Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Handebol (História, Regras)  Voltar

Handebol

Handebol

O Handebol é mais uma das modalidades desportivas que o Velho Mundo nos enviou. Anteriormente, o handebol já apresentou grandes distinções em termos de preferência entre o que se chamou Handebol de campo e handebol de Salão. Hoje, a carência de locais no Brasil, ou melhor, a maior disponibilidade de quadras e não de campos, fez prevalecer o handebol de salão, que absorveu a prática da modalidade em todo País.

No início, quando o desporto foi introduzido no Brasil, foram creditados ao handebol de campo os méritos da organização oficial e do reconhecimento da modalidade como desporto oficial no Brasil.

A primeira Federação de handebol foi a Federação Paulista e o primeiro campeonato oficial da modalidade, disputado no Brasil, ocorreu na cidade de São Paulo, não tendo sido, entretanto, certame estadual e sim um campeonato da capital. Atualmente, nem a própria Federação Paulista de handebol promove competições de handebol de campo. Consequentemente, a Confederação Brasileira de Handebol destina-se, também, exclusivamente, ao handebol de salão.

Essa modalidade do desporto foi, em nosso País, a que mais fez sentir a influência das competições estudantis. Daí, o handebol ganhou o povo e pela prática reiterada alcançou foros de desporto comunitário de alto nível.

O handebol foi idealizado por um professor de educação Física, o alemão Karl Sshelenz que, procurando dar às suas classes femininas uma atividade alegre e movimentada, criou o handebol com base num jogo tcheco chamado “Azena”. Por volta de 1914, Berlim foi palco das primeiras disputas que se desenrolaram num campo de 40x20 metros. Depois passou a ser praticado por homens, por isso, foram modificadas algumas regras e aumentadas as dimensões do campo, passando para 40x80 metros, Mais tarde, as medidas foram igualadas às de um campo de futebol, já com onze jogadores, com a bola reduzida de tamanho, permitindo o manuseio com uma só mão. Isto proporcionou maior movimentação e satisfação na prática do jogo. Esse era o handebol de campo.

Como o idealizador foi um professor de educação física, o handebol, naturalmente tomou maior impulso no meio estudantil. Suas características, facilidade de na aprendizagem e execução natural dos fundamentos, permitiram o emprego da velocidade, movimentação, força nos arremessos, habilidade no manejo da bola, além de proporcionar aos mestres a possibilidade de educar pelo jogo. Difundiu-se na Alemanha, Áustria, Suécia, Dinamarca e Checoslováquia, países que realizavam entre si as primeiras partidas internacionais. Em 1927, foi criada a Federação Internacional de Handebol, com 39 países inscritos, mas somente em 1938 foi incluído nos Jogos Olímpicos de Berlim, sagrando-se campeão a Alemanha.

Os rigores dos inverno não permitiam a prática do handebol em campo aberto, fato que levou este esporte a uma adaptação, para que pudesse ser praticado em recinto fechado e de menor tamanho. Coube aos suecos a inovação que foi o “inne-hand-ball” (handebol no interior) ou “hallen-handeball” (handebol de salão) como o chamam os alemães, diminuindo o tamanho do campo e o numero de jogadores, que passou a ser de sete atletas. Com isso, as jogadas ganharam em movimentação e rapidez. A natureza do piso possibilitava a maior movimentação com a bola. O campo, por ser de dimensões menores, permitia a todos os jogadores em campo atacarem e defenderem em bloco, o que imprimia às jogadas uma espantosa velocidade, com grandes possibilidades de gol.

O handebol de salão tornou-se um esporte independente, com técnica e tática própria, suplantando o handebol de campo, que sofreu a concorrência do futebol, mais atraente e já implantado em todos os países do mundo.

O handebol veio para o Brasil por volta de 1930. Difundiu-se inicialmente em São Paulo onde, em 16 de fevereiro de 1940, foi fundada a Federação Paulista de Handebol. Inicialmente, o handebol foi praticado por onze jogadores isoladamente, por grupos de colônias estrangeiras e por alguns clubes classistas e equipes de firmas comerciais. Mais tarde, este esporte obteve grande difusão nos meios estudantis, graças aos professores de educação física, que desenvolveram um trabalho de profundidade nas escolas primárias. Atualmente já se consolidou em grande numero de escolas secundárias e clubes.

Handebol nas Olimpiadas

Adaptação do jogo de futebol, em que duas equipes de 11 jogadores tentam marcar o maior número de gols com as mãos (hand, em alemão). O goleiro é o único jogador que pode usar os pés para tocar na bola.

A invenção do esporte é atribuída ao alemão Karl Schellenz, professor da Escola Normal de Educação Física de Berlim, em 1915. No início, era jogado apenas por mulheres. Pouco tempo depois, em campos maiores, os homens passam a praticá-lo. Chega ao Brasil em 1930 e populariza-se nas escolas e universidades. O handebol pode ser disputado em campos ao ar livre, com 11 jogadores de cada lado, ou em quadras cobertas, com sete jogadores por equipe. A partida é disputada em dois tempos de 30 minutos para os homens e 25 minutos para as mulheres. Atualmente, o handebol disputado por equipes de sete jogadores é o mais popular.

No handebol os jogadores movimentam a bola através de passes feitos com a mão até chegarem na área do gol adversário. Os defensores fazem com o corpo uma barreira na área de lançamento para tentar impedir o gol. Se o goleiro não defender, sua equipe recomeça o jogo a partir do meio do campo.
O handebol de sete jogadores é disputado em quadras de 40 metros de comprimento por 20 metros de largura com duas traves de 3 metros de largura por 2 metros de altura cada. A bola tem 58 centímetros a 60 centímetros de circunferência e pesa entre 425 gramas e 475 gramas para os homens. Para mulheres e crianças, tem de 54 centímetros a 56 centímetros de circunferência e 325 gramas a 400 gramas de peso.

O Handebol foi criada em 1946. Apesar de ter sido disputado nas Olimpíadas de Berlim em 1936, o handebol só é incluído nas competições olímpicas oficiais em 1972.

Fonte: www.museudosesportes.com.br

Handebol

O Handebol é um esporte coletivo de atividade motora completa, que se alternam em períodos variáveis de trabalho e pausa. No Brasil, o Handebol não esta muito na mídia nacional e nunca obteve resultados expressivos a nível mundial nas categorias adultas, mas é um esporte muito praticado por crianças em idade escolar. O atleta de Handebol tem que ter um excelente preparo de suas capacidades físicas, psicológicas e técnicas para a sua prática.

Com a evolução técnica e tática da defesa, que cada vez mais procura forçar o erro adversário, pelas constantes saídas e pressão nos atacantes, hoje é imprescindível o bom domínio das técnicas de ataque e defesa, pois vence o jogo quem cometer menos erros técnicos (passe e recepção errada, duplo drible, falta de ataque, mais que três passos, arremesso, etc.).

Este site visa um aprofundamento no Desporto Handebol. Um maior conhecimento nas características individuais de seus praticantes, nas táticas e técnicas, com uma abordagem nos tipos de marcações e definições dos sistemas atualmente utilizados tanto no ataque quanto na defesa, além de citar situações as quais são comuns no jogo como a vantagem e a desvantagem numérica, seja na defesa ou no ataque.

Fonte: br.geocities.com

Handebol

Handebol

Primeira aparição nos Jogos Pan-americanos: 1987

Embora fosse jogado de forma rudimentar no Norte da Europa desde fins do século XIX, o handebol só ganhou sua Federação Internacional em 1928 e, desde então, cresceu até se tornar um dos mais praticados esportes do planeta. E não à toa: o handebol é uma modalidade simples de entender e jogar.

As partidas, divididas em dois tempos de 30 minutos cada, são disputadas por duas equipes de sete atletas, que agarram, arremessam, passam e quicam a bola com as mãos. Tudo com um objetivo claro: marcar o maior número possível de gols para chegar à vitória.

Fonte: www.rio2007.org.br

Handebol

Handebol

Nesse esporte, vale gol de mão

O handebol é parente do futebol. Nos dois esportes, os jogadores querem mais é fazer gols. Mas a diferença mais óbvia, é que o handebol é jogado com as mãos. Fato impossível no futebol, né?

O registro mais antigo de onde surgiu o handebol está na famosa Odisséia*, do poeta grego Homero, que fala de um jogo em que os participantes jogavam para lá e para cá uma bola, do tamanho de uma maçã em um campo sem balizas. Quase trinta séculos depois, em 1848, o professor dinamarquês Holger Nielsen desenvolveu um jogo chamado haandbold, escrevendo as regras do que viria a ser o handebol. Outros jogos como o hazena, praticado pelos tchecos, e o balon, criado pelo uruguaio Gualberto Valetta, são considerados percussores.

Todavia, as regras que definiram o jogo praticado hoje foram publicadas por outro alemão, Karl Schelenz, que mudou quase tudo: adotou o nome handball e levou o jogo para outros países europeus. A partir de 1920, principalmente por causa do inverno da Europa, que castigava os campos com muito frio e muita neve, o handebol de campo foi substituído pelo “jogo de sete” em salão. Deste jeito, o esporte entrou como exibição nos Jogos Olímpicos de Berlim de 1936. Mas, depois de Berlim, passaram-se mais 36 anos para o handebol voltar aos Jogos. Isto aconteceu em Munique, em 1972, quando o esporte entrou no programa oficial. Quatro anos depois, as mulheres entraram na disputa.

Regras

As partidas, divididas em dois tempos de 30 minutos cada, são disputadas por duas equipes de sete atletas, que agarram, arremessam, passam e quicam a bola com as mãos. Tudo com uma vontade clara: marcar o maior número possível de gols para chegar à vitória.

Curiosidades

- A primeira vez que participou dos Jogos Pan-Americanos foi em 1987;
- A bola para a competição feminina pesa entre 325 e 400g e mede de 54 a 56 cm. Já para a competição masculina, a bola pesa um pouco mais, entre 425 e 475g.

Fonte: pan2007.globo.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal