Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  bronzeado perfeito página 3  Voltar

Bronzeado Perfeito

Como bronzear-se à sombra

Ter um sol em casa… é tentador, mas não isento de riscos. As lâmpadas utilizadas com fins estéticos produzem, essencialmente, raios UV-A que só bronzeiam quando aplicados em doses fortes. Por esse motivo, a sua irradiação pode ser cerca de dez vezes superior à irradiação solar natural. O envelhecimento da pele é, dessa forma, muito aumentado. Além disso, descobriu-se, recentemente, que os UV-A, quando em concentração elevada, tomam a pele mais sensível aos raios UV-B, que são cancerígenos. Mais grave ainda: os próprios aparelhos são, de acordo com os testes realizados por organizações europeias de defesa do consumidor, frequentemente mal regulados e pouco fiáveis. Dito isto, se apenas se submeter aos raios ultravioletas caseiros algumas vezes por ano, se vigiar bem a duração da exposição e a distância entre a fonte de irradiação e o corpo e se proteger os olhos com óculos especiais, o risco não será elevado. Mesmo assim, abstenha-se de o fazer durante uma gravidez ou se sofrer de uma doença de pele.

CONSELHOS PARA UM BRONZEADO PERFEITO

1. Antes de ir de férias, tente apanhar sol no seu terraço ou jardim, ou num jardim próximo.

2. Exponha-se ao sol de forma progressiva e muito prudente, no início.

3. Use óculos de sol (e, se tiver a pele muito clara, também convém usar um chapéu).

4. Não fique parado ao sol durante horas a fio. Mexa-se, corra, nade e desconfie, sobretudo, das horas em que o sol vai alto.

5. Mesmo se já estiver bronzeado, aplique um creme solar eficaz, depois de o ter testado durante, pelo menos, 24 horas, num local pouco visível da pele, devido ao perigo sempre presente das alergias. Aplique o creme uma hora antes de se pôr ao sol, para que a pele fique bem impregnada.

6. Renove, frequentemente, a aplicação do creme, especialmente depois de ir à água e de se ter enxugado.

7. Não se esqueça de que a água salgada favorece as queimaduras. Tome um duche, seque-se bem quando sair da água e volte a pôr creme. Enxugue também a transpiração com regularidade.

8. Não misture alhos com bugalhos: cremes de beleza, produtos de maquilhagem, águas de Colónia (neste campo, desconfie sistemáticamente de tudo o que cheirar bem!) não se confundem nem misturam com um produto solar.

9. Evite o sol se a sua pele não estiver perfeitamente sã (em caso de acne, rosácea, prurido) ou se a sua saúde não for das melhores (problemas de digestão ou de circulação, entre outros) ou, ainda, se tomar determinados medicamentos ou se estiver em estado de gravidez avançada.

10. Se for vítima de uma queimadura solar, ponha-se à sombra. Não aplique creme, leite ou óleo solar, porque a queimadura poderia ficar macerada. Aplique gelo sobre as zonas afectadas ou peça ao farmacêutico um bom creme contra as queimaduras. Contrariamen- te ao que diz a sabedoria popular, não é preciso sofrer para se ser bela(o)!

Problemas com a exposição Solar

Falámos já dos riscos de cancro cutâneo e da possibilidade de envelhecimento prematuro da pele. Muito mais frequentes, mas menos preocupantes, as queimaduras provocadas pelos golpes de sol são dolorosas, o que não deve espantar ninguém, dado tratar-se de autênticas queimaduras. Os efeitos manifestam-se 3 a 6 horas depois da exposição e atingem o máximo cerca de 24 horas mais tarde. Pode-se aliviar a dor, com água bem fria ou gelo. Se os sintomas se agravarem (se tiver febre ou sentir náuseas), fique em repouso e beba apenas água e chá fraco. O pó de talco tem uma acção calmante e suavizante. Se todo o corpo foi atingido, convém tomar um banho com amido ou um óleo apropriado e ir ao médico sem demora.

Não volte a expor-se ao sol antes de estar completamente curado e faça-o de forma muito gradual.

A insolação caracteriza-se por uma febre alta e repentina. Deve-se a uma perturbação do mecanismo regulador da temperatura interna, na sequência de uma exposição a condições de calor intensas e prolongadas. A ida ao médico é, neste caso, imperativa. Lembramos que o calor pode provocar evaporação excessiva de água e de sal através da transpiração, o que dá uma sensação desagradável de fadiga e esgotamento. Portanto, não se esqueça de beber muito – água ou sumos de fruta, nunca álcool – quando apanhar sol. Nunca se esqueça, também, de dar água às crianças, porque elas se desidratam com facilidade. Para evitar inflamações da córnea ou, mesmo, conjunüvites, use óculos de sol apropriados, assunto de que voltaremos a falar no capítulo “Os cuidados com os olhos”

Fonte: bemestar.eu

Bronzeado Perfeito

É só o ponteiro do termômetro começar a subir que não dá outra: todo mundo corre para a canga ou cadeira mais próxima para se espichar debaixo do sol e pegar um belo bronzeado. Afinal, quem não quer ficar com aquele ar saudável e bonito que a pele escurecida e as bochechas rosadas promovem? O problema é ir com sede ao pote, dar uma de lagartixa e, literalmente, tostar. Os riscos das queimaduras vão desde um simples ardor na pele, até uma doença grave, como câncer de pele. Por isso, é bom ficar esperta. Para te ajudar, o iGirl conversou com dermatologistas e fez um guia com 12 perguntas e respostas chave para você pegar uma cor, mas não passar o verão descascando.

1)Todo mundo adora tomar sol para ficar morena e linda. Afinal, por que tomar sol faz mal?

Não é que o sol faz mal. O sol tem seus benefícios também. Ele estimula a formação de vitamina D e cálcio e também regulariza o bioritmo. O problema do sol está em determinados horários, em que há maior índice de radiação dos raios ultravioleta B, que são nocivos à pele.

2)Como calcular o fator de proteção certo pra mim?

Não tem muito mistério. Para o uso diário as pessoas em geral devem utilizar o fator 15. Pra se expor ao sol (como na praia ou na piscina), é melhor optar por um 20, para quem tem pele morena, e 25 a 30 para as pessoas de pele mais clara.

3)Qual é a melhor dica para pegar um bronzeado uniforme sem prejudicar a saúde?

Usar protetor solar e reaplicá-lo de duas em duas horas. Se você surfa ou faz outro esporte na água, você deve reaplicar de uma em uma hora com a pele seca (aplicar na pele molhada não adianta). Das 10 hs às 16hs você não deve tomar sol. Pode ficar embaixo do guarda-sol, mas mesmo assim com protetor (a areia e a água refletem os raios e você se queima também).

4)Tem gente que passa coca-cola, água de coco ou óleo de amêndoas para se bronzear. Faz mal?

Faz muuuuuito mal. Passar qualquer uma destas substâncias pode dar alergia ou mesmo causar queimaduras sérias na pele.

5)Quando a pele começa a ficar meio solta, com cara de que vai descascar, dá pra fazer alguma coisa para impedir?

A pele não deveria nunca chegar á esse ponto de degeneração, causado pela falta de cuidados. Os efeitos do sol são cumulativos, devemos cuidar da pele desde criança e deixá-la chegar ao ponto de descascar é muito errado. Mas nesse caso, é preciso hidratar bem a pele, pois assim você remove as células mortas.

6)E quando está descascando, o que posso fazer para evitar manchas?

Para evitar o aparecimento de manchas, você deve usar muito filtro solar. Mas se elas aparecem, você deve ir a um dermatologista. Os casos mais comuns de manchas são as nomeadas lentigos solares, que são aquelas acastanhadas e as leucodermia puntacta, as manchas brancas. O tratamento do primeiro caso consiste em cauterizar a mancha, com o uso de ácidos, por exemplo. Já as manchas brancas, um sinal de que a pele já foi muito agredida pelo sol, podem ser tratadas através do uso de cremes para estimular a pigmentação já perdida no local.

7)É verdade que comer cenoura ajuda a se bronzear?

Ajuda muito, pois a cenoura, assim como a beterraba, o mamão, a abóbora, entre outros, são alimentos ricos em betacarotina, uma substância que produz vitamina A, que é responsável pela pigmentação da nossa pele.

8)O bronzeamento artificial anda sofrendo muitas críticas. O que é mais prejudicial, o sol de verdade ou o bronzeamento da máquina?

Ambos são prejudiciais caso a pessoa não se proteja com muito protetor solar. Mesmo assim, as máquinas de bronzeamento artificial são um verdadeiro perigo, pois elas misturam raios ultravioletas A e B, o que potencializa os riscos de a pessoa adquirir um câncer de pele. E tem o fator lazer que pesa nessa possibilidade de bronzeamento. Afinal, qual a graça de ficar estática em uma cama quente e dura? O sol que nós tomamos na praia, na piscina, são momentos prazerosos.

9)Os auto-bronzeadores em creme ou spray fazem mal?

Não, inclusive é uma ótima opção para os que querem manter-se bronzeados de forma saudável. Para um resultado natural, siga os seguintes passos: Faça uma esfoliação no corpo inteiro, principalmente joelhos, cotovelos e sola dos pés. No dia seguinte, espalhe uma fina camada do auto-bronzeador pelo corpo inteiro, Lembre-se de passar nas solas dos pés e de lavar bens as mãos depois da aplicação. Por mais 2 dias, passe finas camadas do produto, o resultado deve aparecer no quinto dia. Depois, é só repassar o auto-bronzeador de 4 em 4 dias.

11)É verdade que a luz do computador faz mal a pele?

Sim. Por isso, quem passa muito tempo do dia exposto a luz do computador deve, sem falta, usar protetor solar! A luz do computador emite raios ultravioleta.

10)Posso, de vez em quando, deixar de usar filtro solar ou não reaplicá-lo de duas em duas horas?

Não, não pode. O efeito do sol em nossa pele é cumulativo. Isto quer dizer que qualquer descuido será notado com o passar dos anos. Você cria uma ilusão que a sua pele ficou mais bonita bronzeada, porém, anos mais tarde, toda a agressão causada pelo descuido estará estampada em seu rosto.

Fonte: igirl.ig.com.br

voltar 123avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal