Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Engenharia Química  Voltar

Engenharia Química

Quem se interessa por química na escola deve tomar cuidado antes de escolher a carreira. Esta engenharia tem muito pouco dessa disciplina.

O profissional de química é formado para transformar uma coisa em outra, analisando em laboratório, por exemplo, as reações e a energia que se gasta nos processos. Apesar de ter esse conhecimento, o engenheiro químico projeta máquinas, analisa materiais e estuda a mecânica que possibilita os processos químicos.

São várias as opções profissionais para o engenheiro químico.

Ele cria e aperfeiçoa técnicas de extração de matérias-primas, bem como de sua utilização ou transformação em produtos químicos e petroquímicos, como tintas, plásticos, têxteis, papel e celulose.

Desenvolve produtos e equipamentos, além de pesquisar tecnologias mais eficientes e menos poluidoras.

Também projeta e dirige a construção, a montagem e o funcionamento de fábricas, usinas e estações de tratamento de rejeitos industriais.

Pesquisa e implanta processos industriais não poluentesdesenvolvimento de, de acordo com a lei, a normatização e o desenvolvimento sustentável.

O curso

Física, química e matemática estão presentes no currículo durante todo o curso, que tem duração média de cinco anos. Com os recentes avanços da biotecnologia, os conhecimentos de biologia vêm sendo incorporados ao currículo. A partir do terceiro ano, essas disciplinas passam a ser aplicadas a processos físico-químicos, nos quais o aluno aprende a identificar as reações, a analisar e a purificar compostos químicos e a projetar equipamentos relacionados com as diversas transformações que ocorrem na indústria química. As aulas em laboratório, inclusive no de informática, ocupam parte significativa da carga horária e são fundamentais para o estudante se familiarizar com os equipamentos industriais e se preparar para enfrentar problemas reais de uma fábrica. Algumas escolas oferecem formação específica em certas áreas, como meio ambiente ou celulose e papel.

Perfil do profissional

Profissional capaz de atuar tanto nos setores industriais, quanto na prestação de serviços. As principais atribuições dos egressos estão na capacidade de atuarem nas empresas prestadoras de serviço nas principais áreas de refino, exploração e produção de petróleo e gás; atuarem nas empresas operadoras das concessões nas atividades de gerenciamento de produção de petróleo e gás natural, petroquímica e biotecnologia.

O Engenheiro Químico

O Engenheiro Químico tem por função elaborar, executar e controlar projetos de instalação e expansão de indústrias químicas.

Cabe-lhe também organizar, dirigir e fiscalizar a produção de materiais para a fabricação de produtos químicos, bem como pesquisar a transformação físico-química das substâncias reduzindo-as a escalas comerciais - por exemplo, a fabricação de produtos químicos derivados de petróleo, metais, minérios, produtos alimentares e sintéticos.

Pela própria natureza de sua formação, que combina princípios da matemática, química, física e biologia com técnicas da engenharia, os profissionais da Engenharia Química tem sido considerados um dos mais versáteis de todos os engenheiros.

Seus campos de atuação mais frequentes são as indústrias dos setores de:

Química e Petroquímica
Açúcar e Álcool
Farmacos e Química Fina
Alimentos e Bebidas
Papel e Celulose
Materiais de Construção, Plásticos, Refratários e Cerâmicos
Fertilizantes
Tintas e Vernizes
Cosméticos e Perfumes.

Nesse contexto, o engenheiro químico poderá se ocupar de áreas como:

Engenharia de Processos e de Produção
Engenharia Ambiental
Bioengenharia
Engenharia de Segurança
Pesquisa e Desenvolvimento
Gerência de Tecnologia e Economia de Processos
Vendas Técnicas.

O exercício da profissão de Engenheiro Químico e regulado pela lei federal 5194, de 24 de dezembro de 1966, a mesma que regulamenta a profissão do arquiteto e do engenheiro agrônomo. Essa lei foi regulamentada pelo decreto federal 620, de 10 de junho de 1969.

Atuação

O Engenheiro Químico atua em indústria (de mineração, de papel celulose, petroquímica, alimentícia, metalmecânica, coureiro-calçadista), bem como em áreas de ensino e pesquisa.

Trabalha no desenvolvimento de novas técnicas de obtenção de matérias-primas; desenvolvimento de processos de transformação; controle de qualidade; proteção e gerenciamento ambiental; projeto de instalações industriais e de equipamentos; gerenciamento de produção; vendas técnicas; consultorias industriais; controle e automação de processos.

Mercado de Trabalho

Nos últimos anos, os investimentos das indústrias, sobretudo as voltadas para exportação, abriram vagas para o engenheiro químico. "A criação de matérias-primas mais resistentes, leves, compactas e baratas, aumenta a competitividade das indústrias e torna o profissional uma peça estratégica nas corporações, já que ele participa desses desenvolvimentos", diz Kamal Mattar, presidente da Associação dos Engenheiros Politécnicos. Os setores petroquímico, de papel e celulose, alimentício e farmacêutico têm uma demanda acentuada pelo graduado. As empresas de reciclagem e as indústrias que se preocupam com o reaproveitamento de materiais também oferecem oportunidades a quem atua na área de meio ambiente.

Os segmentos de controle de processos, que demandam conhecimento de alta tecnologia, e de processos biotecnológicos em geral, valorizam cada vez mais o engenheiro químico. Os cuidados com a natureza também impulsionam a procura pelo especialista, que está envolvido com o tratamento de resíduos das indústrias

Duração: 5 anos.

Engenharia Química - Profissão

A Química é a ciência que estuda as substâncias da natureza. O profissional químico conhece os elementos que constituem a matéria, suas características e suas propriedades combinatórias.

É da competência desse profissional o conhecimento dos processos de obtenção de substâncias, sua identificação e aplicações práticas. Ele estuda a combinação dos elementos, testando as reações químicas, bem como analisa a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.

A ciência química anda lado a lado com a física, pois as duas tratam da matéria. No entanto a química, diferentemente da Física, se dedica ao estudo dos átomos, e suas reações interativas que resultam na produção de todas as substâncias que conhecemos. A física, por sua vez, trabalha sob uma outra perspectiva, se dedicando à pesquisa integral da matéria, sua natureza física e as leis que regem seu comportamento.

Mesmo que algumas pessoas pensem que a química é um conhecimento distante de seu cotidiano, a verdade é que o tempo todo alguma reação química está acontecendo ao nosso redor. Seja no nosso organismo, quando respiramos, comemos; seja no meio ambiente que nos cerca, na fotossíntese das plantas, na reação do sol sobre a pele, na reação do metal à água. Os elementos químicos estão à nossa volta e em nós, reagindo a todo momento.

A formação dos profissionais em Química pode ser feita em graduações diferentes, que orientam uma atuação prática específica para cada caso.

O curso de Engenharia Química é dedicado à formação de profissionais capazes de dominar as aplicações da química no desenvolvimento industrial e de produção. Eles criam e aperfeiçoam as técnicas de produção com a utilização de elementos químicos, planejam e supervisionam os processos industriais, administram equipes, estudam e implementam métodos para melhorar a produtividade ou a qualidade dos produtos.

Também é da alçada do engenheiro químico o projeto de fábricas, a determinação dos processos de produção, a escolha das instalações e equipamentos, a implementação e supervisão do controle de segurança química e do trabalho e a logística e segurança do transporte de materiais químicos tóxicos.

O Bacharelado em química forma profissionais versados em elementos e reações químicas, eles podem trabalhar na indústria e também no controle ambiental. A licenciatura permite a prática do magistério em nível fundamental e médio. Já os técnicos têm uma formação específica e são habilitados para trabalhar em um campo mais restrito de atuação.

Tipos de Curso

Nível Superior

Bacharelado

Duração média de 4 anos. A Grade curricular dos cursos de química concentra disciplinas da área de exatas como física, cálculo, matemática, química orgânica, química inorgânica. A maioria das escolas oferece habilitações distintas em química pura, voltada para a pesquisa, e a habilitação industrial, que concentra os estudos na química aplicada, como na pesquisa de novos materiais. Boa parte da carga horária é dedicada às aulas em laboratório testando reações, conhecendo elementos e trabalhando em pesquisa. Existem vários nomes para o curso de química, podendo ter habilitação específicas como Gestão de Processos Químicos, Processos Químicos ou Controle de Processos Químicos.

b) Nível Superior

Bacharelado em Engenharia Química

Duração média de 5 anos. O curso oferece uma grade curricular básica de engenharia para os dois primeiros anos, com disciplinas como matemática, cálculo, álgebra, física e química. As disciplinas específicas como química orgânica, química inorgânica, química industrial, processos industriais, administração da produção, complementam a formação do aluno. Boa parte da carga horária é dedicada às aulas em laboratório testando reações, conhecendo elementos e trabalhando em pesquisa.

c) Nível Superior

Licenciatura

Duração média de 4 anos. A grade curricular da licenciatura em química é semelhante à do bacharelado, diferenciando-se nas disciplinas que habilitam esse profissional a dar aulas para o ensino fundamental e médio, em projetos para o ensino de química e prática de ensino. Pode–se optar também pelos cursos de educação com habilitação em química, que formam esse professor. Para lecionar em nível superior é preciso fazer a pós-graduação.

d) Nível Superior

Tecnológico

Duração média de 3 anos. Os cursos tecnológicos de química podem ser oferecidos com ênfase em uma área específica. As especializações podem ser na área de Química de Alimentos, Química Agroinsdustrial, Química Farmacológica ou ainda em Química Industrial. As disciplinas básicas são de elementos químicos, química orgânica, química inorgânica, física e matemática. As disciplinas específicas variam de curso para curso.

e) Nível Médio

Curso técnico

De dois a três anos de duração. Os cursos técnicos são variados, podendo ter habilitações específicas, as disciplinas variam a cada curso, pode ser de Siderurgia, Galvanoplastia, Tintas, Corrosão, Química Inorgânica, Química Orgânica, Análise Química, Águas, Bromatologia, Química Analítica Instrumental, Polímeros e microbiologia. A carga de aulas em laboratório é grande.

f) Cursos Livres

Existem alguns cursos que podem complementar a formação do profissional como química ambiental ou análise de risco de contaminação. A duração dos cursos é variada.

Mercado de TrabalhoA química é muito importante em todos os aspectos da nossa vida, mas é na produção industrial que o químico vê surgir as melhores oportunidades de trabalho. Os elementos químicos são tão importantes para o desenvolvimento do país que existem medidas internacionais que verificam o nível de industrialização de uma nação pelo seu consumo anual de elementos químicos.

A questão da preservação da natureza também reforçou o mercado de trabalho para o químico. Preocupadas em atender à legislação ambiental como as leis de controle de despejo de detritos, de acondicionamento de lixo tóxico ou do tratamento da água contaminada, as empresas contratam o químico para planejar ações de manejo, tanques de descontaminação, pesquisas de impacto ambiental ou ainda no controle da produção.

A docência também oferece muitos postos de trabalho. Para o ensino fundamental e médio é preciso ter a faculdade de Educação com habilitação em Química ou então o curso de licenciatura em Química. Vários cursos universitários também precisam de professores de Química, como os cursos de Biologia, Medicina, Odontologia, Farmácia, Produção de alimentos e de bebidas. No entanto, para lecionar no ensino superior, é preciso a pós-graduação. Universidades públicas exigem ainda o doutorado.

Ofertas de Emprego

Os postos de trabalho para a área de produção industrial se concentram nas regiões com maior número de indústrias, principalmente nos grandes centros produtores do Sul e Sudeste. As empresas também abrem postos para o químico na análise de impacto ambiental de grandes projetos e para o trabalho em estações de tratamento de água.

A indústria de reciclagem também absorve boa parte da mão de obra especializada, os químicos trabalham em projetos de reciclagem do lixo, de controle bioquímico de resíduos e de reciclagem de água, atividade que tem crescido muito nos últimos anos, a cada dia mais empresas compram a água de reuso, baixando os custos de produção e contribuindo para a preservação dos recursos hídricos.

A indústria de alimentos também depende diretamente desse profissional, que participa da elaboração de novos lançamentos, supervisiona a produção das comidas e o uso de componentes químicos nos produtos alimentícios. A indústria farmacêutica é outra que precisa desse profissional para o desenvolvimento de novos medicamentos e análise e supervisão de produção.

As indústrias petroquímicas também empregam o químico, que trabalha tanto na pesquisa de novos produtos, como o festejado H-bio ou no aperfeiçoamento de produtos consagrados como o álcool biocombustível. Fabricantes de tinta e material de construção, como a Eternit, também precisam do químico em seus quadros de funcionários.

Mas, para os químicos que preferem atividades em setores mais delicados, a indústria de cosméticos é uma grande empregadora. O setor é um dos que mais cresce no país e no mundo, ampliando as oportunidades de trabalho para os profissionais da área.

No setor de educação, as escolas, públicas e privadas, contratam profissionais para aulas no ensino fundamental, médio e profissionalizante. Governos e prefeituras frequentemente realizam concursos para preenchimento de vagas no ensino público, ofertando vagas por todo o território nacional.

Fonte: www3.pucrs.br/www.feq.unicamp.br/www.cursocerto.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal