Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Guerra de Tróia  Voltar

Guerra de Tróia

Guerra de Tróia

A guerra começou quando três Deusas ( Hera, Afrodite e Atena ) discutiram sobre quem era a mais bela. Realizou-se então um concurso de beleza em que Páris de Tróia serviu de juiz. As três Deusas tentaram suborná-lo, mas Afrodite ganhou por lhe ter prometido a mais bela mulher do mundo, promessa na qual obrigou-a a ajudar Páris no rapto da bela Helena, mulher de Menelau, rei de Esparta.

Quando os gregos velejaram para Tróia a fim de recuperar Helena, os outros Deuses tomaram partido. Zeus tentou afastar os Deuses da guerra, mas Hera, que estava do lado dos gregos, usou perfumes para fazer Zeus adormecer. Quando Zeus acordou, os troianos já haviam sofrido pesadas baixas.

A luta em torno dos muros de Tróia durou 10 anos. A Ilíada se desenrola apenas nas seis semana do último ano da guerra. Mas o poema é uma história empolgante, vibrando ao choque dos homens armados e em combates. A Ilíada serviu de documento religioso para os gregos recém-saídos da Idade Negra, um documento que fixou a natureza da família olímpica ( os Deuses ). Para todos os tempos é uma grande tragédia, a história de um grande homem a quem o orgulho e a cólera rebaixam.

Aquiles, a figura central do poema, depois de uma discussão com Agamémnon, fica furioso e ofendido e se retira magoado para a sua tenda, enquanto os troianos sob o comando de Heitor, filho de Príamo, rei de Tróia, afastam os gregos das muralhas da cidade.

Quando Pátroclo morre, Aquiles reaparece para comandar os invasores de volta a Tróia, onde mata Heitor. Aquiles, levado à compaixão por mediação dos Deuses, entrega o corpo de Heitor a Príamo, para que ele seja sepultado com as honras de um herói.

Os gregos venceram a guerra com um famoso truque, deram a Tróia um presente (um cavalo de madeira dentro do qual se escondiam gregos). Enquanto os troianos dormiam, os gregos saíram do cavalo e abriram as portas da cidade para o restante do exército.

Vitoriosos, os gregos uniram de novo Helena a Menelau, e todos voltaram para casa. Porém um deles, Ulisses, que tivera a idéia do cavalo de madeira, demorou 10 anos para chegar em casa, o que resultou no segundo grande poema de Homero, a Odisséia.

Ulisses chegou à Terra dos comedores de Lótus e depois viu-se preso na caverna dos Ciclopes; correu perigo com a feiticeira Circe, que transformou os homens de Ulisses em porcos e depois mandou Ulisses às portas do Hades, onde ele conversou com seus amigos mortos na guerra de Tróia. Mas por fim conseguiu chegar a casa a tempo de matar os homens que se banqueteavam com os seus bens enquanto cortejavam a sua suposta viúva, a fiel Penélope.

Fonte: www.geocities.com

Guerra de Tróia

Guerra de Tróia

Luta travada entre gregos e troianos, de 1250 a.C. a 1240 a.C., pelo domínio da cidade de Tróia, localizada no noroeste da atual Turquia.

Tróia ocupa posição estratégica no Helesponto (estreito de Dardanelos), entre os mares Egeu e de Mármara.

Seu porto é vital para o desembarque das mercadorias dos comerciantes gregos, que têm de se submeter aos impostos e às restrições estabelecidas pelos troianos.

Para acabar com o controle comercial, que prejudica seus negócios, os gregos resolvem atacar Tróia, que é arrasada pelo Exército grego. A guerra torna-se lendária e é o tema de Ilíada, poema épico do século VIII a.C. atribuído a Homero.

Segundo a obra, o estopim da guerra é o rapto de Helena, mulher de Menelau (rei de Esparta), pelo príncipe troiano Páris.

Menelau, então, reúne os gregos em Aulis e parte para a guerra. A luta entre gregos e troianos dura dez anos.

Para vencer os inimigos, o guerreiro Ulisses cria uma estratégia. O Exército finge se retirar e deixa um gigantesco cavalo de madeira diante das muralhas de Tróia.

Como consideram o cavalo um animal sagrado, os troianos recolhem o presente, que escondia soldados gregos em seu interior. Dessa forma, a cidade é invadida, saqueada e queimada.

Com a vitória, os gregos passam a controlar o tráfego marítimo na região.

Conta a Ilíada que certo dia Páris, o rei de Tróia, cobiçou e raptou a belíssima Helena, esposa do rei de Esparta, provocando com isso a ira dos gregos.

Estes, então, armaram-se e velejaram em direção ao reino de Páris a fim de trazer Helena de vola. Com isso, teve início a Guerra de Tróia.

A guerra foi difícil. O cerco à Tróia estendeu-se por dez anos repletos de violentos combates.

Apesar de seu enorme empenho, os gregos não estavam conseguindo romper os muros da cidade. Diante disso, decidiram pôr em prática uma idéia de Ulisses.

Construíram um gigantesco cavalo oco de madeira e o abandonaram a poucos metros das portas de Tróia. Depois, esconderam-se, fingindo uma retirada.

Julgando que os seus adversários tinham desistido, os troianos introduziam na cidade o imenso cavalo de madeira que trazia escondido em seu ventre soldados gregos.

Na madrugada do mesmo dia, enquanto os troianos dormiam, os gregos saíram de dentro do cavalo e abriram as portas da cidade par ao resto do exército. Com esse engenho ardil os gregos conseguiram vencer a guerra.

Fonte: br.geocities.com

voltar 1234567avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal