Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Fases Da Defesa Do Handebol  Voltar

Fases da Defesa

) RETORNO A DEFESA: assim que a equipe perde a posse de bola no ataque a equipe deverá retornar o mais rápido possível à defesa, principalmente quando é dado ao adversário a possibilidade de um contra-ataque. O retorno deverá ser feito no trajeto mais curto, mesmo que os jogadores não possam ocupar a sua verdadeira posição de defesa.

2) DEFESA TEMPORÁRIA: nesta fase o jogador encontra-se fora de sua posição de defesa, pois procurando voltar para impedir o contra ataque do adversário por um caminho mais curto ele jogará temporariamente fora de sua posição de melhor rendimento.

3) ORGANIZAÇÃO DA DEFESA: nesta fase os defensores esperarão a oportunidade para retornar ao seu setor de maior rendimento. Oportunidade esta que poderá ser:

- organização do ataque;

- tiro livre;

- cobrança de lateral, etc.

4) DEFESA ORGANIZADA: acontece nesta fase a utilização do sistema defensivo, treinado pela equipe.

Posição Básica de um jogador na Defesa

Fases da Defesa

Cômodo afastamento lateral das pernas que estarão semiflexionadas à frente, braço na vertical semiflexionado, palma das mãos voltadas para frente, cabeça erguida e com atenção voltada para o jogador e a bola.

Movimentação na Defesa

Um defensor deverá estar sempre em movimentação para responder o mais rápido possível, a uma situação de perigo representados pelas ações do adversário.

Durante um jogo de handebol a defesa executa os seguintes movimentos:

- Para a lateral, para frente e para trás em diagonal.

Fases da Defesa

Forma de Marcação

1) MARCAÇÃO DE OBSERVAÇÃO: É a observação constante e precisa de seu correspondente em relação à bola.

2) MARCAÇÃO CERRADA: É a aproximação direta e de forma segura ao seu oponente correspondente, que está de posse da bola a fim de dificultar a ação do ataque.

3) MARCAÇÃO DE INTERCEPTAÇÃO: É a maneira pela qual o defensor se coloca entre o adversário e a trajetória da bola, mas, somente utilizará esta forma com absoluta certeza de interceptação.

Marcação Individual

É feita quando cada jogador tem seu adversário definido para marcar e a equipe perde a posse da bola.

Esta forma de marcação é usada somente no início da aprendizagem, para que a criança perceba sua ação conjunta contra a equipe adversária e não se preocupe em jogar só por causa da bola.

Princípios da Marcação Individual

Ficar sempre entre o adversário e sua própria baliza, se o atacante estiver longe da baliza, à distância entre atacante e defensor também será maior, quanto mais próximo o atacante estiver da balizas, mais próximo o defensor deve marcá-lo.

O adversário deve estar sempre sob o controle visual para poder acompanhar todos os movimentos e eventualmente até prevê-los.

A marcação individual ainda hoje é utilizada, em determinadas situações e com intenções especiais, que podem ser:

I- Contra equipes mais fraca tecnicamente,

II- Contra equipes mais fracas fisicamente,

III- Contra equipes mais fraca física e tecnicamente,

IV- Quando estamos em superioridade numérica,

V- No final da partida para tentar reverter um resultado desfavorável.

VANTAGENS

- A bola pode ser recuperada mais vezes, contra uma equipe mais fraca

- Surpreende a equipe adversária,

- Desorganiza o ataque adversário

DESVANTAGENS

- Aumenta desgaste físico da equipe defensora,

- Aumenta o numero de faltas, advertências e exclusões,

- Quase não é possível cobertura.

Marcação por Zona

Cada jogador fica responsável por uma faixa de área que deve proteger, guardando e dando combate aos adversários que por ali transitarem com ou sem bola.

VANTAGENS

- executar com eficiência a marcação, mesmo com inferioridade numérica;

- compensar através de cobertura uma falha de um defensor;

- passar para o contra-ataque com maior eficiência, pois se tem o controle visual da bola e dos jogadores;

- obrigar o adversário a agir em conjunto, trocando passes, o que facilita a interceptarão e contra-ataque.

-a defesa, executa a cobertura nas saídas para dar combate, assim como a formação de barreiras, por jogarem lado a lado

DESVANTAGEM

Formação pode ser lenta, até que todos tomem seus lugares, permitindo a ação rápida do adversário, obrigando aquele que foi para o ataque a não se esquecer de voltar, tão logo se perca a bola, pois pela zona do jogador que não voltou a tempo é que pode ser executada a penetração.

Finalidade da Marcação por Zona

- Dar sentido de responsabilidade coletiva;

- Dar oportunidade de cobrir uma falha do companheiro;

- Reduzir os arremessos a gol;

- Dificultar a movimentação do adversário nos seis metros, evitando infiltrações;

- Obrigar o adversário a movimentar a bola fora dos nove metros, facilitando com isto a interceptação;

- Equilibrar a inferioridade da defesa;

- Pode-se dizer que o segredo do sistema defensivo por setor se apóia em sua constante mobilidade.

- Os sistemas defensivos por setor são: 6:0, 5:1, 4:2, 3:3 e 3:2:1.

Marcação Mista ou Combinada

Em jogo, não podem realizar-se uma defesa homem a homem pura (sem troca de adversário) nem uma defesa à zona pura (conservação permanente da posição defensiva sem trocas breves dos defesas entre si), visto que os meios de que os avançados dispõem são múltiplos, de tal modo que também a defesa deve encontrar a utilizar meios diferenciados (combinações da defesa homem a homem e da defesa à zona). A defesa mista é a combinação da defesa individual e por zona.

Fonte: br.geocities.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal