Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Estátua da Liberdade - Página 2  Voltar

Estátua da Liberdade

Estátua da Liberdade

Se o planeta Terra tivesse uma capital, essa capital seria Nova York, a maior cidade dos Estados Unidos. Pessoas de vários lugares do mundo moram lá. São italianos, ingleses, chineses, vietnamitas, mexicanos, africanos, porto-riquenhos, japoneses, brasileiros e, claro, norte-americanos.

Olha que engraçado: o maior símbolo de Nova York veio da França! A Estátua da Liberdade foi um presente do governo francês para os Estados Unidos.

Construída há mais de um século, em 1886, a estátua serviu como símbolo para comemorar os 100 anos de independência dos Estados Unidos, que antes eram colônia da Inglaterra.

A estátua viajou da França para Nova York, toda desmontada em pedacinhos. Depois, foi colocada onde ela fica hoje, em uma ilha chamada Bedloe (também conhecida como Ilha da Liberdade).

A Estátua da Liberdade é uma mulher enorme feita de cimento. O braço direito da moça fica sempre para cima segurando uma tocha de fogo. A estátua tem uma escada por dentro. São 354 degraus (haja fôlego!) até a cabeça da mulher.

A cabeça tem uma coroa com janelinhas. Dali, dá para ver os arranha-céus de Nova York, do outro lado do rio Hudson, e a agitação da cidade, que não pára nunca.


A parte central de Nova York fica em uma ilha chamada Manhattan. É uma ilha que não tem praia, fica na beira de um grande rio chamado Hudson. Andando pelas ruas da cidade a gente ouve o povo falando inglês e mais uma porção de outras línguas. Muitas ruas não têm nome e são conhecidas por números: 5ª Avenida, Rua 53, Rua 37, 8ª Avenida.

Nova York é uma agitação só: é lugar de prédios altos e muito dinheiro, mas também de artistas e espetáculos...

Nova York é uma cidade agitada: muita gente nas calçadas, muito trânsito e muita diversão. Mas se quisermos sossego, podemos ir ao Central Park, onde os nova-iorquinos tomam sol, deitados na grama.

Os prédios de Nova York são muito altos. O Empire State, construído nos anos 20, tem 102 andares! Na década de 60 construíram prédios ainda maiores: o World Trade Center, formado por dois edifícios com 107 andares cada. As torres gêmeas, como eram conhecidas, foram destruídas no dia 11 de setembro de 2001 em um atentado terrorista, com milhares de mortos. Dois aviões foram sequestrados e arremessados contra os prédios, destruindo um dos mais conhecidos cartões postais de Nova York, e um dos maiores símbolos do poder dos EUA.

Em uma rua chamada Wall Street estão os escritórios mais importantes da cidade. São escritórios onde se fazem negócios, todos em dólares, que é o dinheiro mais valioso do mundo. Wall Street é a rua da grana!

Mas Nova York não vive só de trabalho. É também uma cidade de artistas, que moram principalmente em um bairro chamado Soho, onde ficam as galerias de arte da cidade.

Os museus de Nova York são muito ricos: o Metropolitan, o MoMA e o Guggenheim fazem ótimas exposições de artes plásticas. Além disso, Nova York é uma cidade de muitos atores e atrizes. Uma das melhores coisas para se fazer na cidade é assistir aos musicais. Uma avenida da cidade, a Broadway, tem um teatro atrás do outro, onde são exibidos musicais incríveis, grandes produções.

Nova York é conhecida como a cidade que nunca dorme. Isso é que é liberdade: não ter hora nem para ir para cama! Mas, pensando bem, será que ela não cansa?

Fonte: www.canalkids.com.br

Estátua da Liberdade

Estátua da Liberdade

Situada na Ilha da Liberdade, no Porto de Nova Iorque, a Estátua da Liberdade foi oferecida como sinal de amizade internacional pelo povo de França ao povo dos Estados Unidos e é um dos mais universais símbolos da liberdade política e da democracia; o seu nome oficial é Liberty Enlightening the World (A Liberdade Iluminando o Mundo).

Inaugurada em 28 de Outubro de 1886, a Estátua da Liberdade foi classificada como Monumento Nacional em 15 de Outubro de 1924 e restaurada para a cerimónia que assinalou o seu primeiro centenário, em 4 de Julho de 1986.

Estátua da Liberdade

As 25 janelas da coroa simbolizam jóias encontradas na terra e raios celestes brilhando sobre o mundo; os sete raios da coroa representam os sete mares e continentes do mundo; a tábua que a figura segura na mão esquerda tem a inscrição "4 de Julho de 1776".

A visita à coroa da Estátua da Liberdade pode significar uma espera de duas ou três horas na fila e requer a subida de 354 degraus (22 andares), não aconselhada a pessoas com problemas de saúde.

A plataforma de observação no topo do pedestal oferece uma vista espectacular sobre o porto de Nova Iorque e pode ser atingida subindo uma escada com 192 degraus ou de elevador.

Para os visitantes com pouco tempo, o museu no pedestal da estátua explica como o monumento foi concebido, construído e restaurado.

Actualmente, a Estátua da Liberdade está fechada ao público, mas a ilha pode ser visitada.

O único transporte para a Ilha da Liberdade são os ferries da Circle Line - Statue of Liberty Ferry, Inc.

Fonte: biztravels.net

voltar 1234avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal