Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Casa do Sheikh Saeed  Voltar

Casa do Sheikh Saeed

Casa do Sheikh Saeed

A residência oficial do Sheik Saeed Al Maktoum, soberano de Dubai (1912-1958) avô do atual soberano, Sheik Maktoum Bin Rashid Al Maktoum, foi sede do governo e núcleo de organizações políticas e sociais em Dubai.

A Casa que data de 1896, foi totalmente restaurada e hoje abriga coleções raras de fotografias, moedas, selos, documentos históricos de Dubai, atividades culturais, apresentações folclóricas e museu.

Construída no tradicional estilo árabe, hoje faz parte de um complexo turístico e histórico denominado Dubai's Heritage and Diving Village Sheikh Saeed Al Maktoum House, localizado bem às margens do Dubai Creek, bairro Bur Dubai.

Agora este complexo tornou-se um museu histórico e de tradições, herança cultural da Dubai antiga, com diferentes seções que proporcionam ao visitante uma ampla idéia da vida nos Emirados antes da descoberta do petróleo na região.

Fonte: www.hoteisemdubai.com.br

Casa do Sheikh Saeed

Casa do Sheikh Saeed
A Dubai's Heritage and Diving Village fica junto ao Sheikh Saeed Al Maktoum House

Esta casa foi construída em 1896 - no tradicional estilo árabe - e hoje faz parte de um complexo turístico e histórico denominado Dubai's Heritage and Diving Village Sheikh Saeed Al Maktoum House, localizado bem às margens do Dubai Creek e do túnel Al Shindagha, em Sindagha, bairro Bur Dubai.

Casa do Sheikh Saeed
Dubai's Heritage and Diving Village

Agora este complexo tournou-se um museu histórico e de tradições, herança cultural da Dubai antiga, com diferentes seções que proporcionam ao visitante uma ampla idéia da vida nos Emirados antes da descoberta do petróleo na região.

Casa do Sheikh Saeed
As ´Torres de Vento´, inventido primitivo sistema de refrigeração

Para quem quiser conhecer um pouco mais sobre a história e a sociedade de Dubai antiga, além do Dubai Museum, deve visitar o Dubai's Heritage and Diving Village Sheikh Saeed Al Maktoum House e conhecer antigas fotografias, selos, moedas, documentos, atividades culturais, apresentações folclóricas e museu.

Casa do Sheikh Saeed
O Sheikh Saeed al-Maktoum

A entrada custa AED 2 e está aberto de 8:30 às 2100 horas, de Quartas a Sábados . Eu recomendo vivamente uma visita ao entardecer, a partir das cinco da tarde, porque além de ser extremamente quente durante o dia, não há nenhuma atividade cultural e tudo fica muito vazio.

Casa do Sheikh Saeed
A Corniche, um passeio que margeia o Dubai Creek

Chegar lá de taxi é fácil, ainda que um pouco mais difícil encontrar taxi na volta, porque a avenida que passa em frente é de grande movimento e expressa. O Dubai Bus turístico faz uma parada aqui, mas termina o seu roteiro às cinco e meia da tarde.

Casa do Sheikh Saeed
Ao fundo, a Dubai's Heritage and Diving Village. Em primeiro plano, a entrada da Sheikh Saeed al-Maktoum House

Este ponto de Shindagha fica bem na “boca” do Dubai Creek, onde encontra-se o Heritage Village e onde à noite podemos ver ceramistas trabalhando e expondo sua arte.

Além disso, o Dubai Creek é muito bonito ao anoitecer e, como tudo mais em Dubai é tranquilo e seguro, você pode circular sem problemas. Se estiver em Deira, pegue um abra e venha até Bur Dubai, na altura do complexo, o que por si só já terá valido todo o passeio.

O que se destacam no lugar são a rusticidade e a simplicidade, especialmente nos detalhes.

À noite tudo se transforma em um lugar cheio de pessoas, atividades culturais e artísticas, exposição e venda de artesanato, apresentações folclóricas, pequenos shows musicais e muita gente vestida a caráter.

Todo o lugar foi restaurado e mantidas as características originais das construções e você perceberá um fortíssimo contraste do que foi Dubai com o que é hoje, porque logo ali na outra margem do Dubai Creek está uma Dubai pujante e moderna ao alcançe dos olhos.

O lugar é relativamente modesto e suas construções também, nada a ver com a emiresca Dubai atual. Até mesmo a casa onde viveu o Shaikh Saeed Al-Maktoum, fundador da moderna Dubai, ainda que para a época fosse uma mansão, hoje é uma grande casa com ares modestos.

Casa do Sheikh Saeed

Em termos arquetetônicos a casa é, essencialmente, um grande retângulo com um jardim central e torres de vento nos cantos, os mais antigos sistemas de condicionamento de ar que se tem notícia. O vento fresco era captado pelas torres de quatro lados, o ar tomava velocidade em seu interior e era jogado para dentro dos cômodos da casa, refrigerando os ambientes.

Casa do Sheikh Saeed

As janelas eram pequenas e as paredes largas, o que, juntamente com as torres de vento, tornava o ambiente interno bem mais fresco que o externo.

Casa do Sheikh Saeed

A arquitetura interna e a decoração eram bastante simples e despojadas, e se você entrar nesta antiga residência esperando encontrar a opulência dos palácios atuais, certamente sairá decepcionadíssimo. Tudo é simples e contrasta extremamente com o emiresco e kitsch dos dias atuais, como o interior do hotel Burj Al Arab, por exemplo.

Fonte: interata.squarespace.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal