Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  6ª Semana De Gravidez  Voltar

Gravidez Semana a Semana

6ª semaNA

Gravidez Semana a Semana

6ª semana

Embrião

Agora mede entre 2 e 4mm. Nesta fase já se pode ver o coração bater através da ultra-sonografia, embora seja apenas um tubo minúsculo.

O embrião apresenta uma espécie de cauda, que o torna nada aparente com a forma humana.

Gestante

Começa a se sentir mais sonolenta e cansada. Os seios pesam e ela começa a apresentar enjôos e náuseas. Deve tomar cuidado com a alimentação tanto no que diz respeito à quantidade quanto à qualidade.

O ideal é que você consuma mais alimentos ricos em vitaminas, sais minerais e proteínas, evitando carboidratos. Produtos enlatados, doces e massas podem causar gases e queimação no estômago, sendo assim, evite-os também. Nesta fase, você vai ter desejos por alguns alimentos e repulsa por outros, chamamos isso de malácia. E o mais importante: beba muita água, pois além de hidratar o organismo, ela provoca urina excessiva que acaba por liberar toxinas do seu corpo. Bastante leite também é aconselhável. Cuide da hidratação da sua pele desde já para evitar estrias, mas nunca use cremes com ácido retinóico.

Fonte: www.tudoemcima.hpg.ig.com.br
Gravidez Semana a Semana

Gravidez Semana a Semana

O Bebê

Os primeiros batimentos cardíacos do embrião já começaram. Ele mede cerca de 2,5 mm de comprimento no início dessa semana e tem a forma de um "S". O embrião já apresenta o esboço da cabeça, coração e um tubo neural. O crescimento é muito rápido nessa fase. O cordão umbilical se forma. Os olhos e ouvidos começam a se desenvolver, bem como a boca e a língua. O coração primitivo já começou a bombear sangue e a maioria dos órgãos estão em formação. O coração e o fígado combinados possuem o mesmo volume da cabeça nesse período. Os brotos dos futuros braços e pernas começam a se formar. No final desta semana o embrião adota a forma de um "C", mede cerca de 5,0 mm e pesa em torno de 0,4 g.

Futura Mamãe

As náuseas começam a intensificar. O enjôo matinal é uma companhia para qualquer hora do dia. Você "deseja" alguns tipos de alimentos enquanto o "simples pensamento" a respeito de outros tipos de comida levam você ao banheiro. Devido a esse período ser crítico para o desenvolvimento do seu bebê evite álcool, remédios, drogas e tratamentos estéticos (permanentes, colorir os cabelos, etc.). Se você ainda não marcou, marque a sua primeira consulta pré-natal.

Múltiplos

Os enjôos matinais podem ser muito fortes em casos de gravidez múltipla. Certifique-se de ingerir bastante líquido, em pequenos bocados, principalmente se você vomita muito. Se vomita mais do que 8 vezes ao dia contate seu médico.

Quando e como contar ao mundo a respeito de sua gravidez? Você deve estar ansiosa por contar a todo mundo que está grávida. Ou você pode querer esperar um pouco e guardar segredo. Alguns pais têm receio sobre aborto e preferem nada dizer até que esse risco tenha passado. No entanto, os amigos e a família podem ser uma inestimável fonte de ajuda em caso de aborto, e você poderá estar perdendo essa oportunidade, não dividindo com eles o seu estado. Faça o que você acha mais confortável, mas faça disso um evento especial quando resolver falar.

Sinais de aborto

Toda futura mãe se preocupa com a possibilidade de abortar. Se você tiver qualquer dos sinais abaixo, contate imediatamente o seu médico: sangramento; cólicas ou dores abdominais fortes; perda de secreção de cor marrom-escuro ou coágulos de sangue. Nem toda cólica ou pequeno sangramento é sinal de aborto. Muitas mulheres sangram no início da gravidez e prosseguem para dar à luz a bebês saudáveis. Entretanto, esses são sinais e sintomas que devem ser comunicados a seu médico com presteza. Em caso de múltiplos, é possível abortar um dos bebês e continuar com o outro até o final da gravidez. Isso é denominado redução espontânea. Acontece até a 10ª semana em cerca de 20% das gestações múltiplas.

Futuro Papai

O que você pode fazer para ajudar a futura mãe com as náuseas?

1) Certos aromas podem desencadear os enjôos - café, perfumes, creme de barbear, sabonete, suor, etc. Tente mantê-la afastada desses cheiros até que o mal estar melhore.

2) Encoraje a futura mamãe a fazer uma dieta saudável rica em proteínas e carboidratos e a beber bastante líquido, especialmente, água.

3) Coloque alguns biscoitos salgados tipo "crackers" ou "pretzels" no criado mudo e peça para ela comer alguns antes de se levantar.

4) Entenda que ela pode não se sentir bem ao cozinhar, lavar pratos e roupas e outros afazeres domésticos nesse período. Você poderia ajudar muito sugerindo que ela descanse enquanto você dá uma mãozinha, fazendo o que não costuma fazer, ou arranjando alguém para fazer esses serviços (caso seja possível).

Fonte: www.clinicafgo.com.br

Gravidez Semana a Semana

2º mês lunar - 6ª semana

O tamanho do embrião é de 4mm. A medida é feita por ultrassonografia endovaginal, da cabeça ao bumbum, pois o bebê permanece encolhido em forma de “C” e não é possível medir por inteiro. Na última semana de gestação citaremos a medida total.

O coração, um minúsculo tubo, já começa a bater. O cérebro cresce.

Nesse período tem que tomar muito cuidado com seus hábitos e alimentação. Partes importantes estão se desenvolvendo e más formações podem acontecer. Coração, pulmões, fígado, intestino e rins estão se desenvolvendo. O tubo neural (parte que liga o cérebro com a coluna vertebral que está sendo delineada) se fecha. Características da face começam a aparecer.

Brotos dos membros superiores e inferiores estão em fase de formação.

A mãe pode notar que a cintura aumentou um pouco. É normal a futura mamãe se enjoar muito, não comer direito ou vomitar, podendo perder peso, mas algumas mulheres já começam a ganhar algumas gramas ou até quilo.

Enjôos ainda são freqüentes, azias e prisão de ventre podem aparecer como desejos por alguns alimentos e repulsas por outros.

Cuidados com o peso

Desde o início da gravidez é preciso muita atenção com a alimentação. É ela que garantirá o ótimo desenvolvimento e crescimento fetal. Mas boa alimentação não quer dizer “comer por dois!”.

Um ganho de peso exagerado aumenta as chances de sua gestação desenvolver complicações para você e seu bebê até durante o parto. Portanto, procure ganhar em torno de 1 a 1,5 quilo por mês.

Faça refeições balanceadas ricas em nutrientes, como cálcio, vitaminas, ferro, magnésio, iodo e zinco. Beba muito líquido, de preferência água.

Cuidados também para a mamãe que enjoa muito e chega a vomitar. Perda de peso é tão perigoso quanto exagerado ganho.

Nos dois casos, procure sempre seu médico para pedir orientações.

Fonte: www.maternidadeaflordapele.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal