Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Arco do Triunfo  Voltar

Arco do Triunfo

 

Marco das conquistas do exército de Napoleão Bonaparte, o Arco do Triunfo é uma das preciosidades arquitetônicas e históricas mais visitadas do mundo. No coração de Paris, ele é ponto de partida das cerimônias mais importantes que ocorrem na França.

Empolgado após uma esmagadora vitória, o imperador francês Napoleão Bonaparte (1769-1821) prometeu: “vocês voltarão sob arcos triunfais”. Essa frase, dita por Napoleão aos seus soldados em 1805, foi a chave para a construção de um dos cartões-postais de Paris.

Napoleão proferiu essas palavras logo depois da vitória do exército da França sobre as tropas aliadas de Rússia e Áustria na Batalha de Austerlitz – na época uma cidade da Moravia e que hoje s chama Slavkov, no sul da República Tcheca.

Ainda que motivada por razões não muito nobres, e com um ligeiro atraso, a promessa foi cumprida: a primeira pedra do Arco do Triunfo foi colocada em 15 de agosto de 1806, mas problemas com o projeto do arquiteto encarregado, Jean Chalgrin, fizeram com que a obra terminasse apenas em 1836, depois de 15 anos da morte do imperador.

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo

Charme e glamour

O Arco do Triunfo, cujo projeto foi inspirado em arcos da Roma Antiga, localiza-se no topo da Champs-Elysées, uma das avenidas mais bonitas e glamourosas do mundo.

Em seu interior, maquetes, documentos e desenhos de sua construção estão guardados em um museu. No topo do arco há um terraço, de onde se obtém uma vista mais do que privilegiada de Paris.

Homenagem

Abaixo do Arco encontra-se o Túmulo do Soldado Desconhecido, um símbolo para homenagear as pessoas que são mortas em uma guerra.

Ufanismo

Os relevos espalhados pelo Arco são de incrível habilidade artística e captam fatos das vitórias francesas em guerras.

Localização: Paris, França

Altura: 50 metros

Fonte: www.soarquitetura.com.br

Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo foi construído por Napoleão Bonaparte em 1836. O monumento é uma homenagem ao Exército Francês e ao próprio Napoleão. Em 1921, foi inaugurada lá a tumba ao soldado desconhecido morto na Primeira Guerra, para lembrar os 1,5 milhões de soldados mortos no conflito.

Desde 1923, todos os dias às 18h20, mesmo durante a Segunda Guerra, a Chama da Lembrança é reacesa. Mais de 800 associações de veteranos cuidam dessas cerimônias.

Arco do Triunfo

Com 49 metros de altura, o Arco do Triunfo é o segundo maior arco do mundo, só perdendo - e por pouco - para um na Coréia do Norte. Do Arco, saem 12 avenidas. Um museu anexo conta a história do monumento.

Fonte: www.portaldointercambio.com.br

Arco do Triunfo

No topo dos Champs Élysées, o Arc de Triomphe de l'Étoile é o símbolo mais famoso da história nacional francesa, estando decorado em todas as faces com grupos de figuras esculpidas; a Partida dos Voluntários, virada para os Champs Élysées, parece convidar a entrar.

Arco do Triunfo

No terraço, mais de 50 metros acima do solo, os visitantes obtêm uma vista ímpar sobre os telhados de Paris, e uma oportunidade de apreciar as famosas perspectivas concebidas pelos planeadores da cidade, incluindo o famoso barão Haussmann.

Iniciado em 1806, por ordem de Napoleão, em honra dos exércitos franceses, e completado 30 anos depois, no reinado de Luís Filipe, o Arco do Triunfo é tanto um repositório de memórias como um símbolo.

Arco do Triunfo

Ninguém pode ficar indiferente perante esta catedral republicana que desafiou todos os conflitos políticos subsequentes.

Com a sua majestosa arquitectura, evocativa dos arcos triunfais da antiguidade, esteve presente quando as cinzas do Imperador foram levadas para Paris, em 1849, no funeral de Victor Hugo, em 1885, e nas marchas dos exércitos vitoriosos, em 1919 e 1944.

Ao fim da tarde, depois de ter assistido à comovente cerimónia do acender da chama no túmulo ao soldado desconhecido que repousa sob o arco desde 1921, pode subir ao terraço e admirar o pôr do Sol, enquanto as luzes de Paris começam a acender.

Fonte: biztravels.net

Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo, maior arco triunfal do mundo - medindo 50 metros de altura e 45 metros de largura - fica na parte oeste da famosa Champs-Élysées, em Paris. Napoleão Bonaparte encomendou o monumento em 1806 para homenagear suas próprias vitórias militares, mas o trabalho de construção desacelerou quando seus exércitos começaram a sofrer derrotas e o arco não foi terminado até 1836.

O monumento domina a Praça Charles de Gaulle, que era conhecida como Place de l'Étoile (do francês "praça da estrela") em razão de seu formato de estrela. O barão Georges-Eugène Haussmann adicionou sete novas ruas às cinco que já iam ao encontro do arco como parte da renovação feita em Paris no século 19. Radiando do arco, as 12 avenidas se espalham para todas as esquinas de Paris.

Arco do Triunfo

Seus nomes celebram vitórias napoleônicas, um tema mantido no arco em si. As quatro fachadas do arco são esculpidas em alto-relevo com cenas militares, sendo, a mais famosa A partida dos voluntários de 1792, de Rude (também chamada de A Marselhesa). Ela exibe uma figura da pátria-mãe com asas, pedindo para que os voluntários lutem pela nação. Outros painéis ilustram a conquista de Alexandria, a Batalha de Austerlitz e outros momentos de vitória.

No arco, pode-se contemplar momentos de glória como a volta triunfal para Paris do general Charles de Gaulle em 1944 e derrotas que ainda ferem o orgulho francês, como os prussianos marchando sob o arco em 1871 e os nazistas em 1940. Hoje, na base do arco fica o túmulo do Soldado Desconhecido Francês, em que uma chama eterna é acesa todas as noites.

Infelizmente, os visitantes podem ir antes do tempo para suas próprias sepulturas se decidirem cruzar o trânsito maluco de Paris que borbulha em volta do arco. Os carros se movem como em um turbilhão e giram ao redor da Praça Charles de Gaulle como se estivessem sendo carregados por um redemoinho. A característica menos notória do arco é a mais importante agora: uma passagem para pedestres, embaixo da rua, que leva à base do arco.

Fonte: viagem.hsw.uol.com.br

Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo, também chamado Arche de l’’Etoile, um monumento ao império de Napoleão, está situado no ponto mais elevado dos Campos Elíseos, Paris, capital francesa.

Arco do Triunfo

Foi um projecto de Jean-François-Thérèse Chalgrin em 1806 e inaugurado em 1836.

É o maior de todos os arcos de triunfo, sendo muito maior do que o modelo do arco de Tito em Roma.

É considerado a obra-prima da arquitectura neoclássica, porque por um lado é semelhante às formas antigas e por outro lado, porque é bastante grandioso.

Arco do Triunfo

O nome Etoile sucede ao facto de se situar no cruzamento de várias avenidas em forma de estrela, ocupando assim, pelo seu tamanho o centro constituído pelos Campos Elíseos.

O arco é composto por quatro grandes pilares que facilita a passagem entre as duas maiores entradas da frente e duas laterais mais pequenas que também servem como entrada.

Os pilares apresentam cada um ao centro uma escultura.

Termina com acabamento maciço e decorado com cenas das grandes batalhas de Napoleão imortalizadas com o nome de cada uma delas.

Todo o conjunto está decorado com magníficas coroas.

Fonte: frances3c.cvg.com.pt

Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo, situado na Praça Charles de Gaulle, no final do Champs-Elysées em Paris, foi planejado por Napoleão para sua entrada triunfante em Paris em 1810. Infelizmente, o arco, com 50 metros, não foi terminado até 1836.

O Arco do Triunfo é coberto com esculturas em relevo de cenas da história da Franca.

O relevo mais famoso é o chamado "Partida dos Voluntários de 1792" porém mais conhecido como A Marselhesa, esculpido por François Rude, representando a Pátria-mãe com as asas abertas estendidas chamando voluntários para lutar pela França.

Arco do Triunfo

Fonte: monumentos.vilabol.uol.com.br

Arco do Triunfo

Considerado o mais famoso símbolo da história nacional francesa, o Arco do Triunfo ou L’Arc de Triomphe, como dizem os franceses, é um monumento erigido na cidade de Paris para celebrar as vitórias militares de Napoleão Bonaparte. Contrariamente ao que alguns possam pensar, ele não é único. Existem vários espalhados pelo mundo, sempre criados para eterniza as conquistas. É uma tradição antiga que remonta ao Império Romano.

O Arco francês teve sua construção iniciada em 1806, por mando de Napoleão e em honra dos exércitos franceses. Sua conclusão se deu somente 30 anos depois, no reinado de Luís Filipe. É considerado o maior arco triunfal do mundo, tendo 50 metros de altura e 44 de largura.

Em suas paredes estão gravados os nomes de 128 batalhas e 558 generais e sob ele fica o Túmulo do Soldado Desconhecido. Se localiza na praça Charles de Gaulle, ponto onde termina a mais famosa avenida parisiense, a Champs-Élysées.

Como muitas outras construções, o Arco é mais bonito à noite do que durante o dia. Beleza que é fruto da iluminação artificial que hoje dispomos e que não existia no passado. Aí ao lado ele aparece em uma bela foto tirada no período das festas de final de ano, estando seus arredores especialmente enfeitados e iluminados.

Arco do Triunfo

À luz do dia, em imagem produzida a partir de uma posição similar à anterior, é possível notar detalhes pouco visíveis à noite. Por exemplo, a existência de um terraço, mais de 50 metros acima do solo, onde os visitantes podem ter uma vista ímpar dos telhados de Paris.

Arco do Triunfo

Esta fotografia aérea real, obtida de altitude ignorada, evidencia a imponência do arco na paisagem circundante e a quantidade de vias públicas que desembocam na praça Charles de Gaulle.

Arco do Triunfo

Toda a construção é rica em detalhes arquitetônicos e decorada em todas as faces com grupos de figuras esculpidas. Ao lado vê-se uma escultura alusiva aos guerreiros e as batalhas. Ela faz parte de uma das colunas.

Arco do Triunfo

Esta imagem é uma perspectiva artística da topografia das imediações feita a partir de uma foto de satélite. Ela apresenta um simulacro da visão que uma pessoa teria do Arco a uma altitude de 870 metros.

Arco do Triunfo

Para terminar uma foto de grande beleza do Arco do Triunfo no lusco fusco. Fácil de fazer...para quem sabe!

Arco do Triunfo

Fonte: falandofotos.blogspot.com

Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo foi construído por Napoleão Bonaparte em 1836. O monumento é uma homenagem ao Exército Francês e ao próprio Napoleão. Em 1921, foi inaugurada lá a tumba ao soldado desconhecido morto na Primeira Guerra, para lembrar os 1,5 milhões de soldados mortos no conflito. Desde 1923, todos os dias às 18h20, mesmo durante a Segunda Guerra, a Chama da Lembrança é reacesa. Mais de 800 associações de veteranos cuidam dessas cerimônias.

Com 49 metros de altura, o Arco do Triunfo é o segundo maior arco do mundo, só perdendo - e por pouco - para um na Coréia do Norte. Do Arco, saem 12 avenidas. Um museu anexo conta a história do monumento.

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo

Fonte: ezerberus.multiply.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal