Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Hidroponia  Voltar

Hidroponia

 

O que é

A palavra hidroponia tecnicamente significa água trabalho, decorrentes das palavras latinas "hidro" significa água e "ponos", que significa trabalho.

Muitas civilizações diferentes, desde o início do tempo têm contado com hidroponia para o crescimento das plantas, como as civilizações mexicanas e egípcias.

No entanto, recentemente crescendo em sistema hidropônico tem crescido em popularidade e uso em muitos mercados diferentes.

Hidroponia
Hidroponia

A hidroponia é uma ciência que estuda o desenvolvimento das plantas sem o uso do solo, podendo ser auxiliada pelo uso de substratos inertes, tais como: cascalho, areia, vermiculita, perlita, lã de rocha, serragem, casca de árvore, etc., aos quais são adicionados uma solução de nutrientes contendo elementos essenciais que a planta necessita para o seu desenvolvimento.

Este processo também é conhecido como cultura sem solo (Soil Less).

Hidroponia
Hidroponia

Utilizada na educação ela abre caminhos para a interdisciplinaridade onde o aluno ao acompanhar o desenvolvimento do vegetal trabalha conceitos de matemática na construção de gráficos, geografia, história e ciências além de despertar o interesse a pesquisa científica.

Os projetos são desenvolvidos desde o ensino infantil, fundamental até o médio gerando espaço para trabalhar conteúdos em qualquer série.

A agricultura em hidroponia é usada desde os povos antigos até os dias atuais.

Os mais recentes desenvolvimentos fizeram a hidroponia mais eficiente e produtiva, tornando-a um método alternativo para a produção de alimentos, utilizado inclusive pela NASA (National Aeronautics and Space Administration), através da implantação de uma fazenda hidropônica na lua e na estação orbital durante as explorações espaciais de longo prazo.

O cultivo na hidroponia apresenta algumas vantagens:

1. Ocupa menos espaço físico que o cultivo tradicional.
2. Possibilita a utilização racional da água.
3. Elimina o uso de agrotóxicos prejudiciais à nossa saúde.
4. Possibilita o cultivo em regiões desérticas ou rochosas onde a terra não é produtiva.
5. O custo da produção é menor.
6. Mantém uma produtividade maior.

Desvantagens

1. Os custos iniciais são elevados.
2. A prevenção da falta de água e de energia elétrica é necessária.

O conhecimento da fisiologia da espécie cultivada é imprescindível.

Fonte: www.h2s.com.br

Hidroponia

O que é Hidroponia?

A hidroponia é a prática de cultivo de plantas sem solo. Mais comumente, a hidroponia cultiva plantas em água rica em nutrientes, embora a hidroponia também pode ser considerado como a prática de plantas que crescem em outros agregados.

Hidroponia é um método vantajoso de jardinagem, tanto para uso doméstico e comercial. Não há ervas daninhas para lidar, e as plantas hidropônicas são tipicamente mais saudáveis, amadurecem mais cedo, e usam menos espaço.

Além disso, uma vez que é totalmente à base de água, é possível automatizar completamente um sistema de hidroponia, de modo que, se o agricultor estiver ausente durante um longo período de tempo, as plantas não vão sofrer. A água é normalmente reutilizados, em oposição aos métodos tradicionais de cultivo, onde muita água é perdida por evaporação ou escoamento.

Em um sistema de hidroponia interior, as plantas podem receber a luz solar através de meios artificiais. Outra consideração para o interior dos jardins hidropônicos é a circulação do ar. Isso evita doenças fúngicas e permite que as plantas a extrair o dióxido de carbono necessário que necessitam.

O fator mais importante em hidroponia no entanto, é a solução nutriente que deve ser misturado com água.

Fertilizantes padrão são inadequadas, porque faltam alguns dos elementos necessários que as plantas seria de outra forma derivam do solo.

Misturas de fertilizantes hidropônico especialmente formulado são obrigatórios. Estes são amplamente disponíveis, mas deve ser testado após diluição para garantir um valor de pH entre 5 e 6. Se a solução nutriente deve ser mudado a cada duas semanas. Entre as alterações, certifique-se de que o volume é mantido nível, adicionando mais água só, e não fórmula fertilizante adicional. Se a água evapora eo nível da água fica muito baixo, a solução nutritiva vai se tornar muito rico e poderia realmente queimar raízes.

Há três maneiras diferentes de cultivar plantas em sistema hidropônico-crescidos. O mais simples, é a técnica do filme de nutrientes, simplesmente usa uma calha de plástico como um recipiente. Buracos são colocados no topo para manter as plantas. A calha está ligeiramente inclinada, de modo que a solução flui a um reservatório.

Outros métodos incluem aeroponia, que suspende as raízes de uma neblina em vez de uma solução, e de arejamento, que utiliza uma bomba de ar para fornecer oxigênio para as raízes que estão imersos na solução.

Um sistema global de hidroponia usa material inerte, como seixos de argila ou fichas de espuma para cercar as raízes e fornecem suporte para a planta. O sistema agregado mais comum é o método de inundação e drenagem, que enche um recipiente com o agregado. O recipiente é então inundado com solução nutritiva com a freqüência necessária.

Sistemas de hidroponia caseiros são fáceis de fazer, e pode produzir um excelente rendimento de plantas de qualidade. O equipamento não é caro, e até mesmo esses sistemas podem ser feito em casa a partir de materiais comuns que podem ser encontrados em qualquer loja de ferragens.

Fonte: www.wisegeek.com

Hidroponia

A hidroponia é um sistema de cultivo, dentro de estufas, onde as plantas não crescem fixadas no solo. Os nutrientes que a planta precisa para seu desenvolvimento e produção são fornecidos somente por água.

Como as plantas são cultivadas?

As plantas são cultivadas em canais ou recipientes por onde circula uma solução nutritiva, que é composta de água pura e de nutrientes dissolvidos de forma balanceada, de acordo com a necessidade de cada espécie vegetal. Esses canais ou recipientes podem ou não ter algum meio de sustentação para as plantas, como pedrinhas ou areia. A solução nutritiva tem um controle rigoroso para manter suas características, periodicamente é feito um monitoramento do pH e da concentração de nutrientes, assim as plantas crescem sob as melhores condições possíveis.

Hidroponia
Hidroponia

Quais Plantas já foram cultivadas pela Hidroponia ?

A alface é a mais cultivada, mas pode-se encontrar: brócoli, feijão-vagem, repolho, couve, salsa, melão, agrião, pepino, beringela, pimentão, tomate, arroz, morango, forrageiras para alimentação animal, mudas de árvores, plantas ornamentais, entre outras espécies.

Quais as vantagens para o Consumidor?

Já que o cultivo é feito longe do solo, as plantas não tem contaminantes desse meio, como bactérias, fungos, lesmas, insetos e vermes. As plantas são mais saudáveis, pois cresceram em um ambiente controlado procurando atender as exigências da cultura. Todo produto hidropônico é vendido embalado, não entrando em contato direto com mãos, caixas, caminhões, etc. Devido ao cultivo em ambiente fechado, o ataque de pragas e doenças é quase inexistente, diminuido ou anulando a aplicação de defensivos.

Pela embalagem você pode identificar: marca, cidade da produção, nome do produtor ou responsável técnico, características do produto e telefone de contato.

Os vegetais hidropônicos duram mais na geladeira.

A única possível desvantagem pode ser o preço: maior em alguns poucos centavos.

Quais as vantagens para o Produtor?

O trabalho é mais leve e mais limpo.

Não precisa realizar operações como: aração, gradeação, coveamento, capina. Não há preocupação com rotação de culturas. A produtividade e uniformidade da cultura é maior. Maior qualidade e aceitação do produto. Sem desperdício de água e nutrientes. Redução de pulverizações. Pode ser realizada em qualquer local, mesmo onde o solo é ruim para a agricultura.

Tem desvantagens?

Tem sim: Os custos iniciais são elevados. Necessidade de prevenção contra falta de energia elétrica. Exige conhecimentos técnicos e de fisiologia vegetal. Uma planta doente pode contaminar toda a produção. Rotinas regulares e periódicas de trabalho.

Fonte: www.geocities.com

Hidroponia

A hidroponia é a ciência de cultivar plantas sem solo, onde as raízes recebem uma solução nutritiva balanceada que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento da planta. Na hidroponia as raízes podem estar suspensas em meio liquido ou apoiadas em substrato inerte.

A hidroponia é um sistema de cultivo, dentro ou fora de estufas, onde as plantas não crescem fixadas ao solo. Os nutrientes que a planta precisa para seu desenvolvimento e produção são fornecidos somente por água. Na hidroponia a única fonte de nutrientes é a solução nutritiva.

Hidroponia
Hidroponia

Hidroponia
Hidroponia

Como se realiza?

As plantas são colocadas em canais ou recipientes por onde circula uma solução nutritiva, composta de água pura e de nutrientes dissolvidos em quantidades individuais que atendam a necessidade de cada espécie vegetal cultivada. Esses canais ou recipientes podem ou não ter algum meio de sustentação para as plantas, como pedras ou areia. A solução nutritiva tem um controle rigoroso para manter suas características, periodicamente é feito um monitoramento de pH e de concentração de nutrientes, assim as plantas crescem sob as melhores condições possíveis.

Quais plantas já são cultivadas pela hidroponia?

A alface é a mais cultivada, mas pode-se encontrar: brócolis, feijão-vagem, repolho, couve, salsa, melão, agrião, pepino, berinjela, pimentão, tomate, arroz, morango, forrageiras para alimentação animal, mudas de árvores, plantas ornamentais, entre outras espécies; teoricamente, qualquer planta pode ser cultivada no sistema.

Quais as vantagens para o consumidor?

Já que o cultivo é feito longe do solo, as plantas não tem contaminantes desse meio, como bactérias, fungos, lesmas, insetos e vermes. As plantas são mais saudáveis, pois cresceram em um ambiente controlado procurando atender as exigências da cultura. Todo produto hidropônico tende a ser vendido embalado, não entrando em contato direto com mãos, caixas, caminhões, etc. Devido ao cultivo em ambiente fechado, o ataque de pragas e doenças é baixo, diminuindo ou anulando a aplicação de defensivos.

Com o uso da embalagem você pode identificar: marca, cidade da produção, nome do produtor ou responsável técnico, características do produto e telefone de contato. Os vegetais hidropônicos duram mais na geladeira.

A única possível desvantagem pode ser o preço: maior em alguns poucos centavos.

Quais as vantagens para o produtor?

O trabalho é mais leve e limpo, não sendo necessárias operações como: aração, gradeação, coveamento, capina. Não há preocupação com rotação de culturas.

A produtividade e uniformidade da cultura é maior. Maior qualidade e aceitação do produto no ponto de venda é um ponto forte na comercialização. Não há desperdício de água e nutrientes, diminuindo custos e evitando contaminação do meio ambiente e diminuição dos recursos naturais. Há uma sensível redução no número de pulverizações. Devido a independência do tipo de solo, a cultura hidropônica pode ser realizada em qualquer local.

Tem desvantagens?

Algumas: os custos iniciais são elevados, devido a necessidade de terraplenagens, construção de estufas, mesas, bancadas, sistemas hidráulicos e elétricos.

Dependência grande de energia elétrica. O negócio para ser lucrativo exige conhecimentos técnicos e de fisiologia vegetal. Em um sistema fechado, com uma população alta de plantas, poucos indivíduos doentes podem contaminar parte da produção. Exige rotinas regulares e periódicas de trabalho.

Fonte: www.zeocel.pt

Hidroponia

Todos os vegetais clorofilados necessitam para sua sobrevivência de C, H, O, bem como dos sais minerais que são geralmente, retirados do solo.

O solo fértil, é aquele que apresenta quantidade razoável de húmus e de nutrientes. O húmus advém de matéria orgânica decomposta que somada à terra torna-a fértil. Os nutrientes são os sais minerais que constituem a base de alimentação das plantas.

Um solo nutritivo deve conter os seguintes elementos: Nitrogenio, Fósforo, Enxofre, Magnésio, Ferro, Mânganes, Zinco, Cobre, Cobalto, Potássio, Boro, Cloro, Molibdênio e Cálcio.

Na hidroponia o solo é substituido por um meio inerte onde a planta possa ter sustentação e os elementos que o vegetal iria retirar da terra são fornecidas por uma solução contendo sais dos elementos necessários para seu desenvolvimento. É o que ocorre em países arenosos, que para poderem fazer uso do solo arenoso utilizam um processo de cultivo similar ao que será apresentado a seguir.

A solução utilizada no experimento descrito aqui será chamada de solução nutritiva e o meio inerte usado é a areia, pois é um material fácil de manipular, não tóxico, barato, insolúvel.

A areia é usada para sustentar o vegetal, e muitos utilizam até cascalho em seu lugar, outros não utilizam meio de sustentação, deixando as raízes submersas na solução nutritiva. Por exemplo, no cultivo de alface utiliza-se uma placa de isopor com buracos onde as folhas do alface sustentam o próprio vegetal. Mas o aspecto principal, onde todos os métodos de hidroponia possuem um ponto em comum, é a solução nutritiva. A solução nutritiva é a chave mestra do cultivo.

Existem vários tipos de soluções nutritivas com as mais variadas formulações para os mais variados cultivos, mas em todos os cultivos deve haver uma solução nutritiva.

E por que trocar o solo pela solução nutritiva? O solo já não fornece os mesmos elementos que a solução nutritiva? Qual a vantagem do uso da hidroponia?

A hidroponia possui várias vantagens em relação ao cultivo no solo:

1 - Pronta disponibilidade de nutrientes

Claro, que a terra possui os elementos que a planta necessita, mas na forma de sais pouco solúveis, daí um esforço maior para retirar esses elementos do solo, pois as raizes da planta absorvem os elementos do solo na forma de íons.

Na solução nutritiva todos os íons estão solubilizados, daí seu esforço para retirta-los da solução é muito menor, além disso, na hidroponia, utilizam-se soluções de concentração aproximadamente 50 vezes maior que encontrada na terra.

2 - Economia de espaço

Se os íons estão prontamente disponíveis para a planta, as raízes não precisam ocupar uma área muito grande para o seu desenvolvimento, havendo necessidade de um menor espaço para seu desenvolvimento.

3 - Economia de tempo

Na hidroponia, devido as facilidades de nutrição as plantas demoram menos tempo para se tornarem adultas.

4 - Facilidade de manuseio e controle de pragas

A hidroponia é executada em recipientes a aproximadamente 1,0 m do solo, o que facilita o manuseio das plantas pois o agricultor não precisa se abaixar para colher, para fazer transplantes, etc.

As pragas que geralmente estão no solo (como larvas que comem as raízes dos vegetais e outras) não conseguem infestar as culturas hidropônicas, não havendo assim a necessidade do uso de defensivos agrícolas.

Um aspecto muito importante da hidroponia é a manutenção da solução. Em muitos lugares a solução utilizada em um cultivo é reutilizada no próximo cultivo, adicionando-se a ela mais nutrientes. A quantidade de nutrientes adicionados varia de vegetal para vegetal, de espécie para espécie e, inclusive, de região para região. A solução deve estar sempre em movimento para evitar a formação de algas (não é comum aparecer lodo em água parada? Imagine água parada com nutrientes!), daí a necessidade de uma bomba que garanta a constante movimentação da solução. É necessário também um sistema de aeração para manter uma certa quantidade de oxigênio dissolvido na solução que garanta a respiração radicular da planta e evite a proliferação de seres anaeróbios.

O que apresentamos no nosso projeto de hidroponia é o cultivo de "vegetais com muita química", ou seja, o cultivo de vegetais num leito de sustentação, que no caso é um aquário cheio de areia, no qual é feito a irrigação com uma solução contendo todos os sais minerais necessários para o bom desenvolvimento da(s) planta(s).

Fonte: www.fisgall.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal