Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  História da Hyundai - Página 2  Voltar

História da Hyundai

A História da Hyundai

Hyundai Motor Company foi fundada por Ju-Yung Chung e seu irmão Se-Yung Chung, em Dezembro de direito 1967.

A empresa Hyundai primeiro foi a construção de automóveis, enquanto a segunda empresa Hyundai concentrou-se na construção.

A maioria das infra-estruturas modernas da Coréia do Sul é em parte graças à Hyundai no período após a cessação da Guerra da Coréia em 1953 e no meio da década de 1970. Muitas coisas diferentes foram construídas pela Hyundai Civil Indústrias incluindo barragens, um estaleiro de construção naval, uma via expressa, e uma usina de energia nuclear.

Hyundai conquistou o mercado coreano e rapidamente se tornou um jogador principal na cena internacional. Na década de 1970 Hyundai começou a construir navios, bem como os estaleiros e 1986 Hyundai produziu seu primeiro veículo feito inteiramente de componentes coreanos. De 1980 em diante a Hyundai adicionou mais especialidades, como a construção de trens de levitação magnética e semicondutores.

A Hyundai é uma montadora coreana com seu carro pela primeira vez introduzida no mercado americano em 1986. A linha de produtos para a Hyundai tem melhorado consideravelmente ao longo dos anos. Hyundai fornecer um alto nível de confiabilidade devido a ser apoiada por uma das melhores garantias da indústria. Não são apenas carros Hyundai acessível e confiável, eles formam uma das maiores empresas do mundo.

Hyundai Motor Company foi fundada por Ju-Yung Chung e seu irmão Se-Yung Chung, em Dezembro de direito 1967.The empresa Hyundai primeiro foi a construção de automóveis, enquanto a segunda empresa Hyundai concentrou-se na construção.

A maioria das infra-estruturas modernas da Coréia do Sul é em parte graças à Hyundai no período após a cessação da Guerra da Coréia em 1953 e no meio da década de 1970. Muitas coisas diferentes foram construídas pela Hyundai Civil Indústrias incluindo barragens, um estaleiro de construção naval, uma via expressa, e uma usina de energia nuclear.

Fonte: www.yesanswer.com

Hyundai

...uma história de sucesso

A história da Hyundai é uma verdadeira história de (grande) sucesso. Em pouco mais de 30 anos, passou de uma pequena oficina de bicicletas a sétima marca mundial com mais de 2,5 milhões de veiculos produzidos anualmente, presença em 180 países, uma exploração global lucrativa e planos de expansão, nomeadamente nos EUA e na China, que fazem antever um futuro sólido e brilhante.

A grave crise econômica que no final da década de 90 afetou não só a Coreia como toda aquela região da Ásia não abalou a Hyundai Motor Company, que terminou a sua atividade, nos últimos três anos, com lucros e distribuição de dividendos aos seus acionistas. Os negócios da Hyundai estendem-se presentemente aos cinco continentes, tendo alcançado um êxito substancial na Índia, onde em três anos passou do zero a 2º construtor, nos Estados Unidos onde tem vindo a aumentar vertiginosamente a sua quota de mercado com subidas sucessivas de 40% em 1999, 2000 e 2001, no Japão onde em pouco mais de um ano se transformou no primeiro construtor não japonês e na Europa, o mercado mundial mais competitivo e exigente, onde, através de uma política de criação de produtos específicos é atualmente o 3º construtor não europeu.

A esse propósito lançou há dois meses a primeira pedra do seu novo centro europeu de pesquisa, desenvolvimento, vendas e marketing situado em Russelsheim, onde trabalharão, a partir de junho de 2003, 300 técnicos e engenheiros.

História da Hyundai
Instalações em Russelsheim

Outros indicadores altamente positivos foram o lançamento global de novos modelos destinados a mercados específicos como sejam o Matrix e Getz destinados especialmente à Europa e Santa Fé, Terracan, Coupe e Elantra, para todos os mercados. Por outro lado em menos de um ano a Hyundai deu gigantescos passos na concepção de novos motores Diesel com a moderna tecnologia “Common Rail”, dispondo agora de motores com 1500, 2000, 2500 e 2900 cc que são montados em veículos a partir do segmento B.

A história remota da marca começa na Coreia dos anos 30, quando o seu fundador Chung Ju-Yung abandona a sua aldeia-natal em direcção a Seoul à procura da prosperidade. Trabalhos braçais foram o seu ganha-pão, até que a sua perseverança lhe permitiu estabelecer uma pequena oficina de reparações de bicicletas. Mas para Chung, com a sua incessante esperança e constante procurade evolução, não era suficiente e, em meados dos anos 40, a sua pequena, mas bem sucedida oficina já tinha evoluído, formando a Hyundai Auto Service Center inaugurando, um ano mais tarde, a Hyundai Construction & Engineering. Os anos seguintes foram de guerra, e Chung teve a habilidade para dirigir convenientemente as suas empresas em circunstâncias difíceis, participando depois, na construção da Coreia do pós guerra.

A evolução durante as décadas de 60 e 70 do grupo Hyundai foi notória, com contratos para construções tão variadas como auto-estradas, centrais nucleares e obras públicas, em territórios tão vastos como o Alasca ou sudeste asiático. Mas Chung Ju-yung não tinha limites e o seu espírito pioneiro ultrapassava todas as barreiras, inaugurando em 67 e 73, respectivamente, a Hyundai Motor Company e a Hyundai Heavy Industries.

A credibilidade de Chung continuava a crescer pelo mundo fora e a transição da década de 70 para 80 marcou o domínio da Hyundai no Médio Oriente na área da construção, ao mesmo tempo que o Grupo diversificava a sua atividade, entrando na área dos produtos manufaturados, com a Hyundai Corporation, seguindo-se nos anos 80 a entrada no campo da eletrônica e da petroquimica.

Com a crise da década de 90 a Hyundai Motor Company absorveu o impacto, resistiu às pressões sociais, reestruturou-se e conseguiu emergir da crise ainda mais forte através de uma forte política de novos produtos. Autonomizou-se do Grupo Hyundai, comprou a Kia Motors e não tem cessado de se desenvolver.

O Presidente Chung, pouco antes da sua morte em 2000, estabelece também a nível político as primeiras pontes com a Coreia do Norte tendo em vista o restabelecimento de relações diplomáticas, da livre circulação entre os dois estados e de uma possível e desejável reunificação, uma medida de largo alcance político e de estabilidade na região. Ao mesmo tempo, são criadas as primeiras empresas do Grupo Hyundai na Coreia do Norte (construção civil e turismo).

Hoje, a Hyundai Motors (Hyundai mais Kia), é naturalmente o maior construtor coreano com mais de 75% do mercado local, tem uma parceria estratégica com a Daimler-Chrysler através da qual tem em execução uma nova fábrica de motores de camião para a Ásia e outros mercados, bem como uma segunda “joint-venture” com a DC e a Mitsubishi para a fabricação de um novo motor a gasolina que será montado nos veículos das cinco marcas, desenvolve autonomamente os seus projetos de combustíveis alternativos, nomeadamente de células de combustível e está na primeira linha das medidas de salvaguarda e defesa do meio ambiente. Sendo atualmente o sétimo construtor mundial em volume de produção, vendas e resultados de exploração, o objetivo da Hyundai é o de produzir veículos cada vez mais impos e úteis e de entrar no grupo dos 5 primeiros da globo, até ao final da década. Objetivo que, tendo em vista o percurso da sua hístória de pouco mais de 30 anos, parece perfeitamente ao seu alcance.

Fonte: www.valpi.pt

voltar 1234avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal