Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Lei Da Gravitação Universal  Voltar

LEI DA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL

 LEI DA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL

Tycho Brahe (1546 - 1601)

 LEI DA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL

Pelo princípio da inércia, sabemos que um objeto em movimento, sobre o qual não esteja aplicada qualquer força, continua a se mover em linha reta com velocidade constante.

O fato de os planetas não se moverem em linha reta, mas percorrerem uma órbita fechada ao redor do Sol, indica que sobre eles age uma força. O mesmo se pode dizer dos satélites que giram em torno dos planetas, como é o caso da Lua. Sobre ela deve agir uma força que encurva continuamente sua trajetória.

Já sabemos que essa força é a atração gravitacional da Terra. A lua se comporta como se fosse um enorme projétil disparado horizontalmente a 380 000 km da Terra. Reconhecer que a Lua se mantém em sua órbita graças à mesma força que faz uma pedra cair na superfície da Terra representou um passo enorme na história do pensamento cientifico. Foi a partir desse reconhecimento intuitivo que Newton pôde encontrar os caminhos para descobrir a lei da gravitação universal.

Em essência, essa lei afirma que dois corpos quaisquer (por exemplo, a Terra e a Lua, ou uma maçã e a Terra) se atraem com uma força que depende de suas massas e da distância que os separa. A força é tanto mais intensa quanto maiores forem as massas em jogo, e diminui quando os dois corpos se afastam.

Fonte: www.saladefisica.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal