Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Framboesa - Página 6  Voltar

Framboesa

Nome científico

Rubus idaeus

Família

Rosáceas

Nome comum

Framboesa, framboeseira, frambueso (espanhol), raspberry (inglês)

Origem

Centro e Norte da Europa e parte da Ásia.

Descrição e característica da planta

A framboeseira é uma planta arbustiva, caule ereto, ramos armados de acúleos (acúleos – são espinhos facilmente destacáveis, semelhante aos da roseira), folhas compostas de 3 a 5 folíolos, flores brancas. Os ramos são conduzidos em suportes de arames, colocados a 0,60, 1,10 e 1,70 metro do solo, sistema esse conhecido como espaldeira.

Esse sistema melhora a condução das plantas, o arejamento e a incidência da luz solar nas diferentes partes das plantas, facilita os tratos culturais, as pulverizações para o controle de pragas e doenças e principalmente a colheita de frutos. Os frutos maduros são aromáticos, adocicados, comestíveis, de coloração rosa-vermelha ou, raramente, variedades com produção de frutos com cores brancas, amarelas ou roxas.

O que denominamos de fruto, é um agregado de 75 a 80 pequenos gomos, onde cada gomo constitui um fruto verdadeiro. A época da colheita é em dezembro a início de janeiro, nas condições brasileiras. Após cada colheita, todos os ramos que produziram devem ser eliminados através de poda, porque a frutificação ocorre nos ramos formados no ano.

A eliminação de excesso de ramos, dos vigorosos que crescem na vertical (ramos ladrões), dos ramos secos e doentes, durante o desenvolvimento vegetativo, é fundamental para manter o seu vigor e boa produtividade. A planta se desenvolve e frutifica bem em clima frio a ameno, solos ricos em matéria orgânica e com boa fertilidade e disponibilidade de água durante o desenvolvimento vegetativo e frutificação. Existe grande variação na exigência de frio entre as variedades para que ocorra a frutificação.

A propagação é feita através do enraizamento de estacas de brotações formadas a partir das raízes e dos ramos. As variedades mais recomendadas para as condições brasileiras são Heritage, September e Berkely.

Framboesa

Produção e produtividade

A produtividade normal é de 2 a 5 toneladas de frutos por hectare. Cada hectare tem uma área de 10.000 metros quadrados. Uma planta bem formada e conduzida adequadamente pode produzir 0,8 quilo por ano. No Brasil, a framboesa é produzida nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais, mas ainda em pequena quantidade.

Utilidade: os frutos são consumidos ao natural ou preparados na forma de polpa congelada, sucos, geléias, xaropes e licores.

Classificação científica

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Rosales
Género: Rubus
Espécie: R. idaeus
Nome binomial: Rubus idaeus

A framboesa (Rubus idaeus) é freqüentemente confundida com a amora (Rubus sp). Seu sabor suave e adocicado é utilizado para diversas finalidades.

Diferentemente da amora, a framboesa possui seu fruto oco e, além disso, seu cultivo é mais delicado. É necessário que a planta seja submetida a pelo menos 700 horas por ano a temperatura inferior a 7 ºC.

Framboesa

Cultivo

A framboesa, por possuir grande capacidade de propagação, a cada três ou quatro anos, as touceiras precisam ser desmanchadas e as mudas transplantadas em outro local, para que a concorrência entre os ramos não afete a produção. Os frutos começam a aparecer um ano e meio após as mudas serem levadas para o local definitivo.

Após a época de frutificação, deve-se fazer o desbaste das plantas, retirando-se todos os galhos que produziram. O desponte (poda verde) deve ser feito quando as plantas atingirem entre 1,10 m e 1,20 m de altura.

A framboesa também se caracteriza por ser um pouco mais rasteira que a amora. Mesmo assim, não se recomenda a formação de parreiras, já que ela só produz nas extremidades do ramo. Deixá-la crescer no canteiro, desde que obedecidas as indicações de poda e desbaste, é a melhor solução para se obterem mais frutos. Outra recomendação importante para manter regular a produção é não deixar mais de 5 a 7 hastes por planta. Desse modo, conseguem-se frutos de maior tamanho.

Se o pH do solo estiver em torno de 5,0 a 5,5, não é necessário o uso de calcário. Abaixo disso, aplica-se o produto para corrigir sua acidez. Solos férteis também dispensam adubação química. Já para os mais fracos, recomenda-se o uso de 25 gramas de adubo à base de 10-20-10 (NPK), para cada metro quadrado de área plantada.

Framboesa

Valor nutricional

Cada 100 gramas de framboesa (Rubus idaeus) contém:

Calorias 57 kcal
Proteínas 1 g
Gorduras 0,2 g
Vitamina A 130 U.l.
Vitamina B1 (Tiamina) 25 mcg
Vitamina B5 (Niacina) 0,45 mg
Vitamina C (Ácido ascórbico) 28 mg
Cálcio 35 mg
Fósforo 30 mg
Ferro 1,5 mg

Fonte: www.frutas.radar-rs.com.br

 

Framboesa

 

Framboesa

A framboesa é uma fruta da framboeseira (Rubus idaeus L.) que pertence à família das Rosáceas, planta originária do centro e norte da Europa e de parte da Ásia. No Brasil a cultura da framboesa foi introduzida na região de Campos do Jordão (SP) e hoje os principais estados produtores são Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

A safra da framboesa vai de outubro a janeiro. É uma fruta que se adapta em regiões de clima frio, tem sabor doce e suave e tamanho que raramente ultrapassa 20 milímetros. É formada por pequenos gomos e sua coloração varia de amarelo ao vermelho e preto.

A framboesa é bastante confundida com a amora. Uma das diferenças entre elas é que a framboesa é um fruto de centro oco enquanto a amora é um fruto com polpa homogênea.

A framboesa tem sido bastante difundida na industrialização de polpa congelada, sucos, iogurtes, sorvetes, gelatinas e geléias. Também é muito apreciada ao natural.

Propriedades

A framboesa é rica em sais minerais como ferro, fósforo e cálcio, e vitaminas A, C, B1 (tiamina) e B5 (niacina). Cada 100 gramas possui aproximadamente 4 gramas de fibra. É considerada uma fruta funcional, ou seja, além das funções nutricionais básicas produz efeitos metabólicos e fisiológicos com benéficos à saúde.

A framboesa é uma potente arma contra os radicais livres - vilões do corpo, responsáveis pelo envelhecimento celular- por conter grande quantidade de antioxidante e ter efeito protetor para o sistema imunológico e prevenir o câncer.

Tem propriedades laxativas, diuréticas e antiescorbúticas, sendo usada no tratamento do fígado e vesícula biliar. As folhas são popularmente usadas em quadros de diarréias, cólicas intestinais infantis, inflamação da gengiva e da garganta, desordens da menstruação, feridas, inflamação dos olhos, eczemas e erisipelas.

Outros estudos mostram a potencialidade da framboesa no combate à osteoporose e como tônico muscular durante a realização de práticas esportivas.

Receitas

Suco de framboesa para combater a TPM (tensão pré-menstrual)

Ingredientes

20 framboesas picadas
1/2 gengibre sem casca picado
5 ameixas
2 colheres de açúcar ou mel

Preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador e depois sirva-se. Se desejar, servir com pedras de gelo.

Geléia de framboesa

Ingredientes

½ kg de framboesas

1 colher de chá de suco de limão

200 gr de açúcar

Preparo

Coloque as framboesas em uma panela e amasse-as levemente com a ajuda de um garfo. Adicione o açúcar e o suco de limão, misture e leve ao fogo. Assim que ferver, abaixe o fogo e cozinhe até obter a textura desejada, fazendo um teste de vez em quando em um prato para verificar a textura porque ao esfriar a geléia irá ficar mais espessa. Coloque em vidros e guarde na geladeira.

Audicéia F. Januário

Fonte: www.ceasacampinas.com.br

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal