Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Culinária Boliviana  Voltar

Culinária Boliviana

 

Culinária Boliviana

As comidas típicas da Bolívia diferem de acordo com a região do país. Nas cidades da região ocidental ou andina a base dos pratos é o milho, queijo, carne suína, ovino, batatas, pimenta. Já nas cidades de vale (região central ) como Cochabamba, Tarija e Chuquisaca as comidas são variadas e consume-se bastante verdura, batata, milho e carne bovina. Na região oriental (Santa Cruz, Beni e Pando), os pratos são a base de arroz, mandioca (aipim), carne bovina, queijos, derivados de aves.

Fricasé de porco (Região Andina)

Comida típica boliviana com carne suína, "chuño" = batata deshidratada, "mote"= milho branco, "Ají amarillo" = Pimenta em vagem amarela, temperos. Muito difundida no ocidente boliviano.

"Majao"(Região Oriental).Comida típica da região oriental da Bolívia (Santa Cruz de la Sierra) parecido como o arroz carreteiro brasileiro. Leva ovo e carne de sol.

"Chicharrón de cerdo" (Região dos Vales)

Comida típica da região dos vales da Bolívia (Cochabamba). Carnes suinas fritas acompanhadas de milho (choclo) e "Llajua "=molho picante

Saice Tarijeño

Prato típico que contém picadinho de carne bovina, batatas grandes, cebola, tomate, ervilha.

Fonte: www.ccbparana.org.br

Culinária Boliviana

Comer na Bolívia é uma experiência que não o deixará indiferente, estamos a falar de comer num lugar único, num lugar cuja gastronomia está baseada em produtos tipicos da zona, e numa cozinha rica e variada. Um restaurante tradicional boliviano oferecer-lhe-á uma gastronomia incrível, se bem que existem restaurantes especializados em qualquer outra cozinha e gastronomia do mundo.

Falar de gastronomia na Bolívia é falar de gastronomia sul americana, de cozinha peruana ou brasileira, e se bem que cada uma delas tem a sua própria personalidade e o seu cariz pessoal, não há que duvidar e esquecer que sao todas similares, ou que são, requintadas à sua maneira. A variedade climática da Bolívia que há dentro do próprio país da Bolívia, faz com que haja gastronomia de tipos diferentes, em funçao do lugar em que se encontra.

Hidratos de carbono nos pratos da zona de altura, frutas e verduras na regiao de Cochabamba ou Tarija, mandioca e verduras nas zonas baixas, assim como igualmente frutas, estes sao alguns dos ingredientes mais destacados da Bolívia, em funçao da zona em que se encontra.

Como pratos tipicos da zona, destacamos o locro, que é uma sopa de arroz com frango, também deveremos destacar o chairo, que é um caldo de cordeiro, a sajta, que é frango com pimentos, o pacumutu, que é basicamente o mesmo, filetes de vaca, assim como uma larga lista na qual se destacar carnes e o trigo, as frutas, as verduras, o milho, os pimentos...e de sobremesa, café, doces e queijo de cabra.

Fonte: bolivia.costasur.com

Culinária Boliviana

A cozinha boliviana é boa e é representativa dos produtos bolivianos. Aos pratos nacionais mais típicos do país são o empanada salteña (tipo rissole à base de carne de frango, de batatas, de azeitonas e de ovos, ao qual pode-se acrescentar cebolas, pequenas ervilhas ou outros legumes) o chuño (batatas secadas a frio, utilizadas na sopa chairo e outros pratos tradicionais) montado de lomo (ovos frits sobre bifteck, servido com arroz e plantins frits (tipo de banana) picante del pollo (frango fervido passado ao fogão e coze no seu sumo, acompanhado de fritas ou chuño e salade brouillée com pimentos) e o lechon Al horno (porco leite rôti acompanhado por o camote, patates suaves e dos plantins frits).

As bebidas

A cerveja boliviana, sobretudo o Cruzeña é uma do melhores do continente. O chicha cochabambina licor muito forte à base de milho fermentado, é a bebida preferida dos bolivianos.

Fonte: www.abc-latina.com

Culinária Boliviana

Para o desfrute do turista a comida boliviana é muito variada. Os pratos do Planalto abundam em féculas e carbohidratos. São típicos os chunhos ou tintas, batatas muito gostosas secadas ao frio. O satja, um caldo de frango coberto de molho de pimentões picantes ou a saltenha, empada de carne e verduras, como forma de bola, são outras das delícias nativas.

O desjejum compõe-se principalmente, de café com bolos ou pastelaria. A metade da manhã costuma-se tomar algo, escolhendo provavelmente as saltenhas para degustar nessa hora. A comida principal do dia é a do meio dia, o almoço. Que consiste em uma sopa, como entrada e um prato principal, seguido de sobremesa e café. O jantar é similar ao almoço, porém menos elaborado.

A carne é muito apreciada na Bolívia, e normalmente é acompanhada por arroz, batatas e alface; tudo isto temperado com um molho picante, llajhua, baseado em tomates e locotos… Nas terras baixas é popular a mandioca e os vegetais locais, que vêem a subsituir às batatas… A carne costuma ser de cordeiro, bode ou lhama. A carne de porco é reservada para as grandes ocasiões, enquanto que o leitão é uma especialidade de Cochabamba. As carnes preparam-se ensopadas ou grelhadas. O frango, preferencialmente frito, é também, comum na gastrônomia boliviana. Consome-se também o peixe, a truta é típica do Planalto, do Lago Titicaca. O robalo, o dourado e o surubim são outros dos peixes que encontram-se nas águas bolivianas. Em algumas áreas, servem também de alimento partes do macaco e do jacaré.

Outras especialidades típicas são as papas recheiadas, batatas preparadas com algo de picante; a lhaucha pacenha, típica de La Paz, que contém uma massa de pão e queijo; os tomates recheados, com qualquer coisa, carne com tempero ou vegetais.

Muitos vegetais conservam-se em escabeche para durar mais e resulta também, muito populares. Irá encontrar chola, pão enrolado recheado de carne, cebola, tomate e escabeche, em numerosos postos. Assim como, choclo, espiga de milho preparada.

Bebida

As bebidas quentes típicas são o mate de coca e o api, uma bebida doce feita com milho. Porém, a bebida alcólica mais popular entre os bolivianos é a chicha, que obté-se fermentando o milho, frutas ou grãos. Refrigerentes a base de frutas, o despepitado ou mocachinchi, a orchata e as batidas são consomidos habitualmente. As cervejas locais são também apreciadas e variam segundo a origem (as das altitudes são mais espumosas). Entre os vinhos destacam-se Conceiçao São Bernardo da Fronteira ou São Pedro. Um derivado como o chamado singani é mais barato e muito apreciado.

Fonte: www.rumbo.com.br

Culinária Boliviana

Vale apena experimentar as comidas típicas como as papas rechiadas, batatas preparadas com algo de picante; a lhaucha pacenha, típica de La Paz, que contém uma massa de pão e queijo; os tomates recheados, com qualquer coisa, carne com tempero ou vegetais.

Irá encontrar tambem a chola, pão enrolado recheado de carne, cebola, tomate e escabeche, em numerosos postos.

Assim como, choclo, espiga de milho preparada.

Fonte: www.souturista.com.br

Culinária Boliviana

Empanada Salteña

Ingredientes para a massa (50 empanadas)

12 copos (240 ml) de farinha de trigo sem fermento
1 copo e meio de banha de porco
06 ovos
½ copo de açúcar
3 colheres de café de sal
2 copos e ¼ de água morna

Ingredientes para a cor (50 empanadas)

04 gemas
½ colher de páprica ou coloral

Modo de Preparar

1.Prepare a gelatina de pata de vaca com 01 dia de antecedência, conforme explicado acima. Essa quantidade servirá para preparar duas receitas de recheio

2.Inicie o preparo do recheio, preparando a batata e levando-a ao pré-cozimento (ao dente), bem como picando a cebola, a cebolinha e a salsinha. Reserve.

3.Após o cozimento da batata, coloque em uma panela de tamanho médio para grande a banha de porco (aproximadamente o correspondente a 02 dedos médios) e coloque em fogo forte até que a mesma derreta. Adicione o ají ou a páprica picante, conforme acima, e deixe ferver até que o ají ou páprica desembole. Abaixe o fogo e acrescente o cominho, a pimenta, o orégano e o sal, deixando cozinha por uns 10 minutos, mexendo sempre para que pegue no fundo da panela. Adicione a cebola branca e deixe cozinhar por mais 05 minutos. Apague o fogo e acrescente a cebolinha, mexendo sempre.

4.Com a panela fora do fogo, acrescente o açúcar, o molho inglês, a salsinha, as batatas e a ervilha. Misture tudo.

5.Em outra panela, em fogo forte, coloque os três copos de gelatina de mocotó previamente preparada e deixe ferver. Assim que ferver acrescente a carne moída (já refogada) e misture rapidamente e retire do fogo. (obs. Não permita que a carne solte água).

6.Misture a primeira preparação com a gelatina e a carne e deixe esfriar em refrigerador de uma noite para a outra ou no freezer, até que torne a adquirir a consistência de gelatina. Nesta última hipótese, não permite que o recheio congele.

7.Estando o recheio pronto, prepare a massa: em uma bacia ou vasilha plástica bem ampla, coloque 12 copos de farinha de trigo bem medidas (até a boca).

8.Coloque no fogo a banha de fogo e deixe ferver (aproximadamente 03 dedos médios). Escalde a farinha com a banha fervendo, misturando rapidamente com uma colher de pau até esfriar. Uma vez fria, continue misturando com as mãos, até que toda a farinha esteja molhada pela banha.

9.Coloque o açúcar e o sal e misture. Acrescente os ovos e misture com a colher de pau. Por fim, coloque a água morna e passe a sovar a massa até que esteja toda unida e soltando da mão.

10.Acrescente um pouco mais de farinha para que a massa fique um pouco mais seca e deixe repousar por uns 10 minutos envolvida por um pano de prato limpinho.

11.Após esse prazo, dividir toda a massa em bolas, mais ou menos do tamanho de uma bola de sinuca, até que complete 50.

12.Sobre uma tábua ou mesa enfarinhada, abra as bolinhas, como pastel, com um diâmetro aproximado de 15/20 cm.

13.Coloque sobre cada massa uma colher de sopa do recheio, ½ azeitona, ½ ovo de codorna e 03 uvas passa.

14.Passe água na lateral da massa e una dois lados, como um pastel, apertando as bordas para que não se soltem e passe a dar beliscões de espaço em espaço, promovendo um retorcido que selará a borda da salteña.

15.Prepare a mistura das gemas e da páprica/coloral para a cor e pincele toda a parte superior e lateral das empanadas

16.Leve ao forno, previamente aquecido em aproximadamente 300 graus centígrados. (obs. O forno mais adequado é o elétrico e deverá estar bem quente). Deixe assar por 07 minutos ou até que você perceba que a massa está durinha.

17.Sirva acompanhada por uma cervejinha bem gelada.

Observações

a)A empanada salteña deverá estar bem fechada porque a gelatina existente no recheio, uma vez aquecida no momento de assar, se torna líquida deixando o recheio molhado. Entretanto, se o forno não estiver bem quente para assar a massa rapidamente ou se a massa não estiver bem fechada, a gelatina começa a evaporar e estoura a massa, perdendo-se assim o líquido e tornando o recheio seco.

b)Se você quiser preparar as salteñas posteriormente, basta envolvê-las em filme plástico e congela-las até o momento de assar. Não é necessário descongelar, basta levar direto do congelador para o forno e deixar os 07 minutos.

Salteñas Bolivianas

Massa

6 copos da farinha
6 colheres de sopa de banha
2 gemas de ovo
1/2 xícara de chá de leite
1 colher de sopa de açúcar
1 1/2 xícara de chá de água gelada
1 colher de chá de sal

Recheio

3 colheres de sopa de banha
1 xícara de chá de cebola branca picada
1 xícara de chá de cebolinha picada
1/2 xícara de chá de aji vermelho ou outro tipo de molho chili
Sal e açúcar a gosto
Cominho e orégano a gosto
500g de carne de boi finamente picada
1 1/2 xícara de chá de gelatina de mocotó
1 xícara de chá de ervilhas cozidas
1 xícara de chá de batata cozida em cubos de tamanho médio
2 colheres de sopa de tutano
1/2 xícara de chá de passas
2 ovos cozidos em fatias finas
5 azeitonas pretas fatiadas e sem caroço

Modo de Preparar

Massa

Faça a massa um dia antes. Misture todos os ingredientes. Depois de bem sovada, envolva em uma toalha úmida e refrigere durante a noite.

Recheio

Faça o recheio também um dia antes. Frite as cebolas na banha e misture-as com o chilli, o sal, o açúcar, o cominho e o orégano. Misture a carne e leve para ferver. Retire do fogo e deixe esfriar. Misture em separado a gelatina, as ervilhas, as batatas e o tutano. Refrigere durante a noite.

Dê forma à massa, fazendo círculos de 7 a 10 cm no diâmetro e ¼ de cm de altura. Ponha um pouco de recheio em cada círculo da massa, cubra com passas, fatias de ovos cozidos e de azeitonas. Revista as bordas da massa com o leite ou ovo, assim ficarão bem grudadas quando juntas. Dobre o círculo ao meio, pressionando e dobrando as bordas para selar. Ponha-as em uma forma, que antes deve ser enfarinhada e pincele a superfície com leite ou ovo. Asse por 20 a 30 minutos na temperatura de 200 graus.

Leche Assada

Ingredientes

1 litro de leite
casca de 1/2 limão ralada
4 ovos
6 colheres de sopa de açúcar
1 palito de canela
açúcar para caramelizar a forma (depende do tamanho da
mesma)

Modo de Preparar

Ferva o leite com a canela e a casca de limão. Quando ferver deixe em fogo baixo por 5 minutos. Bata as claras em neve, acrescente as gemas e o açúcar e misture com o leite já frio. Bata tudo até obter uma massa homogênea. Coloque em forma caramelada. Leve ao forno pré-aquecido por 20 minutos, em banho-maria por 30 a 40 minutos.

Rendimento

8 porções

MAJADITO

Ingredientes

1/2 kg de Carne de sol
6 Xícaras de água
1 Tomate
1 Cebola finamente picai
1 Coler de chá de corante
2 Envelopes de ajinomoto
Sal a gosto

Modo de Preparar

Lave a carne de sol até que perca o sal, logo faça-o ferver até que este suave. Moa em uma socadeira , na frigideira frite a cebola, agregue tomate picado sazone com ajínomoto e 1/2 colher de chá de pimenta. Quando o tomate este cozido adicione a Carne de sol e corante. cozinhar 5 min. A uma panela com 6 xícaras de de água fervendo agregue o molho com a Carne de sol e arroz, deixe cozer até que este suave.

Sirva o majadito com bananas da terra e ovos fritos.

FRICASE DE PORCO

Ingredientes

1 Costas médias de porco terno (2 Kg.)
1/4 Lb Polpa de porco para espessar ou
2 Colheres de pão moido
1 '/2 Lb chuño no molho e descascado
¾ Lb Milho descascado não cozido
5 filas verdes de cebola
Sal

Modo de Preparar

Uma noite antes, deixar de molho o milho lavado em bastante água morna. Ao dia seguinte, fazer cozer em sua mesma água que ficou de molho sem sal; aumentar mais água, se fora necessário, até que termine de cozinhar. Retirar uma vez que o milho se encontra arrebentado. Cortarr as costas do porco por nodos e lavar. Numa panela a pressão com água fervendo e sal ao gosto, fazer cozinhar as presas junto com a polpa de porco, (se elegeu) durante trinta minutos. Até enquanto, as fatias de pimenta lavar e só duas passar pela brasa, depois num liquidificador, todos os condimentos moer de uma só vez. Uma vez obtenha o molho espessa da pimenta, incorporar à panela das carnes, depois do tempo decorrido de cocção. Retirar a polpa a meio cozinhar e moer em liquidificador, depois novamente adicionar à panela, para espessar e terminar sua cocção e utilize o pão moido. O chuño descascado, lavar muito bem várias vezes até que se aclare o água. Fazer cozinhar em água morna com sal e filas de cebola. Servir em prato fundo as presas e o caldo acompanhado de chuño.

COELHO ESTIRADO

Ingredientes

4 coelhos
1 ovo
1 lb. chuño de molho e descascado
8 batatas inteiras
filas de duas cebolas
½ xícara de farinha amarela ou
pão moido
colher colmada de salsa finamente picada
suco de um limão
4 dentes de alho
1 colher de chá de pimenta inteira
sal
azeite

Modo de Preparar

Eliminar as vísceras de cada coelho e lavar bem, depois deixar em repouso a noite anterior em água com sal (*salmuera). Moer em liquidificador a pimenta e os alhos com pouca água, até obter um molho espessa. Reservar. Ao dia seguinte, os coelhos fazer cozer em sua mesma água com as filas de uma cebola, a metade dos condimentos moidos, durante vinte minutos. Decorrido este tempo, uma vez cozidos os coelhos, retirar a uma fonte e marinhar com a outra metade dos condimentos, pasar com a salsa previamente misturada com o suco de limão e deixar repousar mínimo por duas horas. Antes de servir, passar pela farinha ou pão moido e numa sertã grande com bastante azeite quente fritar de ambos lados. Retirar uma vez se encontrem dourados. Fazer cozer o chuño descascado e lavar várias vezes; espremer em cada lavada e realizar este procedimento até que o água se aclare. Fazer cozer com as filas de cebola restante e sal ao gosto . Em cima colocar as papas peladas e estas retirá-las uma vez cozidas. Quando o chuño este cozido abrir um oco ao centro, romper o ovo, tampar a panela e esperar que coalhe uns minutos, finalmente misturar. Preparar a salada: lavar bem os ingredientes, picar a cebola em corte pluma, o tomate finamente picado, sazonar com sal e azeite. Servir o coelho, em cima enfeitar com a salada, acompanhar com as dois papas e o chuño.

Majao

Ingredientes

5 xícaras de água
225 gramas de carne seca
1 xícara de arroz
1/2 xícara de cebola finamente fatiada
1/2 xícara de tomate, sem pelo, picado
1/2 xícara de óleo
Páprica dissolvida em 1/2 xícara de água
1/2 xícara de água
1 colher de chá de sal

Modo de Preparar

Numa panela grande, coloque as 5 xícaras de água e deixe ferver em fogo alto. Quando atingir fervura, coloque a carne seca e deixe cozinhar até ficar macia. Tire a carne (não joge fora a água) e passe-a no moedor de carne.

Na água da carne, coloque o arroz e o sal e deixe cozinhar por 25 minutos em fogo médio até que o arroz esteja cozido, mas não seco. Reserve.

Numa panela menor, aqueça 1/2 de xícara de óleo em fogo médio. Coloque a carne já moída e deixe fritar até dourar. Tire do fogo e reserve.

Numa panela, coloque o restante 1/4 de xícara de óleo e aqueça em fogo alto. Adicione a cebola e deixe dourar. Coloque o tomate, a páprica, a 1/2 xícara de água e o sal. Deixe cozinhar por 5 minutos. Adicione então a carne já frita e mexa.

Por fim, coloque a mistura da carne na panela com arroz e mexa tudo

Nota: Para um bom resultado, a mistura final não deve ser seca. Se for necessário, adicione um pouco de água.

Rendimento

4 porções

Guiso paceño - Guisado de carnes

Ingredientes

2 colheres (sopa) de vinagre
2 colheres (sopa) de óleo
Sal, pimenta, cominho, louro, orégano, páprica picante a gosto
1 quilo de peito e carneiro cortado em 10 pedaços
700 gramas de carne de frango cozido em tiras
½ quilo de carne de porco em cubos
2 cenouras em tiras
1 cebola picadinha
Caldo de galinha.

Modo de Preparar

Dourar no óleo as carnes de carneiro e de porco. Juntar as cenouras, a cebola e todos os temperos. Acrescentar o vinagre e cozinhar por 3 minutos em fogo forte. Juntar a carne do frango e cobrir com o caldo. Cozinhar em fogo baixo, com a panela tampada, até amaciar. Servir com batatas e batata-doce, cozidas.

Leche assada

Ingredientes

2 xícaras de açúcar granulado
4 xícaras de leite
12 ovos

Modo de Preparar

Numa tigela grande, bater os ovos até clarear. Colocar o açúcar e o leite e bater bem. Colocar a mistura em uma assadeira e levar ao forno a 200ºC por 1 hora.

Pollo rebozado - Frango ensopado

Ingredientes

3 colheres (sopa) de farinha de milho
½ xícara de cebola picadinha
½ xícara de caldo de galinha
½ xícara de leite
½ xícara de óleo
1 frango (com cerca de 1 e ½ quilos) cortado em 6 a 8 pedaços
1 folha de louro, orégano ou manjerona
6 tomates sem pele e sem sementes
Sal e pimenta-do-reino a gosto
3 ramos de salsa
2 ovos

Modo de Preparar

Bater os ovos com o leite, a farinha de milho, o sal e a pimenta. Secar os pedaços de frango e passar pela mistura. Fritar no óleo até ficarem bem dourados. Escorrer sobre papel absorvente e conservar quente. À parte, dourar a cebola no óleo restante, juntar os tomates, o caldo, a salsa, o louro, o orégano, o sal e alguns grãos de pimenta. Cozinhar cerca de 10 minutos e juntar o frango, misturando bem. Cobrir e cozinhar cerca de 30 a 40 minutos. Servir diretamente da panela.

Tawa-Tawas

Ingredientes

2 xícaras de manteiga ou óleo para fritar
1 xícara de Karo (xarope de milho)
½ xícara de água ou leite
2 xícaras de farinha
2 colheres (chá) de fermento em pó
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (chá) de sal
2 ovos

Modo de Preparar

Numa tigela grande, peneirar a farinha, o fermento e o sal. Adicionar 1 colher (sopa) de manteiga e misturar bem. Adicionar os ovos e bater levemente. Em seguida, adicionar a água ou leite, pouco a pouco, e mexer bem até ficar uma massa macia. Colocar a massa sobre a mesa, polvilhar com um pouco de farinha, e amasse. Deixar a massa descansar por 10 minutos coberta com um pano de prato. Pegar metade da massa e abrir até ficar bem fina (cerca de ½ centímetro). Cortar em forma de losangos médios (uns 5 cm). Cobrir os losangos com um pano. Repetir o procedimento com a outra metade da massa. Numa panela (ou frigideira) grande, aquecer o óleo ou a manteiga em fogo alto. Fritar vários losangos simultaneamente. Quando estiverem dourados de um lado, virar e deixar dourar do outro lado. Retirar os losangos da fritira e colocar para secar sobre papel absorvente de cozinha. Depois que todos estiverem fritos, colocar numa bandeja e espalhar o Karo por cima de cada um. Se quiser refinar, polvilhar com açúcar de confeiteiro ou refinado por cima.

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal