Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Gravidez  Voltar

Gravidez

 

 

O que é a gravidez?

Gravidez
Gravidez

 

Gravidez é o estado de transportar uma crescente embrião ou feto no útero.

Nos mamíferos, a gravidez é definida como o período entre a implantação de um ovo fertilizado (agora chamado de zigoto ) na parede do útero e a entrega ou outra conclusão.

Algumas pessoas acreditam que a concepção, o momento em que o espermatozóide eo óvulo se encontram no primeiro trompa de Falópio, é o início da gravidez, enquanto a definição jurídica e médica afirma que a gravidez começa quando o zigoto implantes na parede uterina.

A gravidez humana dura cerca de 38 semanas da concepção ao nascimento, ou de 40 semanas a partir do momento do último período menstrual de nascimento (um pouco mais de nove meses).

Marcos da gravidez são geralmente medidos a partir da data do seu último período menstrual e do tempo, desde então, é chamado de "idade gestacional": por exemplo, alguém que é de 10 semanas de gravidez é de 10 semanas após o primeiro dia de seu último período menstrual. Isso também pode ser referida como a 11 ª semana de gravidez, apenas como alguém que tem 10 anos está a ser dito em seu 11 º ano de vida.

Quais são os sintomas da gravidez?

Normalmente, o primeiro sinal de uma nova gravidez é perdido período menstrual.

Se o seu ciclo mensal é regular, isto pode ser óbvia: por exemplo, se você costuma receber em torno de seu período de 1 º de cada mês e um mês não veio até o dia 15, você provavelmente percebeu. No entanto, porque muitas mulheres experimentam geralmente períodos irregulares ou pular períodos inteiramente, este sinal pode ser fácil de perder. Se assim perder o seu período e não há qualquer possibilidade de estar grávida, é uma boa idéia para ver um profissional de saúde para saber se se está grávida ou se você pode ter algum outro problema de saúde.

Outros sinais e sintomas de uma gravidez precoce pode ocorrer na primeira ou segunda semana após a concepção - mesmo antes de você perder o seu período - ou podem não se tornar visível até algumas semanas mais tarde.

Estes outros sinais e sintomas da gravidez precoce incluem:

Seios inchados e mamilos
Fadiga
Ligeira hemorragia (sangramento) que é de cor mais clara do que o sangue menstrual normal
Cólicas
Náusea , vómitos, com ou sem, a qualquer momento durante o dia
Micção freqüente
Aversões alimentares ou desejos
Dores de cabeça
Prisão de ventre
Mudanças de humor
Desmaios e tonturas
A temperatura do corpo basal elevada

Infelizmente, nenhum destes sintomas é única para a gravidez. No entanto, se você tiver vários deles juntos, você pode querer ter uma casa de teste de gravidez.

Alguns destes testes podem determinar se você está grávida poucos dias antes que você perca um período.

Se o seu teste de gravidez é positivo, marque uma consulta com o seu médico imediatamente para confirmar os resultados do teste. Quanto mais cedo você começar o pré-natal, o mais provável que você tenha uma gravidez saudável.

Fonte: www.healia.com

Gravidez

Tornar-se mãe é um dos momentos mais emocionantes na vida de uma mulher.

A Gravidez dura cerca de 40 semanas, a contar do primeiro dia do seu último período normal.

As semanas são agrupados em três trimestres. Descubra o que está acontecendo com você e seu bebê nessas três etapas.

Fases da gravidez

Primeiro trimestre (semana 1 semana 12)

Durante o primeiro trimestre o seu corpo passa por muitas mudanças.

As alterações hormonais afetam quase todos os sistemas de órgãos em seu corpo. Estas alterações podem provocar sintomas, mesmo nas primeiras semanas de gravidez.

Seu período de parada é um sinal claro de que você está grávida.

Outras modificações podem incluir:

Cansaço extremo
Tender, seios inchados. Seus mamilos também pode ficar fora.
Dor de estômago com ou sem vomitar (enjôos matinais)
Desejos ou desgosto para determinados alimentos
Mudanças de humor
Prisão de ventre (dificuldade para ter movimentos intestinais)
Necessidade de urinar com mais frequência
Dor de cabeça
Azia
Ganho ou perda de peso

Como seu corpo muda, você pode precisar fazer alterações em sua rotina diária, como ir para a cama mais cedo ou comer frequentes, pequenas refeições.

Felizmente, a maioria desses desconfortos vão embora como a gravidez avança. E algumas mulheres podem não sentir qualquer desconforto em tudo! Se você já esteve grávida antes, você pode sentir de maneira diferente desta vez. Assim como cada mulher é diferente, por isso é cada gravidez.

Segundo trimestre (semana 13 semanas 28)

A maioria das mulheres acham o segundo trimestre de gravidez mais fácil do que o primeiro. Mas é tão importante para se manter informado sobre a sua gravidez durante estes meses.

Você pode notar que os sintomas como náuseas e fadiga estão indo embora. Mas outras novas, mudanças mais visíveis em seu corpo estão agora acontecendo. Seu abdômen irá expandir como o bebê continua a crescer. E antes que este trimestre é longo, você vai se sentir seu bebê começa a se mexer!

Como seu corpo muda para dar lugar a seu bebê crescer, você pode ter:

Dores no corpo, como costas, abdômen, virilha, ou dor na coxa
As estrias em seu abdômen, seios, coxas ou nádegas
Escurecimento da pele ao redor dos mamilos
Uma linha na pele que vai de umbigo à linha do cabelo púbico
Manchas de pele mais escura, normalmente sobre as bochechas, testa, nariz ou lábio superior. Remendos corresponder geralmente em ambos os lados da cara. Isso às vezes é chamado de máscara da gravidez.
Mãos dormentes ou formigamento, chamado de síndrome do túnel do carpo
Comichão no abdômen, palmas e solas dos pés. (Chame seu médico se você tem náuseas, perda de apetite, vômitos, icterícia ou fadiga combinadas com a coceira. Estes podem ser sinais de um problema grave de fígado.)
Inchaço dos tornozelos, dedos e face. (Se você notar qualquer inchaço repentino ou extremo ou se você ganhar muito peso muito rapidamente, contacte o seu médico imediatamente. Isso pode ser um sinal de pré-eclâmpsia ).

Terceiro trimestre (semana 29 semanas 40)

Você está na reta final! Alguns dos mesmos desconfortos que você teve em seu segundo trimestre vai continuar. Além disso, muitas mulheres acham a respiração difícil e perceber que eles têm que ir para o banheiro, mesmo com mais freqüência. Isso ocorre porque o bebê está ficando maior e ele está colocando mais pressão sobre os seus órgãos. Não se preocupe, o seu bebé está bem e esses problemas vão diminuir depois de dar à luz.

Algumas novas mudanças do corpo que você pode notar no terceiro trimestre incluem:

Falta de ar
Azia
Inchaço dos tornozelos, dedos e face. (Se você notar qualquer inchaço repentino ou extremo ou se você ganhar muito peso muito rapidamente, contacte o seu médico imediatamente. Isso pode ser um sinal de pré-eclâmpsia ).
Hemorróidas
Peitos macios, que podem vazar um pré-leite chamado colostro aguado (Kuh-PERDA-struhm)
Seu umbigo pode ficar fora
Dificuldade para dormir
O bebê "cair", ou movendo-se mais baixo em seu abdômen
Contrações, que pode ser um sinal de trabalho real ou falsa

Como você perto de sua data de vencimento, o colo do útero torna-se mais finos e macios (chamado modesto). Este é um processo normal, natural que ajuda o canal de parto (vagina) para abrir durante o processo de nascimento. O seu médico irá verificar o seu progresso com um exame vaginal como você perto de sua data de vencimento. Get animado - a contagem regressiva final já começou!

Seu bebê em desenvolvimento

Gravidez

Primeiro trimestre (semana 1 semana 12)

Em quatro semanas:

O cérebro do bebê e da medula espinhal começaram a se formar.
O coração começa a se formar.
Braço e perna botões aparecem.
Seu bebê é agora um embrião e um vigésimo quinto de polegada de comprimento.

Em oito semanas:

Todos os principais órgãos e estruturas do corpo externas começaram a se formar.
Coração do seu bebê bate com um ritmo regular.
Os braços e as pernas ficam mais longos, e os dedos das mãos e pés começaram a se formar.
Os órgãos sexuais começam a se formar.
Os olhos avançaram no rosto e pálpebras ter se formado.
O cordão umbilical é claramente visível.
Ao final de oito semanas, o bebê é um feto e se parece mais com um ser humano. Seu bebê é quase um centímetro de comprimento.e

Em 12 semanas:

Os nervos e os músculos começam a trabalhar juntos. Seu bebê pode fazer um punho.
Os órgãos sexuais externos mostram se seu bebê é um menino ou menina. Uma mulher que tem uma ultra-sonografia no segundo trimestre ou mais tarde, pode ser capaz de descobrir o sexo do bebê.
Pálpebras perto de proteger os olhos em desenvolvimento. Eles não vão abrir novamente até a 28 ª semana.
Cabeça crescimento desacelerou, e seu bebê é muito maior.

Segundo trimestre (semana 13 semanas 28)

Gravidez

Em 16 semanas:

O tecido muscular e ósseo continuar a formar, criando um esqueleto mais completo.
Pele começa a se formar. Você pode quase ver através dele.
O mecônio (mih-KOH-nee-uhm) desenvolve em trato intestinal do seu bebê. Esta será a primeira evacuação do seu bebê.
Seu bebê faz chupar movimentos com a boca (reflexo de sucção).
Seu bebê atinge um comprimento de cerca de 4 a 5 cm.

Em 20 semanas:

Seu bebê está mais ativo. Você pode sentir uma ligeira vibração.
Seu bebê está coberta por penugem fina chamada lanugo (luh-NOO-goh) e uma camada de cera chamada vernix. Isto protege a pele formando debaixo.
Sobrancelhas, cílios, unhas, unhas dos pés e ter se formado. Seu bebê pode sequer arranhar-se.
Seu bebê pode ouvir e engolir.
Agora no meio do caminho através de sua gravidez, seu bebê é de cerca de 6 centímetros de comprimento.

Ao fim de 24 semanas:

A medula óssea começa a produzir glóbulos.
As papilas gustativas formar na língua do seu bebê.
Pegadas e impressões digitais formaram.
Cabelo real começa a crescer na cabeça do seu bebê.
Os pulmões são formadas, mas não funcionam.
A mão e assustar reflexo desenvolver.
Seu bebê dorme e acorda regularmente.
Se o seu bebê é um menino, seus testículos começam a se movimentar a partir do abdômen para o escroto. Se o seu bebê é uma menina, seu útero e ovários estão no lugar, e um suprimento vitalício de ovos formaram nos ovários.
Seu bebê armazena gordura e ganhou um pouco de peso. Agora, cerca de 12 centímetros de comprimento, o bebê pesa cerca de 1 ½ kg.

Terceiro trimestre (semana 29 semanas 40)

Gravidez

Em 32 semanas:

Ossos do seu bebê estão totalmente formados, mas ainda macio.
Chutes e golpes do seu bebê são fortes.
Os olhos podem abrir e fechar e sentir mudanças na luz.
Pulmões não estão completamente formados, mas a prática movimentos "respiração" ocorrem.
O corpo do seu bebê começa a armazenar minerais vitais, como ferro e cálcio.
Lanugo começa a cair.
Seu bebê está ganhando peso rapidamente, cerca de metade quilo por semana. Agora, seu bebê é de cerca de 15 a 17 polegadas de comprimento e pesa cerca de 4 a 4 ½ quilos.

Em 36 semanas:

A camada de cera protetora chamada vernix fica mais grossa.
Aumenta a gordura corporal. Seu bebê está ficando maior e maior e tem menos espaço para se mover. Os movimentos são menos vigoroso, mas você vai se sentir alongamentos e meneios.
Seu bebê é de cerca de 16 a 19 centímetros de comprimento e pesa cerca de 6 a 6 ½ quilos.

Semanas 37-40:

Até o final de 37 semanas, seu bebê é considerado a termo. Órgãos do seu bebê está pronto para funcionar por conta própria.
Como você perto de sua data de vencimento, o bebê pode se transformar em uma posição de cabeça para baixo para o nascimento. A maioria dos bebês "presente" de cabeça para baixo.
Ao nascer, o bebê pode pesar em algum lugar entre £ 6 duas onças e £ 9 2 onças e ser 19 a 21 centímetros de comprimento. A maioria dos bebês nascidos a termo cair dentro dessas faixas. Mas os bebês saudáveis vêm em muitos tamanhos diferentes.

Fonte: www.womenshealth.gov

Gravidez

Gravidez é o período de crescimento e desenvolvimento do embrião dentro da mulher.

Começa quando o espermatozóide do homem fecunda o óvulo e este se implanta na parede do útero e termina no momento do nascimento.

Uma gravidez normal dura cerca de 39 semanas, ou 280 dias, contando a partir do início do último período menstrual. Às vezes, as mulheres dão à luz antes da data esperada, o que resulta numa criança prematura.

Com um mês de idade, o embrião tem pouco mais de meio centímetro de comprimento e está envolto por uma bolsa cheio de líquido, a bolsa amniótica, que o protege contra dessecação e eventuais choques mecânicos.

Gravidez
Gravidez

 

Trimestres da gravidez

Gravidez
Embrião

As 40 semanas de gravidez se dividem em três semestres.

O bebê que está se desenvolvendo, recebe o nome de embrião durante as oito primeiras semanas; depois é chamado de feto. Todos os seus órgãos importantes se desenvolvem durante o primeiro trimestre. As náuseas e os vômitos são freqüentes nas gestantes, em especial durante as manhãs. Os seios aumentam de volume e ficam sensíveis e seu peso começa a aumentar.

No segundo trimestre, o feto já tem uma aparência humana reconhecível e cresce com rapidez. A gravidez da mãe é evidente, tanto externa como internamente.

Seu ritmo cardíaco e pressão sanguínea aumentam para adaptar-se as necessidades do feto.

No terceiro trimestre, os órgãos do bebê amadurecem. As probabilidades de sobrevivência do feto aumentam a cada semana que permanece no útero - a maioria das crianças prematuras nascidas no início do terceiro trimestre sobrevive. A mulher grávida tende a sentir calor e incômodos durante a gravidez. Seu sono, muito importante nesse momento, pode ser alterado.

Gravidez
Feto no 1º Trimestre

Vilosidades coriônicas

A superfície da bolsa amniótica é recoberta por projeções chamadas vilosidades coriônicas, que penetram no endométrio. Ao redor das vilosidades formam-se lacunas onde circula o sangue materno. Assim ocorrem trocas entre o sangue do embrião, que circula nas vilosidades, e o sangue materno, que circula nas lacunas. Alimento e gás oxigênio passam do sangue da mãe para o do filho, enquanto excreções e gás carbônico fazem o caminho inverso.

Placenta

A partir do segundo mês de vida embrionária, a maior parte das vilosidades coriônicas regride. Resta, porém, uma região onde a implantação das vilosidades no endométrio é mais profunda. Nesse local terá origem a placenta.

O embrião se comunica com a placenta através de um cordão revestido de pele, o cordão umbilical, no interior do qual existem duas artérias e uma veia. As artérias levam sangue do corpo do embrião até a placenta, enquanto a veia traz o sangue da placenta para o embrião.

Hormônios e gravidez

O embrião recém-implantado na parede do útero informa a sua presença ao corpo da mãe por meio de um hormônio, a ganodotrofina coriônica, produzido principalmente nas vilosidades coriônicas.

A presença de ganodotrofina coriônica no sangue da mulher grávida estimula a atividade do corpo lúteo, de modo que as taxas de estrógeno e de progesterona não diminuem, como normalmente ocorreria no final do ciclo menstrual. Com isso, a menstruação não ocorre, o que é um dos primeiros sinais de gravidez.

No início da gestação, o nível de ganodotrofina coriônica no sangue eleva-se a ponto desse hormônio ser eliminado na urina da mulher. Os testes de gravidez, à venda nas farmácias, detectam a presença de ganodotrofina coriônica na urina.

A partir do quarto mês de gravidez o corpo amarelo regride, mas a mucosa uterina continua presente e em proliferação, graças à produção de estrógeno e progesterona pela placenta, então já completamente formada. A placenta continuará a produzir estrógeno e progesterona em quantidades crescentes até o fim da gravidez.

FETO

De embrião a feto

Cerca de 5 semanas após a fecundação, os braços e pernas do embrião já são evidentes e começam a apresentar contrações musculares.

Na oitava semana, o embrião tem cerca de 2,5 cm de comprimento e possui forma humana passando a ser chamado de feto.

Aos 5 meses, tem cerca de 20 cm e pesa cerca de 500 g.

 

Gravidez
Feto no interior do útero

PARTO

Parto é o processo mediante o qual a criança é expulsa do útero através da sistema reprodutor feminino, no nono mês da gravidez.

Nessa época, o feto mede cerca de 50 cm de comprimento e pesa em média 3 e 3,5 kg. Inicia-se com contrações irregulares do útero a cada 20 ou 30 minutos, com freqüência e intensidade que aumentam com o avanço do processo. No momento do parto, o colo do útero se dilata e a musculatura uterina passa a se contrair ritmicamente.

A bolsa amniótica se rompe e o líquido extravasa pela sistema reprodutor feminino. O feto com a cabeça voltada para baixo, é empurrado para fora do útero pelas fortes contrações da musculatura uterina. A sistema reprodutor feminino se dilata, permitindo a passagem do bebê.

A placenta se desprende da parede uterina e também é expulsa pela sistema reprodutor feminino, juntamente com o sangue proveniente do rompimento dos vasos sanguíneos maternos. Nesse momento, o cordão umbilical, que liga o feto à placenta, deve ser cortado.

A duração normal de um parto é de 13 a 14 horas, para a mulher que espera seu primeiro filho, e de 8 a 9 horas, para a mulher que já tenha dado à luz.

O desprendimento da placenta induz a respiração do recém-nascido. O gás carbônico reduzido pelas células do bebê se acumula em seu sangue, uma vez que não pode mais ser eliminado para o sangue da mãe, através da placenta. Em poucos segundos, a concentração de gás carbônico na circulação do bebê eleva-se a ponto de estimular os centros cerebrais que controlam a respiração. Esses centros induzem o sistema respiratório do recém-nascido a funcionar.

Gravidez

Fonte: www.webciencia.com

Gravidez

Gravidez
Gravidez

Instruções gerais úteis para a gestação

Abdômen - Quando a paciente notar a formação de estrias escuras na pele da barriga ou abdômen, deverá fazer massagem passando a mão energicamente sobre a pele, usando óleo para facilitar a massagem.A finalidade é esticar a pele.

Banhos - A gestante deve tomar banho diário e também banhos locais são recomendáveis.Os ginecologistas recomendam banhos até a véspera do parto.

Coito - Muitos ginecologistas recomendam que deve ser evitado durante os três primeiros meses de gestação e nas últimas semanas que procedem ao parto.Também evitar quando há hemorragias e cãibras.As relações sexuais devem ser suaves e não violentas.Mas há casais que mantém relações sexuais até poucos dias antes do parto.O assunto é, pois, de alcance individual e depende das técnicas do coito.

Dentes - A gestante, desde o primeiro mês, deve cuidar de seus dentes, procurando o dentista.Os dentes descuidados tendem a cariar e sofrer doenças mais graves, durante a gestação.

Dieta-Cuidado muito importante que a gestação deve ter, sendo os seguintes, os itens principais:

a) Aumento de peso - tolerável apenas um aumento de sete a nove kg sobre o peso ideal.
b) Alimentação -
deve ser rica em proteínas e pobre em gorduras.A gestante deve tomar um litro de leite desnatado (sem gordura) e comer queijo, carnes, frutas frescas e verduras.Devem evitar doces, pizzas, caramelos, chocolates, alimentos gordurosos.
c) Sal - evitar consumo de sal e alimentos muito salgados, principalmente nos dois últimos meses.
d) Prisão de ventre - evitá-la, mediante uso de remédios indicados pelo médico.
e) Bebidas alcoólicas - de preferência, não tomar nada de álcool.
f) Duchas - totalmente proibidas, a não ser em casos prescritos pelos médicos.
g) Exercícios e ginástica - evitar exercícios violentos.Cultivar passeios (andar a pé) e natação suave.Usar sapatos de salto baixos e evitar roupas apertadas.
h) Fumo - o adoecimento do aparelho respiratório é prejudicial á saúde do bebe!

Sintomas da gestação

Suspensão das regras menstruais é um dos primeiros sintomas sugestivos de que a mulher está grávida.

Mas há outros sinais também importantes.A mulher sente uma certa tensão dolorida nos seios, os quais se mostram aumentados já por volta da 8ª semana, depois da fecundação.Na 10ª semana, os seios podem começar a secretar colostro, que é uma forma precursora do leite a ser posteriormente produzido pelas glândulas mamárias.

Os mamilos se tornam eréteis.A pigmentação de suas aréolas também se acentua.Veias superficiais podem ser facilmente observadas.São essas leves modificações que depois originam as manchinhas irregulares cor-de-rosa que se notam nos mamilos dos seios.

Desenvolvimento Pré-Natal

Vejam-se, aqui, alguns aspectos sobre o desenvolvimento pré-natal da criança.Antigamente, só se falava na criança depois que ela nascia; mas, hoje, já há a preocupação com ela desde o momento em que é concebida, isto é, 270dias antes de nascer.Os estudos foram possíveis, porque há criança que são retiradas do útero cirurgicamente, ou nascem antes do tempo, e, em quando estão vivas, é possível estudar suas características por meio de aparelhos que são presos ao ventre materno e registram as alterações da criança dentro do útero.Também são registrados os movimentos da criança que as mães já conhecem pelos pontapés que levam.

O tempo de gestação foi dividido em três períodos:

1) Período germinal: vai da concepção até aos 15 dias;
2) Período embrionário: dos 15 dias ao segundo mês;
3) Período fetal: do segundo mês ao nascimento.

No primeiro período, encontra-se a célula-ovo que acabou de ser formada e se vai deslocando lentamente em direção ao útero, onde vai fixar-se; vem flutuando e leva três dias para chegar á cavidade uterina; até lá, ela já se dividiu em duas partes: interna e externa.

A parte interna vai formar o embrião, e a parte externa serve de proteção.

Para se ter idéia de como se divide rapidamente, a célula-ovo tem 13 centésimos de milímetro de tamanho, é invisível a olho nu; no fim do mês, ela tem 8.000 vezes o seu peso e 50 vezes o seu tamanho –tem, portanto, aproximadamente, 6,5mm.Durante 30 dias esta célula sofre uma divisão intensíssima e, no fim de mais seis dias, ela já esta lançando raízes na parede uterina para se fixar e se desenvolver o trofoblasto protetor em torno da criança, e o ponto pelo qual ela emite essas raízes é que se chama de placenta.Desta placenta parte o cordão que vai ter ao feto (cordão umbilical).

A Placenta

Desenvolve-se pelo contato que tem o ovo com a parede uterina.Desta parte, ramificações que atinge a parede do útero se modificam e formam um órgão que vai ser o contato entre a mãe e o filho. É erro apesar de que o sangue materno circula dentro do feto-não há possibilidade disto.O feto tem seu sangue e o seu sistema sangüíneos que se encontram lado a lado, uma troca de substancias que passam da mãe para o feto e do sangue do feto para sangue materno.Do estado de saúde da placenta, depende a saúde do feto.Se a mãe esta doente, tuberculosa, sifilítica, essas toxinas podem agir sobre o feto, inclusive determinando o aborto.

As substancias de alguns medicamentos podem também atingir o feto, prejudicando-o em seu desenvolvimento.

O que a mulher deve saber quando espera bebê

A medicina moderna não trata mais a gravidez como doença de nove meses.

A mulher hoje, não deve esperar um filho com o mesmo espírito de quem espera um bonde: nada faz-espera.

Há várias coisas que varias mulheres precisa saber, antes mesmo de esperar um bebe.

A dificuldade de um planejamento familiar, a idade ideal para conceber e a inconveniência da gestação em idade avançada são algumas delas.

Ao suspeitar que está grávida, os problemas são outros: confirmação da gravidez, o que deve e o que não deve fazer durante a gestação, que leis protegem e que direitos tem as gestantes.

Problemas Gerais da Gravidez

Durante os noves meses da gestação, muitos problemas que antes eram raros em sua saúde podem se apresentar com mais freqüência.Azia, vômito, sonolência são apenas alguns deles.

Atividades Físicas Durante a Gravidez

O pensamento de algumas mulheres de que a gravidez é errado é deve ser afastado. A gestação deve ser um complemento em sua vida e, para isso, geralmente os conselhos médicos são no sentido de manter a vida com toadas as atividades regulares. As mesmas que exercita antes da gravidez. Aí se inclui o sexo.

Atividades: É obvio dizer, mas é sempre bom lembrar, que exercícios físicos violentos são prejudiciais, à medida que colocam em risco o seu corpo. Neste estágio, seu corpo já é responsável por duas vidas. Porém, contestando a sabedoria popular, as atividades físicas salutares, tais como a natação e a caminhada, fazê-la-ão sentir-se mais disposta em melhor forma. Tudo isto, no entanto, é para seu bem-estar, pois não existe nenhuma constatação de que os exercícios desenvolvem o bebê.

Trabalho: A gestante possui, pela Lei, um repouso de 12 semanas, sendo que quatro antes e oito depois do parto. No caso de um parto antecipado, ela continuará tendo direito as 12 semanas. Durante esse período de afastamento as mulheres têm direito a salário integral.

Relações: a atividade sexual do casal, caso a gravidez seja tranqüila, deve se manter normal, embora certos cuidados devam ser tomados. No último mês de gravidez é preferível que tenha relações de lado. Assim, alem de mais conforto, a penetração não será tão profunda, o que diminui o risco de um trabalho de parto prematuro.

Problemas na gravidez

Náuseas e vômitos

Logo no principio da gestação, as náuseas e os vômitos atormentam muitas mulheres. Geralmente é pela manhã, logo após acordar, que os problemas apresentam-se, também durante o dia, quando em seguida a grande esforços ou em intervalos muito longos durante as refeições. As gestantes o consideram desagradáveis, mas o vômito costuma se manifestar até o período entre o quarto e o quinto mês.

Que providências tomar?

Se os vômitos aparecerem, evite alimentos gordurosos e não fique muito tempo sem comer. As refeições leves são preferidas e em curtos espaços de tempo.

As Varizes

À proporção que o útero cresce, o fluxo sanguíneo das veias da perna para o abdômen perde velocidade. Conseqüentemente, certas veias da perna incham e provocam dores.

Que providências tomar?

Passe a maior parte do tempo sentada e, sempre que possível, mantenha os seus pés elevados.

As meias de descanso provocam alivio e são comercializadas em drogarias e casas comerciais que atuam no ramo. É importante, ao usá-la, lembrar-se que faz parte constante de seu vestuário. Da manha à noite.

Com o nascimento da criança, as veias apresentarão menos inchadas.

O Sono

Como era de se esperar com todas as repentinas mudanças em seu corpo, com o feto já dando seus pontapés, a azia e outros pequenos problemas decorrentes do processo de gravidez, a dificuldade em dormir é latente, ate porque é difícil descobrir uma posição confortável.

Que providências tomar?

A realização de exercícios relaxantes é útil.

Dores nas Costas

Para facilitar o parto, seu organismo durante toda a gestação se modifica. Os ligamentos e o tecido fibroso que estreitam fortemente as articulações ficam mais maleáveis e, assim, permitem maior dilatação do útero desloca o centro de equilíbrio da espinha dorsal.

À medida que a gravidez avança, sua postura, cada vez mais, vai-se modificando. As dores nas costas não especificadas ou ciáticas, desta forma, começam a surgir.

Que providências tomar?

Tente manter o seu peso em condição razoável.

Ao erguer objetos pesados, tente inclinar os joelhos para aliviar a força da cintura.

Problemas no final da gestação

Nas ultimas semanas de gravidez, toda complicação devera ser tratada em hospital, pois a maioria dos bebês tende a sobreviver. Num trabalho de parto considerado muito cedo, os médicos dar-lhe-ão remédios para relaxar a musculatura uterina, a fim de evitar que o útero inicie um processo de contrações de nascimento. Caso a vida da criança corra riscos, o medico poderá optar pela aceleração do parto.

Hemorragia Pré-parto

A hemorragia pré-parto pode resultar de alguma lesão da cérvice, ou do deslocamento da placenta da parede uterina.

É raro, mas, em caso de hemorragia muito grande, as vidas do bebê e da mãe estão em risco.

Geralmente, as hemorragias pré-parto não oferecem maiores perigos. O repouso é a melhor solução que poderá encontrar. O medico é capaz de hospitalizá-la para melhor controle. Se perdeu muito sangue, serão feitas transfusões e o neném terá de nascer o mais rápido possível.

Nestes casos, geralmente, são feitas cesarianas.

Numa minoria de casos se consegue a indução do trabalho de parto.

Placenta Prévia

Com números relativamente raros –uma grávida entre 200-a placenta prévia é um problema a ser mencionado.Esta complicação se generaliza por formar o desenvolvimento da placenta muito embaixo do útero, quase no colo.Com freqüência, em cima do colo.Uma parte qualquer da placenta junto ao colo é difícil de ser suportada e torna-se claro o risco de sua danificação

O Parto

Gravidez
Gravidez

Definição

É o fenômeno que obriga a criança a sair do útero-há um hormônio chamado ocitocina que determina contrações do útero provocando a expulsão do feto.Quando esse hormônio é produzido mais cedo, tem-se o parto prematuro e a criança, nestas condições, deve merecer cuidados especiais (incubadora até completar o seu tempo intra-uterino).Em caso contrário, quando a criança prolonga sua estada no útero, além de nove meses é preciso lançar mão de meios especiais para obrigar o útero a se contrair.

Habitualmente, nasce primeiro a cabeça que é a parte maior, depois o tronco e, a seguir, o cordão umbilical.Quando a criança não pode mesmo nascer, torna-se necessária uma intervenção cirúrgica que é a cesariana.

Ao nascer, a criança sofre uma compressão bastante acentuada na cabeça, daí os ossos serem mais moles e não estarem unidos completamente, o que se fará no decorrer do seu crescimento.

O nascimento da criança não faz sobre apenas a mãe, mas faz sofrer a criança também; inclusive, muitas vezes, ela pode morrer durante o nascimento por hemorragia craniana.

Em alguns casos, a compressão da cabeça pode ser forte (dificuldades do parto ou “fórceps”) e, embora a criança sobreviva, podem acontecer pequenas hemorragias no cérebro, que determinarão na criança, mais tarde: alterações de conduta e personalidade, defeitos de audição, vista, fala, etc. ou, mesmo, retardo, mental ou imbecilidade.

Segundo Otto Rank, o nascimento difícil da criança determinaria nela um sofrimento psicológico, além do sofrimento físico, o que seria responsável mais tarde pelo complexo de inferioridade, pelo desajustamento psicológico do indivíduo e, em general, por uma série de situações em que o indivíduo, ao atravessar corredores, ao tomar elevadores, ao entrar numa cabine telefônica ou ambientes pequenos e fechados, se sentiria mal (claustrofobia).Ainda não se dispõe, até o momento, de provas científicas absolutas de que isto seja desta forma, mas o bom senso indica que um parto difícil e demorado, um parto que é vulgarmente chamado de “engasgado”, deve fazer a criança passar também por um sofrimento psicológico mais prolongado, e isto poderá afetar o seu sistema nervoso.

Fonte: www.iesambi.org.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal