Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Farmácia e Bioquímica  Voltar

Farmácia e Bioquímica

O Farmacêutico e Farmacêutico Bioquímico estuda os efeitos e as reações que os medicamentos provocam em organismos vivos.

Ele pesquisa e prepara: medicamentos, produtos higiênicos e de beleza.

Tem um campo de atuação ampla já que analisa e controla produtos industrializados para saber se estão contaminados ou não, verifica se medicamentos estão dentro do prazo de validade, realiza exames e análises laboratoriais.

As áreas de Biotecnologia e Cosmetologia estão em constante crescimento, onde o farmacêutico também é requisitado no mercado de trabalho.

Farmácia e Bioquímica - O que é

O farmacêutico-bioquímico é responsável pela pesquisa e concepção de remédios. Realiza exames em clínicas de análise e auxilia nos diagnósticos. Cuida de pacientes em casa, em clínicas e hospitais. Trabalha em farmácias orientando consumidores e manipulando medicamentos. Também elabora produtos para as indústrias de cosméticos e de alimentos.

O profissional Farmacêutico Bioquímico/Alimentos deve ter formação generalista, estar diretamente relacionado com uma formação multidisciplinar abrangente, visando desenvolver a capacidade de integrar múltiplos conhecimentos nas áreas de atuação profissional as quais envolvem conhecimentos de ciências farmacêuticas e de alimentos.

Deve ainda possuir sólidos conhecimentos em ciências básicas, espírito crítico e de pesquisa, criatividade e capacidade de conceber e operar sistemas complexos; deve somar a isso, compreensão dos problemas administrativos, econômicos, sociais e do meio ambiente, que o habilitem a trabalhar em equipes multidisciplinares.

Ser um profissional capaz de exercer plenamente sua cidadania e de respeitar o direito à vida e ao bem estar dos cidadãos que direta e indiretamente possam vir a ser atingidos pelos resultados de suas atividades.

Com isso, o profissional Farmacêutico Bioquímico de Alimentos deve estar capacitado para atuar em: tecnologia de alimentos; análise de alimentos; interpretação dos diagnósticos analíticos; pesquisa analítica e tecnológica; propor políticas e normas para alimentos; articular e integrar projetos que envolvam estudos sobre alimentos; subsidiar e assessorar empresas e órgãos públicos sobre estudos em alimentos; desempenhar cargos e funções técnicas; elaboração de pareceres, laudos e atestados, no âmbito das atribuições respectivas; formular diagnósticos através da pesquisa e elaborar e supervisionar pesquisas em nível de graduação e pós-graduação.

O Curso

O curso de farmácia tem a duração de quatro anos, o de farmácia e bioquímica de cinco. Esse curso é metade teoria, metade prática.

Nas aulas teóricas você vai ver: química, bioquímica, física química, biologia, parasitologia, microbiologia e imunologia, anatomia, entre outras.

O profissional, ao final do curso, está apto a trabalhar em todas as fases da produção e controle de qualidade dos insumos, de medicamentos e cosméticos, assim como a participar das pesquisas e desenvolvimento de novos fármacos e medicamentos alopáticos e homeopáticos.

Graças à formação multidisciplinar, o recém-formado ingressa na prática gerando e disseminando novos conhecimentos sobre drogas, fármacos, medicamentos e sistemas de cuidados farmacêuticos. Encontra-se apto a atuar em equipes multidisciplinares de saúde, promovendo vigilância farmacológica e sanitária. Está também capacitado a reorganizar e administrar instituições farmacêuticas.

O curso oferece uma grade curricular baseada principalmente nas disciplinas de biologia, física e química, que acompanham todo o desenvolvimento do curso. Disciplinas como parasitologia, microbiologia e anatomia complementam a formação básica. Aulas de toxicologia, análise e controle de qualidade, tecnologia farmacêutica e de cosméticos reforçam o aprendizado profissional. Grande parte do curso é desenvolvida em laboratórios. Algumas escolas podem oferecer uma habilitação diferenciada como Alimentos, Análises Clínicas ou Cosmetologia.

A profissão

O farmacêutico pesquisa, prepara, distribui e comercializa remédios, cosméticos e produtos de higiene pessoal. Investiga, examina e testa substâncias e princípios ativos que entram na composição de remédios e em produtos higiênicos e de perfumaria, observando as reações que provocam no organismo. Registra novas drogas e verifica se os produtos chegam ao consumidor dentro das normas e padrões sanitários. Na indústria alimentícia, controla a qualidade das matérias-primas e do produto final, estudando e estabelecendo métodos para evitar e detectar adulterações e falsificações, a fim de impedir danos à saúde pública. Em farmácias, distribui medicamentos e prepara fórmulas personalizadas. É obrigatório o registro no Conselho Regional de Farmácia.

Características que ajudam na profissão

Facilidade de lidar com números, exatidão, concentração, atenção para detalhes, interesse por questões científicas.

O profissional

O profissional em Enfermagem é especializado na recuperação e na promoção da saúde, assim com na prevenção de doenças. Trabalha em uma equipe multidisciplinar, em conjunto com médicos, administradores, auxiliares de enfermagem, psicólogos e nutricionistas, podendo atuar em todos os níveis organizacionais das instituições de saúde.

Ele cuida desde a alimentação dos pacientes, em conjunto com os nutricionistas, da higiene no local de trabalho, administração de medicação, aplicação de curativos, cuidados intensivos em UTI’s, auxilia os médicos na elaboração de diagnósticos e prescrição de medicamentos, assim como pode exercer trabalho administrativo nas instituições de saúde.

Mas, ao contrário do que pode parecer, o campo de trabalho deste profissional não se restringe apenas às clínicas e hospitais. Ele poderá atuar na área de saúde coletiva, em programas governamentais, executando atividades educativas na comunidade e todo tipo de pesquisas sociais concernentes à área de saúde.

Atividades Principais

Fazer exames químicos e microbiológicos para analisar aspectos nutricionais;
Realizar análises laboratoriais para diagnóstico de doenças;
Efetuar análises toxicológicas em animais, vegetais, alimentos ou em ambientes para detectar contaminação;
Sintetizar, analisar e conhecer as propriedades das drogas medicamentosas constituídas por espécies químicas definidas;
Produzir e realizar o controle de qualidade de cosméticos, produtos de higiene pessoal e biológicos naturais, inclusive de fermentação;
Executar análises de alimentos e controle de qualidade dos mesmos;
Realizar perícias relativas ao doping;
Controlar o uso indiscriminado de psicotrópicos;
Realizar o controle da poluição atmosférica e da água de piscinas, praias, balneários e de despejos industriais;
Atuar junto à comunidade na dispensação farmacêutica, na farmácia comunitária e hospitalar.

Competências e Habilidades

Atenção farmacêutica individual e coletiva na área de alimentos.
Avaliação das interações alimento/medicamento.
Avaliação toxicológica de alimentos.
Avaliação do valor nutricional dos alimentos.
Desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de alimentos
Identificar e avaliar as reações bioquímicas e físico-químicas durante o processamento de alimentos.
Planejamento e gestão de serviços na área de alimentos.
Realização e interpretação de análises de alimentos.
Realizar o controle microbiológico na industria de alimentos, identificando os pontos críticos nas diferentes fases do processamento.

Farmácia e Bioquímica - O que faz

Estuda os medicamentos e as reações que provocam nos organismos. Trabalha em todas as fases da produção de medicamentos e cosméticos; pesquisa e desenvolve novos remédios, trabalhando com médicos e biomédicos. Atua também em farmácias de manipulação, preparando receitas especiais solicitadas por profissionais da área de saúde e veterinários. Acompanha ainda a industrialização de alimentos, testando e controlando sua qualidade nutritiva.

O Farmacêutico

Faz a manipulação dos insumos farmacêuticos, como medição, pesagem e mistura, utilizando instrumentos especiais e fórmulas químicas, para atender a produção de remédios, produtos higiênicos, cosméticos, vacinas, soros e outros.
Atua na industrialização de alimentos (exames químicos e microbiológicos) testando e controlando sua qualidade nutritiva.
Realiza testes laboratoriais (sangue, urina, fezes, saliva e outros) para o diagnóstico de doenças. (Análises Clínicas).
Faz exames em substâncias humanas, animais e vegetais, alimentos ou em ambientes, para detectar a contaminação por agentes tóxicos como drogas, medicamentos ou substâncias químicas em geral. (Análises Toxicológicas).
Controla remédios entorpecentes e produtos equiparados, anotando sua venda em mapas, guias e livros, para atender os dispositivos legais.
Faz a manipulação de receitas determinadas por médicos, veterinários ou dentistas.

Áreas de atuação

Pode atuar em farmácias comerciais, Hospitais ou em serviços de saúde; Indústrias de alimentos, Indústria de cosméticos, Indústrias de produtos higiênicos e em Laboratórios de análises clínicas ou toxicológicas.

A tendência é de aumento no número de profissionais nas farmácias em geral e de manipulação. Atuam em clínicas e laboratórios de análise na detecção de doenças. Acompanham pacientes em tratamento e auxiliam equipes médicas. Realizam exames de paternidade em laboratórios de genética e biologia molecular.

Pesquisam novas drogas e atestam suas qualidades. Atuam na vigilância sanitária. Podem lecionar e realizar pesquisas em cursos de pós-graduação.

Mercado de Trabalho

O farmacêutico é um profissional da Saúde, porquanto lhe cabe executar todas as atividades inerentes ao âmbito profissional farmacêutico, de modo a contribuir para a salvaguarda da saúde pública e, ainda, todas as ações de educação dirigidas à comunidade na promoção da saúde.

O futuro profissional farmacêutico tem possibilidades de atuar em mais de 70 áreas estabelecidas pelo Conselho Federal de Farmácia; dentre elas, destacam-se drogarias, farmácias de manipulação, farmácias homeopáticas, farmácias hospitalares, indústria farmacêutica, vigilância sanitária estadual e federal, biotecnologia e cosmetologia, absorvendo grande parte dos profissionais colocados no mercado.

Regulamentação

Decreto 85878 de 07/04/1981. Necessita do registro no Conselho Regional de Farmácia (CRF) para exercer a profissão.

Duração média do curso: 04 anos.

Farmácia e Bioquímica - Profissão

É a área científica que estuda as composições químico-físicas e o processo de produção dos medicamentos, cosméticos e alimentos industrializados.

Esse profissional está habilitado para pesquisar e preparar fármacos, cosméticos, produtos de higiene íntima e para supervisionar a produção de alimentos. Ele também trabalha na busca por novos elementos que possam ter atuação terapêutica nos organismos.

Também é da responsabilidade desse profissional fiscalizar a comercialização das drogas, inspecionando as condições sanitárias básicas para o seu armazenamento em depósitos, o controle de venda de produtos limitados para usos restrito, os remédios controlados, e o cumprimento das normas legislativas na transação comercial desses produtos. A presença do farmacêutico é obrigatória nas farmácias, para melhor orientar a venda de remédios.

O profissional de farmácia é responsável pelas fórmulas de xampus, sabonetes, remédios, loções, hidratantes, protetores solares, batons, pós, talcos, cremes faciais, cremes bronzeadores e todo o tipo de produtos, de uso externo ou interno, que possam ser consumidos pelo homem.

O bioquímico se responsabiliza por procedimentos de laboratório e análises clínicas, garantindo a integridade de amostras de sangue e fluidos corporais em geral. Realiza testes toxicológicos, de gravidez, e toda sorte de exames clínicos que auxiliam no diagnóstico de problemas orgânicos.

Tipos de Curso

a) Nível Superior

Bacharelado

Duração média de 4 anos em período integral, com estágio obrigatório, sendo que algumas escolas exigem, também, a apresentação de um trabalho de conclusão de curso(TCC). O currículo é composto por disciplinas da área de ciências biológicas como bioquímica, citologia, microbiologia, histologia, e anatomia, mas também inclui disciplinas como procedimentos laboratoriais, psicologia, sociologia e administração. Parte do curso é dedicada a atividades práticas quando o aluno passa a atender pacientes na enfermaria.

b) Nível Superior

Tecnológico

Duração média de 2 a 3 anos. Existem diversos cursos na área de saúde que podem formar um profissional apto para o trabalho com medicamentos e análises clínicas como Bioprocessos, Biotecnologia, Citotecnologia ou Laboratorista para Análises Clínicas. Os currículos variam conforme a vocação do curso.

c) Nível Médio

Curso Técnico

O Técnico em Bioquímica executa o controle de qualidade química e microbiológica de matérias-primas e de produtos alimentícios e inspeciona os produtos para comercialização. Participa da implantação e controle de processos tecnológicos nas fabricas, controlando sua qualidade. Executa análises bioquímicas e microbiológicas em amostras biológicas, desde seu recebimento até sua avaliação e a liberação dos resultados. Não é permitido para o técnico a emissão de laudos ou diagnósticos. Já o técnico em farmácia, trabalha como auxiliar do farmacêutico, atua no recebimento, triagem e armazenamento de produtos. Realiza conferência e aviamento de receitas, orienta pacientes na utilização dos medicamentos; auxilia no preparo de soluções químicas e no controle de qualidade de matérias-primas e de equipamentos; opera sistemas de cadastramento de clientes e de fornecedores e documenta procedimentos farmacêuticos; zela pela limpeza de instrumentos e do ambiente de trabalho.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho é estável para o farmacêutico, que tem garantido por lei a presença obrigatória em farmácias. Seus serviços também são necessários em empresas de controle sanitário, indústria farmacêutica e de alimentos. Mas é na cosmetologia e na produção de produtos dietéticos que o mercado de trabalho tem percebido maior aquecimento.

A popularização dos preços dos cosméticos fez explodir esse mercado consumidor, multiplicando o número de empresas no ramo da produção e comercialização de cosméticos. Isso auxiliou na melhoria do mercado de trabalho para o farmacêutico.

O bioquímico, por sua vez, enfrenta um pouco mais de dificuldades, pois compete pelos postos de trabalhos em laboratórios de análises clínicas com os farmacêuticos. No entanto, o crescimento da cultura diagnóstica fez expandir o número de exames laboratoriais da cesta básica de saúde, melhorando o cenário de empregos para o profissional bioquímico.

Ofertas de Emprego

As melhores oportunidades de trabalho estão nos centros mais populosos, como regiões metropolitanas e cidades do entorno. No entanto, não há cidade no país sem uma farmácia ou um hospital, o que amplia esse mercado para diversas regiões.

As cidades interioranas de médio e grande porte são boas empregadoras no setor de análises clínicas, já os centros industriais como São Paulo e Rio de Janeiro oferecem, além da possibilidade do trabalho em farmácias e laboratórios, a vertente industrial da profissão.

Existe uma tendência recente de hospitais e planos de saúde contratarem farmacêuticos para seus quadros funcionais, de forma que existe a possibilidade de colocação nessas empresas. O magistério é outra opção para quem cursou programas de pós-graduação.

Fonte: www.cca.ufsc.br/www.cfh.ufsc.br/www.cursocerto.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal