Notice: Undefined variable: _SERVER in /var/www/clients/client37/web88/web/alfa/php/estrutura/cabecalho.php on line 2

Notice: Undefined variable: _SERVER in /var/www/clients/client37/web88/web/alfa/php/estrutura/cabecalho.php on line 73

Notice: Undefined variable: _SERVER in /var/www/clients/client37/web88/web/alfa/php/estrutura/cabecalho.php on line 74

Notice: Undefined offset: 4 in /var/www/clients/client37/web88/web/alfa/php/estrutura/cabecalho.php on line 77

Notice: Undefined variable: _SERVER in /var/www/clients/client37/web88/web/alfa/php/estrutura/cabecalho.php on line 94

Notice: Undefined variable: _SERVER in /var/www/clients/client37/web88/web/alfa/php/estrutura/cabecalho.php on line 114

Notice: Undefined variable: _SERVER in /var/www/clients/client37/web88/web/alfa/php/estrutura/cabecalho.php on line 135
Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Domingos Pellegrini  Voltar

Domingos Pellegrini

 

Domingos Pellegrini - Vida

Nascimento: 23 de julho de 1949 (66 anos), Londrina, Paraná.

Local de nascimento: Londrina, Brasil

Domingos Pellegrini é escritor, jornalista e publicitário.

Aventurou-se também na política, como secretário da Cultura de Londrina, cidade paranaense onde nasceu, em 1949.

As sementes de sua literatura vêm de longe. Viveu durante toda a infância escutando “causos” contados por mascates, peões da roça, caixeiros-viajantes, enfim, por pessoas de todo o tipo que freqüentavam o salão de barbeiro do seu pai e a pensão administrada por sua mãe.

Ao lado de muitas literaturas – Domingos disse uma vez que “gostaria de ter nascido numa biblioteca, ao lado das enciclopédias” –, essas narrativas que marcaram sua infância influenciaram seu trabalho posterior. Tanto que ele mesmo, em vez de escritor, prefere se definir como contador de histórias.

Depois de seu primeiro livro, “O Homem Vermelho” (1977), que ganhou o prêmio Jabuti, escreveu mais de uma dezena de outros, entre coletâneas de contos, novelas e romances.

No conjunto de sua obra, predominam os livros voltados para o público infanto-juvenil, pelo qual Pellegrini tem um carinho especial.

Por isso, ele procura constantemente a simplicidade: “A língua com que escrevo um livro é basicamente a mesma com que conto um caso para um amigo. Minha meta é escrever como quem fala a uma criança”, resume Pellegrini.

Domingos Pellegrini - Biografia

Domingos Pellegrini
Domingos Pellegrini

Nasci em Londrina, norte do Paraná, em 23/7/49.

Sou jornalista e publicitário e também formado em letras pela Universidade de Londrina. Fiz especialização em teoria da literatura pela Universidade do Estado de São Paulo, em Assis.

Em 1970 e 1974, recebi o Prêmio Fernando Chinaglia II da União Brasileira de Escritores, respectivamente com livro de poemas e de contos; em 1977, o Prêmio Fundação Cultural do Distrito Federal e o Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro, para o livro de contos.

Desde pequeno ouvia histórias de clientes de seu Pai . Domingos foi formado em Letras e mais tarde começou trabalhar como jornalista. em 1977 lançou seu primeiro livro " O Homem Vermeho" , com ele recebeu um dos mais importantes premios literários do país .

Além de viver da literatura ele escreve para revistas e jorais .

Uma história interessante é " Terra Vermelha " que conta a história da colonização do Paraná.

Domingos Pellegrini - Formação

 

Domingos Pellegrini
Domingos Pellegrini

É formado em Letras e trabalhou com publicidade e jornalismo.

Ganhador dos prêmios Jabuti de 1977 (com seu livro de estréia, o volume de contos "O homem vermelho") e de 2001 (com o romance "O caso da chácara chão"), é autor de uma extensa obra que inclui livros infanto-juvenis. Atualmente, colabora com diversos jornais.

Domingos Pellegrini é reconhecidamente um dos maiores prosadores de sua geração.

Contista soberbo, já premiado com o Jabuti com um livro no gênero (O homem vermelho), está presente nas principais e mais importantes antologias de narrativas curtas já editadas no país. Depois repetiu a dose no Jabuti com um romance, O Caso da chácara do chão, mas ainda não ousara editar um volume de poemas.

Enquanto publicava versos esparsos em suplementos literários ou em obras coletivas, o paranaense Pellegrini foi juntando engenho e arte e se guardando para o momento certo. O momento de Domingos chega agora, em grande estilo, com a publicação pela Bertrand Brasil do pungente Gaiola aberta, em que reúne boa parte da obra poética criada entre 1964 e 2004.

Com um domínio absoluto do tempo e da atmosfera delicada do fazer poético, o autor trata a poesia com carinho e enorme cuidado, razões pelas quais é abençoado com imagens duras e comoventes como as que transmite em versos como este: "Olhar sem brilho e gesto sem leveza / tarde saudosa dos dias felizes/ noite de acessos, tosses e crises/ um dia a menos, única certeza", do triste e agudo poema Morte de mae.

Domingos Pellegrini nasceu em Londrina, no Paraná, cidade em que vive até hoje, cuidando de uma chácara, de sua literatura e escrevendo para um jornal local. Jornalista e publicitário de formação, publicou em 1977 seu primeiro volume de contos - exatamente o premiado O homem vermelho.

Escreveu também romances e várias livros infanto-juvenis, somando uma obra de mais ou menos 30 livros. Demorou a estrear na poesia, mas já anunciou que está com mais três ou quatro publicações no forno. Se mantiverem a emoção e a pegada deste Gaiola aberta, vêm aí coisas muito boas.

Domingos Pellegrini - Obra publicada no Brasil

Domingos Pellegrini
Domingos Pellegrini

Infantil e juvenil

A Árvore que Dava Dinheiro - 1981
As Batalhas do Castelo - 1987
Tempo de Menino - 1989
A Guerra de Platão - 1990
Negócios de Família: Conversa de Velório - 1993
Haicaipiras e Quadrais - 1994
Meninos e Meninas - 1995
A Festa dos Números - 1996
A Guerra do Macarrão - 1997
A Guerra de Platão - 1997
Bicho Gente - 1997
O Dia em que Deus Criou as Frutas - 1997
O Dia em que Choveu Cinza - 1998
A Última Tropa - 1998
Água Luminosa - 1999

Conto

O Homem Vermelho - 1977
Os Meninos - 1977
As Sete Pragas - 1979
Paixões - 1986
Os Meninos Crescem - 1988
Tempo de Guerra - 1997
Pensão Alto Paraná - 2000
Conversas de Amor - 2000

Romance

Questão de Honra - 1996
Andando com Jesus - 1996
Terra Vermelha - 1998
O Caso da Chácara Chão - 2000
No Coração das Perobas - 2001
No Começo de Tudo - 2002
Meninos no Poder - 2004

Poesia

Gaiola Aberta - 2005
O Tempero do Tempo - 2006
História Q - 2006

Biografia

O Tempo de Seo Celso - 1992

Crônica

Ladrão que Rouba Ladrão - 2003

Fonte: www.educarede.org.br/www.ftd.com.br/

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal