Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Fitoterápicos: Crajirú  Voltar

Fitoterápicos: Crajirú

Arrabidea chica

Família: Bignoniaceae
Parte utilizada: Folhas (Infusão)

Fitoterápicos: Crajirú

O Crajiru é um arbusto com aspecto de cipó; quando cultivado perto de uma outra árvore, cresce como trepadeira. Folha verde escuro, não possui cheiro, porém, quando cortada ou machucada libera uma tintura de cor avermelhada. Encontrada em quintais e utilizada na medicina caseira e na tintura. O Crajiru também é chamado de Cajuru, Paripari, Piranga, Chica, Pariri, Cipó-Cruz e Carajurú.

Propriedades Funcionais

O Crajiru possui ação antiinflamatória, antitumoral e antianêmica (folhas secas), adstringente e afrodisíaca. É regulador do sistema digestivo (estômago, fígado e intestinos), cólicas intestinais, diarréias, disenterias, colites. Usado em banhos vaginais para leucorréias.

Fonte: www.kampodeervas.com.br

Fitoterápicos: Crajirú

CIPÓ CRUZ

Arrabidaea chica

Fitoterápicos: Crajirú

Descrição

Planta da família das Bignoniaceae, também conhecida como cajuru, carajirú, crajirú, carajunú, carajurú, crajurú, chica, china, cipó-pau, coá-piranga, cuica, guajurú, guajuru-piranga, guarajuru, cajuru, cajuru-piranga, piranga, parirí, paripari.

Parte utilizada

Folhas, flores.

Princípios Ativos

Ácido anísico, alcalóides, bixina, carajurina, carajurone (pigmentos flavônicos), cianocobalamina, cumarinas, 3-deoxiantociianidina, ferro assimilável, flavonóides, genipina, pseudoindicanas, quinonas, saponinas, taninos, triterpenos.

Propriedades medicinais

Adstringente, afrodisíaca, antianêmica, antidiabética, antidiarréica, antidisentérica, antileucêmica, antiinflamatória, cicatrizante, desinfetante, emoliente, expectorante, fortificante.

Indicações

Afecção da pele de um modo geral, albuminúria, anemia, cólica intestinal, conjuntivite, diarréia, diarréias sanguíneas, enterocolite, feridas, hemorragias, inflamação uterina, icterícia, impingens, inflamações (uterinas e ovarianas), lavagem de feridas, leucemia.

Modo de usar

Infusão das folhas

Cólicas intestinais, diarréia, enterocolites, inflamações uterinas, leucemia, icterícia, anemia, albuminúria;

Infusão ou pomada das folhas para uso local

Afecções da pele de um modo geral, impingens e na lavagem de feridas; ção de 4 folhas em meio copo de água: adstringente (diarréias, anemia, leucemia, inflamações uterinas, hemorragias).

Fonte: www.plantasquecuram.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal