Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Hífen, Página 2  Voltar

Hífen



Prefixos nunca seguidos de hífen:

Prefixos Exemplos
Aero- Aerotransporte
Agro- Agroindústria
Ambi- Ambidestro
Anfi- Anfiteatro
Arterio- Artérioesclerose
Astro- Astrofísica
Audio- Audiovisual
Auri- Auricular
Bi(s)- Bicentenário
Bio- Biossocial
Bronco- Broncodilatador
Cardio- Cardiovascular
Cata- Catabiótico
Centro- Centroavante
Cis- Cisandino
De(s)- Desfazer
Di(s)- Distrofia
Ego- Egolatria
Eletro- Eletrocardiograma
Endo- Endovenoso
Estereo- Estereótipo
Filo- Filogenético
Fisio- Fisioterapia
Foto- Fotogravura
Gastro- Gastropulmonar
Geo- Geopolítico
Hemi- Hemiciclo
Hepta- Heptacampeão
Hetero- Heterossexual
Hexa- Hexacampeão
Hidro- Hidroginástica
Hipo- Hipoderme
Homo- Homossexual
Idio- Idioadaptação
Ido- Idolatria
In- Infeliz
Intro- Introjeção
Iso- Isométrico
Justa- Justapor
Labio- Labiodental
Linguo- Linguodental
Macro- Macroeconomia
Mega- Megassismo
Micro- Microcomputador
Mono- Monocultura
Morfo- Morfossintático
Moto- Motocasa
Multi- Multiangular
Neuro- Neurocirurgião
Octo- Octocampeão
Oni- Onipresente
Orto- Ortocentro
Para- Parapsicologia
Penta- Pentacampeão
Per- Perpassar
Peri- Pericentral
Pluri- Plurianual
Pneu- Pneumococo
Poli- Poliácido
Pos- (átono) Posfácio
Pre- (átono) Predeterminar
Pro (átono)- Proclítico
Psico- Psicomotor
Quadri- Quadrigêmeos
Quilo- Quilograma
Rádio- Radioterapia
Re- Refazer
Retro- Retrovisor
Rino- Rinoceronte
Sacro- Sacrossanto
Sesqui- Sesquicentenário
Socio- Sociolingüístico
Tele- Telecomando
Termo- Termodinâmico
Tetra- Tetracampeão
Trans- Transcontinental
Traqueo- Traqueotomia
Trans- Transamazônico
Tres- Tresavô
Tri- Tridimensional
Turbo- Turbomotor
Uni- Unicelular
Vaso- Vasodilatador
Xanto- Xantocéfalo
Xilo- Xilogravura
Zoo- Zootecnia

Saiba Mais

1. Travessão e hífen

Não confundir travessão com hífen: o travessão é um sinal de pontuação mais longo do que o hífen.

2. Hífen e translineação

Havendo coincidência de fim de linha com o hífen, este não se repete no início da linha seguinte: exemplo guarda-/chuva. De todo modo, evite translinear, para evitar erros.

3. "Não" como prefixo

O uso de "não" como elemento de composição de vocábulos é recente e extremamente útil e produtivo, já que podemos criar numerosíssimas oposições:

optante X não-optante

fumante X não-fumante

alfabetizado X não-alfabetizado

marxista X não-marxista

Usa-se o hífen nesse caso, pois "não" é, como dissemos, elemento de composição de vocábulo e não advérbio.

4. Hífen e "extra"

"Extra" é uma redução da forma adjetiva "extraordinário". Por essa razão, não admite hífen. Escreva-se, pois,
- horas extras
-edição extra

5. Hífen e "mirim"

"Mirim" é palavra de origem tupi, e significa "pequeno". É, pois, um adjetivo e, como tal, não admite hífen.
Exemplos:

- eleitor mirim
- prefeito mirim
- governo mirim

6. Hífen e "geral"

Emprega-se hífen quando o adjetivo "geral" entra na formação de uma palavra composta que designa cargo, função, lugar de trabalho ou órgão correspondente.
Exemplos:

- Diretoria-geral
- Secretário-geral
- Secretaria-geral
- Procurador-geral
- Procuradoria-geral

7. Hífen e "abaixo-assinado"

"Abaixo-assinado" é substantivo composto; significa petição ou requerimento coletivo.

"Abaixo assinado" (sem hífen) é adjetivo; indica cada pessoa que assina um abaixo-assinado.
Exemplos:
O abaixo-assinado foi encaminhado à Pró-Reitoria de Ensino de Graduação.

Os alunos abaixo assinados requerem a Vossa Senhoria...

8. À toa/ à-toa

- "À toa" (sem hífen) é advérbio, isto é, modifica um verbo; significa "a esmo", "ao acaso", "sem fazer nada", "inútil", "sem rumo". Andar à toa: andar sem rumo.

- "À-toa" (com hífen) é adjetivo, isto é, modifica um substantivo; significa "inútil", "desprezível", "insignificante". Sujeitinho à- toa: sujeitinho desprezível.

9. Dia a dia/ dia-a-dia

- "Dia a dia" (sem hífen) é advérbio, isto é, modifica um verbo; significa "diariamente": Ele melhora dia a dia.

- "Dia-a-dia" (com hífen) é substantivo; significa "cotidiano": O meu dia-a-dia é muito estressante.

Fonte: www.pucrs.br

HÍFEN

RELAÇÃO DOS PREFIXOS MAIS USADOS

AUTO, CONTRA, EXTRA, INFRA, INTRA, NEO, PROTO, PSEUDO, SEMI, SUPRA, ULTRA.

Estes prefixos exigem hífen quando se juntam a palavras iniciadas por vogal, h, r e s.

Exemplos: auto-análise, auto-escola, auto-estima, auto-retrato, auto-suficiente, contra-almirante, contra-ataque, contra-reforma, contra-regra, contra-senso, extra-humano, extra-oficial, extra-regimental, extra-secular, infra-estrutura, infra-renal, infra-social, intra-ocular, intra-uterino, intra-regional, intra-setorial, neo-humanista, neo-republicano, proto-história, proto-revolucionário, pseudo-herói, pseudo-revolucionário, pseudo-sábio, semi-analfabeto, semi-reta, semi-selvagem, supra-hepático, supra-renal, supra-sumo, ultra-especial, ultra-humano, ultra-realismo, ultra-romântico, ultra-sensível, ultra-som...

Exceção: "extraordinário" não leva hífen.

ANTI, ANTE, ARQUI, SOBRE

Estes prefixos devem ser ligados por hífen a palavras iniciadas por h, r ou s.

Exemplos: anti-herói, anti-higiênico, anti-rábico, anti-séptico, anti-social, ante-histórico, ante-república, ante-sala, arqui-rabino, arqui-rival, arqui-sacerdote, sobre-humano, sobre-saia, sobre-ser, sobre-sinal...

INTER, HIPER, SUPER

Estes prefixos só exigem hífen quando se juntam a palavras que começam por h e r.

Exemplos: inter-humano, inter-regional, hiper-raivoso, hiper-hidrose, super-homem, super-rápido, super-requintado...

SUB

Este prefixo só exige hífen quando se associa a palavra que começa por b ou r.

Exemplos: sub-base, sub-bibliotecário, sub-região, sub-ramo, sub-reino.

ATENÇÃO PARA: bi, tri, tetra, penta, hexa...

Palavras com estes elementos não devem levar hifen.

Exemplos: bicampeão, bimensal, bimestral, bienal, tridimensional, trimestral, triênio, tetracampeão, tetraplégico, pentacampeão, pentágono...

Também não se deve usar o hífen após os elementos "hidro, socio, micro, macro, multi, mini, mega e tele". Estes elementos sempre se juntam sem hífen à palavra agregada. Se esta começar com "r" ou com "s", teremos "rr" ou "ss".

Exemplos: hidrossanitária, sociopolítico, microempresa, minissérie, minissaia, macrorregião, megaempresa, megashow, multimídia, multirracial, multissecular, telespectador, teleducação, telecomunicação, telessala, telessexo, telessena...

Em relação ao prefixo "hidro", em alguns casos, há duas formas possíveis: "Hidroavião" e "hidravião"; "hidroenergia" e "hidrenergia"; por exemplo, são formas registradas pelo "Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa", da ABL.

Quando se junta o elemento "mini" a palavras que começam por "h", o "Formulário Ortográfico" não disciplina com clareza esse caso. Com exceção do "Houaiss", os demais dicionários também não tocam no assunto. O "Houaiss" registra: "Nos casos (...) em que o segundo elemento se iniciar por h, sugere-se o uso de hífen." É o que ocorre com "mini-hospital", "mini-hotel", etc.

No caso do elemento "socio", só usamos hífen quando ele é substantivo (= de associado). Exemplo: sócio-gerente.

Lista das principais palavras compostas que se ligam por hífen:

ab-reptício
ab-rogar
abaixo-assinado
a lém-mar
além-túmulo
amor-perfeito
arranha-céu
baixo-relevo
bannho-maria
bate-boca
bate-bola
bate-papo
belas-artes
bem-aventurado
bem-me-quer
bem-querer
bem-te-vi
bem-vindo
bom-dia
boa-tarde
boa-noite
bota-fora
capitão-de-mar-e-guerra
carro-dormitório
carro-forte
circun-adjacente
co-autor
co-educação
co-produção
con-aluno
côncavo-convexo
copo-de-leite (flor)
corre-corre
decreto-lei
emi-esférico
ex-aluno
ex-prefeito
ganha-perde
gente-de-fora
gentil-homem
guarda-chuva
guarda-civil
guarda-louça
guarda-mor
guarda-municipal
guarda-noturno
leva-e-traz
louva-a-deus
lugar-comum
luso-brasileiro
má-criação
mal-agradecido
mal-humorado
mal-educado
médico-cirúrgico
mil-folhas
mula-sem-cabeça
navio-cargueiro
navio-negreiro
navio-tanque
ob-rogar
pan-americano
pão-de-ló
pára-choques
pára-lamas
pára-quedas
passa-dez
pau-de-arara
pau-para-toda-obra
pé-de-moleque
pé-de-valsa
pega-pega
pisa-mansinho
pisca-pisca
político-econômico
pombo-correio
porta-voz
pós-datar
pré-alfabetização
pré-carnavalesco
pré-datado
prima-dona
pró-cardíaco
puxa-encolhe
puxa-puxa
quebra-cabeça
quebra-mola
recém-chegado
recém-nascido
reco-reco
ruge-ruge
salário-família
salário-minimo
sangue-frio
sem-fim
sem-vergonha
sempre-viva
sob-roda
tico-tico
treme-treme
vai-volta
verde-amarelo
vice-diretor
vice-presidente
vice-rei
vira-casaca
vira-lata

PRINCIPAIS PALAVRAS COMPOSTAS QUE NÃO LEVAM Hífen

abdução
abjurar
aguarraz
alçapão
antecâmara
antediluviano
anteontem
antepenúltimo
anteprojeto
antiaéreo
antibiótico
anticristo
antiestético
antiinflacionário
antiinflamatório
antiofídico
arquidiocese
arquiduque
arquiinimigo
autobiografia
autocontrole
autodidata
autolotação
bancarrota
cantochão
circumpolar
circunscrever
clarabóia
coeficiente
coessência
cohabitar
coirmão
cologarítimo
contrabando
contracheque
contradança
contrafé
contrafilé
contramão
contraprova
contravento
extraconjugal
extracurricular
extrajudicial
extralegal
extraordinário
girassol
guardanapo
hiperacidez
hiperativo
hipermercado
hipersensível
infravermelho
interação
intercolegial
intercontinental
interestadual
interestelar
interplanetário
interurbano
intramuscular
intrapulmonar
intravenoso
madrepérola
malandança
malcheiroso
malcriado
malfeitor
malmequer
mandachuva
neoclássico
neoliberal
neozelandês
oblongo
panarmônico
pandemônio
passatempo
pontapé
protofonia
protoplasma
protozoário
pseudofobia
pseudopoeta
pseudoprofeta
reviravolta
rodapé
semiconsoante
semideus
semiditongo
semifinal
semivogal
sobalçar
sobestar
sobpor
sobreaviso
sobrecapa
sobreface
sobreloja
sobretaxa
sobrevôo
subaéreo
subaxilar
subchefe
subdelegado
subepático
subestimar
subgerente
suborizontal
subumano
suboficial
subsecretário
subsolo
subterrâneo
superamigo
superatleta
supercondutor
supermercado
supersônico
supracitado
supranatural
suprapartidário
ultrademocrático
ultramarino
ultrapassagem
ultravioleta
vaivém

NOTA: a expressão "à toa" pode ser escrita com ou sem hífen, dependendo do seu significado:

1. à toa = "a esmo, ao acaso, sem fazer nada, em vão" (locução adverbial de modo, referindo-se ao verbo): "Passou a vida à toa"; "Anda à toa pelas ruas";

2. à-toa = "inútil, desprezível, desocupado, insignificante" (adjetivo que acompanha um substantivo): "Era uma mulher à-toa"; "Não passava de um sujeitinho à-toa".

Fonte: intervox.nce.ufrj.br

voltar 12avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal