Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia de Santa Luzia  Voltar

Dia de Santa Luzia

 

Dia de Santa Luzia

13 de Dezembro

O nome de Santa Luzia deriva do latim e significa: Portadora da luz. Ela é invocada pelos fiéis como a protetora dos olhos, que são a "janela da alma", canal de luz.

Ela nasceu em Siracusa (Itália) no fim do seculo III. Conta-se que pertencia a uma família italiana e rica, que lhe deu ótima formação cristã, a ponto de ter feito um voto de viver a virgindade perpétua. Com a morte do pai, Luzia soube que sua mãe, chamada Eutícia, a queria casada com um jovem de distinta família, porém, pagão.

Ao pedir um tempo para o discernimento e tendo a mãe gravemente enferma, Santa Luzia inspiradamente propôs à mãe que fossem em romaria ao túmulo da mártir Santa Águeda, em Catânia, e que a cura da grave doença seria a confirmação do "não" para o casamento. Milagrosamente, foi o que ocorreu logo com a chegada das romeiras e, assim, Santa Luzia voltou para Siracusa com a certeza da vontade de Deus quanto à virgindade e quanto aos sofrimentos pelos quais passaria, assim como Santa Águeda.

Santa Luzia vendeu tudo, deu aos pobres, e logo foi acusada pelo jovem que a queria como esposa. Não querendo oferecer sacrifício aos falsos deuses nem quebrar o seu santo voto, ela teve que enfrentar as autoridades perseguidoras. Quis o prefeito da cidade, Pascásio, levar à desonra a virgem cristã, mas não houve força humana que a pudesse arrastar. Firme como um monte de granito, várias juntas de bois não foram capazes de a levar (Santa Luzia é muitas vezes representada com os sobreditos bois). As chamas do fogo também se mostravam impotentes diante dela, até que por fim a espada acabou com vida tão preciosa. A decapitação de Santa Luzia se deu no ano de 303.

Conta-se que antes de sua morte teriam arrancado os seus olhos, fato ou não, Santa Luzia é reconhecida pela vida que levou Jesus - Luz do Mundo - até as últimas consequências, pois assim testemunhou diante dos acusadores: "Adoro a um só Deus verdadeiro, e a Ele prometi amor e fidelidade".

Fonte: www.cancaonova.com

Dia de Santa Luzia

Santa Luzia, como se lê nas Atas, pertencia a uma família rica de Siracusa. A mãe dela, Eutíquie, ficou viúva e havia prometido dar a filha como esposa a um jovem concidadão. Luzia, que tinha feito voto de conservar-se virgem por amor a Cristo, obteve que as núpcias fossem adiadas, também porque a mãe foi atingida por uma grave doença. Devota de santa Águeda, a mártir de Catânia, que vivera meio século antes, Luzia quis levar a mãe enferma em visita à tumba da Santa. Desta peregrinação a mulher voltou perfeitamente curada e por isso concordou com a filha dando-lhe licença para seguir a vida que havia escolhido; consentiu também que ela distribuísse aos pobres da cidade os bens do seu rico dote. O noivo rejeitado vingou-se acusando Luzia de ser cristã ao procônsul Pascásio. Ameaçada de ser exposta ao prostíbulo para que se contaminasse, Luzia deu ao procônsul uma sábia resposta: "O corpo se contamina se a alma consente."
O procônsul quis passar das ameaças aos fatos, mas o corpo de Luzia ficou tão pesado que dezenas de homens não conseguiram carregá-lo sequer um palmo. Um golpe de espada pôs fim a uma longa série de sofrimentos, mas mesmo com a goela cortada, a jovem continuou a exortar os fiéis a antepor os deveres para com Deus àqueles para com as criaturas, até que os companheiros de fé, que faziam um círculo em volta dela, selaram o seu comovente testemunho com a palavra Amém.

Testemunham-lhe a antiga devoção, que se difundiu muito rapidamente não só no Ocidente, mas também no Oriente. O episódio da cegueira, ao qual ordinariamente chamam a atenção as imagens de Santa Luzia, está provavelmente vinculado ao nome: Luzia (Lúcia) derivada de lux (= luz), elemento indissolúvel unido não só ao sentido da vista, mas também à faculdade espiritual de captar a realidade sobrenatural. Por este motivo Dante Alighieri, na Divina Comédia, atribui a Santa Lúcia ou Luzia a função de graça iluminadora.

Fonte: www.bompastor.org.br

Dia de Santa Luzia

Vida

Nascida em Syracuse, em seguida, cidade provicia Sicília romana.

Lucia certamente significa "Luz para o Mundo". Foi educada na fé cristã. Dedicou sua vida a Deus e fez um voto de virgindade. Sua mãe estava doente, o compromisso de se casar com um jovem pagão e ela, para se livrar desse compromisso, convenceu a ir para orar no túmulo de Agatha da Sicília, a fim de curar sua mãe. Lucia pediu para a liberação do compromisso, que ela dedicou sua vida a Deus e doar sua fortuna para os pobres. Sua mãe concordou.

Dia da Lembrança

Desde tempos imemoriais tem sido a de St. Lucia como Padroeira dos problemas de visão. Seus devotos em agradecimento por curas oferecidas como oferta votiva de ouro ou os olhos de prata. Os católicos, ortodoxos e luteranos escandinavos celebram a sua festa em 13 de dezembro.

Dia de Santa Luzia
Lucy de Syracuse

Veneração dos restos

Segundo a lenda, o bizantino General George Mariace transferiu o corpo de Santa Lúcia de Siracusa de Constantinopla (1039), para reduzir o período de invasão da cidade de Siracusa pelos sarracenos. Durante a Quarta Cruzada (1204), o Duque de Veneza, Enrico Dandolo, em Constantinopla os restos mortais da Santa, leva a Veneza para o mosteiro de St. George, e em 1280, faz a transferência para a igreja dedicada a ela em Veneza.

St. Lucia Syracuse salvou muitas vezes em momentos dramáticos como carestias, terremotos, guerras e interveio em outras cidades como Brescia, graças à sua intercessão, foi lançado a partir de uma grande miséria. Em 1955, a pedido expresso do Cardeal Patriarca Roncalli (futuro Papa João XXIII), o rosto da santa foi coberto com uma máscara de prata.

O sarcófago de vidro exposto sob o altar está na Igreja dos Santos Geremias e Lucia. Em muitos mapas de Veneza, continha apenas a Igreja de San Geremia nome na praça de mesmo nome. Os restos mortais do santo foram transferidos para a igreja em 1861, quando foi demolido dedicado a construir a estação de trem, que leva o mesmo nome e sua revelação foi em São Vicente de Paulo de Faseras.

Referências

http://blog.arcadina.com/fotografia/santa-lucia-patrona-de-los-fotografos/
Ottavio Garana: Santa Lucia di Siracusa . Siracusa, 1955
Von Gembloux Sigeberto: Acta Sanctae luciae , ed. Tino Licht, Heidelberg 2008 (= Editiones Heidelbergenses 34), ISBN 978-3-8253-5368-1
Maria-Barbara von Stritzky: Lexikon der und der Heiligenverehrung Heiligenstadt . Dois. Band. Herder, Freiburg i. B. 2003, ISBN 3-451-28190-2
Otto Wimmer, Melzer Hartmann, Josef Gelmi (Bearb.): Lexikon der Namen und Heiligenstadt . Nikol, Hamburgo 2002, ISBN 3-933203-63-5
http://es.wikipedia.org/wiki/Luc%C3%ADa_de_Siracusa

Fonte: es.wikipedia.org

Dia de Santa Luzia

Oração para todos os dias

Ó Santa Luzia que preferistes deixar que os Vossos olhos fossem vazados e arrancados antes de negar a fé.
Ó Santa Luzia cuja dor dos olhos vazados não foi maior que a de negar a Jesus. E Deus com milagre extraordinário Vos devolveu outros olhos sãos e perfeitos para recompensar Vossa virtude e Vossa fé.
Protetora das doenças dos olhos, eu recorro a Vós...
(Faça a sua intenção)
Para que protegeis as minhas vistas e cureis as doenças dos meus olhos.
Ó Santa Luzia conservai a luz dos meus olhos, para que eu possa ver as belezas da criação, o brilho do sol, o colorido das flores, o sorriso das crianças. Conservai também os olhos de minha alma, da fé, pelos quais eu posso ver meu Deus e aprender os seus ensinamentos para que eu possa aprender contigo e sempre recorrer a Vós.
Santa Luzia, protegei os meus olhos e conservai a minha fé.
Santa Luzia, dai-me luz e discernimento.
Santa Luzia, rogai por nós.

Fonte: www.padrereginaldomanzotti.org.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal