Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Gabiroba - Página 4  Voltar

Gabiroba

Nome científico: Campomanesia xanthocarpa
Família: Mirtáceas
Nome comum: gabiroba, gabirobeira, guabiroba, guabiroba-da-mata
Origem: Brasil

Gabiroba

Descrição e característica da planta

Gabiroba, palavra de origem Guarani, que significa “árvore de casca amarga”.

Gabiroba-do-cerrado

A gabiroba era uma das plantas mais comum nos cerrados das regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. No entanto, nos últimos cinqüenta anos, quase todo o cerrado foi destruído para o plantio principalmente de soja, milho e implantação de pastagens. Hoje, ainda é possível encontrar a gabiroba nas poucas matas de cerrado remanescentes.

Ela tem o porte arbustivo que varia de 0,20 a 1,50 metro de altura, suas folhas diferem no tamanho e na consistência e os frutos também diferem no tamanho, na cor da casca (verde-clara a amarela), quando maduros, na quantidade de líquido e na doçura. Gabiroba-da-mata – a árvore pode atingir 15 metros de altura e é encontrada mais nos pomares caseiros e principalmente nas matas da bacia dos rios dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ela pode ser encontrada também no Uruguai, na Argentina e no Paraguai.

A gabiroba é uma planta perene (sobrevive por vários anos), flor hermafrodita (tem os dois sexos na mesma flor) e autofértil (ocorre a fecundação do órgão feminino pelo pólen da mesma flor ou planta). As folhas são inteiras, bordas lisas, dependendo da variedade a superfície pode ser lisa ou áspera, e a cor pode ser verde-clara a verde-escura. As flores são de coloração branca a creme-esbranquiçada.

Os frutos arredondados são produzidos em grande quantidade e a época de maturação, dependendo de regiões, de outubro a dezembro. Os frutos maduros têm um curto período para serem aproveitados (5 a 7 dias), porque passa do ponto, como ocorre com as jabuticabas.

A gabiroba-do-cerrado é pouco exigente em fertilidade de solo, muito rústica e se desenvolve em qualquer local do cerrado, menos em áreas alagadas. A propagação é por sementes.

Produção e produtividade

O florescimento ocorre de setembro a novembro e a maturação dos frutos de outubro a dezembro. A quantidade produzida depende do tamanho das plantas e de populações. Não existem dados de produtividade porque não existem plantações comerciais de gabiroba.

Utilidade

Os frutos maduros são mais consumidos ao natural e são deliciosos, suculentos, doces, de suave aroma agradável e contêm numerosas sementes. Podem ser aproveitados no preparo de sorvetes, sucos, doces e no preparo de um saboroso licor.

Fonte: globoruraltv.globo.com

Gabiroba

Gabiroba

A gabiroba, guabiroba ou guavira é o fruto produzido pela gabirobeira, um arbusto silvestre que cresce nos campos e pastagens do cerrado brasileiro.

É um fruto arredondado, de coloração verde-amarelada, com polpa esverdeada, suculenta, envolvendo diversas sementes muito parecido com uma goiabinha. Ela pode ser consumida ao natural ou na forma de sucos, doces e sorvetes e ainda serve para fazer um apreciado licor.

Ocorrência

A gabiroba é uma planta nativa do Brasil, sendo muito encontrada nos cerrados das regiões sul, Sudeste e Centro-Oeste. Sendo disseminada para outros países da América do Sul, é muito encontrada na Argentina e Uruguai.

No sul do Brasil, na região norte e oeste do Paraná além da variedade de cerrado, dissemina-se também a variedade arbórea que alcança vários metros de altura, produzindo frutos com sabor e aparência da variedade de campo, porém quando maduros apresentam a cor amarela.

Cultivo

A gabirobeira vive em clima tropical quente, com baixo índice pluviométrico. Devendo estar sempre exposta ao sol. A propagação se dá através de sementes, que devem ser semeadas logo após a extração do fruto porque perdem rapidamente a capacidade germinativa. Pode ser cultivada em canteiros. Não é exigente quanto ao solo, crescendo inclusive em terrenos pobres.

A colheita geralmente ocorre no mês de novembro. No entanto, quando é cultivada, apresenta maior preferência pelos solos do tipo vermelho-amarelo. A necessidade de água é moderada. Os frutos podem ser conservados em sacos plásticos na geladeira ou congelador.

Outras informações

Composição química

Proteínas

Carboidratos

Niacina

Sais minerais

Vitaminas do complexo B

Partes usadas

Frutos

Folhas

Brotos

Propriedades medicinais

Adstringente e antidiarréica. A infusão das folhas é relaxante para aliviar dores musculares, através de banhos de imersão

Usos na culinária

Os frutos são consumidos ao natural e usados no preparo de geléias, sucos, doces, sorvetes, pudins, licores, batidas ou curtidos na cachaça

Fonte: pt.wikipedia.org

voltar 1234567avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal