Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Costa Rica  Voltar

Costa Rica

São muitos os contrastes e a diversidade da natureza em Costa Rica.

Poucos lugares no mundo apresentam, dentro de um território muito pequeno e acessível, tantas variantes naturais.

Ao longo de seus 51.100 quilômetros sempre achará um lugar especial por descobrir.

Costa Rica
Costa Rica

Costa Rica
Costa Rica

Os 24,6% do território costarriquense, encontra-se protegido sob a categoria de Parques Nacionais, Reservas Biológicas e Refúgios Nacionais de Vida Silvestre.

Devido a sua posição geográfica Costa Rica é uma exuberante ponte biológica de espécies botânicas e zoológicas. Seu território cria uma estreita passagem que alberga flora e fauna tanto do Norte da América como da América do Sul, além de grande quantidade de espécies endêmicas. Seu clima é muito agradável durante o ano inteiro, o que que estimula em seus habitantes uma vida pacífica e permite ao turista explorar e aventurar - se com toda tranqüilidade.

Costa Rica
Costa Rica

O lar dos quatro milhões de costarriquenses ou "ticos" e "ticas", como popularmente se chamam aos costarriquenses, é um dos poucos países do mundo que, a mais de cinqüenta anos vive, por vontade própria, sem exército. Costa Rica se destaca, no âmbito mundial, pela amabilidade de sua gente.

Os "ticos" e"ticas" são muito serviçais e bons conversadores, assim que quando andar pelo campo ou algum lugar de interesse, não duvide em despejar suas aflições com algum deles, quem com muito gosto lhe ajudarão.

Curiosidades

Nome do país: República de Costa Rica

Área: 51.100 quilômetros

População: 4,1 milhões

Povos: 96% de descendência espanhola, 2% de descendência africana, 1% indígena, 1%de chineses

Língua: Inglês, Espanhol; Castelhano

Religião: 75% de Católico Romano, 14% Protestante

Governo: república democrática

Presidente: Presidente Abel Pacheco de la Espriella.

Principais Indústrias: Turismo, eletrônica, café, bananas, açúcar, alimentos, têxteis e roupa, materiais de construção, fertilizante, produtos plásticos

Principais Sócios Negociando: EUA, Germana, Itália, Japão, Guatemala, México.

Visto: Brasileiros estão isentos de visto à turismo para permanência de até 90 dias.

Costa Rica

Culinária

A cozinha costarriquense passou de geração em geração, as comidas sempre se distinguiram por tão extraordinário tempero, apesar de serem pratos muito singelos de sabor caseiro.

Todos os pratos que hoje constituem o menu são originários dos antepassados. A comida "tica" não é muito temperada, está constituída a base de arroz, feijão, milho, verduras, carne, frango ou pescado e costuma servir-se com omeletes de milho.

Clima

Costa Rica apresenta um clima tropical caracterizado, em geral, por altas temperaturas e abundantes chuvas durante grande parte do ano.

A influência do mar do caribe e do oceano Pacífico, ao este e ao oeste, fazem com que a maioria dos elementos do clima não apresentem grandes oscilações anuais, como os que se observam sobre as grandes massas continentais.

Costa Rica possui um clima tropical úmido na costa e temperado na parte central.

Existem usa estações muito diferenciadas: a estação das chuvas que vai de maio a novembro e a estação da seca, de dezembro a abril. As temperaturas médias são de 24 graus centígrados nas zonas baixas, de 16 graus nas zonas altas e de 20 graus no Vale Central.

Podem-se estabelecer principalmente dois tipos de clima:

Clima Cálido Úmido (Tropical Úmido)

Compreende o Vale do General, Couto Brus e a Zona que rodeia ao Golfo Doce.

Clima Cálido Seco (Tropical com Estação Seca)

Desenvolve-se na llanura de Guanacaste, a Península de Nicoya e o Vale Central.

Costa Rica é um paraíso natural que oferece variadas atrações para os turistas. Uma das mais importantes é sua amável gente que recebe todo mundo com simpatia e carinho fazendo com que sinta-se em casa. Além disso, o país tem a ligacão e o empenho dos costa riquenhos um entorno que bem poderia dizer-se que é um verdadeiro édem.

Graças a esta contância por conservá-lo, o turista encontrará grnde número de Parques Nacionais e Reservas com um fascinante variedade de árvores, plantas e animais, muitos deles endêmicos, por todo território. Visitar estas paradas tão belas, seguramente cortarão em mais de uma ocasião a respiração dos que a contemplam, pois merece a pena.

Além, pode-se descansar nas tranquilas praias de areias brancas e transparentes, sempre limpas, serenas e pacíficas, seja no mar Caribe ou no Oceano Pacífico.

ALFÂNDEGA E DOCUMENTAÇÃO

Para entrar em Costa Rica é necessário dispor do Passaporte legalizado, cartão de turismo, passagem de saída ou documentos para entrar em outro país ao abandonar este. Os cartões de turismo têm uma validade de 30 dias. Não necessita de visto para os locais que não superem 90 dias.

Pode-se introduzir três litros de vinho ou licor, 500 cigarros ou 500 gramas de tabaco. Oficialmente, está limitada a entrada de filmes para fotos, apenas seis rolos, porém não segue-se esta norma.

EQUIPAMENTOS DE VIAGEM

Recomenda-se roupas leves de algodão, calçados cômodos, óculos de sol, chapéu, protetor solar e repelenta contra insetos. É imprescindível uma capa de chuva e uma roupa para frio, se vai as áreas do interior do país.

DIFERENÇA HORÁRIA

Costa Rica tem uma diferença horária de seis horas a menos com relação ao GMT.

IDIOMA

O idioma oficial é o espanhol. Os habitantes das principais populações têm conhecimento do inglês.

RELIGIÃO

A maioria da população é católica em 88%. Existe uma minoria de protestantes 6% e o resto está dividido em outras crenças.

ELETRICIDADE

A corrente elétrica é de 110 volts a 60 Hz. Tipo americano, pois recomenda-se levar adaptador e um transformador para os aparelhos elétricos europeus.

MOEDA E CÂMBIO

A moeda oficial é o Colon Costarriquenho, igual a 100 centavos. Existem moedas de 1, 2, 5, 10 e 20 colones e cédulas de 100, 500, 1.000 e 5.000 colone. A divisa mais aceita são os dólares noret- americanos. Pode-se trocar dinheiro em bancos, escritórios de câmbios situados no aeroporto e estações de trem e, normalmente nos hotéis. Os cartões de crédito mais aceitos nos centros comerciais, hotéis e resturantes são VISA, MASTER CARD e AMERICAN EXPRESS.

EMERGÊNCIA - SAÚDE - POLICIAMENTO

As autoridades de Costa Rica não exigem vacinas obrigatórias para ingressar ao país. É aconselhável a vacina contra a malaria, beber água engarrafada, evitar os alimentos sem cozinhar e as frutas sem descascar. Em caso de emergência médica o mais recpomendável é solicitar ajuda às recepções dos hotéis, porém em qualquer caso, sempre é aconselhável viajar com seguro médico.

CORREIOS E TELEFONIA

Para chamadas internacionais pode-se fazer através da operadora desde o hotel ou orelhão. Em toda Costa Rica existem cabinas para chamada locais diretas. Para chamar Costa Rica desde fora do país tem que marcar 00-506. Seguido o número desejado, não há prefixos nas cidades.

FOTOGRAFIA

Em Costa Rica encontra-se com facilidades filmes e equipamentos fotográficos, porém são bastantes caros, por isso aconselhamos levar o material fotográfico do lugar de origem. É importante recordar que oficialmente, só podem ser levados 06 rolos de filmes, ainda que normalmente esta restrição não leva-se muito a conta. Para as áreas do bosque denso é imprescindível o uso de flash e as vezes de um tripé.

HORÁRIO COMERCIAL

Os bancos abrem suas portas das 9 às 15 horas, de segunda á sextas-feiras. As lojas e centros comerciais das 8 às 19 horas, de segunda- feira a sábado e os Escritórios do Governo das 8 às 16 horas, de segunda às sextas-feiras. Nas áreas turísticas as lojas abrem inclusive aos domingos e dias de feriado.

GORJETAS

Como em todos países da América Central, a gorjeta é um dos principais ingressos dos prestadores de serviço. Se está satisfeito com o serviço recebido é aconselhável dá-la. Em geral os hotéis e restaurantes incluem entre 10% a 15% sobre o total da conta.

TAXAS E IMPOSTOS

Há uma taxa de saída do aeroporto internacional de 10 dólares, aproximadamente.

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA

Costa Rica é depois de El Salvador a menor das repúblicas que repartem-se ao longo do istmo da América Central, situada entre o mar Caribe e Oceano Pacífico. Limita-se ao norte com Nicaraguá, ao leste com Mar Caribe, ao sudeste com Panamá e ao sudoeste e oeste com Oceano Pacífico. A extensão total do território é de 51.000 quilômetros quadrados, com uma população aproximada de 2.994.000 habitantes e sua capital é São José.

O território costa riquenho ocupa uma faixa comprida e estreita com orientação de nordeste a sudeste, é toda atravessada pela Cordilheira dos Andes Centro Americana, que está dividida em três pontos principais: Cordilheira de Talamanca, ao sul, conta com a altura máxima do país que culmina no pico de Chipirro com 3.820 metros; a Cordilheira Central, cujos pontos culminantes são os vulcões de Irazú (3.432m) e Turrialba (3.328m) e a Cordilheira Guanacaste ao nordeste, cujas alturas máximas alcançam os vulcões de Miaravalles (2.020m) e Tenorio (1.920m).

A Cordilheira de Guanacaste e a Central são as cadeias vulcânicas que coinscidem com o eixo vulcânico nicaraguense- costarrinhenho, com vários cones de recente atividade. Estas duas cordelheiras junto com a Talamanca formam o Grande Altiplano da Planície Central com uns 3.000 quilômetros quadrados e uma elevação média de uns 1.500 metros, franqueadas pelas amplas planícies costeiras, interrompidas por suaves separacões.

A Planície do Pacífico, bordeia uma costa recortada em que destaca-se as penínsulas de Nicoya, Dulce e Papagaio, e as ilhas de Chira com 45 quilômetros quadrados, Coco (24 quilômetros quadrados), e outras menores. A Planície do Caribe bordeia uma costa baixa arenosa e retilínea, destacando as ilhas de Uvita.

As terras insulares abarcam um conjunto de uns 100 quilômetros quadrados de extensão.

Os principais rios da Costa Rica são na vertente Caribenha, São João e Sixaola e na Pacífica os rios curtos e torrenciais de Tempisque e Bebedero que confluem no Golfo de Nicoya e os do Grande de Térraba e o Sierpe que desembocam na Baia de Coronado formando um precioso Delta.

FLORA E FAUNA

A Costa Rica é um país exuberante. Sua flora e sua fauna, com numerosas espécies e muitas delas endêmicas, pode-se desfrutar mais de vinte Parques Naturais, oito Reservas Biológicas, Áreas Protegidas que alcançam mais de um milhão de hectares e uma área declarada Monumento Nacional.

A flora do país conta com mais de 1.200 espécies de orquidéas e aproximadamente, umas 1.400 árvores de distintas variedades.

Para os amantes dos animais, o país conta com um rica e variada fauna. Destacam as aves com mais de 850 espécies distintas, estre elas tucanos, loros, águias, diversos pássaros tropicais de chamativas cores e mais de 50 espécies distintas de colibris. O país tem umas 200 espécies de mamíferos, entre eles o jaguar, distintas espécies de macacos, mapaches, tatus, mofetas, zorros, esquilos, preguiças, agutis, pecaríes e tapires. Os insetos resultam fascinantes, mais de 35.000 espécies. Enquanto aos anfíbios, cerc de 150 espécies com rãs vermelhas, negras, azuis ou amarelas venenosas e 200 espécies de répteis, entre eles destancam-se serpentes, largatos, iguanas e 14 espécies distintas de tartarugas do mar, a maior delas pode pesar 50 quilos. Estas últimas, em época de procriação, oferem um espétaculo fascinante pelas noites, ao avançar centenas delas pela areia da praia.

História

Costa Rica em suas origens estava habitada por etnias diferentes como os huetares, chorotegas e bruncas, organizados em cacicazgos, entre os que em primacia correspondiam ao Nicoya, o chefe do estado.

A Colônia

Em 1509 em sua quarta viagem, Cristovão Colombo chegou pela primeira vez nas costa de Vergara. Em 1524 Francisco Fernandez de Córdoba, fundador da Península de Nicoya, deu o nome de Costa Rica em alusão a grande riqueza de sua flora e fauna.

O fundador da cidade de Catargo (1564), j. Vaques de Coronado, foi nomeado em 1562 na Audiência da Guatemala Alcade Maior da Costa Rica e Nova Cartago.

Ao longo do período colonial Costa Rica foi a cidade que menos atenção recebeu por parte da metrópole, devido a sua situação econômica, que somente foi aliviada pelas plantações de cacau na planície atlântica.

A Independência

A entrada dos corsários no país atraídos por sua posição geográfica não beneficiou o país. Em 1821 chega a aceitação do Plano de Igualdade e forma-se a Federação das Províncias Unidas da América Central, entidade criada à imágem jurídica dos Estados Unidos e composta por cinco nações, uma delas Costa Rica.

Pouco a pouco formaram-se os bandos: os que apoiavam a união com o México, os imperialistas e os partidários da independência plena, cuja força principal parte da cidade e São José.

Os habitantes destas terras levavam uma evolução econômica sem grandes adiantamentos nem ambições, até que chegou o cultivo do café e das vozes do liberalismo, que começam a soar com mais força. Em 1823 os republicanos obtiveram sua vitória nos Altos da Lgoa sobre os imperialistas, muda-se a capital par São José e integram-se a Confederção da Provincias Unidas da América Central com J. Mora Fernandéz como primeiro chefe de Estado.

Em 1838 alcança-se a total independência e em 1848 proclama-se definitivamente a República sendo o primeiro presidente J. M. Castro Mdrid. Os partidos liberal e conservador, desde então disputam o poder por meios democráticos e pacíficos.

Tempos Modernos

Em 1948 a eleição de Otilio Ulate Blanco qualificou-se de fraudulenta e levou a uma guerra civil imposta a Legião do Caribe apoiada pelos Estados Unidos. Assim, Otilio Ulate pode ocupar seu posto de presidente (1949-1953). Desde 1953 até 1958 ocupou o cargo o liberal. J. Figueres Ferrer que freiou a penetração dos monopolios norte-americanos e introduziu medidas reformistas, no que levou-o a uma segunda presidência de 1970 a 1974. O progresso deteriorou a economia e a política nestes anos deu a alternativa de poder ao P. L. N. e aos Conservadores até 1982.

Entre 1982 e 1986 governou L. A. Monge. Oscar Arias sucedeu-o, recebendo como reconhecimento a sua boa gestão o Prêmio Nobel da Paz em 1987. Atrás dele, foi eleito como presidente em 1990, Ángel Calderón Fournier. Atualmente a presidência está ostentada por José Maria Figueres.

Arte e Cultura

Costa Rica conserva pouco da cultura indígena guaymi, a etnia que habitava o país antes dos colonizadores espanhóis chegarem ao país (também conservam alguns restos de outras etnias). O melhor lugar para admirar as peças pré-colombianas da antiga Costa Rica é o Museu Nacional de São José, na capital.

Além, neste país misturam-se as culturas africanas trazidas pelos escravos, a caribenha própria de seu enclave geográfico, a espanhola fomentada pelos colonizadores e a jamaicana procedente da emigração chegada para trabalhar na construção das estradas e ferro e nas plantações de bananas. Tudo um mosaico cultural.

O país manteve-se graças a agricultura até finais do século XIX e a atividade cultural começou a florecer durante os últimos 100 anos. O teatro desenvolveu-se intensamente durante este período. O Teatro Nacional situado no centro de São José, oferece com regularidade atuações de teatro, balé, ópera e concertos de música clássica. Existem, além, mais de 100 salas de projeção de cinema em todo país.

Locais Turísticos

Costa Rica é, como seu próprio nome indica, rica em lugares que despertam o interesse do turista, tanto por suas localidades naturais de grande beleza, como por su cidades e rincões cheios de encanto e história.

Para descubrir estas riquezas, começaremos nosso percurso por São José, a capital, para depois irmos ao Sul da Capital, pela costa do Altântico (Cartago, Porto Limão, o Parque Nacional Cahauita, Porto Velho de Talamanca e Bribri). Ao Sul da Costa Rica, nos deteremos no Refúgio Nacional da Fauna Silvestre Golfinho e no Parque Nacional Corcovado para iniciar, de novo, desta vez pela Costa do Pacífico, até Puntaarenas (Dominical, o Parque Nacional Manuel Antonio, Quepos, Jacó e Puntarenas).

Daqui viajaremos, até o Norte da Costa Rica para desfrutar dos paraísos ecológicos da zona - Monte Verde, Santa Elena, Cañas, o Parque Nacional Monte Verde, a Península de Nicoya, Liberia, o Parque Nacional Santa Rosa, Parque Nacional Guanacaste, Penas Brancas, o Parque Nacional Tortuguero. Finalmente, empreenderemos ao Regresso à Capital fazendo uma parada no Parque Nacional Braulio Carillo, Coronado, o Parque Nacional Vulcão Poas, Sarchí, Alajuela e Heredia.

SÃO JOSÉ

São José, a capital do país, está situada no centro norte de Costa Rica. Para conhecer esta formosa cidade resulta imprescindíveis dedicações por vários dias e descobrir a saborosa mistura das culturas firmemente implantadas nesta vila, por um lado a norte- americana e por outro a latina americana, que outorgam um ambiente cosmopolita muito especial.

São José foi fundada em 1737, alcançando seu esplendor quase um século depois. Atualmente conta com numerosos atrativos e além de estar bem comunicada com o resto do país, pois o melhor é seu carácter aberto e alegre de seus habitantes, os "josefinos", como são conhecidos.

O passeio pela cidade começará por seu monumento mais importante, símbolo da cidade, o Teatro Nacional, construído em 1890 e centro de cultura, não somente da vila, mas sim de todo país. O exterior conta com uma faixa de colunas e com imagens de Calderón da Barca e Beetoven, que franqueiam a entrada.

No interior destacm-se pinturas realizadas em lirnn de grande tamanho, as escadarias de mármore, suas douradas partes internas e seu chão de madeira local.

Sem dúvida, sua maior riqueza provém dos espetáculos, que representam neste marco incomparável: ópera, balé, teatro e concertos da Orquesta Sinfônica Nacional.

Do Teatro Ncaional pode-se caminhar até o Mercado Central (conhecido também, como Mercado Bórbon), outro rincão preferido pelos josefinos com um ambiente de aromas e produtos que alegram os sentidos dos turistas.

Como sempre, o melhor é caminhar para ir descobrindo interessantes lugares, como o Parque Nacional, cujo centro levanta-se o Monumento Nacional, ou a zona sudoeste, onde vê-se a Estátua a João Santa Maria, herói nacional. Muito próximo, encontra-se o edifício da Assembléia Legislativa, a Biblioteca Nacional e a curiosa Fábrica Nacional de Licores, fundada em 1856.

Se o Parque Nacional é formoso, não menos é o Parque da Espanha que, no entanto é menor de tamanho, contando com numerosos atrativos como o sonoro cantos dos pássaros ao entardecer e o mercadinho aos domingos. Aos arredores está ligado o o Museu do Jade, o museu mais famoso do país com a mais numeroso coleção de peças de jade da América, que vai desde peças arqueológicas até cerâmicas, peças de jade e ouro de incalculável valor e objetos tradicionais de distintas culturas. Muito próximo, a Casa Amarela, sede do Ministério de Assuntos Exteriores.

As Cortes Espanholas comportam a melhor escola de espanhol da cidade. Outro lugar de grand eimportância para cultura dentro de São José é o Parque Morazán, conhecido como o Templo da Música pelos concertos que podem ser escutados. Também, no seu interior pode-se desfrutar de um pequeno Jardim Japonês de grande beleza.

A Catedral de estilo moderno está muito próxima do Parque Central, onde pode-se descançar e admirar uma bonita paisagem.

São José conta com outros locais de interesse, entre eles destacamos:

Museu Nacional. Com uma excelente coleção de arqueologia, arte religiosa, peças de jade e ouro, arte e móveis coloniais, trajes regionais, etc. Neste jardim pode-se admirar os canhões da Guerra Civil de 1948.

Jardim das Mariposas. Magnífico jardim onde habitam distintas espécies de mariposas de grande beleza.

Museu de Ouro Pré- Colombiano. Arte pré-colombiana de grande valor, moeda, esculturas, mácaras e outros muitos objetos anteriores ao Descobrimento da América.

Serpentário. Para os amantes das serpentes, com uma excelente mostra destes animais.

Museo de Arte Costa Riquenha. Excelente mostra de pintura e escultura dos séculos XIX e XX.

Zoo Simón Bolivar. Onde pode-se contemplar animais de distintos locais do país.

Galeria Nacional de Arte Contemporânea. Obras de artistas contemporâneos nacionais.

Museu de Criminologia. Curioso museu, onde pode-se contemplar objetos utilizados em diversos crimes, com objetivo de prevenir estes feitos.

Museu de Ciências Naturais. Muito interessante, tanto na seção de paleontologia, como na arqueologia e, especialmente, na dedicada, a savana.

Museu Nacional de Ferrocarril. aqui pode-se contemplar a primeira locomotiva que realizou o trajeto entre São José e Porto Limón, entre outras máquinas.

Quanto o lazer e a diversão, São José oferece uma ampla oferta de cinemas, teatros, restaurantes, cafés, lojas, bares e discotecas.

AO SUL DE SÃO JOSÉ

CARTAGO

Cartago foi fundada em 1563 e foi a capital colonial até o ano de 1820. Daqueles tempos pouco ficou, em 1840 e em 1910 forte tremores de terra arrasaram-na por completo. Encontra-se a 55 quilômetros ao sudeste da atual capital, São José.

Seus principais locais turísticos são:

As Ruinas: Trata-se da zona reconstruída depois do terremoto de 1910, onde encontrava-se uma antiga igreja. Possui um formoso jardim. Hoje a Basílica de Nossa Senhora dos Anjos, onde encontra-se a imágem da patrona de Costa Rica, a Negrita, uma imágem da Virgem descoberta em 2 de Agosto de 1635, cuja a data tem lugar a maior festa do país, quando numerosos peregrinos percorrem distintos caminhos para rezar ante a virgem preferida.

Os arredores de Catargo. Merecem uma visita os Jardins Lankester, situados a seis quilômetros da cidade, onde pode-se admirar esplêndidas orquideas e outras plantas tropicais. Paraíso é a cidade mais importante do magnífico entorno natural enquadrado dentro do Vale do Rio Orosi, onde pode-se desfrutar enormemente de sua formosas vistas, seus edifícios coloniais, suas flores de cor e sue lago com um refúgio encantador. A vila de Orosi é atualmente, o centro de cultivo do café da região e, a parte de visitar a igreja do século XVIII, pode-se percorrer várias chácaras e terrenos dedicados ao aromático grão. A sete quilômetros de Paraíso encontra-se Ujarrás, com uma interessante igreja, em ruinas, do século XVII e um pouco mais além o Lago de Cachi, formado artificialmente, para construir uma hidroelétrica.

À 11 quilômetros de Paraíso está o Refúgio Nacional da Fauna Sivestre Tapanti, um verdadeiro tesouro para os amantes das aves e Turrialba, um acolhedor povoado próximo as fontes do rio Reventazon, um dos mais rápidos do país, mito procurado por quem gosta de caiaque. Não pode-se deixar de visistar o Parque Nacional Guayabo, o local arqueológico mais mais importante do país.

PORTO LIMÃO

Banhada pelo mar Caribe, Porto Limão, é a capital da província, uma cidade encantadora pela que, merece a pena passear descobrindo o Parque Vargas sua maior atração, que conta com árvores tropicais, flores, pássaros e formosas vistas sobre as rochas e o mar. Resulta como atração também, o ambiente colorido. que respira-se em seu Mercado e Museu Etnográfico. A quatro quilômetros da cidade tem Praia Bonita, que distingue-se por suas areias brancas e águas transparentes, nas quais tomar banho é um prazer.

O PARQUE NACIONAL CAHAUITA

Cahauita situada a 43 quilômetros ao sul de Porto Limão, conhecida por seu ponto de partida tem o Parque Nacional de mesmo nome. Conserva numeras mostras da Cultura Crioula. Ao noroeste da cidade liga-se uns dos locais paradisíacos da região, composto por suas longas praias de areias brancas e quentes águas, unidas por um pequeno arrecife de coral.

O PORTO VELHO DE TALAMANCA E BRIBRI

Porto Velho é uma localidade de grande encanto, enquanto que Bribri soube conservar seu sabor e tradição. Situada a 18 quilômetros ao sul de Cahauita, Bribri mistura a cultura dos indígenas com as do negros africanos, chegados a esta terras como escravos. Neste local pode-se desfrutar de rítmos como o reggae, de águas transparentes e sobretudo, a prática do surf, sem esquecer os deliciosos passeios a cavalo, através de espetaculares paisagens.

Nos arredores destacam-se Praia Cocles e Praia Chiquita, ideais para os amantes do surf, do mar e do sol; Ponta Uva com paisagens naturais de grande beleza e Manzanilo, vila considerada a porta de entrada a Reserva Natural de Gandoca- Manzanillo com um arrecife coralino com cerca de 200 metros, lugar indicado para o submarismo.

AO SUL DE COSTA RICA

REFÚGIO NACIONAL DA FAUNA SILVESTRE GOLFINHO

Entorno natural de grande beleza, onde pode-se admirar a fauna do país. Suas paisagens acolhem praias de areias brancas, onde pode-se praticar a natação é uma experiência nova como a Praia Zancudo ou Pavones, ideal para o surf.

San Vito é uma cidade fundada em 1950 por imigrantes italianos, cujos arredores encontram-se os Jardins Botânicos Wilson, com espécies tropicais de grande interesse, enquanto a população de Neily distingue-se por sua simpatia. Dispondo de tempo não esqueça de visitar a principal cidade do entorno, Puerto Jiménez, o principal lugar de acesso ao Parque Nacional Corcovado.

O PARQUE NACIONAL CORCOVADO

Ligado ao sudoeste da Península de Osa, o Parque Nacional Corcovado é um entorno natural que oferece a maior diversidade biológica dos bosques costeiros da América Central, com animais únicos como a arara escarlate, entre muitos.

Dali existe uma rota no centro norte do país, devendo visitar Baia Drake, Palmar Norte e Palmar Sul a Reserva Índia Boruca, onde pode-se ver esta etnia em seu próprio entorno; o Parque Nacional Chirripó com a Serra Chirripó de 3.819 metros de altura (a montanha mais alta do país), o Parque Nacional Marino Ballena, com um arrecife coralino de 4.500 hectares ao redor da Ilha Ballena e onde habitam as aves aquáticas, iguanas verdes e lagartos espetáculares, São Geraldo de Rivas e São Isidro, o Geral, a principal cidade da região com extensos cultivos de café.

PELA COSTA DO PACÍFICO

Desde São Isidro o Geral até Dominical (com uma longa praia banhada por águas correntes que têm as delícias para os surfistas), existem paisagens de sonhos.

Desde Dominical pode-se chegar a Manuel Antonio, encantadora vila com uma bela praia, que constitui a entrada ao Parque Nacional Manuel Antonio, um dos menores do país, pois também um dos mais populares. Nele pode-se desfrutar de paisagens com bosques tropicais, praias de areias brancas e águas transparentes, acantilados agrestes e uma incrível fauna.

Próximo ao Parque Nacional encontra-se Quepos, paraíso dos amantes da pesca com um importante porto.

Continuando pela costa, Jacó centro turístico dos "josefinos" amantes das praias cristalinas e a Puntarenas, capital da província de seu mesmo nome, fundada no século XIX. Desde então mantém-se sua primácia como o porto de maior importância do país.

O NORTE DA COSTA RICA

MONTE VERDE E A RESERVA NATURAL SANTA ELENA

Monte Verde foi fundada em 1951 por uma comunidade de Cuaqueros. Os posteriores colonos conservaram o entorno natural em perfeito estado. Graças a eles, em 1972, criou-se a Reserva Biológica Bosque Nuboso Monteverde, principal lugar de estudo do Centro Científico Tropical de São José e da Liga de Conservação Monteverde. A Reserva Natural Santa Elena é algo mais jovem, foi fundada em 1989.

Os principais lugares que devem ser visitados em Monte Verde são: Sendero Baixo do Tigre, a Reserva Sendero Tranquilo, onde pode-se praticar sedentarismo; Serra Amiga com 1.842 metros de altura, o Jardim das Mariposas, a Galeria dos Colibris, onde pode-se contemplar distintas espécies destes pássaros, a Fábrica Artesanal de Queijo além de, seguir o processo de elaboração do queijo, pode-se degustar e comprar; a Cooperativa Artesanal, onde pode-se adquirir roupa e artesanato.

Quanto a Reserva Natural Santa Elena, surpreendem sua formosas paisagens naturais. É importante recordar que nestes entornos podem ser vistos mais de 400 espécies distintas de aves, sobretudo de março a abril, durante a época de migração.

CANHAS E O PARQUE NACIONAL PALO VERDE

Canhas é uma pequena cidade conhecida por ser a porta ao Parque Nacional Palo Verde, um importante santuário de aves e de diversas espécies de animais. Muito próximo localiza-se a Reserva Biológica Lomas Barbudal, famosa pela grande varidade de insetos que habitam a área ribeirinha. Na Reserva como dado curioso, pode- se ver mais de 250 espécies de abelhas.

PENÍNSULA DE NICOYA

Esta Península é um dos lugares mais atrativos do país suas praias são paradisíacas, além de abrigar reservas naturais de grande interesse.

Do Parque Nacional Palo Verde pode-se viajar ao Parque Nacional Barra Honda, célebre por suas impressionantes grutas, ideais para quem gosta de espeleologia. O seguinte ponto de interesse é Santa Cruz, uma pequena vila, e dali, a Guaitil, onde produz-se a famosa olaria de estilo Chorotega.

Nicoya é a principal cidade da península e seus habitantes descendem dos Chorotegas que deram as boas vindas aos primeiros espanhóis que chegaram a estas terras no ano de de 1523. Resultando encantos como a igreja de cor branca e o Parque Central criado no século XVII.

Desde Nicoya pode-se realizar excursões a Praia Naranjo, Paquera e a Montezuma, pequena povoação com distintas praias e uma magnífica cascata. Muito próximo encontra-se a Reserva Natural Absoluta Cabo Branco, com bosques sempre verdes, atrativas praias e fauna variada.

Samara destaca-se por sua fascinante praia de areia branca e, também são o máximo atrativo de Nosara, onde além das praias, ressaltam a explosiva vegetação e a variada fauna, em especial, as aves. Também merecem uma visita às praias aos arredores, Praia Pelada e Praia Guiones.

Continuando mais ao norte chega-se ao Refúgio Nacional da Fauna Silvestre Ostional. Nele pode-se assistir a colocação de ovos e ao nascimento de crias de tartarugas do mar em distintas épocas do ano. Também pode-se contemplar iguanas, carangueijos, macacos, entre outras espécies.

Continuando pela costa, ao norte, chega-se a Praia Junquillal, que surpreende o turista por seus quilômetros de extensão e a Praia Tamarindo.

O seguinte ponto de turismo nesta zona é o Parque Nacional Marinho das Baulas de Guanacaste, famosos por ser o principal ponto de ovos de tartaruga laud (a maior do mundo e pode pesar 50 kg). A colocação do ovos tem lugar de outubro a março e o espetáculo pela noite de dezenas de tartarugas dessas dimensões acercando-se da praia para por seus ovos, resulta em um impressionante espetáculo.

Por último, aconselhamos a tomar um banho na Praia do Coco.

LIBERIA

Liberia é a cidade mais importante do norte de Costa Rica, contituindo um excelente ponto de partida aos parques naturais da região:

Parque Nacional Santa Rosa. Conhecido por colocação de ovos de tartarugas, que podem chegar a mais de 8.000, na Praia Nancite e pr ter o bosque tropical mais extenso da América Central. Pode-se desfrutar da área em um delicioso trajeto de trem, admirando macacos, iguanas, cobras e como não, tartarugas do mar. O parque conta com um Museu que explica a história da região.

Parque Nacional Guanacaste. Distingue-se pelos vulcões Orosi (1.487m) e Cacao (1.659m). Muito próximo. Penas Brancas, fazendo fronteira com entre Costa Rica e Nicarágua. Se possui tempo, pode visitar Cidade Quesada, conhecida popularmente com São Carlos.

Parque Nacional Ricão da Velha. Sua principal atração é o Vulcão da Velha (1.895m), ainda em ação. Pode-se chegar à pé ou à cavalo, e conta com crateras lagos, cones, fumarolas, piscinas de água quente e de águas sulfurosas. Por outro lado, o parque aloja mais de 300 espécies de aves, mamíferos como tapires, grande variedades de mariposas e centenas de orquídeas Catteleya skinneri, a flor nacional do país.

Vulcão Areial. Este vulcão permaneceu desativado até 1968, ano em que despertou com verdadeira fúria, arrasando tudo que encontrava ao seu redor. Desde então, mantém uma atividade estável com erupções (sobretudo noturnas), nas que são perfeitamente visível as lavras. Próximo ao vulcão localiza-se Lagoa Areial e a pequena vila de Tilarán, onde celebram os típicos rodeios.

OS CHILES

Os Chiles são uma pequena cidade situada somente a três quilômetros da Nicarágua. Serve de entrada ao Refúgio de Vida Silvestre Canho Negro.

Dali dos Chiles, cruzando a Planície de São Carlos, chega-se a Porto Velho de Sarapiqui, a qual destaca-se o bosque úmido tropical da Reserva Nacional de Fauna Silvestre Barra do Colorado.

A Selva é uma estação biológica, centro de operações da Organização dos Estudos Tropicais, enquanto que Rara Avis é uma reserva de bosque tropical privada, onde estudam-se vários métodos para a conservação dos bosques tropicais. Ouro Verde é igualmente uma reserva privada, que pode-se chegar a ela somente de barco pelo Rio Sarapiqui. Ilha do Rio é um lugar ideal para fazer sedentarismo ou para as excursões à cavalo, enquanto que em Rancho Leona é possível descer em caiaques o rio.

PARQUE NACIONAL TORTUGUERO

Não pode abandonar a região sem ter visitado o Parque Nacional Tortuguero, o mais importante do Caribe de criação de tartarugas verdes do mar. Tanto a desova como o avance de centenas de tartarugas pela praia durante a noite, como o nascimento das crias resultam majestosas. Além de tartarugas pode-se contemplar grande variedades de aves aquáticas, macacos preguiçosos, cerca de 300 espécies de aves, tartarugas de água doce, largatos, caimanes, crocodilos, cobras e outros anfíbios.

DE VOLTA A SÃO JOSÉ

Descendo o noroeste até São José, a capital, debe fazer uma parada no Parque Nacional Braulio Carrilo, um formoso bosque com grande variedades de plantas e animais. Distingui-se por alojar o Vulcão Barva (2.906m).

Até a capital destaca-se o povoado de Coronado, aqui encontra-se o Instituto Clodomiro Picado, onde estudam os antídotos contra as picadas de cobras venenosas.

O Parque Nacional Vulcão Poas acolhe o vulcão do mesmo nome de 2.704 m de altitude. Encontra-se ativo e surpreende pelo bosque anão, próximo de crateras, de árvores retorcidas pelo efeito do calor despreendido durantea a última erupção de 1989.

Muito próximo localiza-se Sarchi, o centro artesanal mais importante do país, onde há tempos contruiram formosas carretas de disparo, cujas rodas passaram a ser importantes elementos decorativos.

Alajuela a capital da província, conta com alguns atrativos, como seu pequeno museu e o Parque João Santa Maria, com uma escultura do herói franqueada por canhões.

Antes de finalizar nosso caminho, aconselhamos fazer uma visita Heredia, cidade fundada em 1706, que conserva o ambiente colonial. Destacam-se o Parque Central, a Igreja da Imaculada Conceição, de 1797, o Fortin e o Zoo Marinho.

Culinária

Costa Rica conta com uma rica e variada gastronomia, que permite degustar os pratos típicos com muita satisfação. Entre os mais populares destacamos o galo pinto um maravilhoso guisado que mistura arroz com feijões negros e é servido com ovos fritos; as ricas e variadas saladas de palmito, alinhadas por diferentes molhos e o saboroso arroz com frango. Estes constituem uma pequena mostra de que pode-se encontrar tanto nos clássicos restaurantes, como nos tradicionais chiringuitos de rua.

Bebidas

É recomendável não consumir água que não seja engarrafada. O melhor é dirigir-se aos deliciosos sucos de todo tipo de frutas e fáceis de serem encontrados.

Pode-se preparar com água ou sem água e com leite cremoso.

Quanto aos vinhos têm os importados (a preços elevados), os vinhos nacionais são de qualidades regulares. Sem dúvida, a aguardente, o guaro e o rum destilados são de grande qualidade, além de serem econômicos.

Aconselhamos que desfrute do forte, aromático e delicioso café, preparado de distintas formas. Um dos melhores do mundo.

Compras

Costa Rica oferece uma grande variedade de produtos originais e de grande qualidade. Vale a pena adquirir alguma mostra do típico e apreciado artesanato, como as talhas de madeira, realizados em distintas formas e diversos desenhos. São igualmente recomendáveis, os artigos de couro como carteiras, bolsas, acessórios, etc. Resultam muito originais as réplicas de arte pré-colombiana, que abundam nas lojas especializadas ou nos mercados de rua. Outra das peças mais destacadas são os trabalhos de joalheria, de atrativos desenhos e excelente qualidade.

Entre as lojas para comprar artesanato encontram-se o Mercado da Avenida Central e o Mercado Nacional de Artesanato na rua 11, em São José, a capital do país. A variedade é muito ampla, pois terá problemas na hora de eleger alguma peça. Em outras povoações encontrará distintos mercadinhos, que contituem uma delícia, além da variedade de peças locais e nacionais, pode-se respirar o amigável ambiente.

Não esqueça de adquirir um pacote da excelente qualidade de café (muito bom preço).

População e Costumes

A população de Costa Rica é de 3.460.000 habitantes aproximadamente, mais de 95% são de origem espanhola. O resto está constituído por grupos minoritários, como os descendentes dos Jamaicanos (gente de cor), chegados ao país para construir o ferrocarril ou para trabalhar nas plantações de bananeiras.

Existe, além, um pequeño percentual de índios puros (total de 1%).

A taxa de crescimento da população é muita alta (2, 55% ano), a densidade média é de 67 pessoas por quilômetros quadrados. São José, a capital conta com 959.340 habitantes aproximadamente.

Os costarriquenhos são pessoas amáveis, cordiais, simpáticas e que gosta de compartir sua alegria com os visitantes. A oportunidade nada melhor que travar relações eles em alguma festa local, além de compartir suas tradições, desfrutará do ambiente colorido e divertido tão característico deles.

Costa Rica é um dos paises mais prósperos de toda a América Central, com algumas características que diferencia-o como o fato de carecer de Formas Armadas e por dedicar mais de 20% da arrecadação nacional à educação.

ENTRETENIMENTO

Para definir Costa Rica tem que buscar os adjetivos que fazem referências a natureza, aos espaços virgens e a aventura.

Para os amantes das chamadas atividades ecoturísticas, Costa Rica é o destino ideal, existindo uma ampla oferta para realizar excursões aos lugares mais interessantes e locais nunca antes imaginados. Explorar mais de vinte Parques Naturais, oito Reservas Biológicas, as Áreas Protegidas que alcançam mais de um milhão de hectares ou a preciosa região declarada Monumento Nacional, pode converter-se em um autêntico prazer. Abundam as paisagens indescritíveis, ricas em fauna e flora endêmica. A aventura de explorar é uma experiência que dificilmente se esquece.

Entre os lugares mais frequentados encontram-se os Parques Nacionais do Vulcão Areial, Santa Rosa, Palo Verde, Corcovado, Vulcão Irazu e o Tortuguero.

Neste último pode-se desfrutar do maravilhoso espetáculo das centenas de tartarugas avançando pelas areias das praias, para colocar seus ovos. Se, preferir emoções mais fortes vá ao Parque Nacional de Guanacaste, onde pode-se admirar as impressionantes erupções noturnas do vulcão.

Para os amantes dos esportes aquáticos, Costa Rica oferece uma ampla variedade de possibilidades, especialmente o submarinismo. As águas do país possuem uma incrível e exótica flora marinha. O surf, a pesca, a navegação, o remo ou o ratfing, são outras das opções que podem ser desenvolvidas, aproveitando a força dos rápidos e torrentes rios da região. Porém, oferece também preciosas praias de areias brancas e águas cristalinas para nadar tranquilamente ou bem, para tomar sol.

Quanto ao entretenimento urbano, as principais populações contam com discotecas, bares cinemas, museus, excelentes restaurantes e outros muitos locais de diversão. Em São José, pode-se assistir ao Teatro e desfrutar com diversas representações de arte dramática, balé, ópera, música, etc.

FESTIVIDADES

Em Costa Rica as festas são uma constante e uma delícia, que com o colorido das mesmas une-se a alegria e simpatia dos costa-rinhenhos, sempre dispostos ao baile e a celebração.

1 de Janeiro festeja- se por todo lado, o começo do Ano Novo.

19 de Março o dia de São José, patrono do país e de sua capital, onde vestem-se de gala para sua Maior Festa.

Nos meses de a abril a março (dependendo do ano), durante uma semana, segue-se com fervor a Semana Santa, já que a maioria da população é católica, com procissões, Via Crucis e outros atos religiosos de interesse.

11 de Abril é o Dia de João Santa Maria, herói nacional na Batalha de Rivas que teve lugar em 1856 e que enfrentou William Walker.

1 de Maio comemora-se, como quase em todo mundo, o Dia do Trabalho.

29 de Junho é o Dia de São Pedro e São Paulo.

25 de Julho é um dia muito especial, é o Dia de Guanacaste, que comemora-se a adesão do país na Província de Guanacaste, em outros tempos pertencia à Nicarágua.

2 de Agosto é a Virgem dos Anjos, patrona de Costa Rica e o dia 15 do mesmo mês, A Assuncão. Um mês mais tarde, 15 de Setembro é o Dia da Independência, dia em que todo país veste-se de gala, para celebrar.

12 de Outubro comemora-se o Descobrimento da América, com o popular Dia da Reza.

Em Dezembro ressaltam as festas do dia 8, A Imaculada Conceição e 25 o Dia de Natal. 31 de Dezembro, os habitantes de Costa Rica esperam a Noite Velha, para receber o ano novo entre bebidas, comidas, músicas e danças.

Transportes

Avião

Diferentes companhias aéreas da Europa e América têm vôos a São José, a capital. O Aeroporto Internacional João Santa Maria, encontra-se a 17 quilômetros do centro da cidade. A linhas aéreas internacionais são Lacsa e Aero Costa Rica. Sansa é a companhia aérea para vôos nacionais, conectando com Quepos, Palmar, Golfinho, Porto Jimenez, Carrillo, Tambor, Barra Colorado, Tamarindo, Tortuguero, Coto 47, Nosara e Samara. Os aviões são pequenos, porém confortáveis.

Barco

O país conta com diversos portos marítimos como os de Porto Limão, Porto Velho, Porto Caldeira e Porto Jimenez, entre outros. Bem equipados e oferecem um bom serviço aos viajantes. Costa Rica conta com uma rede interior de baldiação, que navega os diversos pontos do país, como podem ser as diversas ilhas ou de uma península a outra. Existem, por outro lado, várias empresas que oferecem tudo que for necessário para praticar o rafting.

Trem

A rede ferroviária do país abarca 1.286 quilômetros. Costa Rica conta com poucos trens, e geralmente são mais lentos que os ônibus. Para aqueles que gostam de viajar por este meio, há alguns interessantes como o Trem de Limão que vai de Planície até a costa, atravessando aldeias.

Ônibus

Existem dois tipos de ônibus, os chamados de "luxo" que vão direto aos pontos eleitos, e os denominados "normais", que percorrem as pequenas populações, parando em todas elas. O ônibus é o transporte indicado para conhecer as pequenas populações, já que é mais rápido que o trem.

Automóveis

O país conta com uma boa rede de estradas asfaltadas (um total de 35.556 quilômetros) que permitem um cômodo percurso por toda sua geografia. Existe uma ampla oferta de agências de aluguel de carros das principais firmas internacionais.

Se, for de carro próprio, é imprescindível levar os documentos regularizados e verificar o seguro do automóvel e a cobertura deste.

Conduzir pela capital, São José, não é recomendável, pois existem numerosas ruas de uma única direção, que convertem a cidade, não conhecendo torna-se uma autêntica ratoeira. Fora de São José as coisas mudam, menos veículos e conduz-se com mais tranquilidade. Os limites de velocidade são de 80 quilômetros/h pelas estradas principais e 60 quilômetros/h para o resto da rede. é obrigatório conduzir com cinto de segurança.

Transporte Públicos e Taxis

Muitas poucas populações da Costa Rica conta com serviços de ônibus urbano. A maioria das populações são pequenas, razão pela qual pode-se chegar aonde queira andando. Em Costa Rica, os táxis são de cor vermelha e somente em São José tem taximetro, a pesar de que alguns condutores não utilizam. O conveniente é combinar o preço antes de realizar o trajeto. O serviço não é muito caro, além do mais, pode-se alugar para os trajetos que conduzem a determinados Parques Nacionais (aconselhável um veículo de terra).

Fonte: www.rumbo.com.br

Costa Rica

Nenhum outro país do mundo criou tanto em matéria de ecoturismo como a Costa Rica.

Costa Rica
Costa Rica

Uma das principais atrações da Costa Rica é o vulcão Arenal. La Fortuna é a cidade-base de expedições ao vulcão, o mais ativo da América Central, com 1.633 m de altitude.

Para uma breve explicação do que significa explorar a ecologia desse país se pode começar por números exatos: 20 parques nacionais, 26 áreas protegidas, 9 reservas de bosque, 8 reservas biológicas, 7 santuários selvagens e um total de 13.000 km² de montanhas, rios, pântanos, planícies e praias.

Costa Rica é um excelente lugar para apreciar a mudança de ecossistemas, a fauna e a vida selvagem.

Diversão

Vulcão Poas

Pode-se chegar de carro e desde suas plataformas panorâmicas se aprecia fumaças ativas, além de uma bela vista do país.

Parque Nacional Corcovado

Um bosque tropical. Casa dos jaguares, dos papagaios entre outras espécies da vida selvagem.Teatro Nacional

Localizado em San Jose é uma charmosa construção datada de 1890. Aí se pode apreciar espetáculos de ópera e ballet entre outras atrações.

Gastronomia

Costa Rica conta com uma rica e variada gastronomia, que permite degustar os pratos típicos com muita satisfação.Pode-se encontrar tanto clássicos restaurantes, como tradicionais chiringuitos de rua.

Transporte

A maioria das povoações são pequenas, razão pela qual pode-se chegar aonde queira andando. Em Costa Rica, os táxis são de cor vermelha e somente em São José tem taximetro, a pesar de que alguns condutores não utilizam. O conveniente é combinar o preço antes de realizar o trajeto. O serviço não é muito caro, além do mais, pode-se alugar para os trajetos que conduzem a determinados Parques Nacionais

Dinheira

Colón é o nome da moeda da Costa Rica (e também de El Salvador).

Por questões de segurança, a troca de moeda deve ser feita de preferência nas raras casas de câmbio.

Compras

Entre as lojas para comprar artesanato encontram-se o Mercado da Avenida Central e o Mercado Nacional de Artesanato na rua 11, em São José, a capital do país. A variedade é muito ampla, pois terá problemas na hora de eleger alguma peça. Em outras povoações encontrará distintos mercadinhos, que contituem uma delícia, além da variedade de peças locais e nacionais, pode-se respirar o amigável ambiente.

Capital San José

San José é a capital e a maior cidade da Costa Rica. Tem cerca de 512 mil habitantes. Foi fundada em 1738 pelos espanhóis.

San José é o centro político e econômico, e aglomera mais da mitade do comércio e os servissos do país.

San José possue uma população completamente urbana, de 340,894 habitantes segundo estimações de 2005. A densidade da população é de 7643 hab./km², e a população femenina representa 52% do total. A principal Área Metropolitana da Costa Rica, que inclui, só San José.

Clima

Costa Rica possui um clima tropical úmido na costa e temperado na parte central.

Existem usa estações muito diferenciadas: a estação das chuvas que vai de maio a novembro e a estação da seca, de dezembro a abril. As temperaturas médias são de 24 graus centígrados nas zonas baixas, de 16 graus nas zonas altas e de 20 graus no Vale Central.

Eletricidade

A corrente elétrica é de 110 volts a 60 Hz. Tipo americano, pois recomenda-se levar adaptador e um transformador para os aparelhos elétricos europeus.

Fonte: www.souturista.com.br

Costa Rica

Capital: San Jose

Idioma: espanhol

Moeda: colón

Clima: equatorial

Fuso horário (UTC): -6

Pontos turísticos

Parque Nacional Vulcão Arenal

Parque onde se localiza o vulcão Arenal, de 1633m e estrutura perfeitamente cônica. Tem estado em atividade desde 1968 e pode ser visto lava sendo espelida ou apenas uma certa luminosidade no cume.

Reservas florestais

Costa Rica possui uma grande área do país considerada como reservas florestais. Entre elas podemos citar a Reserva de Monteverde, Parque Nac. de Corcovado, Parque Nac. de Santa Rosa, Parque Nac. Tortuguero, Parque Nac. Barra Honda, entre tantos outros.

Fonte: www.geomade.com.br

voltar 123456789avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal