa Rica não exigem vacinas obrigatórias para ingressar ao país. É aconselhável a vacina contra a malaria, beber água engarrafada, evitar os alimentos sem cozinhar e as frutas sem descascar. Em caso de emergência médica o mais recpomendável é solicitar ajuda às recepções dos hotéis, porém em qualquer caso, sempre é aconselhável viajar com seguro médico.

CORREIOS E TELEFONIA

Para chamadas internacionais pode-se fazer através da operadora desde o hotel ou orelhão. Em toda Costa Rica existem cabinas para chamada locais diretas. Para chamar Costa Rica desde fora do país tem que marcar 00-506. Seguido o número desejado, não há prefixos nas cidades.

FOTOGRAFIA

Em Costa Rica encontra-se com facilidades filmes e equipamentos fotográficos, porém são bastantes caros, por isso aconselhamos levar o material fotográfico do lugar de origem. É importante recordar que oficialmente, só podem ser levados 06 rolos de filmes, ainda que normalmente esta restrição não leva-se muito a conta. Para as áreas do bosque denso é imprescindível o uso de flash e as vezes de um tripé.

HORÁRIO COMERCIAL

Os bancos abrem suas portas das 9 às 15 horas, de segunda á sextas-feiras. As lojas e centros comerciais das 8 às 19 horas, de segunda- feira a sábado e os Escritórios do Governo das 8 às 16 horas, de segunda às sextas-feiras. Nas áreas turísticas as lojas abrem inclusive aos domingos e dias de feriado.

GORJETAS

Como em todos países da América Central, a gorjeta é um dos principais ingressos dos prestadores de serviço. Se está satisfeito com o serviço recebido é aconselhável dá-la. Em geral os hotéis e restaurantes incluem entre 10% a 15% sobre o total da conta.

TAXAS E IMPOSTOS

Há uma taxa de saída do aeroporto internacional de 10 dólares, aproximadamente.

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA

Costa Rica é depois de El Salvador a menor das repúblicas que repartem-se ao longo do istmo da América Central, situada entre o mar Caribe e Oceano Pacífico. Limita-se ao norte com Nicaraguá, ao leste com Mar Caribe, ao sudeste com Panamá e ao sudoeste e oeste com Oceano Pacífico. A extensão total do território é de 51.000 quilômetros quadrados, com uma população aproximada de 2.994.000 habitantes e sua capital é São José.

O território costa riquenho ocupa uma faixa comprida e estreita com orientação de nordeste a sudeste, é toda atravessada pela Cordilheira dos Andes Centro Americana, que está dividida em três pontos principais: Cordilheira de Talamanca, ao sul, conta com a altura máxima do país que culmina no pico de Chipirro com 3.820 metros; a Cordilheira Central, cujos pontos culminantes são os vulcões de Irazú (3.432m) e Turrialba (3.328m) e a Cordilheira Guanacaste ao nordeste, cujas alturas máximas alcançam os vulcões de Miaravalles (2.020m) e Tenorio (1.920m).

A Cordilheira de Guanacaste e a Central são as cadeias vulcânicas que coinscidem com o eixo vulcânico nicaraguense- costarrinhenho, com vários cones de recente atividade. Estas duas cordelheiras junto com a Talamanca formam o Grande Altiplano da Planície Central com uns 3.000 quilômetros quadrados e uma elevação média de uns 1.500 metros, franqueadas pelas amplas planícies costeiras, interrompidas por suaves separacões.

A Planície do Pacífico, bordeia uma costa recortada em que destaca-se as penínsulas de Nicoya, Dulce e Papagaio, e as ilhas de Chira com 45 quilômetros quadrados, Coco (24 quilômetros quadrados), e outras menores. A Planície do Caribe bordeia uma costa baixa arenosa e retilínea, destacando as ilhas de Uvita.

As terras insulares abarcam um conjunto de uns 100 quilômetros quadrados de extensão.

Os principais rios da Costa Rica são na vertente Caribenha, São João e Sixaola e na Pacífica os rios curtos e torrenciais de Tempisque e Bebedero que confluem no Golfo de Nicoya e os do Grande de Térraba e o Sierpe que desembocam na Baia de Coronado formando um precioso Delta.

FLORA E FAUNA

A Costa Rica é um país exuberante. Sua flora e sua fauna, com numerosas espécies e muitas delas endêmicas, pode-se desfrutar mais de vinte Parques Naturais, oito Reservas Biológicas, Áreas Protegidas que alcançam mais de um milhão de hectares e uma área declarada Monumento Nacional.

A flora do país conta com mais de 1.200 espécies de orquidéas e aproximadamente, umas 1.400 árvores de distintas variedades.

Para os amantes dos animais, o país conta com um rica e variada fauna. Destacam as aves com mais de 850 espécies distintas, estre elas tucanos, loros, águias, diversos pássaros tropicais de chamativas cores e mais de 50 espécies distintas de colibris. O país tem umas 200 espécies de mamíferos, entre eles o jaguar, distintas espécies de macacos, mapaches, tatus, mofetas, zorros, esquilos, preguiças, agutis, pecaríes e tapires. Os insetos resultam fascinantes, mais de 35.000 espécies. Enquanto aos anfíbios, cerc de 150 espécies com rãs vermelhas, negras, azuis ou amarelas venenosas e 200 espécies de répteis, entre eles destancam-se serpentes, largatos, iguanas e 14 espécies distintas de tartarugas do mar, a maior delas pode pesar 50 quilos. Estas últimas, em época de procriação, oferem um espétaculo fascinante pelas noites, ao avançar centenas delas pela areia da praia.

História

Costa Rica em suas origens estava habitada por etnias diferentes como os huetares, chorotegas e bruncas, organizados em cacicazgos, entre os que em primacia correspondiam ao Nicoya, o chefe do estado.

A Colônia

Em 1509 em sua quarta viagem, Cristovão Colombo chegou pela primeira vez nas costa de Vergara. Em 1524 Francisco Fernandez de Córdoba, fundador da Península de Nicoya, deu o nome de Costa Rica em alusão a grande riqueza de sua flora e fauna.

O fundador da cidade de Catargo (1564), j. Vaques de Coronado, foi nomeado em 1562 na Audiência da Guatemala Alcade Maior da Costa Rica e Nova Cartago.

Ao longo do período colonial Costa Rica foi a cidade que menos atenção recebeu por parte da metrópole, devido a sua situação econômica, que somente foi aliviada pelas plantações de cacau na planície atlântica.

A Independência

A entrada dos corsários no país atraídos por sua posição geográfica não beneficiou o país. Em 1821 chega a aceitação do Plano de Igualdade e forma-se a Federação das Províncias Unidas da América Central, entidade criada à imágem jurídica dos Estados Unidos e composta por cinco nações, uma delas Costa Rica.

Pouco a pouco formaram-se os bandos: os que apoiavam a união com o México, os imperialistas e os partidários da independência plena, cuja força principal parte da cidade e São José.

Os habitantes destas terras levavam uma evolução econômica sem grandes adiantamentos nem ambições, até que chegou o cultivo do café e das vozes do liberalismo, que começam a soar com mais força. Em 1823 os republicanos obtiveram sua vitória nos Altos da Lgoa sobre os imperialistas, muda-se a capital par São José e integram-se a Confederção da Provincias Unidas da América Central com J. Mora Fernandéz como primeiro chefe de Estado.

Em 1838 alcança-se a total independência e em 1848 proclama-se definitivamente a República sendo o primeiro presidente J. M. Castro Mdrid. Os partidos liberal e conservador, desde então disputam o poder por meios democráticos e pacíficos.

Tempos Modernos

Em 1948 a eleição de Otilio Ulate Blanco qualificou-se de fraudulenta e levou a uma guerra civil imposta a Legião do Caribe apoiada pelos Estados Unidos. Assim, Otilio Ulate pode ocupar seu posto de presidente (1949-1953). Desde 1953 até 1958 ocupou o cargo o liberal. J. Figueres Ferrer que freiou a penetração dos monopolios norte-americanos e introduziu medidas reformistas, no que levou-o a uma segunda presidência de 1970 a 1974. O progresso deteriorou a economia e a política nestes anos deu a alternativa de poder ao P. L. N. e aos Conservadores até 1982.

Entre 1982 e 1986 governou L. A. Monge. Oscar Arias sucedeu-o, recebendo como reconhecimento a sua boa gestão o Prêmio Nobel da Paz em 1987. Atrás dele, foi eleito como presidente em 1990, Ángel Calderón Fournier. Atualmente a presidência está ostentada por José Maria Figueres.

Arte e Cultura

Costa Rica conserva pouco da cultura indígena guaymi, a etnia que habitava o país antes dos colonizadores espanhóis chegarem ao país (também conservam alguns restos de outras etnias). O melhor lugar para admirar as peças pré-colombianas da antiga Costa Rica é o Museu Nacional de São José, na capital.

Além, neste país misturam-se as culturas africanas trazidas pelos escravos, a caribenha própria de seu enclave geográfico, a espanhola fomentada pelos colonizadores e a jamaicana procedente da emigração chegada para trabalhar na construção das estradas e ferro e nas plantações de bananas. Tudo um mosaico cultural.

O país manteve-se graças a agricultura até finais do século XIX e a atividade cultural começou a florecer durante os últimos 100 anos. O teatro desenvolveu-se intensamente durante este período. O Teatro Nacional situado no centro de São José, oferece com regularidade atuações de teatro, balé, ópera e concertos de música clássica. Existem, além, mais de 100 salas de projeção de cinema em todo país.

Locais Turísticos

Costa Rica é, como seu próprio nome indica, rica em lugares que despertam o interesse do turista, tanto por suas localidades naturais de grande beleza, como por su cidades e rincões cheios de encanto e história.

Para descubrir estas riquezas, começaremos nosso percurso por São José, a capital, para depois irmos ao Sul da Capital, pela costa do Altântico (Cartago, Porto Limão, o Parque Nacional Cahauita, Porto Velho de Talamanca e Bribri). Ao Sul da Costa Rica, nos deteremos no Refúgio Nacional da Fauna Silvestre Golfinho e no Parque Nacional Corcovado para iniciar, de novo, desta vez pela Costa do Pacífico, até Puntaarenas (Dominical, o Parque Nacional Manuel Antonio, Quepos, Jacó e Puntarenas).

Daqui viajaremos, até o Norte da Costa Rica para desfrutar dos paraísos ecológicos da zona - Monte Verde, Santa Elena, Cañas, o Parque Nacional Monte Verde, a Península de Nicoya, Liberia, o Parque Nacional Santa Rosa, Parque Nacional Guanacaste, Penas Brancas, o Parque Nacional Tortuguero. Finalmente, empreenderemos ao Regresso à Capital fazendo uma parada no Parque Nacional Braulio Carillo, Coronado, o Parque Nacional Vulcão Poas, Sarchí, Alajuela e Heredia.

SÃO JOSÉ

São José, a capital do país, está situada no centro norte de Costa Rica. Para conhecer esta formosa cidade resulta imprescindíveis dedicações por vários dias e descobrir a saborosa mistura das culturas firmemente implantadas nesta vila, por um lado a norte- americana e por outro a latina americana, que outorgam um ambiente cosmopolita muito especial.

São José foi fundada em 1737, alcançando seu esplendor quase um século depois. Atualmente conta com numerosos atrativos e além de estar bem comunicada com o resto do país, pois o melhor é seu carácter aberto e alegre de seus habitantes, os "josefinos", como são conhecidos.

O passeio pela cidade começará por seu monumento mais importante, símbolo da cidade, o Teatro Nacional, construído em 1890 e centro de cultura, não somente da vila, mas sim de todo país. O exterior conta com uma faixa de colunas e com imagens de Calderón da Barca e Beetoven, que franqueiam a entrada.

No interior destacm-se pinturas realizadas em lirnn de grande tamanho, as escadarias de mármore, suas douradas partes internas e seu chão de madeira local.

Sem dúvida, sua maior riqueza provém dos espetáculos, que representam neste marco incomparável: ópera, balé, teatro e concertos da Orquesta Sinfônica Nacional.

Do Teatro Ncaional pode-se caminhar até o Mercado Central (conhecido também, como Mercado Bórbon), outro rincão preferido pelos josefinos com um ambiente de aromas e produtos que alegram os sentidos dos turistas.

Como sempre, o melhor é caminhar para ir descobrindo interessantes lugares, como o Parque Nacional, cujo centro levanta-se oMonumento Nacional, ou a zona sudoeste, onde vê-se a Estátua a João Santa Maria, herói nacional. Muito próximo, encontra-se o edifício da Assembléia Legislativa, a Biblioteca Nacional e a curiosa Fábrica Nacional de Licores, fundada em 1856.

Se o Parque Nacional é formoso, não menos é o Parque da Espanha que, no entanto é menor de tamanho, contando com numerosos atrativos como o sonoro cantos dos pássaros ao entardecer e o mercadinho aos domingos. Aos arredores está ligado o o Museu do Jade, o museu mais famoso do país com a mais numeroso coleção de peças de jade da América, que vai desde peças arqueológicas até cerâmicas, peças de jade e ouro de incalculável valor e objetos tradicionais de distintas culturas. Muito próximo, a Casa Amarela, sede do Ministério de Assuntos Exteriores.

As Cortes Espanholas comportam a melhor escola de espanhol da cidade. Outro lugar de grand eimportância para cultura dentro de São José é o Parque Morazán, conhecido como o Templo da Música pelos concertos que podem ser escutados. Também, no seu interior pode-se desfrutar de um pequeno Jardim Japonês de grande beleza.

Catedral de estilo moderno está muito próxima do Parque Central, onde pode-se descançar e admirar uma bonita paisagem.

São José conta com outros locais de interesse, entre eles destacamos:

Museu Nacional. Com uma excelente coleção de arqueologia, arte religiosa, peças de jade e ouro, arte e móveis coloniais, trajes regionais, etc. Neste jardim pode-se admirar os canhões da Guerra Civil de 1948.

Jardim das Mariposas. Magnífico jardim onde habitam distintas espécies de mariposas de grande beleza.

Museu de Ouro Pré- Colombiano. Arte pré-colombiana de grande valor, moeda, esculturas, mácaras e outros muitos objetos anteriores ao Descobrimento da América.

Serpentário. Para os amantes das serpentes, com uma excelente mostra destes animais.

Museo de Arte Costa Riquenha. Excelente mostra de pintura e escultura dos séculos XIX e XX.

Zoo Simón Bolivar. Onde pode-se contemplar animais de distintos locais do país.

Galeria Nacional de Arte Contemporânea. Obras de artistas contemporâneos nacionais.

Museu de Criminologia. Curioso museu, onde pode-se contemplar objetos utilizados em diversos crimes, com objetivo de prevenir estes feitos.

Museu de Ciências Naturais. Muito interessante, tanto na seção de paleontologia, como na arqueologia e, especialmente, na dedicada, a savana.

Museu Nacional de Ferrocarril. aqui pode-se contemplar a primeira locomotiva que realizou o trajeto entre São José e Porto Limón, entre outras máquinas.

Quanto o lazer e a diversão, São José oferece uma ampla oferta de cinemas, teatros, restaurantes, cafés, lojas, bares e discotecas.

AO SUL DE SÃO JOSÉ

CARTAGO

Cartago foi fundada em 1563 e foi a capital colonial até o ano de 1820. Daqueles tempos pouco ficou, em 1840 e em 1910 forte tremores de terra arrasaram-na por completo. Encontra-se a 55 quilômetros ao sudeste da atual capital, São José.

Seus principais locais turísticos são:

As Ruinas: Trata-se da zona reconstruída depois do terremoto de 1910, onde encontrava-se uma antiga igreja. Possui um formoso jardim. Hoje a Basílica de Nossa Senhora dos Anjos, onde encontra-se a imágem da patrona de Costa Rica, a Negrita, uma imágem da Virgem descoberta em 2 de Agosto de 1635, cuja a data tem lugar a maior festa do país, quando numerosos peregrinos percorrem distintos caminhos para rezar ante a virgem preferida.

Os arredores de Catargo. Merecem uma visita os Jardins Lankester, situados a seis quilômetros da cidade, onde pode-se admirar esplêndidas orquideas e outras plantas tropicais. Paraíso é a cidade mais importante do magnífico entorno natural enquadrado dentro doVale do Rio Orosi, onde pode-se desfrutar enormemente de sua formosas vistas, seus edifícios coloniais, suas flores de cor e sue lago com um refúgio encantador. A vila de Orosi é atualmente, o centro de cultivo do café da região e, a parte de visitar a igreja do século XVIII, pode-se percorrer várias chácaras e terrenos dedicados ao aromático grão. A sete quilômetros de Paraíso encontra-se Ujarrás, com uma interessante igreja, em ruinas, do século XVII e um pouco mais além o Lago de Cachi, formado artificialmente, para construir uma hidroelétrica.

À 11 quilômetros de Paraíso está o Refúgio Nacional da Fauna Sivestre Tapanti, um verdadeiro tesouro para os amantes das aves eTurrialba, um acolhedor povoado próximo as fontes do rio Reventazon, um dos mais rápidos do país, mito procurado por quem gosta de caiaque. Não pode-se deixar de visistar o Parque Nacional Guayabo, o local arqueológico mais mais importante do país.

PORTO LIMÃO

Banhada pelo mar Caribe, Porto Limão, é a capital da província, uma cidade encantadora pela que, merece a pena passear descobrindo oParque Vargas sua maior atração, que conta com árvores tropicais, flores, pássaros e formosas vistas sobre as rochas e o mar. Resulta como atração também, o ambiente colorido. que respira-se em seu Mercado e Museu Etnográfico. A quatro quilômetros da cidade tem Praia Bonita, que distingue-se por suas areias brancas e águas transparentes, nas quais tomar banho é um prazer.

O PARQUE NACIONAL CAHAUITA

Cahauita situada a 43 quilômetros ao sul de Porto Limão, conhecida por seu ponto de partida tem o Parque Nacional de mesmo nome. Conserva numeras mostras da Cultura Crioula. Ao noroeste da cidade liga-se uns dos locais paradisíacos da região, composto por suas longas praias de areias brancas e quentes águas, unidas por um pequeno arrecife de coral.

O PORTO VELHO DE TALAMANCA E BRIBRI

Porto Velho é uma localidade de grande encanto, enquanto que Bribri soube conservar seu sabor e tradição. Situada a 18 quilômetros ao sul de Cahauita, Bribri mistura a cultura dos indígenas com as do negros africanos, chegados a esta terras como escravos. Neste local pode-se desfrutar de rítmos como o reggae, de águas transparentes e sobretudo, a prática do surf, sem esquecer os deliciosos passeios a cavalo, através de espetaculares paisagens.

Nos arredores destacam-se Praia Cocles Praia Chiquita, ideais para os amantes do surf, do mar e do sol; Ponta Uva com paisagens naturais de grande beleza e Manzanilo, vila considerada a porta de entrada a Reserva Natural de Gandoca- Manzanillocom um arrecife coralino com cerca de 200 metros, lugar indicado para o submarismo.

AO SUL DE COSTA RICA

REFÚGIO NACIONAL DA FAUNA SILVESTRE GOLFINHO

Entorno natural de grande beleza, onde pode-se admirar a fauna do país. Suas paisagens acolhem praias de areias brancas, onde pode-se praticar a natação é uma experiência nova como a Praia Zancudo ou Pavones, ideal para o surf.

San Vito é uma cidade fundada em 1950 por imigrantes italianos, cujos arredores encontram-se os Jardins Botânicos Wilson, com espécies tropicais de grande interesse, enquanto a população de Neily distingue-se por sua simpatia. Dispondo de tempo não esqueça de visitar a principal cidade do entorno, Puerto Jiménez, o principal lugar de acesso ao Parque Nacional Corcovado.

O PARQUE NACIONAL CORCOVADO

Ligado ao sudoeste da Península de Osa, o Parque Nacional Corcovado é um entorno natural que oferece a maior diversidade biológica dos bosques costeiros da América Central, com animais únicos como a arara escarlate, entre muitos.

Dali existe uma rota no centro norte do país, devendo visitar Baia Drake, Palmar Norte e Palmar Sul a Reserva Índia Boruca, onde pode-se ver esta etnia em seu próprio entorno; o Parque Nacional Chirripó com a Serra Chirripó de 3.819 metros de altura (a montanha mais alta do país), o Parque Nacional Marino Ballena, com um arrecife coralino de 4.500 hectares ao redor da Ilha Ballena e onde habitam as aves aquáticas, iguanas verdes e lagartos espetáculares, São Geraldo de Rivas e São Isidro, o Geral, a principal cidade da região com extensos cultivos de café.

PELA COSTA DO PACÍFICO

Desde São Isidro o Geral até Dominical (com uma longa praia banhada por águas correntes que têm as delícias para os surfistas), existem paisagens de sonhos.

Desde Dominical pode-se chegar a Manuel Antonio, encantadora vila com uma bela praia, que constitui a entrada ao Parque Nacional Manuel Antonio, um dos menores do país, pois também um dos mais populares. Nele pode-se desfrutar de paisagens com bosques tropicais, praias de areias brancas e águas transparentes, acantilados agrestes e uma incrível fauna.

Próximo ao Parque Nacional encontra-se Quepos, paraíso dos amantes da pesca com um importante porto.

Continuando pela costa, Jacó centro turístico dos "josefinos" amantes das praias cristalinas e a Puntarenas, capital da província de seu mesmo nome, fundada no século XIX. Desde então mantém-se sua primácia como o porto de maior importância do país.

O NORTE DA COSTA RICA

MONTE VERDE E A RESERVA NATURAL SANTA ELENA

Monte Verde foi fundada em 1951 por uma comunidade de Cuaqueros. Os posteriores colonos conservaram o entorno natural em perfeito estado. Graças a eles, em 1972, criou-se a Reserva Biológica Bosque Nuboso Monteverde, principal lugar de estudo do Centro Científico Tropical de São José e da Liga de Conservação Monteverde. A Reserva Natural Santa Elena é algo mais jovem, foi fundada em 1989.

Os principais lugares que devem ser visitados em Monte Verde são: Sendero Baixo do Tigre, a Reserva Sendero Tranquilo, onde pode-se praticar sedentarismo; Serra Amiga com 1.842 metros de altura, o Jardim das Mariposas, a Galeria dos Colibris, onde pode-se contemplar distintas espécies destes pássaros, a Fábrica Artesanal de Queijo além de, seguir o processo de elaboração do queijo, pode-se degustar e comprar; a Cooperativa Artesanal, onde pode-se adquirir roupa e artesanato.

Quanto a Reserva Natural Santa Elena, surpreendem sua formosas paisagens naturais. É importante recordar que nestes entornos podem ser vistos mais de 400 espécies distintas de aves, sobretudo de março a abril, durante a época de migração.

CANHAS E O PARQUE NACIONAL PALO VERDE

Canhas é uma pequena cidade conhecida por ser a porta ao Parque Nacional Palo Verde, um importante santuário de aves e de diversas espécies de animais. Muito próximo localiza-se a Reserva Biológica Lomas Barbudal, famosa pela grande varidade de insetos que habitam a área ribeirinha. Na Reserva como dado curioso, pode- se ver mais de 250 espécies de abelhas.

PENÍNSULA DE NICOYA

Esta Península é um dos lugares mais atrativos do país suas praias são paradisíacas, além de abrigar reservas naturais de grande interesse.

Do Parque Nacional Palo Verde pode-se viajar ao Parque Nacional Barra Honda, célebre por suas impressionantes grutas, ideais para quem gosta de espeleologia. O seguinte ponto de interesse é Santa Cruz, uma pequena vila, e dali, a Guaitil, onde produz-se a famosa olaria de estilo Chorotega.

Nicoya é a principal cidade da península e seus habitantes descendem dos Chorotegas que deram as boas vindas aos primeiros espanhóis que chegaram a estas terras no ano de de 1523. Resultando encantos como a igreja de cor branca e o Parque Central criado no século XVII.

Desde Nicoya pode-se realizar excursões a Praia NaranjoPaquera e a Montezuma, pequena povoação com distintas praias e uma magnífica cascata. Muito próximo encontra-se a Reserva Natural Absoluta Cabo Branco, com bosques sempre verdes, atrativas praias e fauna variada.

Samara destaca-se por sua fascinante praia de areia branca e, também são o máximo atrativo de Nosara, onde além das praias, ressaltam a explosiva vegetação e a variada fauna, em especial, as aves. Também merecem uma visita às praias aos arredores, Praia Pelada e Praia Guiones.

Continuando mais ao norte chega-se ao Refúgio Nacional da Fauna Silvestre Ostional. Nele pode-se assistir a colocação de ovos e ao nascimento de crias de tartarugas do mar em distintas épocas do ano. Também pode-se contemplar iguanas, carangueijos, macacos, entre outras espécies.

Continuando pela costa, ao norte, chega-se a Praia Junquillal, que surpreende o turista por seus quilômetros de extensão e a Praia Tamarindo.

O seguinte ponto de turismo nesta zona é o Parque Nacional Marinho das Baulas de Guanacaste, famosos por ser o principal ponto de ovos de tartaruga laud (a maior do mundo e pode pesar 50 kg). A colocação do ovos tem lugar de outubro a março e o espetáculo pela noite de dezenas de tartarugas dessas dimensões acercando-se da praia para por seus ovos, resulta em um impressionante espetáculo.

Por último, aconselhamos a tomar um banho na Praia do Coco.

LIBERIA

Liberia é a cidade mais importante do norte de Costa Rica, contituindo um excelente ponto de partida aos parques naturais da região:

Parque Nacional Santa Rosa. Conhecido por colocação de ovos de tartarugas, que podem chegar a mais de 8.000, na Praia Nancite e pr ter o bosque tropical mais extenso da América Central. Pode-se desfrutar da área em um delicioso trajeto de trem, admirando macacos, iguanas, cobras e como não, tartarugas do mar. O parque conta com um Museu que explica a história da região.

Parque Nacional Guanacaste. Distingue-se pelos vulcões Orosi (1.487m) e Cacao (1.659m). Muito próximo. Penas Brancas, fazendo fronteira com entre Costa Rica e Nicarágua. Se possui tempo, pode visitar Cidade Quesada, conhecida popularmente com São Carlos.

Parque Nacional Ricão da Velha. Sua principal atração é o Vulcão da Velha (1.895m), ainda em ação. Pode-se chegar à pé ou à cavalo, e conta com crateras lagos, cones, fumarolas, piscinas de água quente e de águas sulfurosas. Por outro lado, o parque aloja mais de 300 espécies de aves, mamíferos como tapires, grande variedades de mariposas e centenas de orquídeas Catteleya skinneri, a flor nacional do país.

Vulcão Areial. Este vulcão permaneceu desativado até 1968, ano em que despertou com verdadeira fúria, arrasando tudo que encontrava ao seu redor. Desde então, mantém uma atividade estável com erupções (sobretudo noturnas), nas que são perfeitamente visível as lavras. Próximo ao vulcão localiza-se Lagoa Areial e a pequena vila de Tilarán, onde celebram os típicos rodeios.

OS CHILES

Os Chiles são uma pequena cidade situada somente a três quilômetros da Nicarágua. Serve de entrada ao Refúgio de Vida Silvestre Canho Negro.

Dali dos Chiles, cruzando a Planície de São Carlos, chega-se a Porto Velho de Sarapiqui, a qual destaca-se o bosque úmido tropical daReserva Nacional de Fauna Silvestre Barra do Colorado.

A Selva é uma estação biológica, centro de operações da Organização dos Estudos Tropicais, enquanto que Rara Avis é uma reserva de bosque tropical privada, onde estudam-se vários métodos para a conservação dos bosques tropicais. Ouro Verde é igualmente uma reserva privada, que pode-se chegar a ela somente de barco pelo Rio Sarapiqui. Ilha do Rio é um lugar ideal para fazer sedentarismo ou para as excursões à cavalo, enquanto que em Rancho Leona é possível descer em caiaques o rio.

PARQUE NACIONAL TORTUGUERO

Não pode abandonar a região sem ter visitado o Parque Nacional Tortuguero, o mais importante do Caribe de criação de tartarugas verdes do mar. Tanto a desova como o avance de centenas de tartarugas pela praia durante a noite, como o nascimento das crias resultam majestosas. Além de tartarugas pode-se contemplar grande variedades de aves aquáticas, macacos preguiçosos, cerca de 300 espécies de aves, tartarugas de água doce, largatos, caimanes, crocodilos, cobras e outros anfíbios.

DE VOLTA A SÃO JOSÉ

Descendo o noroeste até São José, a capital, debe fazer uma parada no Parque Nacional Braulio Carrilo, um formoso bosque com grande variedades de plantas e animais. Distingui-se por alojar o Vulcão Barva (2.906m).

Até a capital destaca-se o povoado de Coronado, aqui encontra-se o Instituto Clodomiro Picadoonde estudam os antídotos contra as picadas de cobras venenosas.

Parque Nacional Vulcão Poas acolhe o vulcão do mesmo nome de 2.704 m de altitude. Encontra-se ativo e surpreende pelo bosque anão, próximo de crateras, de árvores retorcidas pelo efeito do calor despreendido durantea a última erupção de 1989.

Muito próximo localiza-se Sarchi, o centro artesanal mais importante do país, onde há tempos contruiram formosas carretas de disparo, cujas rodas passaram a ser importantes elementos decorativos.

Alajuela a capital da província, conta com alguns atrativos, como seu pequeno museu e o Parque João Santa Maria, com uma escultura do herói franqueada por canhões.

Antes de finalizar nosso caminho, aconselhamos fazer uma visita Heredia, cidade fundada em 1706, que conserva o ambiente colonial. Destacam-se o Parque Central, a Igreja da Imaculada Conceição, de 1797, o Fortin e o Zoo Marinho.

Culinária

Costa Rica conta com uma rica e variada gastronomia, que permite degustar os pratos típicos com muita satisfação. Entre os mais populares destacamos o galo pinto um maravilhoso guisado que mistura arroz com feijões negros e é servido com ovos fritos; as ricas e variadas saladas de palmito, alinhadas por diferentes molhos e o saboroso arroz com frango. Estes constituem uma pequena mostra de que pode-se encontrar tanto nos clássicos restaurantes, como nos tradicionais chiringuitos de rua.

Bebidas

É recomendável não consumir água que não seja engarrafada. O melhor é dirigir-se aos deliciosos sucos de todo tipo de frutas e fáceis de serem encontrados.

Pode-se preparar com água ou sem água e com leite cremoso.

Quanto aos vinhos têm os importados (a preços elevados), os vinhos nacionais são de qualidades regulares. Sem dúvida, a aguardente, o guaro e o rum destilados são de grande qualidade, além de serem econômicos.

Aconselhamos que desfrute do forte, aromático e delicioso café, preparado de distintas formas. Um dos melhores do mundo.

Compras

Costa Rica oferece uma grande variedade de produtos originais e de grande qualidade. Vale a pena adquirir alguma mostra do típico e apreciado artesanato, como as talhas de madeira, realizados em distintas formas e diversos desenhos. São igualmente recomendáveis, os artigos de couro como carteiras, bolsas, acessórios, etc. Resultam muito originais as réplicas de arte pré-colombiana, que abundam nas lojas especializadas ou nos mercados de rua. Outra das peças mais destacadas são os trabalhos de joalheria, de atrativos desenhos e excelente qualidade.

Entre as lojas para comprar artesanato encontram-se o Mercado da Avenida Central e o Mercado Nacional de Artesanato na rua 11, em São José, a capital do país. A variedade é muito ampla, pois terá problemas na hora de eleger alguma peça. Em outras povoações encontrará distintos mercadinhos, que contituem uma delícia, além da variedade de peças locais e nacionais, pode-se respirar o amigável ambiente.

Não esqueça de adquirir um pacote da excelente qualidade de café (muito bom preço).

População e Costumes

A população de Costa Rica é de 3.460.000 habitantes aproximadamente, mais de 95% são de origem espanhola. O resto está constituído por grupos minoritários, como os descendentes dos Jamaicanos (gente de cor), chegados ao país para construir o ferrocarril ou para trabalhar nas plantações de bananeiras.

Existe, além, um pequeño percentual de índios puros (total de 1%).

A taxa de crescimento da população é muita alta (2, 55% ano), a densidade média é de 67 pessoas por quilômetros quadrados. São José, a capital conta com 959.340 habitantes aproximadamente.

Os costarriquenhos são pessoas amáveis, cordiais, simpáticas e que gosta de compartir sua alegria com os visitantes. A oportunidade nada melhor que travar relações eles em alguma festa local, além de compartir suas tradições, desfrutará do ambiente colorido e divertido tão característico deles.

Costa Rica é um dos paises mais prósperos de toda a América Central, com algumas características que diferencia-o como o fato de carecer de Formas Armadas e por dedicar mais de 20% da arrecadação nacional à educação.

ENTRETENIMENTO

Para definir Costa Rica tem que buscar os adjetivos que fazem referências a natureza, aos espaços virgens e a aventura.

Para os amantes das chamadas atividades ecoturísticas, Costa Rica é o destino ideal, existindo uma ampla oferta para realizar excursões aos lugares mais interessantes e locais nunca antes imaginados. Explorar mais de vinte Parques Naturais, oito Reservas Biológicas, as Áreas Protegidas que alcançam mais de um milhão de hectares ou a preciosa região declarada Monumento Nacional, pode converter-se em um autêntico prazer. Abundam as paisagens indescritíveis, ricas em fauna e flora endêmica. A aventura de explorar é uma experiência que dificilmente se esquece.

Entre os lugares mais frequentados encontram-se os Parques Nacionais do Vulcão Areial, Santa Rosa, Palo Verde, Corcovado, Vulcão Irazu e o Tortuguero.

Neste último pode-se desfrutar do maravilhoso espetáculo das centenas de tartarugas avançando pelas areias das praias, para colocar seus ovos. Se, preferir emoções mais fortes vá ao Parque Nacional de Guanacaste, onde pode-se admirar as impressionantes erupções noturnas do vulcão.

Para os amantes dos esportes aquáticos, Costa Rica oferece uma ampla variedade de possibilidades, especialmente o submarinismo. As águas do país possuem uma incrível e exótica flora marinha. O surf, a pesca, a navegação, o remo ou o ratfing, são outras das opções que podem ser desenvolvidas, aproveitando a força dos rápidos e torrentes rios da região. Porém, oferece também preciosas praias de areias brancas e águas cristalinas para nadar tranquilamente ou bem, para tomar sol.

Quanto ao entretenimento urbano, as principais populações contam com discotecas, bares cinemas, museus, excelentes restaurantes e outros muitos locais de diversão. Em São José, pode-se assistir ao Teatro e desfrutar com diversas representações de arte dramática, balé, ópera, música, etc.

FESTIVIDADES

Em Costa Rica as festas são uma constante e uma delícia, que com o colorido das mesmas une-se a alegria e simpatia dos costa-rinhenhos, sempre dispostos ao baile e a celebração.

1 de Janeiro festeja- se por todo lado, o começo do Ano Novo.

19 de Março o dia de São José, patrono do país e de sua capital, onde vestem-se de gala para sua Maior Festa.

Nos meses de a abril a março (dependendo do ano), durante uma semana, segue-se com fervor a Semana Santa, já que a maioria da população é católica, com procissões, Via Crucis e outros atos religiosos de interesse.

11 de Abril é o Dia de João Santa Maria, herói nacional na Batalha de Rivas que teve lugar em 1856 e que enfrentou William Walker.

1 de Maio comemora-se, como quase em todo mundo, o Dia do Trabalho.

29 de Junho é o Dia de São Pedro e São Paulo.

25 de Julho é um dia muito especial, é o Dia de Guanacaste, que comemora-se a adesão do país na Província de Guanacaste, em outros tempos pertencia à Nicarágua.

2 de Agosto é a Virgem dos Anjos, patrona de Costa Rica e o dia 15 do mesmo mês, A Assuncão. Um mês mais tarde, 15 de Setembro é o Dia da Independência, dia em que todo país veste-se de gala, para celebrar.

12 de Outubro comemora-se o Descobrimento da América, com o popular Dia da Reza.

Em Dezembro ressaltam as festas do dia 8, A Imaculada Conceição e 25 o Dia de Natal. 31 de Dezembro, os habitantes de Costa Rica esperam a Noite Velha, para receber o ano novo entre bebidas, comidas, músicas e danças.

Transportes

Avião

Diferentes companhias aéreas da Europa e América têm vôos a São José, a capital. O Aeroporto Internacional João Santa Maria, encontra-se a 17 quilômetros do centro da cidade. A linhas aéreas internacionais são Lacsa e Aero Costa Rica. Sansa é a companhia aérea para vôos nacionais, conectando com Quepos, Palmar, Golfinho, Porto Jimenez, Carrillo, Tambor, Barra Colorado, Tamarindo, Tortuguero, Coto 47, Nosara e Samara. Os aviões são pequenos, porém confortáveis.

Barco

O país conta com diversos portos marítimos como os de Porto Limão, Porto Velho, Porto Caldeira e Porto Jimenez, entre outros. Bem equipados e oferecem um bom serviço aos viajantes. Costa Rica conta com uma rede interior de baldiação, que navega os diversos pontos do país, como podem ser as diversas ilhas ou de uma península a outra. Existem, por outro lado, várias empresas que oferecem tudo que for necessário para praticar o rafting.

Trem

A rede ferroviária do país abarca 1.286 quilômetros. Costa Rica conta com poucos trens, e geralmente são mais lentos que os ônibus. Para aqueles que gostam de viajar por este meio, há alguns interessantes como o Trem de Limão que vai de Planície até a costa, atravessando aldeias.

Ônibus

Existem dois tipos de ônibus, os chamados de "luxo" que vão direto aos pontos eleitos, e os denominados "normais", que percorrem as pequenas populações, parando em todas elas. O ônibus é o transporte indicado para conhecer as pequenas populações, já que é mais rápido que o trem.

Automóveis

O país conta com uma boa rede de estradas asfaltadas (um total de 35.556 quilômetros) que permitem um cômodo percurso por toda sua geografia. Existe uma ampla oferta de agências de aluguel de carros das principais firmas internacionais.

Se, for de carro próprio, é imprescindível levar os documentos regularizados e verificar o seguro do automóvel e a cobertura deste.

Conduzir pela capital, São José, não é recomendável, pois existem numerosas ruas de uma única direção, que convertem a cidade, não conhecendo torna-se uma autêntica ratoeira. Fora de São José as coisas mudam, menos veículos e conduz-se com mais tranquilidade. Os limites de velocidade são de 80 quilômetros/h pelas estradas principais e 60 quilômetros/h para o resto da rede. é obrigatório conduzir com cinto de segurança.

Transporte Públicos e Taxis

Muitas poucas populações da Costa Rica conta com serviços de ônibus urbano. A maioria das populações são pequenas, razão pela qual pode-se chegar aonde queira andando. Em Costa Rica, os táxis são de cor vermelha e somente em São José tem taximetro, a pesar de que alguns condutores não utilizam. O conveniente é combinar o preço antes de realizar o trajeto. O serviço não é muito caro, além do mais, pode-se alugar para os trajetos que conduzem a determinados Parques Nacionais (aconselhável um veículo de terra).

Fonte: www.rumbo.com.br

Costa Rica

Nenhum outro país do mundo criou tanto em matéria de ecoturismo como a Costa Rica.

Costa Rica
Costa Rica

Uma das principais atrações da Costa Rica é o vulcão Arenal. La Fortuna é a cidade-base de expedições ao vulcão, o mais ativo da América Central, com 1.633 m de altitude.

Para uma breve explicação do que significa explorar a ecologia desse país se pode começar por números exatos: 20 parques nacionais, 26 áreas protegidas, 9 reservas de bosque, 8 reservas biológicas, 7 santuários selvagens e um total de 13.000 km² de montanhas, rios, pântanos, planícies e praias.

Costa Rica é um excelente lugar para apreciar a mudança de ecossistemas, a fauna e a vida selvagem.

Diversão

Vulcão Poas

Pode-se chegar de carro e desde suas plataformas panorâmicas se aprecia fumaças ativas, além de uma bela vista do país.

Parque Nacional Corcovado

Um bosque tropical. Casa dos jaguares, dos papagaios entre outras espécies da vida selvagem.Teatro Nacional

Localizado em San Jose é uma charmosa construção datada de 1890. Aí se pode apreciar espetáculos de ópera e ballet entre outras atrações.

Gastronomia

Costa Rica conta com uma rica e variada gastronomia, que permite degustar os pratos típicos com muita satisfação.Pode-se encontrar tanto clássicos restaurantes, como tradicionais chiringuitos de rua.

Transporte

A maioria das povoações são pequenas, razão pela qual pode-se chegar aonde queira andando. Em Costa Rica, os táxis são de cor vermelha e somente em São José tem taximetro, a pesar de que alguns condutores não utilizam. O conveniente é combinar o preço antes de realizar o trajeto. O serviço não é muito caro, além do mais, pode-se alugar para os trajetos que conduzem a determinados Parques Nacionais

Dinheira

Colón é o nome da moeda da Costa Rica (e também de El Salvador).

Por questões de segurança, a troca de moeda deve ser feita de preferência nas raras casas de câmbio.

Compras

Entre as lojas para comprar artesanato encontram-se o Mercado da Avenida Central e o Mercado Nacional de Artesanato na rua 11, em São José, a capital do país. A variedade é muito ampla, pois terá problemas na hora de eleger alguma peça. Em outras povoações encontrará distintos mercadinhos, que contituem uma delícia, além da variedade de peças locais e nacionais, pode-se respirar o amigável ambiente.

Capital San José

San José é a capital e a maior cidade da Costa Rica. Tem cerca de 512 mil habitantes. Foi fundada em 1738 pelos espanhóis.

San José é o centro político e econômico, e aglomera mais da mitade do comércio e os servissos do país.

San José possue uma população completamente urbana, de 340,894 habitantes segundo estimações de 2005. A densidade da população é de 7643 hab./km², e a população femenina representa 52% do total. A principal Área Metropolitana da Costa Rica, que inclui, só San José.

Clima

Costa Rica possui um clima tropical úmido na costa e temperado na parte central.

Existem usa estações muito diferenciadas: a estação das chuvas que vai de maio a novembro e a estação da seca, de dezembro a abril. As temperaturas médias são de 24 graus centígrados nas zonas baixas, de 16 graus nas zonas altas e de 20 graus no Vale Central.

Eletricidade

A corrente elétrica é de 110 volts a 60 Hz. Tipo americano, pois recomenda-se levar adaptador e um transformador para os aparelhos elétricos europeus.

Fonte: www.souturista.com.br

Costa Rica

Capital: San Jose

Idioma: espanhol

Moeda: colón

Clima: equatorial

Fuso horário (UTC): -6

Pontos turísticos

Parque Nacional Vulcão Arenal

Parque onde se localiza o vulcão Arenal, de 1633m e estrutura perfeitamente cônica. Tem estado em atividade desde 1968 e pode ser visto lava sendo espelida ou apenas uma certa luminosidade no cume.

Reservas florestais

Costa Rica possui uma grande área do país considerada como reservas florestais. Entre elas podemos citar a Reserva de Monteverde, Parque Nac. de Corcovado, Parque Nac. de Santa Rosa, Parque Nac. Tortuguero, Parque Nac. Barra Honda, entre tantos outros.

Fonte: www.geomade.com.br

Costa Rica

Costa Rica é um país da América Central.

A capital é San José.

A principal religião é o Cristianismo (Catolicismo e Protestantismo).

A língua nacional é o Espanhol.

Embora explorada pelos Espanhóis no começo do século 16, as tentativas iniciais de colonização da Costa Rica provaram-se sem êxito devido a uma combinação de fatores, incluindo: doenças a partir de pântanos infestados de mosquitos, o calor brutal, a resistência por nativos, e ataques de piratas. Foi somente em 1563 que um estabelecimento permanente de Cartago foi fundado no fresco e fértil planalto central. A área permaneceu uma colônia por cerca de dois séculos e meio. Em 1821, a Costa Rica se tornou uma das várias províncias da América Central que em conjunto declararam sua independência da Espanha. Dois anos depois, ela juntou-se às Províncias Unidas da América Central, mas esta federação se desintegrou em 1838, altura em que a Costa Rica proclamou sua soberania e independência. Desde o final do século 19, apenas dois breves períodos de violência tinham prejudicado o desenvolvimento democrático do país.

Embora ainda mantenha um grande setor agrícola, a Costa Rica expandiu a sua economia de modo a incluir fortes indústrias de tecnologia e do turismo. O padrão de vida é relativamente alto. A propriedade da terra é generalizada. Em Janeiro de 2008, a Costa Rica assumiu um assento não-permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas para o período 2008-09.

A Costa Rica é o quinto-maior país da América Central. Provavelmente ela adquiriu o nome de Costa Rica - em Inglês, "rich coast" no século 16 a partir de exploradores Espanhóis. Eles acreditavam que grandes quantidades de ouro estavam escondidas dentro de suas fronteiras. Os Espanhóis encontraram pouco ouro ali. Mas esta pequena república da América Central tem cumprido a promessa de seu nome em muitas outras maneiras.

A Costa Rica é uma terra fértil e produtiva, rica em beleza natural e recursos agrícolas. Suas plantações e fazendas rendem o café, frutas, cacau e vegetais. Seus muitos rios abundam em peixes de todas as variedades. Uma profusão de plantas exóticas e flores crescem nos vales agradáveis de suas altas montanhas. Suas margens, orladas aqui e ali com suas praias de areia, estendem-se ao longo de dois grandes corpos de água.

Terra

A Costa Rica é um país pequeno, a quinta maior em tamanho das repúblicas da América Central. Ela cobre menos de 20.000 milhas quadradas (52.000 km sq) da estreita faixa de terra entre o Mar do Caribe e o Oceano Pacífico. Encontra-se imprensada entre o Panamá ao sudeste e a Nicarágua ao norte. O litoral do Caribe, formado por coral, é uma extensão regular com poucos recortes. O litoral do Pacífico a oeste é cerca de quatro vezes mais longo, é irregular, e tem uma infinidade de baías, penínsulas e ilhas. É uma região de portos naturais e de beleza extraordinária. A cerca de 300 milhas (480 km) do continente está a Isla del Coco. Esta ilha de propriedade da Costa Rica já foi um famoso refúgio pirata, onde se diz que fabulosos tesouros estão enterrados.

Um sistema de montanha extensa cobre grande parte do interior da Costa Rica. Duas cadeias distintas, a Cordillera de Guanacaste, no noroeste e a Cordillera de Talamanca no sudeste, estão separadas na parte central do país por dois vales. Eles são o Valle del Río Grande de Tárcoles e o Valle del Río Reventazón. Há, além disso, outros pequenos grupos de montanhas independentes.

Chirripó Grande, a 12.533 pés (3.820 m) acima do nível do mar, é o pico mais alto da Costa Rica. Volcán Irazú, a 11.260 pés (3.430 m), é o vulcão mais alto.

O Volcán Poás, na porção central, que se pensava estar extinto, tornou-se ativo novamente. De tempos em tempos, geralmente no início (Maio) ou no final (Dezembro) da estação chuvosa, tremores de terra leve, às vezes sinalizando a erupção de um vulcão, podem ser sentidos. Terremotos severos não são desconhecidos. Em 1841 e novamente em 1910, a cidade de Cartago foi praticamente destruída. Estão sendo tomadas medidas para tornar os edifícios à prova de terremotos.

As diferenças de altitude determinam o clima da Costa Rica. O país está dividido em três zonas climáticas. Nas planícies costeiras quentes, as temperaturas médias são cerca de 90 °F (32 °C). O clima lá é ideal para a criação de bananas, cacau e gado de corte. A zona temperada, o Plateau Central, onde a maioria das pessoas vivem, possui uma temperatura de cerca de 70 ° a 80 °F (21 ° a 27 °C) durante todo o ano. Lá, em altitudes de 3.200 a 6.500 pés (975 a 1.980 m) acima do nível do mar, o café é a cultura principal. Em altitudes ainda maiores está a zona de montanha fria, onde as encostas íngremes são utilizadas principalmente para o gado leiteiro. A neve é desconhecida, mas as temperaturas nos picos mais altos ocasionalmente caem para o ponto de congelamento. No início da manhã o solo é por vezes coberto de geada.

Nas encostas que defrontam o leste em direção ao Atlântico, a precipitação é bem distribuída ao longo do ano. O lado do Pacífico, no entanto, é dividido em estações secas e úmidas. A estação seca vai de Dezembro a Maio. A estação das chuvas vai de Maio a Dezembro. A Costa Rica fica a apenas 10 graus de latitude norte do equador. Assim, as temperaturas permanecem bastante uniformes durante todo o ano. Apenas as diferenças na quantidade da chuva marcam variações sazonais.

Cidades

San José

O centro metropolitano chefe da Costa Rica e sua capital desde 1823 é San José, no Planalto Central a uma altitude de cerca de 3.800 pés (1.170 m). San José é definida no padrão quadriculado familiar de muitas cidades coloniais Espanholas, com praças atraentes, parques, e uma grande avenida que leva até o centro da cidade para as adoráveis áreas residenciais periféricas.

San José é uma cidade de impressionantes edifícios modernos e alguns excelentes exemplos da arquitetura colonial. O Teatro Nacional é um dos edifícios mais belos da América Central. Também em San José está a casa do Congresso (El Congreso), o Museu Nacional com a sua bela coleção de arte pré-Colombiana, e muitas igrejas encantadoras. Entre os locais coloridos da cidade está o mercado público com as suas bancas de mercadorias e flores.

Limón e Puntarenas

Os dois principais portos do país são Limón, na costa leste e Puntarenas, a oeste. Limón, uma vez o porto chefe da banana da Costa Rica, é onde a maioria da população das Índias Ocidentais se instalou. Puntarenas não é apenas um porto, mas um resort popular à beira-mar também.

Cartago

A primeira capital da Costa Rica, Cartago fica a uma altitude de quase 5.000 pés (1.500 m). Ela foi fundada em 1564 pelo explorador Espanhol Juan Vásquez de Coronado. Cartago é uma das mais antigas cidades da América Latina e tem muitos bons exemplos da arquitetura colonial. Cartago é o lar de um colorido mercado de Domingo. Agua Caliente, um spa de fontes termais, está por perto.

População

A Costa Rica tem uma população de mais de 4,5 milhões. A maioria dos Costarriquenhos são descendentes dos povos nativos e de colonos Europeus. Há também os negros das Índias Ocidentais e um pequeno número de Chineses. Aproximadamente 75 por cento das pessoas da Costa Rica são Católicos Romanos.

A unidade familiar ainda é o centro da estrutura social do país, e muitas tradições antiqüíssimas são mantidas. Nos fins de semana, os amigos se unem em paseos (caminhadas de lazer), em passeios no país, e em piqueniques familiares nas montanhas ou nas praias.

Às vezes, quatro ou cinco famílias participam dos longos preparativos para um asado, um churrasco ao ar livre em que todos os lados da carne de boi ou de carneiro são colocados em prateleiras grandes e cozidos lentamente ao longo de fogueiras a céu aberto. A carne é então comida em uma deliciosa refeição que pode incluir tortillas, bolos finos feitos de milho; tamales, cozido recheado com folhas de carne moída e milho; ou gallo pinto, um prato altamente temperado feito de arroz e feijão. Saladas de palmito muitas vezes acompanham a refeição, e a sobremesa é por vezes o tamal asado, um pudim delicioso feito de ovos, queijo, açúcar, farinha de milho e creme de leite, ou uma das muitas variedades das frutas tropicais - tais como papayas, anonas ou grandillas - que crescem em todo o país.

Cultura

A Costa Rica tem uma rica herança cultural. O povo nativo que originalmente habitava o território, principalmente os Chorotegas e os Borucas, eram oleiros especialistas, escultores, e tecelões. Remanescentes de seu trabalho podem ser vistos nos museus de San José e Cartago. Os colonos Espanhóis acrescentaram as ricas tradições de sua pátria mãe. Imigrantes de outras partes da Europa fizeram outras contribuições.

Os Costarriquenhos amam dançar e ouvir música. Alguns de seus instrumentos - entre eles o quijongo, um tambor feito de peles de animais; a ocarina, um pequeno instrumento de sopro; e o jicaro, uma cabaça com o miolo-cheio - têm sido utilizados dos povos dos tempos pré-Colombianos. O chirimía, outro instrumento de sopro, é semelhante ao oboé. A animada e espirituosa punto guanacasteco é a dança preferida do país. Nomeada para a província de Guanacaste, onde as danças mais características tradicionais são carinhosamente preservadas, os passos exuberantes do punto são realizados com o acompanhamento da marimba e do violão.

Outras danças populares são a botijuela, o torito, e o zapateado, uma dança rápida e de estamparia. No lado mais calmo está o familiar baile suelto. É uma dança suave e romântica, única em que combina frequentemente dançar com recitação de poesia.

A maioria das festas da Costa Rica refletem o calor do próprio povo. Após a colheita do café ser colhida, há celebrações em todo o país. Homens e mulheres em roupas brilhantemente coloridas participam de danças tradicionais. Além das habituais celebrações do Natal, os Costarriquenhos desfrutam de seu próprio costume especial. Em muitas cidades e aldeias, touros e homens participam de uma tourada livre-para-todos em que nenhum touro é jamais morto ou gravemente ferido.

11 de Abril e 1 de Maio comemoram os aniversários das duas Batalhas de Rivas, lutadas contra o aventureiro Norte-americano William Walker. 12 de Outubro honra a descoberta de Colombo do Novo Mundo. Algumas seções do país têm os seus próprios feriados especiais. Em 2 de Agosto, durante a Festa de Nossa Senhora dos Anjos, muitas pessoas tomam parte em uma peregrinação à antiga capital de Cartago. Em 15 de Fevereiro, na aldeia de San Isidro de Coronado, o mercado é o cenário de uma festa de ação de graças em honra do santo padroeiro. A festa é seguida por danças e cantigas.

A Costa Rica tem produzido um grande número de escritores e artistas talentosos. Entre eles estão os autores que representaram o movimento costumbrismo, na qual a ênfase artística é sobre os aspectos distintivos da cultura e da herança da Costa Rica. O mais famoso desses escritores foi Aquileo Echevarría, que é honrado como o poeta nacional.

Educação

Os Costarriquenhos geralmente têm um grande respeito pela aprendizagem. Cada um dos sucessivos governos do país tem colocado grande importância na alfabetização. Em 1843, o Dr. José María Castro, o presidente que fundou a Primeira República, estabeleceu a primeira universidade do país em Santo Tomás.

Em 1869, o Presidente Jesús Jiménez declarou a educação primária gratuita e obrigatória. O maior estímulo para a educação pública, no entanto, veio na década de 1880 como resultado dos esforços de Mauro Fernández, o ministro da educação. Ele organizou o primeiro sistema de ensino secundário do país.

Durante o primeiro terço do século 20, enquanto os militares governavam a maior parte dos países vizinhos, a Costa Rica teve como líderes proeminentes juristas que consolidaram o sistema político democrático e o governo da lei. Entre os mais conhecidos desses presidentes-advogados estão Ricardo Jiménez e Cleto González.

Em 1940, a universidade de Santo Tomás foi restabelecida como a Universidade de Costa Rica. De acordo com as disposições da Constituição de 1949, à universidade foi dada total autonomia. Hoje ela é operada por um conselho formado por professores e alunos, com a ajuda financeira do governo.

A linguagem dos Costariquenhos é o Espanhol, e em suas escolas muitos deles aprendem o Inglês. A freqüência escolar e as taxas de alfabetização do país são muito elevadas.

Economia

A Costa Rica tem basicamente uma economia agrícola. O turismo é outra importante fonte de receita. A impressionante biodiversidade do país o torna um destino atrativo para o ecoturismo.

Banana, abacaxi, café, e melão estão entre as principais exportações da Costa Rica. Em 1804, o café foi introduzido no país pelo governador Espanhol Tomás de Acosta. O rápido crescimento da safra de café, especialmente sob a liderança do Presidente Braulio Carrillo em 1830, tornou possível para a Costa Rica importar ferramentas, têxteis e outros bens mal necessários da Europa e da América do Norte. No Planalto Central, onde a maioria do café é cultivado, milhares de agricultores independentes produzem o "ouro verde".

Em 1880, a Costa Rica se tornou o primeiro país da América Central à produzir bananas para exportação. No início do século 20, porém, as bananeiras foram atacadas por uma grave doença chamada sigatoka, e a produção caiu para quase nada. A doença acabou por ser exterminada. As bananas são cultivadas ao longo da parte sul da costa do Pacífico e na costa do Caribe.

A Costa Rica também produz uma grande variedade de frutas tropicais, bem como o açúcar, cacau, flores e sementes de flores. O milho, arroz, feijão e batatas são as principais culturas alimentares. A exportação de peixe também está ganhando em importância. As águas da Costa Rica pululam com camarão, atum, tubarão (valioso por sua pele e pelo óleo de fígado de tubarão), e tartarugas marinhas, cuja carne e ovos são valorizados para a alimentação. Como em todos os países da América Central, as florestas fornecem muitas variedades de madeira serrada. A Costa Rica não deixa de ser conhecida por seus esforços para proteger e conservar suas frágeis e bonitas florestas.

A Rodovia Inter-Americana atravessa o país no comprimento da Nicarágua para o Panamá. Uma rede de estradas secundárias facilita as comunicações. O transporte aéreo é eficiente. A população bem-educada da Costa Rica e o sistema político estável a tornaram atraentes para os investidores estrangeiros. Os trabalhadores do país produzem equipamentos médicos e outros produtos de alta tecnologia para exportação.

Em Outubro de 2007, a Costa Rica se tornou o último signatário a aprovar o Acordo de Livre Comércio da América Central. Os Estados Unidos, a República Dominicana, El Salvador, Guatemala, Honduras e Nicarágua já tinham feito isso.

História

Historicamente, a Costa Rica é bastante incomum entre os países da América do Sul e Central. Cerca de quatro séculos atrás, um grupo de agricultores Espanhóis deixaram o território da Guatemala, onde um capitão-general governava em nome do monarca Espanhol. Eles se estabeleceram no Planalto Central da Costa Rica, então a província mais ao sul, tão longe quanto possível da sede do governo colonial.

Para os próximos três séculos, os criollos, descendentes desses agricultores, trabalharam no desenvolvimento de uma florescente comunidade. Os criollos implementaram a sua terra e viveram além do tumulto e dos transtornos dos territórios vizinhos. No início dos 1800s, no entanto, os primeiros rumores de movimentos de independência começaram a chegar aos Costarriquenhos. Em 1821 veio a notícia de que várias regiões finalmente haviam jogado fora o domínio Espanhol. Naquele ano, as autoridades patriarcais na aldeia capital de Cartago convocaram uma reunião de cidadãos e decidiram esperar para ver.

A independência na América Central foi proclamada na Guatemala em 15 de Setembro de 1821. Em 13 de Outubro, a Costa Rica enunciou o seu Ato de Independência. Imediatamente, e sem nenhuma experiência política anterior, os cidadãos tiveram de improvisar um governo. Apenas 48 dias depois, em 1 de Dezembro de 1821, eles tinham elaborado a sua primeiro carta, o Pacto de Concórdia. Pouco depois, o Estado da Costa Rica -mais tarde a República da Costa Rica - foi estabelecida.

Em 1855, a paz da combativa nova democracia foi rompida. Um bando de soldados dos Estados Unidos, sob a liderança de William Walker, invadiu a América Central. Walker, um advogado-médico que virou aventureiro, esperava conseguir o controle das repúblicas, acrescentando assim vozes escravocratas ao debate acalorado então em andamento no Congresso dos EUA. Os mal-treinados soldados da Costa Rica, inspirados pelo Presidente Juan Rafael Mora, derrotaram os Filibusters de Walker na Batalha de Rivas em 11 de Abril de 1856, e expulsaram-nos da América Central. Os Costarriquenhos ainda comemoram este dia como um feriado nacional.

Ao longo dos próximos 100 anos, o sistema político da Costa Rica evoluiu para uma democracia representativa com voto direto, um sistema que atingiu o seu pleno desenvolvimento no século 20. O governo prevê a divisão usual de poderes entre o executivo, judiciário e legislativo. O presidente e os 57 deputados são eleitos a cada quatro anos pelo voto direto. Um presidente deve permanecer fora do cargo por dois mandatos consecutivos, e um suplente por mais um mandato, antes de buscar a reeleição.

Mas mesmo um alto grau de sofisticação política não eliminou todos os problemas da Costa Rica. Em uma eleição disputada e fraudulenta em 1944, uma coalizão governamental que incluía membros do Partido Comunista chegou ao poder. Nas eleições de 1946 e 1948, houve novas irregularidades. Finalmente, em 1948, a guerra civil eclodiu. Na breve Guerra de Libertação Nacional, liderada por José Figueres, a ordem foi restaurada. Por 18 meses, um governo temporário, chamado de Junta Fundadora da Segunda República, com Figueres como presidente, governou o país. As práticas eleitorais livres e justas foram restabelecidas, e a paz e a ordem foram restauradas.

Várias mudanças importantes surgiram como o resultado das insurreições. O exército foi abolido, os bancos foram nacionalizados, os preços foram estabilizados, e um programa de habitação de baixo-custo foi instituído. O direito ao voto foi dado às mulheres, que desde então se tornaram muito ativas politicamente. Em geral, o poder passou da grande classe latifundiária para uma classe média emergente.

Uma nova Constituição foi aprovada em 1949, e Figueres foi eleito presidente em 1952 por uma larga maioria. A oposição, liderada por Mario Echandi Jiménez, conquistou uma maioria simples na eleições de 1958. Francisco J. Orlich Bolmarich, com o apoio do Partido de Libertação Nacional (PLN) de Figueres, ganhou a eleição presidencial de 1962 e continuou as reformas de Figueres.

Figueres ganhou mais um mandato como presidente em 1970, e os candidatos apoiados pelo PLN capturaram o posto em 1974, 1982 e 1986. O país esteve relativamente livre da violência que havia engolido boa parte da América Central na década de 1980, e sua estabilidade política parecia certa. Mas as guerras civis na Nicarágua e em El Salvador, Honduras, e Guatemala tinham criado uma grande carga econômica para a Costa Rica, que tradicionalmente tem sido um refúgio para os refugiados de outros países da América Central.

Oscar Arias Sánchez, que foi eleito presidente em 1986, elaborou um plano de paz regional assinado em Agosto de 1987 pelos presidentes da Nicarágua, Guatemala, Costa Rica, El Salvador e Honduras. Suas disposições incluíam um cessar-fogo e o fim da ajuda externa aos contras na Nicarágua, além do reassentamento ou repatriamento dos refugiados, a eventual redução no tamanho das forças armadas, e a realização de eleições livres em todos os países.

Arias recebeu o Prêmio Nobel da Paz de 1987 por seus esforços incansáveis para alcançar a paz na América Central. Em parte para reconhecer estes aspectos da liderança regional da Costa Rica, a primeira reunião de cúpula interamericana em 22 anos foi realizada em San José em 1989.

Arias Sánchez estava constitucionalmente impedido de suceder a si mesmo, e os eleitores por pouco mudaram contra o partido no poder. As eleições de 1990 foram ganhas pelo Partido Cristão da Unidade Social (PUSC) de Rafael Calderón Fournier, filho do ex-presidente Rafael Calderón Guardia. Ele foi sucedido em 1994 por José María Figueres Olsen do PLN, filho do ex-presidente José Figueres Ferrer. Miguel Angel Rodríguez do PUSC tornou-se presidente em 1998.

As eleições de 2002, em que o sistema de dois partidos do país enfrentou a sua primeira ameaça séria em mais de 50 anos, foram vencidas por Abel Pacheco do PUSC. Arias ganhou um segundo mandato como presidente em 2006. Ele liderou o esforço para ganhar a aprovação dos eleitores para um acordo de livre-comércio regional com os Estados Unidos. Laura Chinchilla do governante PLN ganhou as eleições presidenciais de 2010, tornando-se a primeira mulher da Costa Rica a deter aquele alto cargo. Ela tinha servido como vice-presidente sob Arias.

Em Outubro de 2010, a Costa Rica afirmou que as tropas Nicaragüenses tinham invadido o território Costarriquenho. Elas haviam sido desembarcadas em uma ilha na foz do Rio San Juan que formava a fronteira longamente disputada entre os dois países. Em 2011, a Costa Rica levou a disputa à Corte Internacional de Justiça em Haia.

José Figueres Ferrer

Fonte: Internet Nations

Costa Rica

Costa Rica é um país da América Central situado numa das zonas mais estreitas do subcontinente. A oriente, as águas quente do Mar do Caribe em comunicação com o Atlântico Norte; a Ocidente, o imenso Pacifico sem fim nem horizonte.

No seu miolo, apresenta-se-nos um conjunto de cordilheiras escarpadas que atravessam o país de noroeste para sueste, ladeadas por planícies costeiras de largura variável, as mais extensas fazendo parte do largo vale do rio Tempisque. Esta s montanhas estão semeadas de vulcões, alguns dos quais ativos, e atingem a máxima altitude no Cerro Chiripó, com 3 810 m.

A capital, San José, é a maior cidade do país e situa-se em meio destas cordilheiras, a 1161 metros de altitude. Outras cidades importantes são Alajuela, próxima de San José, Puntarenas, na costa do Pacífico e Limón, na costa caribenha.

Breve História pós-Independência

A Costa Rica tornou-se independente a 15 de setembro de 1821 e três anos depois uniu-se, por pouco tempo, ao México.

Em 1824 passou a integrar a Federação Centro-Americana, dissolvida em 1838. Nessa época teve início a exportação de café para a Europa, e San José viveu um período de intenso crescimento e prosperidade.

Durante a administração do general Tomás Guardia, que governou despoticamente o país entre 1870 e 1882, a Costa Rica atingiu notável desenvolvimento econômico. Incrementou-se o comércio de açúcar e café, construíram-se ferrovias e abriram -se portos para escoar a produção.

As plantações de banana, controladas a partir de 1899 pela United Fruit Company (mal afamada corporação capitalista norte-americana que viria a monopolizar a cultura e comércio de frutas em grande parte da América Latina), passaram a rivalizar em importância econômica com as de cana-de-açúcar e café.

Em 1890 tornou-se presidente José Joaquín Rodríguez; sua eleição foi considerada a primeira inteiramente livre e sem fraudes na América Latina e inaugurou uma tradição de democracia na Costa Rica, que se mantém até hoje, com curtas interrupções.

Durante o século XX, sucederam-se presidentes eleitos até 1948, ano em que os resultados eleitorais foram contestados por grupos de esquerda, o que desencadeou a breve guerra civil que levou José Figueres Ferrer ao poder.

A junta revolucionária que assumiu o governo aboliu o Exército e criou uma guarda civil, elaborou nova constituição e empossou o candidato vitorioso nas urnas, Otilio Ulate Blanco.

Em 1953, José Figueres voltou ao poder, nacionalizou os bancos, impôs re strições à United Fruit e enfrentou uma invasão lançada por seus adversários exilados na Nicarágua. Figueres inscreveu seu nome na história do país com várias décadas dedicadas às reformas sociais, à abertura política para o exterior e aos ideais social-democratas.

Ao longo da década de 1980, a Costa Rica preservou seu regime político, baseado no poder civil legitimado por eleições. A posição internacional da Costa Rica, que manteve alto grau de independência em relação aos grandes blocos de poder, deu-lhe condições de atuar com bons resultados no âmbito regional.

O presidente Oscar Arias Sánchez, eleito em 1986, teve papel de destaque na mediação das guerras civis na Nicarágua e em El Salvador e por seu esforço foi-lhe concedido o Prémio Nobel da Paz em 1987. Em 1990, Arias foi sucedido por Rafael Angel Calderón Fournier, da oposição.

Esta relativa estabilidade, em meio de uma zona do globo propensa à conflitualidade, permitiu à Costa Rica um desenvolvimento econômico notável e a expansão do seu setor turístico de uma forma equilibrada e bem sustentada.

Fonte: www.soltropico.pt

Costa Rica

Localizado na América Central, a Costa Rica recebe anualmente mais de um milhão de turistas por ano, abriga aproximadamente 6% da biodiversidade mundial e hoje é um exemplo de preservação e turismo responsável.

O país se caracteriza por sua beleza natural impressionante, seu sistema consolidado de áreas protegidas, pela estabilidade social e política, pela eficiência e qualidade de seus serviços.

Tudo isso em um território de 51 mil quilômetros quadrados, rodeado pelos oceanos Atlântico e Pacífico, com 120 km de litoral.

Em seu interior, há regiões de montanhas e cordilheiras, com o ponto mais alto de até 3819 metros do nível do mar, a montanha Cerro Chirripó. Também se concentram vulcões em seu interior, como Arenal, Irazú, Rincon de la Vieja e Turrialba.

Costa Rica
Costa Rica

Religião: 81.3% da população professa a religião católica e cerca de 15% são protestantes evangélicas.

Capital: San José

Como Chegar: A viagem é feita em novo Boeing 737-700 com a Cia Copa Airlines.

Clima: Clima agradável o ano todo com mais calor na zona costeira e temperaturas médias de 30º C. As temperaturas das zonas montanhosas não são frias, com media de 17ºC, com sensação de eterna primavera.

A época chuvosa vai de maio a novembro e a época mais seca vai de dezembro a abril.

Documentação: Brasileiros podem permanecer por 90 dias sem necessidade de visto, apenas com passaporte com validade de no mínimo 6 meses.

Idioma: espanhol

Moeda: Colon.

Cartões de crédito e dólares americanos são aceitos em todo país.

Culinária: O prato básico da cozinha costa-riquenha é o Gallo Pinto, o nosso conhecido feijão com arroz. A comida local leva vários ingredientes presentes na culinária mexicana, como abacate, tortillas e muito coentro. Os costa-riquenhos preparam uma grande variedade de doces feitos de banana e café, principais produtos alimentícios exportados pelo país.

Praias: A Costa Rica ocupa um lugar privilegiado no coração da América Central, com praias banhadas pelos dois oceanos – Atlântico e Pacífico, separados por apenas 3 horas de veículo ou 45 min. de avião.

O lado das praias do Caribe se destaca por sua diversidade aquática, areias claras e escuras, ideal para a prática de atividades na natureza e no mar, como pesca esportiva e mergulho em águas claras.

A costa do pacífico concentra grandes centros turísticos e são as praias mais recomendadas para a prática de surf.

Ecoturismo: A Costa Rica é um país exuberante, onde a natureza se manifesta em todo seu esplendor, graças a sua extraordinária biodiversidade.

O território está dividido em 20 parques naturais, 8 reservas biológicas e uma série de áreas protegidas, com uma oferta variada de passeios e atividades para os amantes da natureza e dos esportes ao ar livre.

Províncias: Com uma população de 4.200,00 habitantes (estimativa do PNUD da ONU para 2003) a Costa Rica possui 7 províncias - San Jose, Heredia, Guanacaste, Puntarenas, Cartago, Alajuela e Limón - que juntas oferecem um destino turístico de muitas possibilidades.

San José: San Jose é a província mais populosa do país, localizada na região central, entre impressionantes montanhas da cordilheira central, que incluem parques nacionais, reservas florestais e terras férteis.

A capital da Costa Rica, San Jose, está localizada em um vale central do país, em uma extensa planície, rodeada por majestosos vulcões e verdes matas.

A cidade de San Jose tem uma arquitetura diversificada, com inúmeros atrativos e pontos de interesse entre museus, teatros, hotéis, restaurantes e edifícios históricos de influência européia.

Heredia: Com um território de 2.656 km2 e uma população de 75.000 habitantes, Heredia é a menor província da Costa Rica, apreciada pela tradição cultural e arquitetura antiga.

A cidade de Heredia, conhecida como a cidade das flores, se fundou em 1762. Na região pode-se apreciar um bom número de casas de adobe nas comunidades heredianas de Barva e Santo Domingo.

Entre as maravilhas naturais da província de Heredia, se encontra o vulcão Barva, situado na parte oeste do Parque Nacional Bráulio Carrillo, região que representa a maior riqueza natural do vale central, com mata chuvosa, centenas de espécies de plantas e animais, ideal para observação de aves. Além da mata, há diversos rios e cachoeiras, perfeito para prática de atividades de aventura e ecoturismo.

Guanacaste: Conhecida por suas praias espetaculares, é a região mais seca da Costa Rica e abriga alguns dos melhores hotéis de praia do país.

Os turistas que ali chegam encontram desde praias calmas até praias com excelente infra-estrutura de hotéis, restaurantes, bares, lojas e diversos serviços.

Puntarenas: Conhecida como a pérola do Pacífico, Puntarenas é a maior província da Costa Rica e suas principais atrações estão na linha costeira do Pacífico.

Esta província oferece uma variedade de praias, parques nacionais e reservas naturais em uma zona de transição de terras tropicais secas aos verdes bosques do pacífico central.

É nesta província que está localizado o Parque Nacional Manuel Antônio, um dos mais visitados do país, com praias de areia branca, águas azuis do pacífico, centenas de hectares de bosque chuvoso com mais de 100 espécies de mamíferos e igual número de aves. Também em Puntarenas há o Parque Nacional Corcovado e a Reserva Biológica de Carara.

Fonte: www.newage.tur.br

Costa Rica

COSTA RICA (América Central)

Geografia

Costa Rica faz fronteira com o Oceano Atlântico, a leste (com o Mar do Caribe) e do Oceano Pacífico, a oeste. É um país montanhoso atravessado por três cadeias de montanhas vulcânicas (Cordilheira de Talamanca, Cordillera Central e Cordillera de Guanacaste), cujo ponto mais alto é Chirripo Grande (cerca de 3.820 metros). Sente-se na costa leste de grandes planícies (1/3 do território), enquanto que na costa oeste, a paisagem é íngreme e composto por frutas. San Juan, principal rio do país, forma uma fronteira natural com a Nicarágua ao norte.

Países fronteiriços:

Norte: Nicarágua
Sul: Panamá

Independência: 15 Setembro 1821 (da Espanha)

Governo: República Democrática unidade (sistema presidencialista)

Capital: San José

Idiomas: Oficial e usual: Espanhol

Área: 51 100 km ²

População: 4.327.000 pessoas

Moeda nacional: Cólon Costa Rica (CRC)

Dia Nacional: 15 de setembro (proclamação da independência, em 1821)

Clima

Nenhuma vacina necessária. Atualizado Gerais vacinas recomendadas (poliomielite, tétano, difteria ...). E os termos e duração da estadia, a febre tifóide, a hepatite B ea raiva. Evite beber água da torneira produto repelente e bem-vindos!

Saúde

Nenhuma vacina necessária. Atualizado Gerais vacinas recomendadas (poliomielite, tétano, difteria ...).

Descubra

Se você prefere as praias ao longo do Oceano Pacífico a oeste ou aqueles banhados pelo Mar do Caribe, a leste, uma coisa é certa: Costa Rica é perfeito para praia preguiçoso!

O país tem poucos parques nacionais que valem a pena visitar, como o vulcão Irazú. San Jose também tem uma museus muito interessantes, como o ouro ou jade. Emocionar ir para um passeio perto de vulcões Arenal e Poás ainda ativos.

Fotos

Costa Rica
Vulcão bonita em Costa Rica

Costa Rica
Vegetação da Costa Rica

Costa Rica
Queda Tropical da Costa Rica

Costa Rica
Mata Santa Elana Nuvem Costa Rica

Fonte: www.continent-americain.com

Costa Rica

Nome oficial: República da Costa Rica (República de Costa Rica).

Nacionalidade: costarriquenha ou costarriquense.

Data nacional: 15 de setembro (Independência).

Capital: San José.

Cidades principais: San José (324.011), Puerto Limón (57.216), Alajuela (49.568) (1996).

Idioma: espanhol (oficial).

Religião: cristianismo 95% (católicos 80%, protestantes 15%), outras 5% (1992).

Geografia

Localização: América Central. 
Hora local
: -3h. 
Área
: 51.100 km2. 
Clima
: equatorial (litoral) e equatorial de altitude (interior). 
Área de floresta
: 12 mil km2 (1995). 

População

Total: 4 milhões (2000), sendo europeus ibéricos e eurameríndios 96%, afro-americanos 2%, grupos étnicos autóctones 1%, outros 1% (1996).  
Densidade
: 78,28 hab./km2. 
População urbana
: 47% (1998).
População rural:
 53% (1998).
Crescimento demográfico
: 2,5% ao ano (1995-2000). 
Fecundidade
: 2,83 filhos por mulher (1995-2000). 
Expectativa de vida M/F
: 74/79 anos (1995-2000). 
Mortalidade infantil
: 12 por mil nascimentos (1995-2000). 
Analfabetismo
: 4,4% (2000). 
IDH (0-1):
 0,797 (1998).

Política

Forma de governo: República presidencialista. 
Divisão administrativa
: 7 províncias subdivididas em cantões. 
Principais partidos
: Unidade Social Cristã (Pusc), de Libertação Nacional (PLN).  
Legislativo
: unicameral - Assembléia Legislativa, com 57 membros eleitos por voto direto para mandato de 4 anos. 
Constituição em vigor
: 1949.

Economia

Moeda: colón costarriquenho. 
PIB
: US$ 10,5 bilhões (1998). 
PIB agropecuária
: 15% (1998). 
PIB indústria
: 24% (1998). 
PIB serviços
: 61% (1998). 
Crescimento do PIB
: 3,9% ao ano (1990-1998). 
Renda per capita
: US$ 2.770 (1998). 
Força de trabalho
: 1 milhão (1998). 
Agricultura
: Principalmente a banana, café, frutas tropicais e flores. 
Pecuária
: bovinos, suínos, aves. 
Pesca
: 33,6 mil t (1997). 
Mineração
: ouro, prata, sal marinho, pedra pome, asfalto natural. 
Indústria
: alimentícia, química, bebidas, máquinas (elétricas). 
Exportações
: US$ 5,5 bilhões (1998). 
Importações
: US$ 6,2 bilhões (1998). 
Principais parceiros comerciais
: EUA, México, Venezuela, Japão, Alemanha, Itália e Guatemala.

Defesa

Gastos: US$ 69 milhões (1998).

Fonte: www.portalbrasil.net

Costa Rica

Situada na América central entre a Nicarágua e o Panamá, tem um clima ameno todo o ano sendo a estação quente de Dezembro a Abril e a estação das chuvas de Maio a Novembro.

Para a entrada no país, é obrigatório passaporte com mínimo de 6 meses de validade.

O tempo de voo entre Portugal e a Capital San José é de aproximadamente 16h30m. Para comunicar com os habitantes locais não terá qualquer problema pois a língua oficial é o Espanhol. O horário dos bancos e comércio é também muito parecido com o nosso, sendo o dos bancos das 09h00 ás 15h00 de 2 ª a 6 ª feira e as lojas das 09h00 ás 18h00/19h00 de 2 ª a sábado.

Os cartões de crédito aceites são o Amex, Visa, Diners e Mastercard que poderá usar por exemplo para provar os deliciosos pratos típicos da região tais como: Olla de carne, sopa negra, tortas, pão de yuca acompanhados de cevada ou pinolillo.

Bancos: 09h00 - 15h00 (2ª a 6ªf)
Comércio: 09h00 - 18h00/19h00 (2ª a Sáb)
Corrente Elétrica: 220 V

Gastronomia: Sugerimos os pratos casdo, olla de carne, sopa negra e picadillo.

Para petisco: os gallos, arreglados e pan de yuca.

Nas bebidas: a cebada, pinolillo e horchata.

País: Costa Rica

Capital: San José

Idioma: Castelhano

Moeda: Colón costa-riquenho (CRC)

Clima

Há duas estações: Verão e Inverno. O Verão é de Novembro a Abri. É considerada a estação seca e a melhor época para visitar o país. O Inverno de Maio a Outubro, é mais húmido com chuva.

Documentação necessária: Passaporte com validade superior a 6 meses da data da partida da viagem.

Saude / Vacinas: Não existem vacinas obrigatórias.

Diferença horária: - 7 horas que Portugal continental

Dicas: Prever roupa leve, sandálias e uma camisola para as noites, sapatos para andar.

Pontos de interesse

Região Arenal, onde está o vulcão Arenal e as águas termais de Tabacón. No Valle Central o vulcão Poáz, as fazendas de cafés, o Parque nacional Bráulio Carrillo, as belas praias da região do pacífico, excelente para a prática de desportos radicais ou mesmo alugar um Jeep e explorar as maravilhas que pertencem a este lugar.

Não perca as praias paradisíacas:

Manzanillo - Um beach break muito rápido localizado a 20 Km de Puerto Viejo, Limon. Aqui você encontra hospedagem rústica e comidas típicas. Localizado numa estrada não pavimentada mas de fácil acesso.

Puerto Viejo - Uma onda forte e pesada que vem desde o outside até um reef raso, também chamada de "salsa", devido a sua força. Aqui você encontra ondas grandes e tubulares. Salsa está há aproximadamente 3,5 horas de carro a partir de San José e ainda existem restaurante e acomodações próximo ao pico.

Black Beach- Um excelente beach break, não muito frequentado e, portanto, não muito conhecido. No entanto, existem ondas boas o ano inteiro.

Westfalia - Uma longa sequência de beach break (praião) se estendendo do sul de Limon até Calchita, oferecendo direitas e esquerdas que tendem a fechar quando o swell vem com um pouco mais de tamanho.

Playa Bonita - Um reef break conhecido pela sua onda extremamente forte e pesada. Localizado a 5 Km de Limon (centro da cidade).

Portete - Uma pequena praia localizada ao norte de Playa Bonita. Aqui você encontrará boas direitas. O acesso não é difícil.

Isla Uvita - Uma ilha próxima a costa de Limon. Aqui você encontra uma esquerda muito boa. Isla Uvita está há 20 minutos de barco saindo de Limon.

Costa Norte Caribenha - Um beach break com excelentes ondas acessível via Tortuguero Channels ou com um avião particular. Você pode alugar um barco que te leve pelos canais próximo a Puerto Moin, 15 km ao norte de Playa Bonita.

Praias do Pacifico Norte

Potrero Grande - Uma direita rápida e tubular. Localizada a 270 km de San Jose sem estrada de acesso. Você deve ir para às Playas del Coco or Playa Ocotal e prosseguir de lá com um barco alugado.

Roca Bruja (Playa Naranjo) - Um dos melhores picos do país, com ventos off-shore muito fortes de dezembro a março. Esse pico deserto está localizado no Parque Nacional de Santa Rosa. Você deve ir totalmente preparado para acampar já que não há nenhum tipo de recurso ou infra-estrutura no local. Um bom 4x4 faz-se necessário, e não esqueça do seu véu mosquiteiro e repelente!

Playa Grande - Beach break, localizado há 20 minutos ao norte de Tamarindo. Acessível pela estrada.

Playa Tamarindo - Aqui você encontra dois picos principais:

1) Pico Pequeño - um rocky point na frente do Hotel Tamarindo.
2) El Estero, um excelente pico na boca do rio.

Langosta - Um point break com direitas e esquerdas que morre na boca do rio, localizado ao sul de Tamarindo.

Avellanas - Óptimo beach break, "guanacasteco" com direitas e esquerdas muito tubulares. Localizado a 20 Km ao Sul de Tamarindo.

Playa Negra - Um pico com direitas muito rápidas, há 350 kms de San José. Playa Negra é um dos melhores picos do país. Localizado há 5km ao sul de Playa Avellanas.

Nosara - Beach break, com esquerdas e direitas. Há cerca de 350 kms de San Jose. Você sai de San José e vai até Nicoya e daí para Nosara. Isso demora cerca de 5 horas.

Playa Coyote, Manzanillo, and Mal Pais - Beach breaks, com direitas e esquerdas muito constantes em muitos picos. Um 4x4 é bastante recomendável. Hoje em dia existem muitos lugares para ficar lá.

Praias do Pacifico Central

Boca Barranca - Uma boca de rio é cenário de uma onda muito longa, localizada há 100 Km de San José com excelentes condições de acesso, em via pavimentada. Há muitos recursos e lugares para ficar no local. A escuras águas da estação de chuvas espantam o crowd. Mas Boca Barranca nunca tiveram suas águas contaminadas. Boca Barranca oferece uma das mais longas ondas do mundo.

Puerto Caldera - Esse pico oferece esquerdas muito boas localizadas há 3 km ao sul de Boca Barranca, Puntarenas.

Playa Tivives e Valor - Apresenta uma variedade muito grande de ondas, desde beach breaks (Tivives) até um rocky point (Valor). Direitas e Esquerdas simplesmente perfeitas.

Playa Escondida - Um pico excelente apresentando direitas e esquerdas. Mas são as esquerdas as ondas mais surfadas. É acessível por trilha se você for membro do Surf Club Local (tem até ducha para os membros e convidados), ou de barco. Você pode pegar um barco na Playa de Jaco ou na Playa Herradura.

Playa Jaco - Um sessão de surf inesquecível se as ondas não estiverem muito grandes. As ondas fecham quando o swell está maior que 5 pés. Playa Jaco está há aproximadamente 2 horas de San José (140 km), e as ondas não são sempre seguras. As atividades locais giram direta ou indiretamente em torno do surf, isso devido a sua localidade próximo a picos consagrados como, especialmente Playa Hermosa, Playa Escondida, e Boca Barranca, Puntarenas. Jaco é um centro de turismo e entretenimento em crescimento, com bons hotéis, e áreas para campings.

Roca Loca - Localizada há 1.5 km ao sul da Playa Jaco. Um rocky point com direitas que quebram sobre um piso de pedras. Para chegar até o pico você deverá subirum pequeno morro.

Playa Hermosa - Um poderoso beach break. O bar de praia preferido fica em frente de uma grande árvore conhecida como Almendro. As ondas, em geral são melhores quando a maré está subindo. Não esqueça a gorjeta para os garotos que guardam os carros!

Esterillos Este, Esterillos Oeste, Bejuco, Boca Damas - Beach breaks, ondas perfeitas, os picos são bem próximos a Playa Hermosa, o acesso é fácil e existem muitas acomodações próximas. As condições para o surf são bem parecidas com as de Playa Hermosa.

Praias do Pacifico

Sul Queposa - É uma pequena praia onde rolam boas esquerdas na boca de um rio na cidade de Quepos, tem fácil acesso e tem muitas acomodações e restaurantes próximos.

Playita - Beach break, esquerdas e direitas perfeitas. Para essa praia apresentar boas condições o swell precisa entrar com um pouco mais de força que o normal.

Playa El Rey - Beach break com picos de direita e esquerda. O melhor acesso é através da estrada para Playa Dominical, 25 minutos de Quepos, em Roncador siga a direita 11 kms e você estará lá.

Playa Dominical - Esquerdas e direitas bem fortes. Maravilhosas paisagens tropicais.

Drake's Bay - O acesso é feito apenas com barco. Esse pico de difícil acesso oferece uma poderosa onda quando o swell está favorável. Boca del Rio Sierpe é outro lugar com excelente potencial para o mesmo tipo de onda. O vizinho, Parque Nacional de Corcovado, é um reino maravilhoso com paisagens tropicais mágicas. Há aproximadamente 1-1/2 horas de barco.

Pavones - Excelente pico, considerada uma das ondas mais longas do mundo. Uma onda perfeita e rápida. Está localizada há 400 kms de San Jose (8 horas de carro). Se quiser ficar pela região é bom ir preparado para acampar.

Matapalo - Excelente direita localizado em frente Pavones, você pode acessar a praia pela estrada de Pavones ou de Golfito (carro). Ondas perfeitas!

Punta Burica - Reef break de difícil acesso. Acessivel apenas de barco, Não há acomodações próximas. Não é muito conhecido. Se você realmente quer uma aventura... este é o lugar certo.

Compras

Pequenos vasos e cerâmica decoradas à mão, que copiam modelos das três culturas indígenas (téribes, misquitos e guatusos), talhas de madeira que reproducem animais e pássaros exóticos.

Fonte: www.emotionstore.com

Costa Rica

Clima Fresco Seco (Temperado)

Localiza-se só em áreas superiores aos 1.500 metros de altura, em alguns vales e ladeiras ocidentais da Cordilheira Vulcânica Central e da Cordilheira de Talamanca.

Costa Rica
Costa Rica

Precipitação

A variação anual mais importante no clima corresponde à chuva, e esta se deve principalmente à interação que se desenvolve entre diferentes sistemas de vento que nos afetam e a topografia.

Em general se apresenta uma época seca, que se estende desde Dezembro até Abril, e uma estação chuvosa, de maio a Novembro.

As chuvas determinam a divisão de Costa Rica em 5 regiões: O Pacífico Norte, o Pacífico Central, o Pacífico Sul, O Vale Central e Setor Atlântico

Praias do Caribe

Manzanillo - Localizado a 20 Km de Puerto Viejo, Limon. Aqui você encontra hospedagem rústica e comidas típicas. Localizado numa estrada não pavimentada mais de fácil acesso.

Puerto Viejo - Também chamada de "salsa".

Salsa está há aproximadamente 3,5 horas de carro a partir de San Jose e ainda existem restaurante e acomodações próximo ao lugar.

Black Beach- Um excelente praia, não muito freqüentada e, portanto, não muito conhecido.

Westfalia - Uma longa seqüência debeach break (praião) se estendendo do sul de Limon até Calchita.

Playa Bonita - Localizado a 5 Km de Limon (centro da cidade).

Portete - Uma pequena praia localizada ao norte de Playa Bonita. O acesso não é difícil.

Isla Uvita - Uma ilha próxima a costa de Limon. Aqui você encontra uma esquerda muito boa. Isla Uvita está há 20 minutos de barco saindo de Limon.

Costa Norte Caribenha - via Tortuguero Channels ou com um avião particular. Você pode alugar um barco que te leve pelos canais próximo a Puerto Moin, 15 km ao norte de Playa Bonita.

Praias do Pacifico Norte

Potrero Grande - Localizada a 270 km de San Jose sem estrada de acesso. Você deveir para às Praias del Coco ou Praia Ocotal e prosseguir de lá com um barco alugado.

Roca Bruja (Playa Naranjo) - Um dos melhores lugares do país, com ventos muito fortes de dezembro a março. Esse lugar deserto está localizado no Parque Nacional de Santa Rosa. Você deve ir totalmente preparado para acampar já que não há nenhum tipo de recurso ou infra-estrutura no local. Um bom 4x4 faz-se necessário, e não esqueça do seu véu mosquiteiro e repelente!

Playa Grande - Localizado há 20 minutos ao norte de Tamarindo. Acessível pela estrada.

Playa Tamarindo - Aqui você encontra dois lugares principais:

1) Pico Pequeño - um rocky point na frente do Hotel Tamarindo.

2) El Estero, um excelente lugar na boca do rio.

Langosta - Localizado ao sul de Tamarindo.

Avellanas - Localizado a 20 Km ao Sul de Tamarindo.

Playa Negra – Localizada há 350 km de San Jose. 
Playa Negra é um dos melhores lugares do país. Localizado há 5km ao sul de Playa Avellanas.

Nosara - Há cerca de 350 km de San Jose. Você sai de San Jose e vai até Nicoya e daí para Nosara. Isso demora cerca de 5 horas.

Playa Coyote, Manzanillo, e Mal Pais - Um 4x4 é bastante recomendável. Hoje em dia existem muitos lugares para ficar lá.

Praias do Pacifico Central

Boca Barranca - Uma boca de rio é cenário de uma onda muito longa, localizada há 100 Km de San Jose com excelentes condições de acesso, em via pavimentada. Há muitos recursos e lugares para ficar no local. As águas ficam escuras devido a estação de chuvas, mas Boca Barranca nunca teve suas águas contaminadas.

Puerto Caldera - localizadas há 3 km ao sul de Boca Barranca, Puntarenas.

Playa Escondida - É acessível por trilha se você for membro do Surf Club Local (tem até ducha para os membros e convidados), ou de barco. Você pode pegar um barco na Praia de Jaco ou na Praia Herradura.

Playa Jaco - Está a aproximadamente 2 horas de San Jose (140 km).As atividades locais giram direta ou indiretamente em torno do surf, isso devido a sua localidade próximo a picos consagrados como, especialmente Praia Hermosa, Praia Escondida, e Boca Barranca, Puntarenas.

Jaco é um centro de turismo e entretenimento em crescimento, com bons hotéis, e áreas para campings.

Roca Loca - Localizada há 1.5 km ao sul da Praia Jaco. Para chegar até o local você deverá subir um pequeno morro.

Playa Hermosa - O bar de praia preferido fica em frente de uma grande árvore conhecida como Almendro. Não esqueça a gorjeta para os garotos que guardam os carros!

Esterillos Este, Esterillos Oeste, Bejuco, Boca Damas - O acesso é fácil e existem muitas acomodações próximas.

Costa Rica

Praias do Pacifico

Sul Queposa - É uma pequena praia, na boca de um rio na cidade de Quepos, tem fácil acesso e tem muitas acomodações e restaurantes próximos.

Playa Eu Rey - O melhor acesso é através da estrada para Praia Dominical, 25 minutos de Quepos, em Roncador siga a direita 11 km e você estará lá.

Playa Dominical - Maravilhosas paisagens tropicais.

Drake's Bay - O acesso é feito apenas com barco. O vizinho, Parque Nacional de Corcovado, é um reino maravilhoso com paisagens tropicais mágicas. Há aproximadamente 1-1/2 horas de barco.

Pavones - Excelente lugar, considerada uma das ondas mais longas do mundo. Está localizada há 400 km de San Jose (8 horas de carro). Se quiser ficar pela região é bom ir preparado para acampar.

Matapalo - você pode acessar a praia pela estrada de Pavones ou de Golfito (carro).

Punta Burica - Acessível apenas de barco, Não há acomodações próximas. Não é muito conhecido. Se você realmente quer uma aventura... este é o lugar certo.

ARTESANATO E COMPRAS

O artesanato se manifesta numa ampla gama de matizes e rasgos típicos, que vão desde a réplica de objetos precolombinos, ou a carreta tradicional costarriquense, até modernos e elegantes desenhos. Encontram-se talhas em madeira e argila, objetos de cerâmica, artigos de couro, joalheria e canastras.

Pode-se comprar artesanatos tanto no centro de San José, como em Moravia, Sarchí (Alajuela) e Guaitil (Guanacaste).

CULTURA E ENTRETENIMENTO

Costa Rica é um país que sempre se destacou por sua cultura; existindo uma grande gama de possibilidades, especialmente na capital.

Costa Rica
Vulcão Barva Costa Rica

Cidade de San Jose

A Capital do país, San José, encravada no Valle Intermontanhoso Central, é o núcleo da chamada Área Metropolitana, que tem uma extensão de 170 quilômetros quadrados uma população de aproximadamente 1.000.000 habitantes, incluindo a população flutuante.

Oferece, como outros lugares da república, lugares de interesse histórico, que falam do paulatino, pacífico e democrático caminho percorrido pelo povo costarriquense e que indicam a vontade nacional de atingir níveis superiores, partindo do melhor do que oferece o mundo em cada época.

Museus

Os Museus, são uma mostra do Patrimônio Cultural, arquitetônica, arqueológico, artístico e científico, que têm a função de proteger, recobrar, restaurar e transmitir os ensinos de nossos antepassados e presentes. Estes ensinos e manifestações estão representados nos museus, bibliotecas, esculturas, igrejas, mercados, artesanatos ou em qualquer manifestação de criatividade realizada pela população.

Os Museus podemos agrupar-se em 8 tipos: Os de Arte Contemporânea, Religioso, Antropológico, História Natural, Criminologia, Entomologia, Históricos e os de Ciência e Tecnologia.

De cada um deles podemos citar: Museu de Arte Costarriquense, Museu de Arte Religiosa, Museu de Jade, Museu de História Natural, Museu de Criminologia, Museu Entomológico, Museu de Ciência e Tecnologia, Museu Juan Santamaria e o Museu Nacional, o mais importante dada a variedade e riqueza de seu Patrimônio.

Costa Rica

Corrida de Touros à Tica

Em Guanacaste e atualmente em muitos outros centros urbanos se realizam as corridas de touros à tica, nos que se jogam touros de uma maneira muito popular.

Em Costa Rica e especialmente em Guanacaste a festa se traduziu ao folclore. Estas possuem outro colorido, e ao igual que nas famosas corridas também têm heróis na arte do tourear e montar bestas, com a característica especial que não existe capote, fila, nem a matança do touro, mas sim um chapéu de lona e uma baqueta, acessórios típicos de nosso toureador. Na corrida se doma e monta no gado usando uma corda que se sustenta muitas vezes com uma mão só e o característico e sobressalente; o grande lenço colorido e o famoso grito "UYUJUYYY! BAJURA TOURO!". Desfrute das belas corridas de touros à tica!

HORÁRIOS COMERCIAIS

Variam segundo o tipo de empresa e instituição. A maioria dos escritórios governamentais atendem ao público das 8:00h às 16:00h.

A empresa privada, das 8:00h às 17:00h.

As lojas e os negócios comerciais estão abertos das 9:00h às 19:00h em sua maioria, outros se sujeitam ao horário das 8:00h às 18:00h.

Também na área metrpolitana existem os supermercados que permanecem abertos 24 horaso.

Fonte: www.vivaterra.com.br

Costa Rica

Demonstrando uma sensibilidade ambiental sem paralelo em outros lugares, os costarriquenhos deixaram de lado um quarto de suas terras como áreas protegidas e parques nacionais. Ecoturistas são recompensados com botânico e maravilhas animais encontradas em nenhum outro lugar na Terra.

Embora a Costa Rica é mais conhecido como um refúgio de valor inestimável para a natureza, esta pequena nação é também um refúgio de paz.

Costa Rica
Floresta tropical da
 Costa Rica

Localização, geografia, clima

Costa Rica é o penúltimo elo em uma cadeia de pequenas nações que, juntos, compõem o istmo da América Central. Junto com o Caribe e do Pacífico, as fronteiras do país são definidos pela Nicarágua para o Norte e para o Sul do Panamá. Localizado no nexo de dois continentes e dois oceanos, essa confluência de terra e água faz com que a uma região de grandes gargalos da mãe natureza. Aqui, geografia contrai uma quantidade de tirar o fôlego de vida vegetal e animal dentro de modestos 19.563 milhas quadradas (50,900 km ²), uma área comparável em tamanho a Dinamarca ou Virgínia Ocidental. Dentro desta nação diminutivo é encontrada uma surpreendente e cinco por cento da biodiversidade do mundo, incluindo mais de 800 espécies de samambaias, orquídeas, 1.000 de 2.000 espécies de árvores e 200 espécies de mamíferos.

Ambas as linhas costeiras da Costa Rica tem uma abundância de praias, embora os fios do Pacífico são geralmente tanto menos desenvolvido e menos espaçosos. Entre as costas, o interior do país é formado por quatro cordilheiras ou cadeias de montanhas, que vão de norte a sul. A capital, San José, fica mais ou menos no centro do país, instalou-se dentro de um vale montanhoso. Em cascata até o Caribe a partir das montanhas centrais são muitas Costa Rica grandes rios, incluindo o Reventazon. O lado do Pacífico é marcado por duas penínsulas amplas que engancham para o Pacífico, a Nicoya e Osa. É uma curiosidade geográfica que suas formas são quase idênticos, o Osa sendo um menor versão da Nicoya.

Clima da Costa Rica é conhecida como um deleite atmosférica. Amenas condições subtropicais prevalecer o ano todo, e temperaturas extremas desconfortável e prolongados períodos de cinza são praticamente inexistentes. A temperatura varia, principalmente, de acordo com a elevação, maior o refrigerador. O peso da estação chuvosa dura de maio a novembro, enquanto um breve período seco faz uma visita de fevereiro a abril. Costa Rica chuva cai principalmente na costa do Caribe, dando a Pacific um clima muito mais árido.

História e Cultura

O primeiro explorador europeu a encontrar a Costa Rica foi o grande navegador próprio, Cristóvão Colombo. O dia era 18 de setembro, 1502, e Columbus estava fazendo sua quarta viagem e final para o Novo Mundo. Como ele estava assentado ancorado ao largo da costa, a uma multidão de locais índios caribenhos remado em canoas e cumprimentou calorosamente sua tripulação. Mais tarde, as bandas de ouro, que os habitantes da região usavam em seus narizes e orelhas iria inspirar o espanhol Gil Gonzalez Davila para nomear o país Costa Rica, ou Costa Rica.

Arqueólogos já sabe que a civilização existia na Costa Rica por milhares de anos antes da chegada de Colombo, e as evidências da ocupação humana na região remonta 10.000 anos. Entre os mistérios culturais deixados pela área habitantes pré-colombianos são milhares de bolas de granito perfeitamente esféricas que foram encontrados perto da costa oeste.

Os tamanhos destes relíquias inimitáveis variar desde a de um baseball ao de um autocarro Volkswagen. Ruínas de uma cidade grande, antigo completo com aquedutos foram recentemente encontrados a leste de San Jose, e algum ouro maravilhosamente sofisticado e jade trabalho estava sendo feito no sudoeste já em 1.000 anos atrás. Alguns sítios arqueológicos no planalto central e da península de Nicoya têm mostrado evidências de influência do olmeca mexicana e civilizações Nahuatl.

No momento em que Colombo chegou, havia quatro grandes tribos indígenas que vivem na Costa Rica. A costa leste era o reino dos Caribes, enquanto os Borucas, chibchas e Diquís residia no sudoeste. Apenas algumas centenas de milhares forte para começar, nenhum desses povos durou muito tempo após o início do colonialismo espanhol. Alguns fugiram, enquanto muitos outros pereceram da varíola mortal trazido pelos espanhóis.

Tendo dizimou a força de trabalho indígena, o espanhol seguiu uma política comum e trouxe de escravos africanos para trabalhar a terra. Setenta mil de seus descendentes vivem na Costa Rica hoje, eo país é conhecido por boas relações entre as raças. Lamentavelmente, apenas 1 por cento dos 3 milhões da Costa Rica de pessoas são de herança indígena. Uma esmagadora de 98 por cento do país é branco, e os de ascendência espanhola se chamam Ticos.

De todas as colônias espanholas, a Costa Rica se o menor influência como uma colônia. Era inicialmente um lugar difícil e impopular para resolver, com poucos recursos valiosos e facilmente utilizados. Os espanhóis eram muito mais interessados em desenvolver as suas participações no México e no Peru, onde grandes quantidades de ouro e prata foram sendo obtidos.

Os primeiros colonos infelizes que vieram para a Costa Rica ficaram em grande parte à sua própria sorte, eo primeiro estabelecimento de sucesso de uma cidade colonial não foi até 1562, quando Juan Vasquez de Coronado fundou Cartago.

Quando o México se rebelou contra a Espanha, em 1821, Costa Rica e do resto da América Central seguiram o exemplo. Dois anos depois, uma facção na Costa Rica, mesmo optou por tornar-se parte do México, que provocou uma guerra civil no centro do país, entre quatro cidades vizinhas. Depois das cidades republicanas de San José e Alajuela derrotado o Heredia pró-mexicana e Cartago, a soberania foi estabelecida.

O primeiro chefe de Estado foi Juan Mora Fernandez, eleito em 1824. Mais lembrado por suas reformas de terra, Fernandez seguiu um curso progressivo, mas inadvertidamente criou uma classe de elite de poderosos barões do café.

Os barões depois derrubou o primeiro presidente do país, José Maria Castro, que foi sucedido por Juan Rafael Mora. Foi sob a liderança de Mora que os voluntários da Costa Rica conseguiu repelir um conquistador que-ser, o norte-americano William Walker.

Walker era um sulista descontente que pensava que os Estados Unidos deveriam anexo América Central e transformá-lo em um estado de escravo. Ele era um lunático, e um perigoso do que encantador. Com um exército fragmentada de cerca de 50 homens, Walker já havia invadido o México, onde ele tinha sido capturado e depois liberado de volta para os Estados Unidos

. A não desanimar, ele vem invadiram o Panamá, onde ele rapidamente assumiu o controle antes de serem forçados a fugir - em Costa Rica. Depois de sua candidatura para governo despótico não foi derrotado pelas forças de Mora, o indomável Walker voltou as suas atenções para Honduras. Os hondurenhos, ao contrário de seus antecessores na lista de Walker, o capturaram, e Walker foi finalmente e sumariamente executado.

Regime militar elevou a cabeça na Costa Rica, de vez em quando, embora não tenha sido marcado pelo tipo de extremismo violento que ocorreu em outras partes da América Central. Em 1870, quando o general Tomás Guardia tomou o controle do governo, ele fez algumas das reformas mais progressistas do país em educação, política militar, e os impostos.

A Costa Rica guerra civil estourou em 1948, após Compete Dr. Rafael Angel Calderón eo Partido Unido Social Partido Cristão recusou-se a abandonar o poder depois de perder a eleição presidencial. Um exilado chamado José Maria (Don Pepe) Figueres Ferrer conseguiu derrotar Calderon em cerca de um mês, e ele mais tarde provou ser um dos líderes mais influentes da Costa Rica, como chefe da Junta fundador da Segunda República da Costa Rica.

Sob a liderança de Ferrer, a Junta fez reformas amplas na política e direitos civis. Mulheres e negros ganharam a votação, o partido comunista foi proibido, os bancos foram nacionalizados, e limite de mandatos presidenciais estabelecida. Ferrer foi imensamente popular, a criação de um legado político que firmemente cimentado liberais Costa Rica valores democráticos.

Em 1987, presidente da Costa Rica Oscar Arias Sanchez ganhou reconhecimento mundial quando ele foi agraciado com o Prêmio Nobel da Paz por seu trabalho para acabar com a guerra civil nicaragüense. Durante esse conflito, tanto o Sandanistas e os Contras estabelecer bases militares na zona norte da Costa Rica, e Arias foi eleito sob a promessa de que ele iria trabalhar para pôr fim a esta situação. Ele foi capaz de obter todos os presidentes de cinco centrais americano a assinar seu plano de paz e Nicarágua está experimentando agora uma relativa estabilidade.

Turismo

San Jose

São José tem a reputação infame como o patinho feio da América Central. É uma cidade agitada de mais de 1,5 milhões, inundado com o tráfego, multidões e ruído. Muito poucos de arquitetura sorteios pertencentes a outras capitais ao longo do istmo existir em San Jose. Atrás do exterior monótono, porém, a cidade é o melhor lugar para conhecer as pessoas da Costa Rica. Eles são famosos por sua generosidade e bom humor. A cidade tem alguns museus particularmente bons, principalmente o Museu de Jade.

Braulio Carrillio Parque Nacional

Um dos parques superiores Costa Rica, 46.000 Braulio Carrillio de hectares de floresta tropical são cercados por um trecho dramático da estrada da montanha de ligar São José e na cidade litorânea de Limon. Mais de 6.000 espécies de árvores se agarram ao parque enevoadas encostas vulcânicas, proporcionando uma exuberante habitat para mais de 500 tipos de pássaros e 135 tipos de mamíferos.

Aqui, você pode encontrar o tesouro quetzal, uma ave de beleza mítica e insuperável. Como você caminhar sob a copa das árvores, centenas de espécies de borboletas passado waft como duendes coloridos. Bugios cantar assustadoramente e balançar na rede de ramos acima. A vegetação rasteira esconde pardas, jaguatiricas, antas, quatis, e inúmeros outros mamíferos que muitas vezes são ouvidas, mas raramente visto.

Uma das melhores características do parque é o Teleferico del Bosque lluvioso, ou bonde da floresta. O bonde leva os visitantes a um passeio de 90 minutos pelo mundo oculto do dossel da floresta, onde dois terços de toda a flora e fauna viver. É o único veículo de seu tipo no mundo e a única maneira de ver a copa fora de escalar uma árvore. O bonde foi construído com a ajuda do governo da Nicarágua, que forneceu os helicópteros russos que levavam nas torres de apoio à 1,5 km de cabo.

Parque Nacional Poás

Costa Rica
Parque Nacional Poás

Há poucos lugares no mundo onde você pode dirigir-se até a borda de uma cratera vulcânica ativa, e Poás National Park é um deles. Há, de fato, duas crateras visíveis a partir do cume do vulcão, a maior cerca de 1,5 km de largura. Poás é uma cena do Inferno de Dante. Hellish exalações de gases sulfúrico sopro de aberturas a uns meros 300 metros abaixo da plataforma de observação, e um pequeno lago derrama fora do vapor enfurecido.

Cercando o menor cone é uma área densa de floresta que é um dos poucos remanescentes de habitats da arara escarlate brilhante. O ciclo de erupção do Volvano Poas é de cerca de 40 anos, e a última erupção foi em 1978. Durante a atividade vulcânica intensa do parque pode ser fechado. Poas está localizado cerca de 30 quilômetros a nordeste de San Jose.

Corcovado National Park

Jungle-famintos aventureiros serão satisfeitos com este parque. É uma das maiores e mais remotas, parques biologicamente densas e desafiador no país. Seus 54.500 hectares estão localizados no extremo sul da Península de Osa, e há uma grande variedade de habitat. Na costa oeste da península são quilômetros de praias, enquanto seu interior é uma densa rede de rios, florestas e terras pântano. A vida animal aqui é conhecido pelo seu tamanho. Jaguares vagam nas sombras da floresta nuvem, crocodilos dobra o pântano, e os tubarões-martelo têm sido conhecida a cruzar os estuários.

Parque Nacional Tortuguero

Nenhum lugar é mais vital para a sobrevivência da tartaruga do Caribe mar verde do Parque Nacional Tortuguero. Localizado no norte do Caribe costa, o parque é o lar de cerca de 30.000 desses animais maravilhosos --- a maior população de criação no mundo. Durante a primeira metade deste século, as tartarugas foram caçados até quase extinção por seu valor como fonte de alimento.

Os visitantes Tortuguero tem o raro privilégio de observar as tartarugas cavar seus ninhos na praia, uma visão impressionante e fascinante. A altura da época de nidificação vem em maio e junho, mas em um determinado momento, há geralmente um assentamento poucos. O parque também tem cursos de água extensas que levam para o interior, onde parques mais abrigar uma variedade de outros animais, incluindo preguiças, crocodilos, macacos, tucanos e borboletas morfo.

Talamanca Parque Nacional

Esta floresta tropical nas montanhas de Talamanca é quase perfeitamente intacto. Em 1982, a UNESCO declarou-a reserva da biosfera e, em seguida, um site patrimônio mundial um ano depois. Suas zonas de clima, cada um abrigando flora e fauna distintas, começa a 50 metros e subir a um imponentes 3.820 metros.

Ela cobre uma área de 193.929 hectares, unidas a uma quase igual em tamanho de reserva, do outro lado da fronteira do Panamá.

O Reventazon

Rafting e caiaque está se tornando cada vez mais popular na Costa Rica. Os rios abundantes e sua corredeiras fornecer mais do que apenas recreação emocionante, pois eles são uma forma magnífica de ver o país. Muitos viajantes deles cobra através de montanhas e florestas, água e começar a participar no ambiente que testemunhar. Nenhum rio oferece uma experiência mais valiosa do que a Reventazon, que se estende ao longo da fronteira com a Nicarágua, em seguida, o sistema delta Colorado para a costa do Caribe. Rafting podem ser dispostos em San Jose.

Fonte: www.geographia.com

Costa Rica

Costa Rica - ‘Pura vida!’

A expressão costarriquenha mais típica mostra bem o que se pode esperar desse paraíso latino

Santa Teresa, Costa Rica

Já pensou em viajar para um lugar que de tão tranqüilo não tem nem exército? Localizada no coração da América Central, a Costa Rica é conhecida pela cordialidade do povo Tico, como se autodenominam os costarriquenhos. Aqui, o povo é tão zen que as forças armadas foram erradicadas em 1856.

Quem decide ir para a Costa Rica encontra uma das maiores biodiversidades do planeta. Vulcões, praias paradisíacas e reservas cheias de vida silvestre preservada –, além de muito sol, calor e alegria o ano todo. Visitar o país é relativamente barato.

Dependendo da época do ano pode ser mais vantajoso do que uma viagem dentro do Brasil. A alta temporada vai de novembro a meados de abril, sendo que no final de abril e no mês de maio os preços estão mais baixos e ainda chove muito pouco.

O ideal é dispor de 20 a 30 dias, para conhecer tudo com tranqüilidade, à moda tica. A porção central, bem como a costa do Caribe, podem ser visitadas de ônibus. As linhas cobrem razoavelmente essa zona e há opções de horários.

A costa do Pacífico, por outro lado, exige um veículo 4 x 4, se o viajante prefere um pouco mais de conforto e independência para conhecer diferentes praias e parques. Há muitas locadoras desse tipo de veículo e é possível negociar bons preços.

A hotelaria costarriquenha está preparada para receber turistas do mundo todo e de todos os gêneros. Estudantes e mochileiros costumam utilizar albergues.

Na Costa Rica, os hostels estão muito bem instalados e alguns deles têm o conforto de um 3 estrelas, com banheiros privados, ar-condicionado e até piscina.

Para quem não abre mão dos mimos dos hotéis e resorts mais luxuosos, também não faltarão opções.

Arroz e Feijão

A maioria dos visitantes é de americanos, canadenses, espanhóis e israelenses.Os turistas do Brasil não são figurinha fácil, mas é possível encontrar jovens surfistas que chegam às muitas praias conhecidas pelas excelentes condições para a prática desse esporte.

Apesar disso, nenhum brasileiro estranhará a comida costarriquenha. O prato mais típico do país se chama Gallo Pinto, uma mistura de arroz e feijão temperada com muito coentro, quase sempre acompanhada de ovos mexidos e banana frita. Pescados e frutos do mar são outro forte da culinária local e podem ser consumidos sem medo.

Para os vegetarianos vale a dica: procure um dos muitos restaurantes hebráicos espalhados pela Costa Rica. Eles costumam oferecer os melhores menus sem carne.

Em todos os lugares há vida noturna, mesmo que seja o cantinho mais rústico. Os Ticos adoram uma fiesta e, misturados a turistas, dançam a noite inteira no maior clima de amizade e descontração. Vale a pena tentar uns passos de salsa. A diversão é garantida.

Capital: San José

Idioma: espanhol, mas todo mundo fala um pouco de inglês e faz questão de entender qualquer língua, típico de países que vivem do turismo.

Moeda: o dinheiro local se chama Cólon. R$1 valem cerca de 250 Colones. Com isso é possível comprar uma garrafinha de água de 300 ml ou um pacotinho de 200g de batatinha frita. O dólar é bem aceito.

Área: 52.100 km quadrados, ou seja: a Costa Rica cabe dentro do estado brasileiro do Rio Grande do Norte e ainda sobra um espacinho.

População: cerca de 4,5 milhões de pessoas

Maior distância entre dois pontos: de Passo Canoas na fronteira com o Panamá até Tamarindo, litoral do Pacífico Norte, são 13 horas

Meio ambiente: cerca de 27% do território é protegido por leis ambientais

Praiais, vulcões, parques e museus

San José e Região Central

Essa região abriga a capital do país e está localizada na porção central do território costarriquenho. A principal atração da cidade é o Museu de los Niños y Galeria Nacional, que fica dentro de uma antiga penitenciária.

Não deixe, ainda, de dar uma passadinha no Teatro Nacional ­– o edifício mais expressivo da arquitetura local – e no Museu de Numismática, onde podem ser vistas peças indígenas talhadas em ouro. Saindo de San José, é possível visitar alguns vulcões. De ônibus se chega até o Poás, em Alajuela, ou ao Barva, em Heredia.

Norte Central

Em La Fortuna visite a cachoeira que tem o nome da cidade e fica dentro de um parque. Há uma trilha bem demarcada que leva com segurança ao local.

Aviso: a trilha de ida desce, portanto, convém relaxar e preparar o fôlego para subir de volta. Vale, ainda, uma passada em uma das duas fontes de água que vem direto do vulcão Arenal, além da visita noturna ao próprio vulcão, que tem atividade visível nas noites sem nebulosidade.

Monteverde é outra cidade da zona que abriga um grande bosque nuboso ao qual se chega depois de 2 km de caminhada a pé ou a cavalo. Excelente para observar as muitas espécies de pássaros e outros animais silvestres.

Pacífico Norte

Uma das praias mais famosas para surf é Tamarindo. Bastante urbanizada, oferece infraestrutura e diversas atividades sem, no entanto, ter a magia de uma praia rústica, coisa rara na Costa Rica. Há cerca de uma hora daí fica Conchal, cuja praia não está repleta de areia branquinha e sim de milhões de minúsculas conchas.

As águas são cristalinas e em dias ensolarados e com a maré mais cheia é possível fazer flutuação calmamente entre pequenos cardumes de peixes coloridos. Melhor ir de quadriciculo ou veículo 4 x 4.

Pacífico Central

Essa região tem algumas praias de difícil acesso mas que reservam boas recompensas a quem se aventura. Santa Teresa e Mal País são comunidades que têm um estilo de vida todo próprio, com muito surf e tranquilidade. O mar nesses locais tem ondas fortes e rápidas e é preciso ter um pouco de cuidado com as rochas.

Um pouco além de Santa Teresa está Manzanillo onde se pode curtir piscinas naturais nas rochas sem nenhum susto. Atravessando o Golfo Nicoya, o viajante acessa as praias, em sequência, de Jacó e Manuel António, totalmente urbanizadas. Bom para surf e paradas para reabastecer-se de combustível, comes e bebes.

Pacífico Sul

Essa região tem diversas praias que estão em parques nacionais. O maior deles é o Parque Nacional Marino Ballena que abriga as praias Ballena, Piñuela, Ventanas e Tortuga. Na maior parte delas é preciso pagar uma importância equivalente a US$5 para entrar.

Os guarda-parques, no entanto, costumam ser camaradas e deixar pequenos grupos entrarem para dar uma espiada e tirar fotos sem pagar nada. Seguindo adiante chega-se a Pavones, praia localizada na pontinha de Golfo Dulce. O local é super-rústico e conhecido no mundo do surf por ser a terceira mais longa onda do mundo.

Costa do Caribe

A maior atração da zona é o Parque Nacional Tortuguero no qual se pode fazer um passeio de barco nos lindos canais. Em abril e maio e de julho a outubro é possível ver a desova de milhares de tartarugas marinhas.

Lugares como Cahuita, Puerto Viejo de Talamanca e praias como Uvita e Cocles reúnem cultura negra e rasta e são excelentes para que o turista prove a culinária caribenha. Imperdíveis as festas de reggae locais.

Fonte: www.revistaparadoxo.com

Costa Rica

Por décadas, a Costa Rica tem se destacado por sua estabilidade e se beneficiou do sistema de bem-estar mais desenvolvido da região.

Não tem nenhum exército permanente, e seus cidadãos desfrutam de um dos mais altos níveis de expectativa de vida no hemisfério ocidental e os padrões de vida melhores do que a maioria da América Central.

Tradicionalmente dependente das exportações de banana, café e carne bovina, a Costa Rica tem diversificado sua economia. A abertura de uma grande fábrica de chips de computador no final de 1990 foi um impulso para a economia, mas as suas fortunas têm sido objeto de demanda mundial flutuante por microchips.

O turismo é a principal fonte de Costa Rica do câmbio. Suas florestas tropicais são o lar de uma profusão de flora e fauna, incluindo 1.000 espécies de orquídeas e 850 espécies de aves, como araras e tucanos.

A costa do Caribe, com seus pântanos e praias também é um grande atrativo. Mas a Costa Rica está tentando se livrar de sua reputação como um destino para turistas sexuais.

Costa Rica tem sido usada como um ponto de trânsito para a cocaína sul-americana e houve alegações de que a droga contaminada dinheiro está a abrir caminho para os cofres dos dois principais partidos políticos.

Uma vez apelidado de "Suíça da América Central", o país da auto-imagem foi abalada em 2004, quando denúncias de corrupção de alto nível levou a dois ex-presidentes sendo presas por acusações de corrupção.

Uma cronologia dos principais eventos:

1502 - Cristóvão Colombo visita a área, nomeando-Costa Rica (Costa Rica), mas a doença e resistência por parte da população local retardar o estabelecimento de um acordo permanente por quase 60 anos.

1540 em diante - Costa Rica faz parte do vice-reinado de Nova Espanha.

1561 - Juan da Espanha de Cavallon leva os primeiros colonizadores de sucesso em Costa Rica.

1808 - O café é introduzido na Costa Rica, de Cuba e torna-se a principal cultura.

1821 - América Central ganha a independência da Espanha. A disputa segue sobre se a Costa Rica deve aderir a um México independente ou uma confederação de Estados da América Central.

1823 - Costa Rica une as Províncias Unidas da América Central, que abrange também El Salvador, Guatemala, Honduras e Nicarágua.

18 24 - 25 - Província de Guanacaste secedes de Nicarágua e se torna parte de Costa Rica.

Independência

1838 - Costa Rica torna-se totalmente independente.

1849-59 - Sob a liderança de Juan Rafael Mora, Costa Rica assume a liderança na organização de resistência contra Central americano William Walker, o aventureiro EUA que assumiu a Nicarágua em 1855.

1859 - Mora deposto em um golpe de Estado.

1870-82 - Sob a liderança de Tomas Guardia Costa Rica incentiva o investimento estrangeiro intensivo em ferrovias.

1874 - empresário EUA Minor Cooper Keith apresenta cultivo de banana e começa a United Fruit Company.

1917 - Frederico Tinoco derrube o presidente eleito, Alfredo Gonzalez, mas ele também é deposto dois anos depois.

Socialismo e guerra civil

1940-1944 - O presidente Rafael Angel Calderón Guradia, fundador do Christian Partido Socialista Unido (PUSC), introduz reformas liberais, incluindo o reconhecimento dos direitos dos trabalhadores e os salários mínimos.

1948 - Seis semanas de guerra civil sobre resultado da eleição presidencial.

1949 - A nova Constituição dá às mulheres e pessoas de ascendência Africano direito a voto; forças armadas abolido e substituído pelo guarda civil; José Figueres Ferrer, co-fundador do Partido Libertação Nacional (PLN), eleito presidente e inicia o programa socialista ambicioso, incluindo a introdução de um sistema de segurança social e os bancos nacionalização.

1958-1973 - Costa Rica regido pelas administrações principalmente conservadores.

1963-1964 - Vulcão entra em erupção Irazu, causando sérios danos à agricultura.

1968 - vulcão Arenal entra em erupção, causando muitas vítimas.

1974 - Daniel Oduber (PLN) eleito presidente e busca políticas socialistas.

Conservadorismo e deterioração econômica

1978 - Rodrigo Carazo, um presidente, conservador eleito em meio a uma forte deterioração da economia.

1982 - Luis Alberto Monge (PLN) eleito presidente e apresenta programa de austeridade severo. Enquanto isso, a Costa Rica vem sob pressão de os EUA para pesar contra os sandinistas na Nicarágua.

1985 - EUA treinada força anti-guerrilha começa a operar confrontos seguintes com as tropas sandinistas.

1986 - Oscar Arias Sanchez (PLN) eleito presidente em uma plataforma neutra.

1987 - Os líderes da Nicarágua, El Salvador, Guatemala e Honduras plano de paz sinal concebido por Oscar Arias Sanchez, que por sua vez ganha o Prêmio Nobel da Paz para o plano.

1990 - Rafael Calderón, do PUSC centrista, eleito presidente.

1994 - José Maria Figueres Olsen (PLN) eleito presidente.

1998 - Miguel Angel Rodriguez (PUSC) eleito presidente.

2000 - Presidente Rodriguez eo seu homólogo da Nicarágua resolver longa disputa sobre navegação ao longo do rio San Juan, que serve de fronteira.

De abril de 2002 - Abel Pacheco da decisão Social Cristã unidade partidária ganha um confortável 58% dos votos no segundo turno das eleições presidenciais.

Maio de 2003 - Energia e greve dos trabalhadores das telecomunicações sobre os planos do presidente Pacheco privatização; professores greve por problemas no pagamento de seus salários. Greves rápidas três ministros a renunciar.

Julho de 2004 - Três diplomatas chilenos são mortos por um guarda de segurança em sua embaixada em San Jose.

Corrupção

Outubro de 2004 - A preocupação de montagem sobre a corrupção como três ex-presidentes - José Maria Figueres, Miguel Angel Rodriguez e Rafael Angel Calderón - são investigados sobre pagamentos contratante.

De janeiro de 2005 - de emergência nacional declarado como dia de chumbo chuva forte a graves inundações ao longo da costa do Caribe.

2006 Fevereiro-Março - eleição presidencial termina em uma corrida cabeça a cabeça entre Oscar Arias e Solis Otton. Sr. Solis admite a derrota depois de uma contagem manual e desafios legais.

Outubro de 2006 - Dois dias de greve dos trabalhadores pública é realizada em protesto contra acordo de comércio livre proposto com os EUA.

Maio de 2007 - Governo diz que Costa Rica a caminho de se tornar o primeiro país voluntariamente "carbono neutro".

Junho de 2007 - Costa Rica muda lealdade diplomático de Taiwan para a China em uma tentativa de atrair o investimento chinês.

Outubro de 2007 - Referendo Nacional estreita decide a favor da ratificação do Acordo de Comércio Livre da América Central (Cafta).

De novembro de 2008 - O presidente chinês Hu Jintao faz visita de mais alto nível por um funcionário chinês desde Costa Rica terminou relações diplomáticas com Taiwan, em 2007.

2009 Março - O presidente Arias diz Costa Rica para restabelecer os laços com Cuba, 48 anos depois que eles romperam em 1961.

Outubro de 2009 - O ex-presidente Rafael Angel Calderón é condenado a cinco anos de prisão após ser condenado por corrupção.

Fevereiro de 2010 - Costa Rica elege primeira mulher presidente, Laura Chinchilla, que assume o cargo em maio.

2011 Março - ONU Corte Internacional de Justiça ordens Nicarágua e Costa Rica para manter as tropas de volta de uma fronteira disputada rio.

2012 Setembro - Um forte terremoto mata duas pessoas na península de Nicoya a oeste de San Jose, coincidindo com a erupção do vulcão San Cristóbal, na vizinha Nicarágua.

Fonte: news.bbc.co.uk

Costa Rica

Turismo

Capital: San José

Moeda: Colón

Idioma: Espanhol

Visto: Não é necessário para brasileiros

Vacinas: Febre Amarela

Cód. Telefone: 506

Eletricidade: 110V

Clima: Tropical e Sub-tropical. Existe uma estação seca de Dez a Abr e uma estação chuvosa de Mai a Nov

Governo: República Presidencialista

População: Cerca de 4,3 milhões de habitantes

Economia: Estável, depende do turismo, agricultura e exportação de eletrônicos

Câmbio: 1 Dólar Americano equivale a cerca de 500 Colónes

A pequena cidade com ar de metrópole oferece, com uma boa dose do café costarriquenho, cultura e a vantagem de estar cercada de belezas naturais e vários vulcões. Tem bons shoppings, restaurantes e hotéis de luxo.

Pacífico Central (Jacó Beach, Playa Hermosa, Manuel Antonio)

As praias mais próximas da capital são ideais para o surfe e os esportes aquáticos. Jacó Beach é rústica e agitada e o Parque Nacional de Manuel Antonio é de uma imensa beleza natural.

Planícies (Tabacon, Vulcão e Lago Arenal, La Fortuna)

As áreas protegidas repletas de lagos, vulcões, rios e cataratas, são ideias para a prática de eco-turismo. A visita ao vulcão Arenal é essencial.

Monteverde

Conhecida pelo esforço da conservação à natureza, a zona turística encanta pela diversidade da fauna e da flora. Aprecie as paisagens naturais realizando aventuras, como o canopy!

Caribe (Tortuguero, Limón, Puerto Viejo)

Na região de belas praias, recursos naturais e cultura, Puerto Viejo é a famosa e agitada praia que atrai surfistas. O Parque nacional Tortuguero é um paraíso ecológico e um refúgio para tubarões e tartarugas.

Pacífico Norte (Guanacaste, Hermosa, Conchal e Tamarindo)

A encantadora vila rústica de Tamarindo é conhecida pela prática do surfe e do windsurfe, enquanto Conchal é para prática do mergulho. Os três Parques Nacionais na região, são imperdíveis e oferecem uma ampla oferta de atividades para curtir a natureza.

Não deixe de Ir

San José

O bairro pitoresco tem mais de 50 bares, restaurantes e baladas que unem os turistas no paralelepípedo. É "agito" na certa!

Pacífico Central

Surfar e descansar em Playa Hermosa: Ondas perfeitas para os surfistas mais experientes! Como a praia nunca fica cheia, relaxe na sombra da famosa árvore, El Almendra.

Conferir as ondas de Jacó Beach: Amantes do surfe não percam as ondas dessa praia, nem as noites super agitadas.

Planícies

Explorar os arredores do Vulcão Arenal: admire o espetáculo que é a erupção do vulcão mais ativo do país. Com a vista incrível e os ventos fortes, o Lago Arenal é um dos melhores pontos do mundo para praticar esportes. Da variedade incrível de atividades, não deixe de fazer rafting!

Visite o Vulcão Poas: A maior cratera do mundo impressiona por possuir um lago azul-turquesa. Maravilhoso!

Admirar o Vulcão Irazu: A linda vista do maior vulcão do país se assemelha a cratera lunar. Imperdível!

Monteverde Praticar canopy (arvorismo): O Sky Trek tem o percurso mais longo, alto e famoso do país. A aventura no topo das árvores, com um sistema de trilhas e pontes suspensas é pura adrenalina.

Caribe

Surfar curtindo o festival de música em Puerto Viejo: A onda de 6 metros, La Salsa Brava, é lendária. Aproveite para ir no começo de Março, quando acontece o South Caribbean Music Festival. O bar Johnny's Place é muito divertido.

Pacífico Norte

Conhecer a região com a família: As praias são tranquilas e cheias de vida com atividades para todos os gostos.

Se for a sua praia, aproveite para dar umas tacadas nos campos de golfe: Com os recentes investimentos, a Costa Rica agora oferece campos luxuosos, como o Garra de leon em Guanacaste.

Lugares

Costa Rica
Tortuguero

Costa Rica
Jacó Beach

Costa Rica
Conchal

Costa Rica
Puerto Viejo

Fonte: www.advtour.com.br

Costa Rica

Nome oficial: República de Costa Rica.

Capital: San José.

Religião: Cristianismo 95% (católicos 80%, protestantes 15%), outras 5% (1992).

Localização: oeste da América Central.

Características: relevo montanhoso; litoral baixo; 3 cadeias vulcânicas (de N a S); vale fértil da Meseta Central (entre as cadeias).

Cidades Principais: Puerto Limón, Alajuela.

Patrimônio da humanidade: Parque Nacional La Amistad.

Divisão administrativa: 7 províncias subdivididas em cantões.

Moeda (numismática): colón costarriquenho / colones (Costa Rican Colon ou Costa Rica Colones).

Código internacional ISO 4217: CRC.

O nome do sistema monetário colón, utilizado em El Salvador e Costa Rica, deriva de Cristóvão Colombo. Anteriormente, real...

Conhecida como "Paraíso da América Central", a Costa Rica se destaca na região por sua estabilidade política - e, fato raro, pela inexistência de Forças Armadas, substituídas em 1948 por uma guarda civil.

O país mantém sistema previdenciário eficiente e ostenta o mais alto índice de alfabetizados da América Central.

Banhado por dois oceanos, preserva as florestas com a transformação de um terço de suas terras em parques nacionais.

A legislação também protege atrações como os vulcões de Irazú e de Poás, o vale de Orosí e as ruínas da igreja colonial em Ujarras, que estimulam o turismo.

História

Antes de ser descoberto por Cristóvão Colombo, em 1502, o país é habitado por pequenas tribos indígenas, que são dizimadas pelos espanhóis.

Abaixo, um mapa espanhol da Audiência da Guatemala, do século XVI. O selo foi emitido em 1987 (Scott: 392), para comemorar os 495 anos de aniversário da partida de Colombo desde Palos, na Espanha.

Administrada como parte da Capitania Geral da Guatemala, a Costa Rica une-se ao México em 1821, tornando-se independente da Espanha.

Em 1823, integra a Federação Centro-Americana (que abrangia os atuais países: Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras e Nicarágua), proclamando a República em 1838, quando é desfeita a Federação.

As condições peculiares do país - escassa população indígena e poucas riquezas minerais - fazem da Costa Rica uma nação majoritariamente branca e sem aristocracia agrária.

No século XIX, os camponeses prosperam com a economia cafeeira. Mas logo a plantação de banana passa a rivalizar com a cafeicultura.

Em 1889, realizam-se no país as primeiras eleições presidenciais efetivamente democráticas da América Central.

Abolição do Exército

A eleição do presidente Julio Acosta García, em 1920, inaugura um período de estabilidade política, e o país conquista a reputação de ser um dos mais democráticos da América Latina.

Em 1941, durante a II Guerra Mundial, torna-se a primeira nação do continente a declarar guerra à Alemanha.

A anulação das eleições de 1948, vencidas por Otilio Ulate, provoca uma breve guerra civil, da qual saem vitoriosas as forças comandadas pelo socialista José Figueres Ferrer, conhecido como "dom Pepe".

Sua vitória leva à elaboração de uma nova Constituição, à abolição do Exército e à posse, em janeiro de 1949, de Ulate.

José Figueres Ferrer domina a política nacional por décadas, exercendo dois mandatos presidenciais, de 1953 a 1958 e de 1970 a 1974.

Sob sua liderança, a Costa Rica nacionaliza os bancos, implanta um eficiente sistema de previdência social e aumenta os impostos sobre os lucros da empresa norte-americana United Fruit, que detém o controle do setor de banana.

História Postal

Não se têm notícias de que entre as pequenas comunidades indígenas existiu algum tipo serviço de correios, embora seja possível que tivessem usado os serviços que tinham os grandes impérios da América pré-colombiana: Mayas, Aztecas, Incas, os quais, pela posição geográfica do país, chegaram até o território...

Já na época colonial existiram os "Encomenderos" ou "Matineros" que alcançaram Cartago e outras povoações... Em janeiro de 1836, o Primeriro Chefe de Estado ordenou um serviço diário de correios entre San José, Cartago, Heredia e Alajuela...

Mas foi em 1862 que se realizou a primeira emissão de selos postais e, já no ano seguinte, em 1863, a Costa Rica foi o único país latino-americano em participar no Congresso Postal de Paris, integrando parte da Comissão Postal Internacional.

Em 1878, foi fundada a União Postal Universal (UPU) e a Costa Rica foi um de seus 33 países fundadores. Bem mais tarde, mas desde seu início, o país também integrou a União Postal das Américas, Espanha e Portugal (UPAEP).

Em 1998, no dia 24 de abril, a Assembléia Legislativa aprovou a Lei 7768 transformando o antigo sistema de Comunicações, a que pertência os Correios, em uma nova Empresa: Correos de Costa Rica S.A. — o prazo para o funcionamento desta sociedade anônima é de 99 anos e sua localização legal é a cidade de San José.

"Correos" será regida pela Lei de Correios e seus regulamentos, o Código de Comércio, o Código Civil, o Código de Trabalho e estará sujeito aos acordos internacionais sobre correios e telecomunicações ratificados pela Costa Rica.

Acima, o primeiro selo postal sem obliteração, emitido em 1862 (Scott: 1), com valor facial de ½ real (azul). Abaixo, um exemplar do número 1 obliterado (lado direito) e outro de tonalidade mais clara, considerado de número 1a (lado esquerdo).

Nessa época, não se usava o sistema decimal da moeda colón, utilizada atualmente.

A Costa Rica possui algumas raridades filatélicas... São impressões invertidas em uma das sobrecargas realizadas em 1881/1883, sobre os selos emitidos em 1862...

Fonte: www.girafamania.com.br

Costa Rica

Tranqüilo, calmo, 100% democrático... é a Costa Rica.

De costa à costa, é rico em vida selvagem - com mais de 25 % do país protegido como parques nacionais e reservas - pode-se até acreditar que este país tem monopólio da natureza.

A dentro da floresta, nuvem por musgo, beija-flores congregam-se para beber o néctar, o uivo de macacos, as rãs deslumbrando com suas sombras e ninho de tartarugas marítimas em praias virgens. Sem discussão, é o paraíso dos amantes de natureza.

No noroeste, Guanacaste tem a maior área de floresta seca preservada em América Central e é considerada pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade.

Ao sul, as praias da Península Nicoya são escondidas pela enseada, separadas por afloramento rochosos e por palmas angulares que sussurram na brisa da costa.

A costa Pacífica Central, somente à um passo: pode-se visitar freqüentado lugar de Jacó e a beleza inconfundível das praias de Manuel Antonio Parque Nacional.

Os mangues cerca da costa de Tortuguero são maravilhas naturais - enorme parque nacional, entre a costa e a selva com diversos pássaros e insetos. Se tiver sorte, poderá ver uma enorme tartaruga marítima fora do oceano para pôr ovos na areia da praia ou ver tucanos voando e fazendo ninhos, ou borboleta voando como relâmpago.

A capital, José São está no centro da região central montanhosa, na linha de vulcões que se alongam pelo país.

Divide o Caribe do Oceano Pacífico, as cadeias montanhosas de Tilarán e de Guanacaste contêm seis vulcões ativos, inclusive o vulcão Arenal, que expele constantemente lava incandescente, iluminando o céu à noite.

Para algo menos explosivo, Rincón de la Vieja e o Parque Nacional de Tenorio para banhos termais de lama e piscinas termais que fazem barulho em que pode-se chafurdar.

Caso queira pouco de mais ação e adrenalina pode atacar as savanas páramo para chegar ao pico de Cerro Chirripó.

Ou investigar as bolas da Costa Rica - relíquias e enigmáticas, que variam de alguns centímetros a dois metros de diâmetro, considerao ainda um mistério completo às arqueólogos.

Além de oferecer uma das melhores caminhadas em floresta tropical em toda América Latina, em direção ao Parque Nacional Corcovado na Península Osa, selva mais remota e possivelmente a mais recompensadora da Costa Rica.

Capital: San José

Tamanho: 51,100 km²

População: 3.7m

Moeda: Colón

Idioma: Espanhol

Visto

Não é necessário para os cidadãos do Reino Unido.

Comida

A comida é simples, variações de 'arroz' e 'feijões'. Misturado com carne, o frango ou às vezes peixe, servido com tortillas quente - chamado de prato de casado.

Bebida

O aguardante local - rum! Café Rica é o licor à base de cafeína, das origens do café deste país.

Festivais

Os feriados são normalmente um motivo de celebração, e na Costa o Rica não é diferente.

Os grandes festivais tendem ter procissões, trajes e bandas tradicionais, e possível encontrar nas pequenas cidades, corrida de cavalos, tourada (onde o palhaço deixa arena esgotado, porém vivo) e ter a possibilidade de compartilhar este momento com os habitantes da cidade.

Quando ir

Duas costas de Costa Rica têm climas distintos: a costa do Oceano Pacífico é seca entre os meses de Dezembro a Abril, enquanto a costa do Caribe são secas entre os meses de Agosto a Outubro.

Fonte: www.lata.org

Costa Rica

Capital: San José

População: 4.2 (2003), 6.5 (2050)

Superfície: 51.100 km²

Geografia e ambiente

Localização e coordenadas geográficas: A Costa Rica é o país mais a sul dos cinco países que compreendem a América Central, 10º a Norte e 84º a Este. De acordo com as latitudes mencionadas, a Costa Rica está situada no centro da zona inter-tropical a 10º Norte do Equador. Também está localizada na zona Norte do Continente americano, no istmo centro americano. Está a 6 horas oeste de Greenwich.

Superfície: 51.100 km²

Fronteiras: As fronteiras da Costa Rica são naturais, convencionais e diversas. A este e noroeste está limitada pelo Mar do Caribe (225 km); a oeste e a sul pelo Oceano Pacífico (1100 km); a sudoeste faz fronteira com o Panamá (330 km) e a norte com a Nicarágua (309 km), cuja fronteira é natural.

Descrição física do território e clima: As regiões mais altas estão no centro do país e as baixas que são mais extensas e planas estão na vertente do Caribe.

Na vertente do Pacífico o declive é mais brusco e origina uma grande quantidade de baías, cabos e enseadas.

A costa do Caribe, de 212 km de largura, estende-se de noroeste e a sudoeste, distinguindo-se aí duas seções: o Rio San Juan - Simón (que vai desde a fronteira com o Nicarágua até à cidade de Limón); e Limón - Rio Sixaola (que vai desde a cidade de Limón à fronteira com o Panamá). A primeira seção é um largo litoral que separa o mar de uma série de lagoas de água doce que são alimentadas por múltiplos rios.

Esta zona é denominada por Canales de Tortuguero, que consiste num sistema natural de canais e lagoas navegáveis de mais de 110 km de extensão e que são o habitat de sete espécies de tartarugas. No centro da costa oriental localiza-se Limón, um dos principais portos do país. Frente a esta cidade encontra-se a única ilhota do litoral costa-riquenho, Uvita. No sudoeste, na segunda seção do litoral, estende-se uma ampla praia, interrompida pelo promontório coralino de Cahuita.

O litoral Pacífico, com uma extensão de mais de 1.200 km de costa, apresenta uma variedade infinita de paisagens, ilhas, golfos, enseadas e penínsulas que se estendem de fronteira a fronteira, desde Bahía Salinas até Punta Burica e que originam uma grande quantidade de praias. As principais penínsulas que se encontram no Pacífico são Santa Elena, Nicoya e Osa. Na costa norte, encontra-se a Bahia Salinas - onde existe um pequeno arquipélago chamado Murciélago - a península Santa Elena a Bahia Culebra.

A ilha de Coco está a 500 km da costa, é famosa pela sua lenda de tesouros escondidos, porém a sua principal riqueza é a sua fauna e flora marinhas e terrestre, amas devem ser protegidas por quem visita a ilha. Na costa sudoeste pacífica, encontra-se o Golfo de Osa, também chamado Golfo Dulce, aqui localiza-se a cidade de Golfito. A cadeia montanhosa da Costa Rica forma um grupo independente do conjunto de montanhas centro americanas. Devido à biodiversidade existente nos seus bosques, esta cadeia de montanhas representa um potencial atrativo para um turismo ecológico.

O sistema montanhoso costa-riquenho divide-se em dois unidades distintas, separadas no centro do país por um Vale Central (onde se localizam-se as cidades de San José, Alajuela e Heredia) e o Vale Del Guarco, situado na província de Cartago. Neste sistema montanhoso podem identificar-se distintas serras e uma cordilheira, a Serra Vulcânica de Guanacaste de onde se destacam os vulcões Orosí, Miravalles, Tenório, Arenal o qual oferece um espetáculo impressionante com as suas erupções noturnas e Rincón que apresenta uma atividade de fumos permanentemente.

Na Serra Vulcânica Central encontram-se os vulcões Poás, Barva e Irazú, os quais são de fácil acesso e representam um patrimônio valioso, tanto ecológico como natural. Na Cordilheira de Talamanca destaca-se o pico de Chirripó, o mais alto do país com 3.821 metros.

Rede Hidrográfica: Devido à abundante chuva que cai sobre o país, a Costa Rica conta com uma rede fluvial muito extensa, que se divide nas vertentes do Pacífico e Atlântico, porém tem poucos lagos locais.

A vertente do Pacífico cobre 53% da superfície do país, os principais rios são Tempisque, Grande de Tárcoles, Parrita, Grande de Terraba e Coto Colorado. A vertente do Atlântico abarca 46% do território nacional, que se divide em duas partes - o Caribe, cujos principais rios são Reventazón, Moín, Tortuguero, Parismina, Pacuare, Matina, Estrella, Bananito, Banano e Sixaola - e a vertente norte, cujos rios são San Carlos, Zapote, Sarapiquí, Chirripo, Frio e Curena Logo que os rios chegam a terras mais baixas, converte-se em lagos cercados de vegetação. Os rios das terras baixas são rotas excelentes para viagens em pequenos botes, que permitem aos passageiros observar a fauna e flora.

O lago de Caño Negro distingue-se pela sua prática de windsurf. As árvores que se alinham na maioria das margens dos rios albergam iguanas, monos, aves e outras espécies dos manglares, sendo estes rios o Sarapiquí, San Carlos e Río Frio, na zona Norte e Tempisque, Bebedero e Corobicí, no noroeste.

A zona aquática mais famosa começa nos canais do Caribe, atravessa a costa atlântica desde o porto de Moín até às comunidades de Parismina, Tortuguero, onde existe uma praia protegida devido à existência de tartarugas, para além de vastas extensões de pântanos. Uma viagem por estes canais é uma aventura na selva, no entanto existe a oportunidade de observar de uma forma segura animais como os crocodilos, oropéndalos e nutrias.

O lago Arenal é atualmente a principal reserva de água para o projeto hidroelétrico mais importante do país. É uma grande superfície de água rodeada de colinas com bosques. A maior parte dos rios estão sobre relevo montanhoso, tendo como consequência rios curtos e pouco navegáveis.

Elevações: Cerro Chipirro com 3,821m.

Catástrofes naturais: Terramotos ocasionais, sendo que dois dos quatro vulcões continuam ativos.

Costa Rica
Vulcão em atividade

Problemas ambientais: Desflorestação, erosão, poluição dos rios, poluição da costa marinha, poluição do ar.

Acordos Internacionais Ambientais: Tratado da Biodiversidade; Tratado para a proteção das Mudanças Climáticas; Tratado da Desertificação; Protocolo de Kyoto para as Mudanças Climáticas; Tratado para suster a desertificação; Tratado do Mar; Tratado de Conservação da Vida Marinha.

Cultura e Sociedade

Língua oficial: Espanhol.

Línguas e idiomas: A língua oficial é o espanhol. No entanto na província atlântica de Limón fala-se um dialeto derivado do inglês, o mekaiteliu. Existem também vários dialetos indígenas.

Taxa de literacia: 94,8% da população com idade de 15 anos ou superior sabe ler e escrever. (CIA Fackbook de 2001)

População: 4.200.000 habitantes (estimativa do PNUD da ONU para 2002).

Densidade populacional: 68 habitantes por Km² (estimativa de 2001)

Cidades mais populosas: San José com 280.000 habitantes, Cartago com 109.000 habitantes, Limón com 51.000 habitantes, Alajuela com 45.400 habitantes e Puntarenas com 38.300 habitantes.(1991-1993)

Estrutura etária e Rácio de comparação sexual: Abaixo dos 14 cerca de 30.8% da população, havendo 1.05 homens por cada mulher, dos 15 aos 64 anos cerca de 63.9% da população, havendo 1.02 homem por cada mulher, acima dos 65 anos cerca de 5.3% da população, havendo 0.87 homens por cada mulher. No total da população há 1.02 homens por cada mulher (estimativas de 2002).

Crescimento natural anual: 1.61% (estimativa de 2001). (CIA Fackbook de 2001)

Taxa de natalidade: 19.83 nascimentos por 1.000 habitantes (estimativa de 2002)

Taxa de mortalidade: 4.31 mortes por 1.000 habitantes (estimativa de 2002).

Taxa de mortalidade Infantil: 10.87 mortes por 1.000 nados vivos (estimativa de 2002).

Taxa de expectativa de vida: 73.68 anos para os homens e 78.89 anos para as mulheres (estimativas de 2002).

Religião: 81.3% da população professa a religião católica e cerca de 15% são protestantes evangélicas.

Política e Governo

Independência: 15 de Setembro de 1821 (CIA Fackbook de 2001)

Nome oficial: República da Costa Rica (CIA Fackbook de 2001)

Capital: San José

Costa Rica
A capital San José

Constituição: De 7 de Novembro (CIA Fackbook de 2001)

Caracterização generalista do sistema legal: Baseada no sistema legal espanhol.

Divisões administrativas: 7 provincias - Alajuela, Cartago, Guanacaste, Heredia, Limon, Puntarenas, San José.

Feriados nacionais: 7 de Novembro - Dia da Independência

Tipo de governo: República Presidencial

Sufrágio: A partir dos 18 anos, universal.

Poder Executivo: O poder executivo reside num presidente e um vice-presidente, cada um dos quais é eleito por voto popular por um período de 4 anos. O presidente e o vice-presidente não podem suceder-se entre si. Cada candidato deve receber mais de 40% do número total dos sufrágios emitidos.

Poder Legislativo: Assembleia Legislativa unicameral, formada por 57 deputados que serão eleitos por um período de 4 anos. Nas últimas eleições foram eleitos 19 deputados para o Partido de Unidad Socialcristiana, 17 deputados do Partido Liberación, 14 deputados do Partido Acción Ciudadana, 6 deputados do Movimiento Libertário e 1 deputado do Partido Renovación Costariccense.

Poder Judicial: O poder judicial reside na Corte Suprema da Justiça, designada por Assembleia Legislativa para um período de 8 anos.

Partidos Políticos:

Partido de Unidad Socialcristiana (P.U.S.C.)

Partido Liberación Nacional (P.L.N.)

Partido Acción Ciudadana (P.A.C.)

Movimiento Libertario (M.L.)

Partido Renovación Costarricense

Fuerza Democrática (F.D.)

Partido Integración Nacional (P.I.N.)

Partido Acción Laborista Agrícola

Coalición Cambio 2000 (C.C.2000)

Acción Democrática Alajuelense

Pueblo Unido

Organizações Sociais:

CUT - A Central Unitária de Trabalhadores

Federação Nacional de Trabalhadores

Federação Nacional Campesina

Mesa Nacional Campesina

Federação de Trabalhadores Industriais

Participação em Organizações Internacionais: Banco Centro Americano de Integração Econômica; Comissão Econômica das Nações Unidas para a América Latina e Caraíbas; Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura; Grupo dos 77 das Nações Unidas; Banco Inter-americano de Desenvolvimento; Agência Internacional de Energia Atómica; Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento; Organização da Aviação Civil Internacional; Confederação Internacional das Centrais Sindicais Livres; Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola; Sociedade Financeira Internacional; Organização Internacional do Trabalho; Fundo Monetário Internacional; Organização Marítima Internacional; INMARSAT; INTELSAT; Organização Internacional de Polícia Criminal; Organização Internacional de Migrações; Comité Olímpico Internacional; União Internacional das Telecomunicações; Associação de Integração Latino-Americana; Movimento dos Não Alinhados; Organização dos Estados Americanos; Agência para a Proibição das Armas Nucleares na América Latina e no Caribe; Organização das Nações Unidas; Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento; Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura; Universidade das Nações Unidas; União Postal Universal; Organização Meteorológica Mundial; Organização Mundial da Propriedade Intelectual; Organização Mundial de Saúde; Organização Mundial do Turismo; Confederação Mundial do Trabalho; Federação Mundial das Uniões do Comércio; Tribunal Permanente de Arbitragem; Federação Internacional das Sociedades de Cruz Vermelha e do crescente Vermelho; Organização Internacional de Standarização.

Costa Rica
Basílica de Cartago

Economia

Recursos Naturais: Energia hidráulica (CIA Fackbook de 2001)

Uso da Terra: Tem cerca de 6% de terra arável, dessa cerca de 5% tem colheitas permanentes e 46% tem pastos permanentes (estimativas para 1993 - CIA Fackbook de 2001)

Principais produtos agrícolas: Café, ananás, bananas, açúcar, milho, feijão, batatas, gado bovino (2000 - CIA Fackbook de 2001)

Terra Irrigada:1.200 hectares (estimativas para 1993 - CIA Fackbook de 2001)

P.N.B. per capita: 6.700 USD (CIA - Fackbook de 2001)

Taxa de crescimento médio anual do P.N.B.: 2,3% (entre o período de 1990 a 1997 - Guia do Mundo)

Produto Interno Bruto: 9.521 Milhões de USD (1997 - Guia do Mundo)

Crescimento médio anual do P.I.B.: 3,8% (entre o período de 1990 a 1997 - Guia do Mundo)

Estrutura da Produção: Agricultura - 14,7%; Indústria - 23,2%; Serviços - 62,0% (1997 - Guia do Mundo)

Estrutura da Procura: Consumo Público - 12,3%; Consumo Privado - 62,6%; Investimento Bruto - 26,8%; Poupança Bruta - 25,0%; Exportações - 45,8% (1997 - Guia do Mundo)

Balança Comercial:

Total das Exportações: 4.359.6 Milhões USD (1997 - Guia do Mundo)

Crescimento anual das exportações: 13,7% (entre o período de 1990 a 1997 - Guia do Mundo)

Principais produtos exportados: Produtos agrícolas e alimentares - café, ananás, açúcar, têxteis - (69,8%); combustíveis, máquinas e material de transporte (4%) e outros produtos manufaturados (14,2%) (1997 - Guia do Mundo; 2000 - (CIA Fackbook de 2001)

Total das Importações: 4.429 Milhões USD (CIA Fackbook de 2001)

Crescimento anual das importações: 12,3% (entre o período de 1990 a 1997 - Guia do Mundo)

Principais produtos importados: Produtos agrícolas e alimentares, combustíveis, produtos químicos; máquinas e material de transporte e outros produtos manufaturados (1997 - Guia do Mundo; 2000 - CIA Fackbook de 2001)

Saldo: -5.682.3 milhões de USD (1997)

Principais parceiros Iberófonos: Nas exportações, (por ordem de importância) - E.U.A., América Central, Espanha. e Portugal e nas importações (por ordem de importância) - E.U.A., Espanha, Portugal e México (CIA Fackbook de 2001)

Grau de abertura econômica: 93,4% (1997 - Guia do Mundo)

População ativa e emprego:

População ativa estimada: 1.351.000 habitantes (1997 - Guia do Mundo)

Taxa de atividade da população ativa estimada: 39% (1997 - Guia do Mundo)

Distribuição do Emprego: Agricultura - 26%; Indústria - 27%; Serviços - 47% (1997 - Guia do Mundo)

Taxa de Desemprego: 5,7%

Energia:

Produção total de energia comercial: 0,7 milhões de toneladas de equivalente de petróleo (E.P.) (1996 - Guia do Mundo)

Produção total de eletricidade: 5.805 Bilhões de Kwh (1999 - CIA Fackbook de 2001)

Consumo total de energia: 2,2 Milhões de toneladas (1994 - Guia do Mundo)

Consumo total de eletricidade: 5.303 Biliões de Kwh (1999 - CIA Fackbook de 2001)

Consumo per capita de energia: 657,3 quilos de E.P. (1996 - Guia do Mundo)

Importação liquida de energia: 67,3% do consumo total de energia. (1997 - Guia do Mundo)

Percentagem da produção interna de eletricidade com utilização de energias renováveis: Hidroeléctrica - 83,32% e outras energias renováveis (biomassa) 14,27 ( CIA Fackbook de 2001)

Receitas públicas em relação ao P.N.B.: 27% (Guia do Mundo)

Despesas públicas em relação ao P.N.B.: 30,6% (1996 - Guia do Mundo)

Despesa pública em saúde: 6% do P.I.B. (1997 - Guia do Mundo)

Despesa pública em educação: 5,3% (1999 - O.N.U.)

Ultima taxa média anual da inflação disponível: 11% ( CIA Fackbook de 2001)

Moeda: Colon

Transportes, Comunicações e Multimédia:

Extensão dos caminhos-de-ferro: 950 km

Extensão e tipo de estradas: Total da extensão - 37.273 km, das quais, 7.827 são pavimentadas e 29.446 km não são pavimentadas.

Cursos de água navegáveis: 730 km ( CIA Fackbook de 2001)

Extensão e tipo de gasodutos e oleodutos: 176 Km de petróleo.

Portos, cais e marinas: Tem seis portos: Caldera, Golfito, Moin, Puerto Limón, Puertos Quepos, Puntarenas (2000 - CIA Fackbook de 2001)

Costa Rica
Porto de Quepos

Marinha Mercante: 1 barco igual ou acima de 1.000 G.R.T (1 de transporte de passageiros); Total de tonelagem de 1.716 GRT/NA DWT ( CIA Fackbook de 2001)

Número e tipo de aeroportos, aeródromos e pistas de aviação locais: 29 aeroportos com pistas pavimentadas, sendo que 2 têm pistas pavimentadas com comprimento entre os 2,438 m e os 3.047 m, 1 têm pistas pavimentadas com comprimento entre os 1.524 m e os 2.437 m, 19 têm pistas pavimentadas entre os 914 m e os 1.523 m e 7 com pistas pavimentadas com comprimento abaixo dos 914 m; 123 aeroportos com pistas não pavimentadas, 28 pistas não pavimentadas com comprimento entre os 914 m e os 1523 m e 95 de pistas não pavimentadas abaixo dos 914 m ( CIA Fackbook de 2001)

Número de linhas telefônicas em uso: 450.000 (CIA Fackbook de 2001)

Número de telefones móveis: 143.000 (CIA Fackbook de 2001)

Indicativo internacional de telefone e fax: 00506

Número e tipo de jornais: 5 jornais diários

Tiragem média dos jornais: 91 exemplares por 1000 habitantes (Guia do Mundo)

Número e tipo de estações de rádio: 6 estações de rádio transmitindo em FM. (CIA Fackbook de 2001)

Número de aparelhos de rádio: 980.000 ( CIA Fackbook de 2001)

Número de estações de televisão: 6 (CIA Fackbook de 2001)

Número de televisores: 525.000 ( CIA Fackbook de 2001)

Número de fornecedores de acesso à internet: 3 ( CIA Fackbook de 2001)

Número de utilizadores de internet: 150.000 ( CIA Fackbook de 2001)

Domínio internacional da internet: .cr

Defesa Nacional

Despesa pública militar: 150.000 ( CIA Fackbook de 2001)

Gastos militares em percentagem do P.N.B.: 1,6% (CIA Fackbook de 2001)

Gastos efetivos militares:

Em Dólares: 69 Milhões de USD (CIA Fackbook de 2001)

Idade mínima de incorporação: 18 anos (CIA Fackbook de 2001)

Sistema Militar: Obrigatório.

Divisão das Forças Armadas em ramos: Guarda Costeira, Seção do Ar e Fuerza Publica - a Costa Rica não tem forças militares, apenas tem forças domésticas policiais, este é um dos únicos, senão o único que não possui forças armadas. (CIA Fackbook de 2001)

Divisão das Forças Militarizadas em ramos: Polícia Nacional.

Número de homens incorporados nas Forças Militarizadas: Não temos dados.

Homens disponíveis para ingressarem nas forças armadas: 707.927 entre os 15 e os 49 anos (estimativa de 2002)

Homens disponíveis para o serviço militar: 1.035.090 entre os 15 e os 49 anos (estimativa de 2002)

Homens que chegam anualmente à idade da incorporação: 39.411 (estimativa de 2002)

Outros dados

Formalidades gerais de entrada: Passaporte válido por um mínimo de 6 meses e visto de entrada. Recomenda-se a vacinação contra a malária, a febre do dengue, a cólera e as hepatites.

Formalidades de entrada especiais para o espaço Iberófono: Os cidadãos dos EUA, da Argentina, do Brasil, do Uruguai, da Espanha e de Portugal não necessitam de visto prévio de 90 dias. Os cidadãos da América Latina podem permanecer no país durante 30 dias sem visto.

Feriados nacionais importantes: 1 de Janeiro - Dia do Ano Novo; 11 de Abril - Dia de Juan Santamaria; 1 de Maio - Dia do Trabalhador; 25 de Julho - Dia da Anexação de Guanacaste; 2 de Agosto - Nossa Senhora dos Anjos; 15 de Agosto - Dia da Assunção; 15 de Setembro - Dia de Independência; 12 de Outubro - Dia de Colombo; 25 de Dezembro - Dia de Natal.

Costa Rica
Parque de Santa Maria

Pesos e medidas: Sistema métrico; Corrente elétrica de 110V, 60 Hz.

Fonte: www.geolingua.org

Costa Rica

Imagine um lugar onde você pode escolher entre longas esquerdas no lado do Pacífico ou direitas tubulares no lado do Atlântico.

Na Costa Rica você terá a oportunidade de surfar ondas perfeitas nos dois oceanos, e ainda irá desfrutar do lema local "Pura Vida".

De Maio a Outubro o swell predominante é de sul o que rola onda na região do Pacífico Sul. Os principais picos são Hermosa, jaco, Dominical, Boca Barranca além da clássica onda de Pavones. Já de Novembro a Março as ondas são melhores no lado do Atlântico e os principais picos são Salsa Brava, Isla Uvita, Puerto Viejo e outros. Nesta época tbm é mto bom do lado norte do Pacífico onde ficam Tamarindo, Playa Negra, Avellanas e muitas outras. O que não falta é lugar pra surfar e muito.

Se rolar um flat não deixe de fazer passeios ecoturísticos como rafting, arborismo, mergulho e ir nas lindas cachoeiras espalhadas por todo o país. Não são caros e o serviço é de primeira. A região mais famosa para este passeios é Manuel Antonio, que fica no Pacifico Sul a caminho para Domenical e Pavones.

O país é lindo e tudo mais, mas não se esqueça que é sub-desenvolvido como o nosso. Então cuidado com o carro e com o onde vai parar. Nunca deixe nada dentro dele e procure estacionar em frente bares e restaurantes, que ao consumir, eles olham seu carro com prazer. Deixar bermudas e camisetas de "marca" dando sopa tbm não é aconselhável.

Pacífico Sul

É neste local onde rola uma das mais longas esquerdas do planeta ( só perdendo para Chicama no Peru), chamada de Pavones (março á junho). As melhores condições acontecem com a entrada de ondulações de sul, e os melhores meses são os de maio a setembro.

Pacífico Norte

Os melhores meses são de novembro a abril, época onde entram as ondulações de norte e o vento terral sopra quase que diariamente.

Caribe

De Dezembro à Março.

Picos

Pavones

Este é considerada por muitos como o melhor pico da Costa Rica. Onda muita extensa quebrando para esquerda com várias seções, nos dias de gala rolam bons tubos e muitas manobras, por se tratar de uma excelente opção rola um certo crowd. Está localizado à 400kms de San Jose (8 horas de carro).

Boca Barranca

Outra esquerda, muito parecida com Pavones porém mais cheia, quebra na boca de um rio, muitas são as lendas de jacarés no outside, fique esperto!!!. Fica a 100 kms de San José.

Playa Tamarindo

Aqui você encontrará dois principais picos: Pico Pequeño uma onda com fundo de pedra em frente ao hotel Tamarindo, e -El Estero, uma excelente boca de rio.

Playa Negra

Um dos melhores point breaks da Costa Rica , quebra para direita com ondas muito rápidas, está à 350 kms de San José . Localizado a 5 km ao sul Playa Avellanas.

Playa Avellanas

Ótimo beach break, com direitas e esquerdas muito tubulares. Localizado a 20 Km ao Sul de Tamarindo.

Playa Hermosa

Um poderoso beach break, com picos de direita e esquerda. As ondas, em geral são melhores quando a maré está subindo.

Roca Bruja

Beach break com ondas ocas. Pico localizado dentro de um parque nacional.

Caribe

Salsa Brava

Direita tubular que quebra em bancada de coral. Nos dias maiores o power é comparável ao das ondas havaianas.

Perguntas Frequentes

O que devo levar para uma trip como esta?

Alguns itens serão essenciais em sua mala como:

Protetor solar (o sol é escaldante).

Repelente (isto só é necessário para os finais de tarde).

Dois leashes (um 6 pés e outro 7 pés).

É preciso ser um surfista experiente para surfar na Costa Rica ?

Não, como as ondas são muito perfeitas o surf torna-se bem fácil e tranqüilo, além do mais é um dos picos mais frequentados por brasileiros.

Com quantos pés as ondas costumam quebrar na Costa Rica ?

As ondas na Costa Rica variam de 2 a 8 pés, com uma variedade muito grande de ondas.

O que mais tenho para fazer, além de surfar?

Você poderá desfrutar do ecoturismo, como visitas a vulcões, pular de bungee jump, entre outros. A noite da Costa Rica também é muito agitada, na região de San Jose.

Qual a época ideal para ir a Costa Rica?

Assim com o Peru, a Costa Rica oferece ondas perfeitas praticamente o ano todo, porém a época mais constante de ondas é:

Pacífico Sul, de maio a setembro

Pacífico Norte, de novembro a abril

Atlântico, de dezembro a março

Qual o nível de surf é ideal surfar na Costa Rica?

Existem ondas para todos os gostos e níveis de surf, desde de ondas fáceis a ondas mais difíceis

Como é feita a retirada do carro?

É necessário ser maior de 21 anos e portar cartão de crédito internacional com limite mínino de US$1500. É obrigatório deixar um boleto assinado que será desenvolvido na retirada do automóvel.

Como funcionam os Vouchers?

O passageiro irá sair com os Vouchers da Nivana que serão trocados pelos originais na hora da entrega do veículo. Os Vouchers contém informações e telefones de todas as hospedagens para casode urgência.

Qual o destino mais próximo de San Jose?

Jacó, com somente 117km de distância.

Como poderei me informar sobre a chegada do Swell?

Através da internet, junto com a tabua de marés que tem espalhado em hotéis, restaurantes e Surf Magazines. Os locais também podem assessorar quanto a chegada de Swells.

Que tipo de comida encontrarei e quanto irei gastar para me alimentar?

A culinária da Costa Rica é bem variada e bem parecida com a do Brasil. Pratos como Arroz + Feijão e muito peixe dentre outros. Existem muitos restaurantes mexicanos. O prato típico é o Gallo Pinto que é composto de arroz, feijão preto e ovos mexidos apimentado, que é servido na café da manhã. Normalmente a média de gasto é de US$15 por dia.

Em relação as pranchas, se precisar consertar, como faço?

Existem inúmeras Surf Shops espalhadas em todas as regiões da Costa Rica principalmente em Jacó, Tamarindo e Puerto Viejo.

Como devo proceder com o dinheiro?

Existem bancos espalhados por todas as regiões, aonde você poderá trocar dólares e travelers checks. Quase todos os estabelicimentos aceitam cartão de crédito.

Obs: Para cada 1 dolar, você terá em média de 320 colones.

Fonte: www.nivana.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal