Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Jogo De Damas  Voltar

Jogo de Damas



 

"O jogo de damas é a mãe do xadrez, e uma mãe digna"
Emmanuel Lasker -enxadrista

Jogo de Damas
Tabuleiro primitivo de damas - aproximadamente 1320-1085 a.C. - exposto no Museu Britânico - foto do livro "Os melhores jogos do Mundo"

Alguém já disse que o jogo de damas usa o tabuleiro do xadrez, as peças do gamão e os movimentos do alquerque.

Conhecido na pré idade média (algo em torno dos 1.000 d.C.) como "Fierges", fez grande sucesso na França, e na Europa em geral. Porém existem relatos de achados arqueológicos, remetendo o jogo de damas ao Egito antigo.

No século XIII, foi criada a regra de que uma pedra poderia transformar-se em "dama" e no século XVI é criada a regra da obrigatoriedade de se capturar a pedra, quando possível fazê-lo.

Tabuleiro primitivo de damas - aproximadamente 1320-1085 a.C. - exposto no Museu Britânico - foto do livro "Os melhores jogos do Mundo"

O jogo se caracteriza pela "dama" (peça que chega até o lado oposto do tabuleiro, sendo então "coroada", isto é, coloca-se outra peça sobre ela) e passa a mover-se tanto para trás como para frente, o que não ocorre com a pedra comum, que só pode se movimentar para frente, uma casa por vez. Até então, todas as peças tinham o mesmo valor, pois seus movimentos eram idênticos. Com a dama, ganha-se uma imensa vantagem, já que esta pode movimentar-se tanto para frente como para trás, e muitas casas de uma vez. As peças movimentam-se sempre para frente, em diagonal, sempre sobre as casas da mesma cor.

Em algumas variantes, a dama movimenta-se casa a casa. Em outras movimenta-se como o bispo do jogo de xadrez, isto, é, em cada movimento pode andar várias casas. Para diferenciar-se a "dama" de uma pedra comum, costuma-se empilhar duas pedras, que passarão a ser a "dama".

Jogo de Damas
Peças de jogos de damas medievais, esculpidas a mão - do livro "Melhores Jogos do Mundo"

Interessante notar-se que o jogo possui o mesmo nome, em diversas línguas e países. Assim, em escocês arcaico, o jogo era "Dambrod", ou tabuleiro da dama; hoje, é conhecido na Escócia como "Dams"; "Damespiel" em alemão; "Damm" em islandês e holandês; "Dammen" em francês; "Damspel" em sueco e "Damen Jokoa" em basco.

Uma explicação seria que na idade média o jogo de xadrez seria praticado quase que exclusivamente por homens. Para as mulheres, sobraria o jogo de damas que, por ter regras mais simples que o xadrez, seria indicado para mulheres, para "damas". Não tenho certeza sobre a veracidade desta versão, que me parece por demais simplista além de obviamente machista...

Atualmente, nos jogos oficiais, usa-se um tabuleiro maior, com 100 casas e 20 peças para cada jogador, a fim que de se tenha uma maior mobilidade e uma maior variação no jogo.

O jogo tradicional, jogado num tabuleiro de 64 casas, é um jogo com o qual nos habituamos desde criança, dada a sua simplicidade. Porém, esta simplicidade é enganosa, na medida em que o movimento igual de todas as peças, obriga a um grande exercício de imaginação e estratégia a fim de se tornar vencedor.

Coloco, a seguir, as regras oficiais do jogo de damas, hoje internacionalmente aceitas:

Regras do Jogo de Damas

Tabuleiro de 64 casas

A partida se desenvolve sobre um tabuleiro quadriculado, com 64 casas, sendo que as casas são de cores diferentes, colocadas intercaladamente. O tabuleiro será colocado com a casa escura da primeira fileira a esquerda. Os jogadores sentam-se em posições opostas, de frente para o tabuleiro. Cada jogador tem 12 peças da mesma cor, cor essa diferente das peças do adversário. Essas peças ocupam as casas escuras das três primeiras fileiras, a partir da posição de cada jogador.

As peças movimentam-se exclusivamente sobre as casas escuras, uma casa por vez. A exceção é justamente a tomada de uma peça do adversário, quando então a peça de um jogador salta sobre a peça do adversário, vindo a ocupar a casa vazia imediatamente após a peça pulada. Esta peça é então excluída do jogo.

O movimento de tomada pode ser seqüencial, isto é, havendo possibilidade, diversas peças podem ser tomadas no mesmo movimento. A tomada é obrigatória, a não ser que haja duas possibilidades distintas, quando então o jogador poderá optar por tomar uma ou outra peça. Mas a tomada será obrigatória sempre que uma situação permitir a tomada de um numero maior de peças (a chamada "Lei da Maioria").

As peças movimentam-se sempre para frente, exceto quando para realizar uma tomada, quando é permitido o movimento para trás.

Ao atingir a primeira fileira do lado adversário, uma peça é promovida a "dama". É a chamada "coroação". Para diferenciar a dama das demais peças, sobre ela será colocada outra peça. A dama move-se livremente, em linha reta, quantas casas quiser. Porém, para tomar uma peça adversária, é obrigada a parar na casa vazia subseqüente àquela. Se a peça atingir a última fileira durante uma tomada em série, e for prosseguir tomando outra peças, ela NÃO será promovida a Dama. Isto só ocorre se a peça terminar o movimento na ultima fileira.

Considera-se uma partida empatada, quando tiverem sido jogados 20 lances sucessivos, sem que haja tomado de pedra, ou, após uma mesma posição apresentar-se por três vezes, com o mesmo jogador.

Vence a partida aquele que tomar todas as peças do adversário.

Tabuleiro de 100 casas

As regras são praticamente as mesmas do jogo no tabuleiro de 64 casas. As diferenças ficam, obviamente, por conta do tabuleiro, maior, sendo que os jogadores iniciam a partida com 20 peças cada, ocupando as 4 primeiras fileira, 5 peças por fileira.

As condições de empate são: 25 lances sucessivos, sem a tomada de peças; se não existirem mais de três damas, ou duas damas e uma peça, ou uma dama e duas peças contra uma dama, o empate ocorrerá após 16 movimentos; no caso de duas damas contra uma, uma dama e uma pedra contra uma dama ou uma dama contra dama, o empate ocorrerá após 5 movimentos.

Variantes do Jogo de Damas

O jogo de damas, difundido que foi por todo o mundo, acabou por receber alterações, dependendo da região em que é jogado. Também foram feitas modificações nas regras, visando dinamizar o jogo. A seguir, algumas variantes do jogo.

Damas Diagonais

Nesta variante, o tabuleiro é colocado diagonalmente entre os jogadores. As 12 peças são colocadas nas casas claras do tabuleiro. Obviamente, o primeiro movimento sempre oferecerá ao adversário uma peça para ser tomada. Mas no mais, o jogo se desenvolve como o jogo de damas normal.

Jogo de Damas

Outra diferença é que as casas de "coroação" são aquelas marcadas com um "X" na figura ao lado.

Jogo de Damas

Outra possibilidade das damas diagonais, é o jogo com 9 peças para cada lado, iniciando-se conforme mostrado na figura ao lado, existindo tão somente três casas para coroação (marcadas com um "x").

Damas Italianas

As regras são as mesmas das Damas tradicionais, com as seguintes mudanças: o tabuleiro é colocado de modo a ficar uma casa branca a esquerda; as peças não podem tomar a Dama; se um jogador não tomar uma peça quando for possível fazê-lo, perde o jogo; e quando houver mais de uma opção para tomada de peças, deverá optar o jogador por tomar a peça mais valiosa, isto é, a Dama.

Damas Inglesas

Mesmas regras das Damas tradicionais, excetuando-se o fato do jogador poder optar por capturar qualquer peça e não fazer obrigatoriamente a jogada que o permita tomar o maior número de peças.

Damas Russas

As únicas alterações com relação as regras oficiais, são o fato de a tomada não ser obrigatória e o fato de, no caso de uma tomada em série, se a peça passar pela ultima fileira, será promovida a Dama e continuará a jogada já como Dama.

Perde-Ganha

Variante que me parece absolutamente hilária: as regras são as mesmas do jogo oficial mas, nesta variante, aquele que ficar sem peças é quem ganha. O jogador, portanto, deve oferecer suas peças ao adversário, o mais rápido possível, de modo a ficar sem peças.

DAMMA

Uma outra variante que me pareceu interessante é o jogo "DAMMA".

Originário de alguma região do Sahara, o jogo é parecido com o jogo de damas, tanto por ser jogado sobre um tabuleiro, como por ser jogado por duas pessoas, além do fato de uma peça poder ser promovida, como ocorre no jogo de damas.

Jogo de Damas

Utiliza-se um tabuleiro de 5x5 casas e 12 peças para cada jogador. A posição inicial do jogo é a retratada no desenho ao lado. Caso não se tenha o tabuleiro no tamanho exato, basta utilizar-se de um tabuleiro normal de damas ou xadrez, "demarcando" uma área menor para o jogo, desprezando-se as cores das casas.

As brancas iniciam o jogo. Todas as peças movem-se uma única casa por vez, alternadamente.

As peças movimentam-se em todos os sentido, isto é, horizontalmente, verticalmente e diagonalmente.

Uma peça que atinja a quinta fileira do tabuleiro, será promovida a "damma" e passará a poder movimentar-se quantas casas o jogador quiser. Como na dama normal, para ser diferenciada coloca-se outra peça sobre aquela que foi promovida.

A captura de peças ocorre na mesma maneira que no jogo de damas, isto é, saltando-se sobre uma peça adversária. A damma pode capturar uma peça que não esteja numa casa adjacente a sua. Mas a casa seguinte a peça a ser tomada deve, obrigatoriamente estar vazia. A damma não pode saltar sobre duas peças. As peças só capturam outras que estejam na casa adjacente. É possível a captura em série de peças, desde que existam casa vazias adjacentes as casa que vão ser tomadas.

A tomada não é obrigatória (ao contrário da dama). Mas em caso de não tomada, é possivel ao adversário aplicar a punição de retirar a peça de seu oponente que faria a tomada. É o "assopro". Se houver duas possibilidade de tomada, o adversário deverá escolher somente uma para "assoprar".

A diferença básica com relação a dama é que o "assopro" se constitui numa jogada, isto é, se o adversário optar por "assoprar", ele não pode jogar, passando a vez para seu oponente. Se um jogador optar por "assoprar" uma peça, tendo a possibilidade de, na mesma jogada, tomar uma do adversário, não pode ele ser punido com o "assopro".

Ganha quem tomar todas as peças do adversário. E como no xadrez, um jogador que se sentir perdido, pode abandonar a partida.

Fonte: www.jogos.antigos.nom.br

Jogo de Damas

HISTÓRIA

Surgiu na Europa medieval, sem que se possa precisar local e data. É descendente do Alquerque (jogo que tem Trilha como uma de suas variantes), de quem herdou a captura ao pular uma peça do adversário. O jogo também recebeu elementos do xadrez, como o tabuleiro, a promoção de peças ao alcançar a última linha e talvez o próprio nome.

Assim com a maioria dos grandes jogos tradicionais, Damas não é simplesmente um jogo, mas uma família de jogos aparentados que apresentam variações históricas e regionais. Diferentemente de muitos outros, porém, é um jogo de desenvolvimento puramente europeu, embora tenha se difundido pelo globo como consequência da expansão européia. Não há uma forma única do jogo estabelecida como padrão internacional.

REGRAS

COMPONENTES

· 1 tabuleiro de xadrez (8x8)

· 12 peças claras

· 12 peças escuras

OBJETIVO

Capturar ou imobilizar todas as peças do adversário.

PREPARAÇÃO

O tabuleiro é posicionado de modo que cada jogador tenha uma casa clara na quina direita. Cada jogador coloca suas peças nas casas pretas das primeiras 3 linhas do tabuleiro. O jogador com peças escuras começa.

COMO JOGAR

Movimentação

As jogadas são alternadas. Deve-se mover uma peça por jogada, em diagonal e para frente, para uma casa adjacente. Só as casas pretas são usadas e não é permitido recuar peças. Uma casa só pode ser ocupada por uma peça de cada vez.

Captura

A captura é feita quando uma peça pula sobre uma peça adversária que esteja em uma casa adjacente a ela, e pára na casa seguinte a ela. Ela pode na seqüência continuar pulando outras peças a fim de capturá-las. A jogada termina quando ela não tiver mais peças adversárias para pular.

Note que o primeiro movimento de captura deve ser sempre para frente, mas a partir daí é permitido na mesma seqüência capturar também para trás.

As peças capturadas são retiradas do tabuleiro.

A captura é obrigatória, isto é, sempre que uma peça tem condições de fazer uma captura, deve fazê-la.

Promoção

Se uma peça alcança a última linha, ela se torna uma dama. Para marcar a promoção, costuma-se colocar uma segunda peça sobre a peça promovida. Várias peças podem ser promovidas na mesma partida.

Uma dama pode se mover tanto para frente como para trás.

Final de Partida

A partida termina quando um dos jogadores não tiver mais peças ou não puder mover nenhuma de suas peças. O outro jogador é declarado vencedor.

O jogo também termina se um dos jogadores, acreditando não ter mais condições de vitória, abandona a partida.

É ainda possível que os dois jogadores, de comum acordo, decidam parar a partida e considerar o resultado como empate.

Fonte: www.ludomania.com.br

voltar 12avançar
Home  Jogo De Damas  Voltar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal