Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Culinária Australiana  Voltar

Culinária Australiana

A culinária australiana é diversificada e explora sabores internacionais. Devido à proximidade da Ásia é possível encontrar nas maiores cidades do país inúmeros restaurantes japoneses, coreanos, vietnamitas, chineses e tailandeses.

Os restaurantes australianos utilizam bastante os produtos locais disponíveis, principalmente os frutos do mar e as carnes. As grandes cidades oferecem grande variedade de restaurantes. Existem opções de estabelecimentos formais, bistrôs, cafés e pubs para todos os orçamentos.

Na hora do almoço os australianos adoram comer as populares Pies (tortas salgadas). Pode-se encontrar tortas com vários recheios, mas as mais apreciadas são as Meat Pies (torta salgada de carne). Os chamados Fish and Chips (peixe com batata frita) também são bem populares. No entanto são calóricos e gordurosos!

Os preços das refeições variam de acordo com o custo de vida de cada cidade, com o tipo de cada estabelecimento e a comida servida. É muito comum encontrar restaurantes na Austrália com a sinalização BYO (Bring Your Own). Isso significa, “Traga a Sua Própria Bebida”. Nesses estabelecimentos onde os clientes podem levar a sua própria bebida (normalmente vinhos), é possível economizar alguns dólares do total gasto na refeição.

O churrasco, conhecido como Barbecue (BBQ ou ainda 'Barbie') é bastante popular e muito apreciado pelos australianos. Como nós, eles gostam de prepará-lo nos finais de semana, em suas casas ou até mesmo nos parques e praias que em sua maioria possuem a infra-estrutura necessária para o preparo das carnes.

As bebidas alcoólicas na Austrália são vendidas somente em pubs, restaurantes e bottleshops (lojas especializadas em venda de bebidas) e não podem ser adquiridas por menores de idade.

A Austrália possui uma enorme gama de vinícolas o que faz seus vinhos serem de ótima qualidade, estando entre os melhores do mundo. Os vinhos australianos são apreciados no mundo inteiro e competem bravamente no mercado internacional ao lado de potencias como França, Alemanha e Itália.

Fonte: www.west1.com.br

Culinária Australiana

Nos anos 70, alguns chefs começaram a adaptar influências européias e asiáticas à culinária local. Assim surgiram pratos com identidade, tornando ultrapassada a idéia de que a comida australiana não era diferente da inglesa.

Cada região tem sua especialidade: ostras, mel e cordeiro em New South Wales; azeite em South Australia; salmão na Tasmânia; laticínios em Victoria; frutas em Queensland; e queijos em Western Australia. O churrasco, famoso "barbecue" é bastante apreciado (experimente a carne assada mergulhada em cerveja, na churrasqueira!). Na verdade, todo tipo de cozinha pode ser encontrado, especialmente nas grandes cidades, como Sydney e Melbourne. Os restaurantes australianos utilizam bastante os produtos locais, principalmente frutos do mar e carnes.

Onde Comer

As principais cidades oferecem muitas opções de restaurantes. Há estabelecimentos formais, bistrôs, cafés e pubs para todos os bolsos. Fora dos grandes centros, alguns dos melhores restaurantes podem ser encontrados nas regiões vinícolas.

Os preços variam bastante. Costumam ser mais altos em Sydney, Melbourne e outras cidades turísticas, mas em geral são inferiores aos praticados na Europa e no Brasil. A conta em um restaurante mais refinado em Melbourne ou Sydney, por exemplo, será de cerca de AUD100 por pessoa, incluindo uma garrafa de vinho. Em um BYO (Bring Your Own -Traga a Sua Própria Bebida), ou nos restaurantes asiáticos mais simples, o valor gira em torno de AUD30 por pessoa, ou até menos. Uma refeição rápida em um pub costuma ficar em menos de AUD10 por pessoa.
Bebidas

Os australianos adoram cerveja, havendo milhares de tipos e marcas diferentes, mas também produzem alguns dos melhores vinhos do mundo.

Destilados, como whisky, brandy, gin, tequila e vodka, são tão apreciados quanto em qualquer outro país britânico. Até mesmo a nossa cachaça é encontrada em lojas especializadas!

Fonte: www.portalaustralia.com.br

Culinária Australiana

A Austrália é dona de uma tradição culinária que mistura a herança de seus colonos com a riqueza de ingredientes de sua terra. Dessa forma, conta com o tadicional fish and chips britânico (peixe com batatas fritas) ao mesmo tempo que produz vinhos com personalidade própria e pratos com ingredientes como lagostas típicas, ostras e cordeiro. Como característica em comum, todas as receitas ressaltam um capricho especial com os temperos.

O segredo do sabor

Os molhos são normalmente agridoces, a partir de elementos como macadâmia e mel, sem deixar de lado o toque levemente apimentado. Os chefs do país passaram a receber maior reconhecimento internacional a partir da década de 70, quando novas influências europeias e asiáticas foram adaptadas aos cardápios locais.

Churrasco e peixes

Os apreciadores de churrasco podem aprender com os australianos uma maneira peculiar na preparação e na forma de servir carnes. Eles contam com vastas opções nessa área que são copiadas ao redor do mundo. A costela de porco, os steaks (filés bovinos) e frango empanado são as matérias-primas mais utilizadas nas grelhas e espetos.

Quem prefere experimentar pratos mais leves pode conhecer as vastas preparações de peixes e frutos do mar, sendo que aparecem como os mais comuns a tilápia, o salmão e o camarão. Eles vêm normalmente regados no famoso azeite de South Australia; acompanhados dos laticínios de Victoria e das frutas de Queensland. Além dessas cidades produtoras de iguarias regionais, os dois maiores municípios australianos, Sydney e Melbourne, oferecem muitas opções de restaurantes inspirados em cozinhas internacionais: bistrôs, cafés e pubs para todos os orçamentos.

Doçura australiana

Na hora da sobremesa, percebe-se ainda mais a influência britânica: os pudins acompanhados de geleias, os sundaes, os cheesecakes e o cinnamon roll (massa doce enrolada com canela em pó) são os pedidos mais comuns.

A Austrália oferece um menu variado, rico e influenciado por outras nações – são muitas características em comum com o Brasil, o que pode ser uma boa forma de intercâmbio entre o paladar das duas culturas.

Fonte: www.walkshow.com.br

Culinária Australiana

A culinária australiana passou a ter mais personalidade nos anos 70, quando alguns chefs começaram a adaptar influências européias e asiáticas aos ingredientes locais. Desta mistura surgiram pratos com identidade, tornando ultrapassada a idéia de que a comida australiana era uma versão piorada da inglesa.

Cada região tem as suas especialidades: ostras, mel e cordeiro em New South Wales; azeite em South Australia; salmão na Tasmania; laticínios em Victoria; frutas em Queensland; e queijos em Western Australia. O churrasco, conhecido como Barbecue (BBQ ou ainda 'Barbie'), é bastante apreciado, assim como Fish & Chips e o tradicional Steak.

Devido à grande diversidade de imigrantes, as principais cozinhas do mundo são facilmente encontradas na Austrália, em especial nas grandes cidades como Sydney e Melbourne, que oferecem muitas opções de restaurantes. Há estabelecimentos formais, bistrôs, cafés e pubs para todos os orçamentos. Fora dos grandes centros, alguns dos melhores restaurantes podem ser encontrados nas regiões vinícolas, como Margareth River (Western Australia).
Bebida

A cerveja na Austrália, um pouco mais pesada comparada à brasileira, é de ótima qualidade. Existem pelo menos 22 tipos diferentes de cervejas produzidas no país. Victoria Bitter (ou VB), Tooheys e Carlton são algumas das mais populares.

Os vinhos australianos estão entre os melhores do Novo Mundo (que engloba basicamente Américas, África e Oceania) e, muitos rótulos, competem com produtores de ponta do Velho Mundo como franceses, italianos, espanhóis e portugueses. Existem vinhos de ótima qualidade vendidos a preços bem acessíveis no mercado interno.

Na Austrália, as bebidas alcóolicas só podem ser comercializadas em pubs, restaurantes e “bottleshops” (lojas especializadas em venda de bebidas), além de parques e outros locais de entretenimento mas estes somente em dias de eventos especiais.

Fonte: www.ozzystudy.com.au

Culinária Australiana

PAVLOVA

Ingredientes

4 claras (a temperatura ambiente)
1 pitada de sal
250 grs. de açúcar refinado
2 colheres de chá de Maizena
1 colher de chá de vinagre de vinho branco
algumas gotas de baunilha
300 ml de creme de leite fresco, batido até ficar firme
polpa de 10 maracujás (pode ser substituido por manga, banana, kiwi, morango, pêssego, ou por frutas misturadas)

Modo de Preparar

Preaqueça o forno a 180º. Forre uma forma com papel para assar. Desenhe um círculo de 20 cm no papel. Bata as claras e o sal até que fique em ponto de suspiro. Acrescente o açúcar, um terço de cada vez, até que fique firme e brilhante.

Salpique a maisena, vinagre e baunilha e misture levemente. Coloque na assadeira, dentro do círculo desenhado, e achate a parte de cima e alise os lados. Faça um abaulado na parte interna (isto vai ajudar a acomodar a fruta e o creme que serão colocados no meio depois de assar).

Coloque no forno, reduzindo imediatamente a temperatura a 150ºC e asse durante 1 hora e 15 minutos. Desligue o forno e deixe a Pavlova dentro até esfriar completamente. Coloque a Pavlova invertida em um prato, preencha o meio com o creme e a fruta, e derrame por cima o maracujá, usando uma colher.

Tortinha de Carne Australiana

Ingredientes

1 kg carne moída magra
1/2 cebola picadinha
2 cubos de caldo de carne
Sal e pimenta a gosto
Pitada de noz moscada
2 c.sopa de farinha de trigo
1 colher de Gravox ou molho de carne.
3/4 xicara de agua
1 colher chá de molho de soja
1 colher de páprica

Ingredientes para a massa

1 pacote de massa folheada congelada
1 gema de ovo
1 colher chá de agua

Metodo do recheio

1-Refoga a carne e a cebola até dourar. Tira o excesso de gordura. Adiciona o caldo de carne, agua sal, pimenta e noz moscada. Mexe até ficar ferver.

2-Reduz o fogo, cobre e mexe ocasionalmente por 20 minutos. Retira do fogo.

3-Acrescenta agua, caldo de carne e mistura até ficar bem homogêneo. Coloca a farinha e mistura bem, voltando ao fogo médio até que a farinha engrosse.

4-Acrescenta o molho de soja e páprica, mexe por mais uns 5 minutos no fogo brando e tira do fogo para esfriar.

Massa

1-Role a massa na espessura desejada (ou já pre-esticadas) e corte as rodelas para o fundo e as rodelas para o topo da tortinha.

2-Cobre a massa cortada com um pano molhado para não ressecar.

3-Molde a massa nas forminhas redondas. Pincele com a mistura de gema com agua.

4-Põe o recheio e coloca o tampo, juntado com a base gentilmente.

5-Pincele por cima com a mistura de gema e agua.

6-Assa por 10 min em forno pre-aquecido (200 C), mas pode variar conforme o tamanho das tortas.

Pavlova

Ingredientes

4 claras
1 pitada de sal
1 1/4 xícaras de açúcar
2 colheres (chá) de vinagre branco
2 colheres (sopa) de farinha de milho

Cobertura

500 ml de creme de leite fresco
2 colheres (sopa) de açúcar
baunilha a gosto
1 cesto de morangos cortados ao meio
2 maracujás
2 kiwis

Preparo

Pré-aqueça o forno a 14o C. Untever vídeo a forma e espalhe levemente uma colher (sopa) de farinha de milho. Bata as clarasver vídeo em neve com o sal. Acrescente aos poucos o açúcar e continue a bater até ficar em ponto de suspiro. Ponha o restante da farinha de milho e o vinagre na mistura. Asse em fogo brando por 30 minutos, até que esteja cozido, como um merengue. Deixe esfriar.

Cobertura

Bata o creme até o ponto de chantillyver vídeo, adicionando o açúcar e a baunilha. Espalhe-o em grossa camada sobre o merengue. Decore com os kiwis, maracujás e morangos.

Serve de 8 a 10 porções

Torta australiana

Ingredientes

3 claras
1/4 colher (chá) de sal
3/4 xícara (chá) de açúcar mascavo
2 xícaras (chá) de amêndoas moídas, sem pele
Cerejas, pedaços de cidra cristalizada e amêndoas moídas (para enfeitar)
1 xícara (chá) de chocolate meio amargo, partido em pedacinhos
3 gemas
1 xícara (chá) de marshmallow (cobertura para sorvete encontrada pronta em potes)
1/4 xícara (chá) de água
1/4 colher (chá) de essência de amêndoas
3/4 xícara (chá) de creme de leite batido em chantilly
1 cálice de licor de marasquino ou outro licor de sua preferência (opcional)

Modo de Preparar

Bata as claras em neve firme e junte o sal.
Junte o açúcar aos poucos e continue a bater até firmar bem.
Junte as amêndoas moídas e misture delicadamente.
Corte rodelas de papel pardo de 20cm de diâmetro (cerca de 10 rodelas), espalhe sobre as rodelas a mistura obtida (a massa deve ficar com cerca de 0,5cm de espessura).
Enfeite apenas uma das rodelas com cerejas e amêndoas moídas e pedaços de cidra cristalizada.
Asse em forno muito brando durante 35 minutos ou mais.
Deixe esfriar as rodelas e retire o papel.
Reserve.
Derreta o chocolate em banho maria.
Bata as gemas até ficarem bem espumosas e junte-as ao chocolate, mexendo sempre.
Misture o marshmallow com a água e a essência de amêndoas.
Junte o chocolate à mistura.
Leve à geladeira durante 20 minutos ou até que a mistura caia de uma colher em pingos grossos.
Então, acrescente o chantilly.
Coloque uma das rodelas de massa assada por cima de um prato.
Passe o creme obtido e cubra com outra rodela.
Faça isto até que a rodela enfeitada seja a última.
Com o restante do creme, enfeite toda a lateral da torta e leve à geladeira por cerca de 10 a 12 horas.

Dica

Antes de servir a torta, se desejar, despeje sobre ela um cálice de licor de marasquino ou qualquer licor de sua preferência.

Biscoito Anzac

Ingredientes

100 grs. de aveia em flocos
140 grs. de farinha de trigo, peneirada
200 grs. açúcar refinado
70 grs. de côco ralado
125 grs. de manteiga
2 colheres de melaço
1 1/2 colher de bicarbonato de soda, peneirado

Modo de Preparar

Misture todos os ingredientes secos, menos o bicarbonato.

Em uma panela pequena, aqueça a manteiga e o melaço e misture até que estejam derretidos. Misture o bicarbonado (vai espumar - é normal) e misture bem.

Coloque no centro dos ingredientes secos, e misture bem com uma colher.

Coloque os biscoitos (do tamanho de uma colher de sobremesa) em formas forradas com papel não-aderente, com uns 5cm de espaço entre eles.

Asse a 180°C durante 15-20 minutos, até que estejam dourados.

Cobertura crumble

Ingredientes

100 grs. de açúcar mascavo
l colher de chá de fermento
1 1/2 colheres de chá de gengibre moído
60 g de maneiga sem sal
150 g de farinha de trigo
2 xícaras de frutas amassadas ou em purê

Modo de Preparo

Misture o açúcar, o fermento e o gengibre. Misture a manteiga e a farinha com os dedos, formando bolinhas do tamanho de ervilhas, e junte a mistura de farinha com a mistura de açúcar. Espalhe com uma colher a fruta em um recipiente (que possa ir ao forno) untado com manteiga e espalhe a cobertura por cima. Asse a 180°C durante 40 minutos até que a cobertura esteja marrom dourado e borbulhante nas extremidades.

(Obs: não use o processador de alimentos: o granulado ficará muito fino.

Sugestões de frutas: maçãs, damascos, bananas, mangas.

Filé de atum grelhado

6 filés de atum (aproximadamente 1,2kg)

Molho 1

4 tomates verdes - picados e sem semente
1 pimenta vermelha - sem pele, sem semente e picada
1 cebola roxa cortada em pedaços pequenos
1 pimenta malagueta -picada
3 dentes de alho - picados
1/2 ramo de manjericão fresco - picado em pedaços grandes
Sumo de limão, pimenta preta e sal a gosto
Um fio de óleo de oliva virgem

Molho 2

150 ml de óleo de oliva extra virgem
6 filés de anchovas picados
2 colheres de alcaparras
75 ml de vinagre balsâmico
1 maço de agrião

Modo de Preparar

Misture os temperos em um recipiente e deixe durante 1/2 hora. Pincele os filés de atum com óleo de oliva e tempere com sal e pimenta preta. Grelhe dos dois lados, durante aproximadamente 5 minutos, ou até que estejam cozidos a gosto.

Molho

Em uma panela, aqueça o óleo de oliva e frite as achovas até que comecem a dissolver. Acrescente as alcaparras com cuidado , abaixe o fogo e adicione o vinagre balsâmico. Deixe cozinhar em fogo brando durante 1 a 2 minutos. Para servir, coloque o filé de atum em uma travessa com um pouco de agrião. Coloque uma colher doe molho 1 no agrião. Derrame o vinagre balsâmico aquecido (molho 2) sobre o atum, e enfeite com manjericão.

Pavlova

Pavlova é uma sobremesa criada por um Chef australiano, logo após ter assistido à performance da famosa bailarina russa Anna Pavlova. É uma sobremesa leve e delicada.

Ingredientes

4 claras (a temperatura ambiente) l pitada de sal 250 grs. de açúcar refinado 2 colheres de chá de Maizena 1 colher de chá de vinagre de vinho branco algumas gotas de baunilha 300 ml de creme de leite fresco, batido até ficar firme polpa de 10 maracujás (pode ser substituido por manga, banana, kiwi, morango, pêssego, ou por frutas misturadas)

Modo de Preparo

Preaqueça o forno a 180º. Forre uma forma com papel para assar. Desenhe um círculo de 20 cm no papel. Bata as claras e o sal até que fique em ponto de suspiro. Acrescente o açúcar, um terço de cada vez, até que fique firme e brilhante.

Salpique a farinha de milho, vinagre e baunilha e misture levemente. Coloque na assadeira, dentro do círculo desenhado, e achate a parte de cima e alise os lados. Faça um abaulado na parte interna (isto vai ajudar a acomodar a fruta e o creme que serão colocados no meio depois de assar).

Coloque no forno, reduzindo imediatamente a temperatura a 150ºC e asse durante 1 hora e 15 minutos. Desligue o forno e deixe a pavlova dentro até esfriar completamente. Coloque a pavlova invertida em um prato, preencha o meio com o creme e a fruta, e derrame por cima o maracujá, usando uma colher.

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal