Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Energia  Voltar

Energia

 

Energia - O que é

Energia
Energia

O universo é feito de matéria e energia.

Matéria - qualquer coisa que tem massa e ocupa espaço - é bastante simples e fácil de entender, mas a energia é um pouco mais abstrato.

Na física, a energia é a capacidade de de um sistema físico para realizar o trabalho, ou a capacidade de mover-se ou provocar uma mudança no assunto.

Com efeito, a quantidade de energia algo tem se refere à sua capacidade de fazer as coisas acontecerem.

A energia existe em várias formas, como calor, energia cinética ou mecânica, luz, energia potencial, elétrica, ou de outras formas.

Energia tem algumas propriedades importantes. Por um lado, a energia é sempre "conservada" - que não pode ser criada ou destruída. Pode, no entanto, ser transferidos entre objetos ou sistemas pelas interações das forças. Por exemplo, a energia em vegetais é transferido para as pessoas que as digerem.

Outra propriedade da energia é que ele vem em várias formas, e pode ser convertida de uma forma para outra.

As duas formas mais comuns ou básicas de energia são: energia cinética e energia potencial.

A energia cinética é a energia do movimento. A bola tem energia cinética como ele voa através do ar - que tem a capacidade de fazer o trabalho em que possa agir sobre outros objetos com o qual colide.

Energia potencial é um tipo de energia armazenada que os objetos têm por causa de sua posição ou configuração. Um copo em uma tabela tem energia potencial; se você bater o copo em cima da mesa, a gravidade irá acelerar o cálice, e sua energia potencial irá converter em energia cinética. Um arco salientou também tem energia potencial.

Muitos outros tipos de energia existem, incluindo eléctrica, química, térmica e eletromagnética nuclear.

No início do século 20, os cientistas teorizaram que massa e energia estão intimamente ligados. Albert Einstein descreveu esta chamada equivalência massa-energia com a sua famosa equação E = mc2, onde "E" significa "energia", "m" significa "massa" e "c" é a velocidade da luz.

Energia - Trabalho

Energia

A energia é a capacidade de um sistema para fazer o trabalho.

Esse sistema pode ser um avião, transportando centenas de passageiros através do oceano. O corpo de um bebê, o crescimento de células ósseas. Uma pipa, subindo ao vento. Ou uma onda de luz que cruza um espaço.

Em movimento ou em crescimento, cada um destes sistemas está fazendo o trabalho, e usando energia. Todo organismo vivo faz o trabalho, e precisa de energia a partir de alimentos ou a fotossíntese. Os seres humanos também criam máquinas que trabalham para eles, e que derivam de energia a partir de combustíveis.

Algumas das muitas formas que a energia assume

A energia mecânica

Energia potencial, armazenada em um sistema

A energia cinética, a partir do movimento da matéria

A energia radiante ou energia solar proveniente da luz e calor do sol

A energia térmica, relacionado com o calor de um objeto
A energia química, armazenada nas ligações químicas de moléculas
A energia eléctrica, está relacionado com o movimento de electrões
energia eletromagnética, associado com ondas de luz (incluindo as ondas de rádio, microondas, raios-x, raios infravermelhos)
Massa (ou nuclear) de energia, encontrada na estrutura nuclear de átomos

Conversão de energia

Energia
Energia Elétrica

Uma forma de energia pode ser convertida em outra forma.

Esta transferência é baseado na lei da conservação da energia uma das leis da termodinâmica.

Os seres humanos convertidos energia de uma forma para outra quando acendeu o primeiro fogo. Pela queima de madeira, eles lançaram a energia química armazenada nas ligações das moléculas de madeira, a geração de energia térmica, ou calor.

Outros exemplos?

Uma bateria gera electrões a partir de reações químicas, que são utilizados para produzir energia eléctrica. Uma torradeira leva energia elétrica e converte-lo para aquecer. Sua perna converte a energia química armazenada em seus músculos em energia cinética quando você pedalar uma bicicleta.

O som é uma forma de energia cinética. Moléculas de ar são vibrados, levando-os a mover-se em padrões de ondas. Quando essas ondas atingem o tímpano, eles fazê-lo vibrar também. Esta energia de vibração é transformada em impulsos de energia elétrica, que o seu cérebro interpreta como som.

Muitas vezes, várias conversões estão envolvidos. Considere a geração de energia nuclear. Átomos no combustível nuclear são divididas, liberando sua energia (massa) nuclear e criando energia térmica. Esta energia calorífica é, por sua vez, capturado sob a forma de vapor e usado para accionar um gerador de turbina, a criação de energia cinética.

A História da Energia

A História da Energia está associada á modernização da sociedade. O grande crescimento industrial que se registou na Europa a partir do século XVIII permitiu que alguns países se desenvolvessem e ascendessem ao grupo dos países industrializados, mas para que isso acontecesse foi necessário que se desenvolvessem. Estes países necessitavam consumir grandes quantidades de energia e ainda hoje mantêm essa forte necessidade.

O que é a Energia?

Tudo o que acontece á nossa volta é provocado pela energia. É a energia que faz com que tudo e todos funcionemos, a palavra energia vem do grego e significa “que contém trabalho”, pode-se dizer que é a capacidade de produzir trabalho, que ela está sempre associada ao conceito de matéria, ao conceito de movimento. Segundo William Blake, a energia é um prazer eterno, e que os alimentos são energia. Existe uma quantidade fixa de energia no universo, mas só podemos utilizar parte dela.

Toda a nossa energia provém direta ou indiretamente do sol. A energia total do universo é sempre a mesma, isto é, não se pode criar nem destruir energia, apenas transformá-la.

Estando a energia sempre associada á matéria, e a matéria forma os corpos, podemos dizer que nesses corpos há energia, e ao conjunto corpo/energia chamamos Sistema Energético.

Nos Sistemas Energéticos podemos classificar em dois tipos as formas de energia neles contidas, são elas:

1. A Energia Cinética, que está associada aos corpos em movimento e pode manifestar-se de várias formas. São exemplos: a energia eléctrica (electrões em movimento), energia eólica (ar em movimento), energia hidráulica (água em movimento), energia luminosa (protões em movimento).
2. A Energia Potencial, provém do fato de ser uma forma de energia que se encontra em estado latente ou em potência e em condições de ser usada quando o homem muito bem entender. Pode manifestar-se de várias formas: energia dos combustíveis, energia dos alimentos e a energia potencial gravítica.

Fontes Energéticas

No começar dos tempos, desde o habitante das cavernas até ao técnico de hoje, o homem deu três grandes passos em frente. Primeiro, aprendeu a fazer ferramentas, o que lhe permitiu levar a cabo tarefas que não poderia ter realizado com as mãos. Em seguida, aprendeu a cultivar e a receber da terra a sua própria alimentação, aprendeu a armazená-la para uso futuro, de modo que passou a ter tempo para se dedicar a outras atividades. Em terceiro lugar, e talvez a mais importante, descobriu o modo de poupar os próprios músculos fazendo uso de outras fontes de energia. Assim obteve mais trabalho e menos esforço próprio.

Até agora todas as formas de energia exploradas pelo homem derivam direta ou indiretamente do sol. A terra recebe continuamente energia do sol. Os raios solares podem fundir glaciares; o vento e a água podem escavar grandes cavernas na terra; as ondas batem e desgastam a costa, etc. A energia é de tal modo a chave da técnica moderna que hoje medimos o desenvolvimento técnico das nações pela energia consumida anualmente.

Mas no entanto, existem dois tipos de fontes de energia, são elas:

As renováveis, que por mais que o homem as utilize, não se gastam. Como a energia solar, hidráulica e eólica.
A não-renováveis, que em qualquer momento se podem acabar. Como o petróleo, o gás natural, o carvão, o urânio e a matéria-prima nuclear.

O Vento e o Sol

Há cerca de 5000 anos os egípcios fizeram as primeiras velas e desde então quase todos os transportes marítimos dependiam da força direta do vento: os barcos apenas podiam navegar a favor do vento. Em terra, a invenção do moinho de vento, foi uma nova forma de transformar o vento em energia.

Existe também uma outra fonte de energia que começa hoje a ser mais utilizada: os raios solares. Em áreas onde o sol brilha com mais regularidade, a luz solar pode ser captada e refletida por espelhos côncavos de forma que o seu calor concentrado se possa utilizar.

Energias não-renováveis

O carvão, o petróleo e o gás natural constituem recursos não-renováveis, designando-se combustíveis fósseis, e estes combustíveis fósseis levam milhões de anos para se formarem e não podem ser produzidos de um dia para o outro. Estas fontes de energia são finitas e esgotam-se. Este tipo de recursos é relativamente reduzido no nosso país.

As jazidas de carvão de que dispomos são de pequena importância e de fraca qualidade. Quanto ao petróleo e ao gás natural, o país não dispõe, até ao momento de qualquer tipo destes recursos. Assim não podemos estranhar a nossa total dependência externa em relação a estas duas energias. Relativamente ao gás natural, Portugal também não dispõe de recursos próprios, mas nos últimos anos apostou-se na introdução desta energia no nosso país. O gás natural trata-se de um combustível de fácil transporte, limpo e muito competitivo, permitindo a diversificação das fontes de energia. A sua utilização reduzirá a emissão de substâncias poluidoras.

Energia que futuro?

As reservas de combustível esgotar-se-ão um dia, se a crescente procura de energia se acentuar. O petróleo pode até durar 45 anos mas quando passarem esses 45 anos ?

Dizem que o homem não gasta á toa as fontes de energia, mas sim apenas o necessário, mas outros fatores vêm contribuir para a crise energética que se fará sentir, tais como o esgotamento acentuado das reservas de energia devido ao constante crescimento da população, os gastos excessivos de energia devido ao surgimento de numerosas industrias e também o enorme desperdício de energia por parte do homem.

Estão em curso muitas experiências no sentido de melhorar a produção de energia e procurar mais fontes energéticas, mais económicas.

Perspectivas do Consumo de Energia

O consumo de energia de um país está relacionado até certo ponto, ao seu grau de desenvolvimento. Países pobres ou em desenvolvimento, consomem pouca energia e, segundo alguns estudiosos do assunto, para melhorar o nível de vida da população seria necessário aumentar esse consumo. Por outro lado, alguns países considerados desenvolvidos consomem muito mais que outros também desenvolvidos, sugerindo que há desperdícios.

A sociedade atual, com seu modo de vida, acostumada a mecanização intensa e parte dela, ao excesso de conforto, não se dá conta do consumo de energia excessivo necessário para manter suas exigências.

É necessário que se pesquisem novas fontes de energia, pouco dispendiosas, pouco poluentes e mais eficientes. É necessário também que as pessoas se conscientizem da gravidade dos problemas e que contribuam de alguma forma na solução desses problemas.

Assim, cada um de nós pode dar sua contribuição, por exemplo, questionando e mudando alguns de seus próprios hábitos diários: tomando atitudes simples, como não deixar lâmpadas acesas desnecessariamente, tomar um banho mais rápido, usar menos o carro e mais o transporte coletivo, e mesmo ir a pé a lugares próximos, ter o carro sempre regulado, reciclar materiais, comprar aparelhos eletrodomésticos que consomem menos energia etc. Ainda, como cidadãos, membros de uma sociedade, devemos refletir também sobre as políticas energéticas de nosso país, as leis de proteção ambiental, os recursos gastos em pesquisas sobre fontes de energia alternativas etc.

Para resumir, pode-se dizer que possíveis soluções para o problema energético dependem de, pelo menos, três fatores:

A conscientização das necessidades reais de energia;

O desenvolvimento de técnicas e equipamentos de menor consumo;

E o uso de fontes de energia renovável eficientes e não poluentes.

As transformações químicas exerceram e podem exercer ainda papel fundamental nesse cenário. Espera-se que novas pesquisas e novos hábitos resultem em um fornecimento sustentado de energia para que o nosso planeta continue sendo um lugar agradável de se viver.

Fonte: www.livescience.com/www.api.org/www.estig.ipbeja.pt

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal