Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Placenta Prévia  Voltar

Placenta prévia



A placenta prévia é a implantação da placenta no colo do útero (a parte interior do útero) ou perto do mesmo.

Dentro do útero, a placenta pode cobrir o orifício cervical de forma completa ou parcial. A placenta prévia acontece em 1 de cada 200 partos, geralmente em mulheres que tenham tido mais do que uma gravidez ou apresentem anomalias no útero, como fibromas.

O primeiro sintoma é uma hemorragia vaginal repentina e indolor nas últimas fases da gravidez, que se pode tornar abundante; o sangue pode ser de cor vermelha viva. A ecografia é útil para efeitos diagnósticos e para diferenciar uma placenta prévia de uma que se desprendeu prematuramente (abruptio placentae).

Tratamento

Se a hemorragia for abundante, podem ser necessárias várias transfusões de sangue. Se a perda de sangue for pouco importante e o nascimento não estiver iminente, normalmente recomenda-se o repouso na cama. No caso de a hemorragia se deter, pede-se à mulher que comece a caminhar. Se a hemorragia não se repetir, geralmente dá-se-lhe alta, desde que lhe seja fácil voltar de novo ao hospital no caso de ser necessário. Quase sempre se faz uma cesariana, porque, se se deixar que chegue ao parto, a placenta tem tendência para se desprender com muita antecipação e isso pode impedir o fornecimento de oxigénio ao feto. Além disso, a mãe pode sofrer uma hemorragia maciça.

Fonte: www.manualmerck.net

Placenta prévia total


Placenta Prévia

Trata-se de uma implantação anormal da placenta cobrindo totalmente o colo do útero. Ocorre principalmente em mulheres com cirurgias anteriores. A possibilidade de migração da placenta para uma localização normal é muito pouco provável. Caso haja sangramento no início da gravidez, ou em qualquer época, o repouso absoluto, é fundamental. Se não houver a migração para uma localização normal o parto via abdominal (cesariana) deve ser considerado. Há uma grande possibilidade de descolamento da placenta e hemorragia grave.

Placenta prévia parcial ou placenta baixa

Placenta prévia

Trata-se de uma implantação anormal da placenta próxima ao colo do útero. Ocorre principalmente em mulheres com cirurgias anteriores. Na maioria das vezes o crescimento do útero faz com que a placenta se afaste do colo adquirindo uma localização normal. Caso haja sangramento no início da gravidez, ou em qualquer época, o repouso, geralmente absoluto, é fundamental. Se não houver a migração para uma localização normal o parto via abdominal (cesariana) deve ser considerado.

Fonte: www.gineco.com.br

voltar 123456avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal